Jump to content


Photo

Buenos Aires a deliciosa cidade decadente


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
18 replies to this topic

#1 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 23 de January de 2014 - 18:34

Muito bem, estava pesquisando esse fórum outro dia, e percebi que não há uma postagem sequer com um guia sobre Buenos Aires! Eu sei, eu sei, existem 700 guias em banca de jornal que custam 10 reais, mais outros não sei quantos blogs e sites sobre a capital de nosso vizinho e um dos destinos favoritos dos brasileiros! Então pensei que aqui teria obrigação de ter um, e como os colegas pediram no FR que eu fiz sobre a minha última viagem a capital Argentina, resolvi colher todo o material que tenho, anotações, guias antigos, fotos e experiências de todas as vezes que fui a "Bons Ares". Sim "Bons Ares", pois afinal apesar de o idioma oficial ser o espanhol, o portunhol rola solto pelas ruas da cidade. 
 
Outra coisa que queria dizer antes de começarmos é que esse report, é de opiniões minhas, e não necessariamente de outras pessoas, portanto se não concordar com algumas das minhas opiniões, fique a vontade de falar e principalmente de postar a sua, afinal Buenos Aires é uma cidade extremamente decadente (aliás desde a primeira vez queeu fui), e as coisas mudam muito rápido por lá, então o que é bom hj, nem sempre é bom amanhã (é assim mesmo pode acreditar).
 
Muito bem, vamos começar do começo! Quando ir? Depende muito do que vc procura! Se gosta de frio? Eu diria para procurar a cidade nos meses do outono ou da primavera. O motivo? O vento gelado é uma coisa insuportável na cidade, mesmo nos dias mais quentes do verão, esse vento é capaz de fazer vc colocar um casaco levo, em julho a impressão que se tem é que ele vai cortar a sua espinha pela metade. Outro motivo importante, pelo menos para mim, é que julho além da cidade estar lotada, 99% das pesoas que estã olá são........ brasileiros. Brincadeiras a parte, em julho pelo excesso de turistas, os preços são um pouco mais salgados também. Por outro lado facilita muito a minha atividade favorita em BA, comer! Eu já estive algumas vezes em julho, e prefiro o verão! Adoro o verão porteño! O calor facilita as caminhadas pela cidade (pode acreditar, vc vai caminhar muito), além de favorecer que eu tome a minha bebida favorita, o espumante, que em alguns lugares pode sair pelo preço de um refrigerante! (sim, o vinho é uma excelente pedida por lá, além de ser muito, mas muito barato!)
 
Agora que vc já definiu quando que vc vai, já pensou como que vc vai? Existem ônibus que saem da rodoviária do tietê todos os dias, são 72hs de viagem! Boa Sorte!
 
Ok, eu sei, além desse ser um fórum sobre aviação, não vai rolar um rolezinho básico de ônibus rsrsrs! Muito bem, TAM, GOL e Aerolineas oferecem vários horários saindo de várias cidades do sul e do sudeste. A Emirates possui um vôo diário saindo do GIG e a Qatar e a Turkish oferecem vôos diários saindo de GRU! Escolha o preço e o horário mais conveniente para você e vá! O vôo é curto, de pouco mais de 2hrs. Mais perto e mais barato que muitas capitais do norte e nordeste. AS passagens podem custar de U$220 na economica até U$600 na executiva. 
 
Buenos Aires possui dois aeroportos internacionais, O aeroporto internacional de Ministro Pistarini em Ezeiza, fica acerca de 40 min de carro da cidade, e é o maior aeroporto, com vôos internacionais somente, com destinos a Europa e América do Norte. Cuidado, Ezeiza pode ser uma arapuca das grandes (mas eu prefiro! rsrsrsr). Vc reclama das filas de GRU, GIG? Ainda não conheceu EZE. Na minha última volta, perdi exatas 3hrs entre check in, raio-x e imigração! Cheguei ao aeroporto as 20hs para o meu vôo que sairia as 23! Só deu tempo de após o check in fumar um cigarrinho ( é eu sei, não devia, mas vou falar muitas vezes do meu cigarrinho no TR, pois acredite, ele é parte importante de uma viagem a BUE), pois a fila do raio-x, estava dando voltas do lado de fera, e acredite, estava fechada, pois do lado de dentro já não cabia mais ninguém!
 
Por outro lado, tem o Aeroparque, uma espécie de Congonhas deles. A diferença é que ele opera vôos para a américa do sul (apenas vôos da Gol, TAM e Aerolíneas e são um pouco mais caros na maioria das vezes). Apertado e acanhado, possui um aproach lindo sobre a cidade e/ou sobre o rio. fica localizado no bairro de palermo e a 15min do centro. Mas tem uma grande desvantagem, não possui (ou possuia) casa de câmbio descente e serviço de táxi. Vc tem que sair do terminal e pegar um táxi comum de rua, o que pode ser uma grande desvantagem. já aconteceu comigo, e acredite vão tentar te enganar da mesma maneira. Taxistas em Buenos Aires são safados em sua grande maioria tentam te enrolar, mas entro em maiores detalhes depois. Já em Ezeiza, o táxi (remis) é pago no próprio aeroporto e te leva até a porta do seu hotel. 
 
Levar Real ou Dólar?
 
Todas as casas de câmbio trocam tanto o Real quanto o Dólar, o que precisa fazer a conta, é se vale a pena perder na troca do dólar aqui e depois na venda do dólar lá (as vezes sim, principalmente agora com a inflação). Existem muitas casas de câmbio espalhadas, e trocar o dinheiro não vai ser problema, evite trocar seu dinheiro na rua com cambistas que oferecem taxas maravilhosas. Dica: Existe uma casa de câmbio na recoleta que paga quase 100x o valor do câmbio oficial exercido pelas casas oficiais. É segura, foi recomendado pelo pessoal do meu hotel. Fica na Av. Coronel Diaz, esquina com a Av. Cerviño (ao lado de Freddo).
 
Muito bem, já decidiu quando ir, por qual empresa e aeroporto chegar, hora de escolher o hotel. Existem 5 bairros hoteleiros em Buenos Aires. Palermo (e suas variantes), Recoleta, Centro (Montserrat, Retiro, Plaza de San Martin), Puerto Madero, e San Telmo. Cada bairro possui suas próprias características que refletem na qualidade dos hotéis. Explico mais detalhadamente quando entrar nesse assunto. A minha preferência é Palermo ou Puerto Madero. Cuidado com os hotéis do centro! Buenos Aires é uma cidade decadente, esse hotéis podem ser muito antigos e com muitos problemas de encanamento, calefação, mofo e elevadores. Já pqguei um hotel no centro que era impossível de tomar banho, a água variava sozinha do trincando de gelado pro fervendo! Os elevadores podem ter a pior aparência possível, com manutenção no mínimo duvidosa e você vai ter muito medo de ficar parado dentro de um deles. Claro que existem bons hotéis, mas já sofri uma experiência em um hotel que fui duas vezes. Da primeira vez eles tinham acabado de reformar o hotel, e estava tudo perfeito. Um ano depois a tal reforma parecia que nunca tinha acontecido! Problemas no encamaneto, calefação que não funcionava, elevador que parava do nada. Veja os reviews em sites como tripadvisor.com antes de escolher o seu hotel.
 
Daqui pra frente vou listar as principais atrações da cidade (que eu conheço), e daí da pra se calcular quantos dias você quer ficar.  Se for fazer o básico do básico, 3 dias são o suficiente, mas eu já fiquei 10 dias por lá e ainda tinha mais coisas a se fazer.
 
LOCOMOÇÃO
 
Táxis: 
Preto e amarelo são de fácil identificação, baratos e andam aos montes pela cidade. Por incrível que pareça a frota foi renovada, antigamente pegar um táxi em Buenos Aires, era não saber se ia chegar ao destino, devido ao péssimo estado de conservação dos veículos que eram muito antigos. Quando pegar um táxi, sempre tenha o dinheiro trocado, evite dar notas de 100 pesos, eles podem te dizer que não tem troco, pedir o que vc tiver trocado e te devolver uma nota falsa (acredite, aconteceu comigo). Outro cuidado importante ao pegar um táxi, é o caminho, eles fazem de tudo para te enrolar, e dar uma volta maior. Procure pedir um táxi na recepção do hotel. Outro cuidado importante também é que as vezes o trânsito pode ser caótico na cidade, e ficar parado com o taxímetro rodando não é um bom negócio.
 
BUE-SCL180_zpsf192e28d.jpg
 
Metro:
São baratos e pra distâncias maiores, eu recomendo, apesar de serem velhos, a Linha A é a mais antiga da América do Sul e seus trens ainda são os mesmos de quando foram inaugurados (dê uma visitinha, vale a pena), sendo a estação Peru a mais antiga. Algumas estações possuem azulejos de gosto duvidoso.
 
Ônibus:
Muito confuso (pelo menos era as vezes que eu andei), você pagava de acordo com o número de quarteirões que andava. Como eu nunca sabia, sempre pagava o valor mais caro. São velhos, antiquados e desconfortáveis.
 
ATRAÇÕES:
 
Plaza de San Martin:
 
A praça é belíssima, grandes monumetos ao Gal. Belgrano e ao Gal. San Martin ficam na parte de cima da praça, no meiouma coisa curiosa, uma canil onde você pode deixar o seu cachorro enquanto faz suas compras pela Calle Florida e mais abaixo existe o memorial aos soldados mortos na Guerra das Malvinas com sua chama eterna que fica de frente (agora é que vem a provocação e eu adoro isso!) a Torre de los Ingleses, uma espécie de réplica do Big Ben. 
Atravessando a Av. del Libertador, fica a estação do Retiro, uma linda estação de trens e seus terminais anexos, além da rodoviária (local que vc deve chegar após 72hs sentado naquele busão que saiu do Tietê rsrsrs).
 
Monumento a guerra das Malvinas:
BUE019_zps5a2ca3f6.jpg
 
Monumento a San Martin:
100-0038_IMG_zps7d9eb247.jpg
 
 
Calle Florida:
A brasileirada adora a Calle Florida, principal rua (calçadão) do centro, onde se concentram as grandes lojas de marcas, e outras nem tanto. Principal centro de compras, e com muitas casas de câmbio e hotéis no seu entorno. A rua que começa na Praça de San Martin, vai até a Praça de Maio. Caminhar por ela é inevitável para quem vai a primeira vez. O comércio é bem variado, mas pra falar a verdade a única loja que gosto por lá e que faça a valer a pena ir (pelo menos pra mim) é a Falabella, uma grande loja de departamentos chilena. Lá se encontra de tudo, copos, taças, artefatos de cozinha, cama, mesa e banho, velas, brinquedos, eletrodomésticos, vinhos, cervejas, eletrônicos, etc..etc...
Ainda pela Calle Florida bem próximo a Plaza de San Martin, existe o prédio abandonado da Harrolds (sim a loja de departamento da Rainha), que vale a pena ser visto por fora. Um pouco mais afrente na esquina da Calle Paraguay fica um dos principais cafés da cidade, o café Florida. e um pouco mais a frente na esquina com a Av. Córdoba, o primeiro shopping de BA, a Galeria Pacífico. Esse sim vale a pena entrar, observar sua cúpulas e vitrais que são muito bonitos. 
Cuidados a serem tomados na florida! Nunca, atenção que isso é muito importante, nunca troquem seu dinheiro com os cambistas que te oferecem txas milagrosas no meio da rua, cuidado com suas compras e pertences, pois o local é muito frequentado por batedores de carteira (existe esse termo ainda?) também. 
 
Plaza de Maio e Obelisco:
A plaza de Mayo é um lugar a parte do que estamos acostumados no Brasil. Existem no mínimo 4 grandes atrações nela (apesar que eu prefiro as secundárias), a casa rosada que oferece tours guiados aos sábados em horários pré determinados, o Cabildo, uma das primeiras contruções da cidade (apesar de não ser mais a mesma), e local onde se iniciou a revolução de Maio. A Catedral Metropolitana (aquela de onde o Papa Francisco saiu), local que estão entrrados os restos do "grande" Gal. San Martin. O outro ponto interessante de se ver é a sede do Banco de La Nación, cuja cúpula é toda pintada e vale a pena dar uma entrada pra dar uma olhada. 
Mas..... eu como sou do contra e sou chato, prefiro as outras atrações da praça (rsrs). Não tem uma vez que vc vá a praça que não esteja tendo uma manifestação. A que está lá agora (jan/2014) está lá a 9 meses (isso mesmo! 9 meses), e não é que eles vão embora a noite não, existem familias inteiras acampadas por lá. 
Um pouco mais pra cima na Avenida de Mayo, existe o café Tortoni. Esse sim um clássico da cidade. Se você não for ao Tortoni , nem adianta dizer que foi em B. A.. Tá eu sei, a comida não é das melhores, o preço é meio salgado, mas Gardel frequentava o lugar, além dele ser o primeiro café da cidade. 
Seguindo pela Diagonal Norte (é o nome da avenida), vc chega ao Obelisco, local onde a cidade foi fundada teoricamente, e que não é muito diferente do obelisco de SP!
 
Obelisco:
BuenosAires175_zps15839b51.jpg
 
Café Tortoni
 
BuenosAires173_zps8bab8dfb.jpg
 
BuenosAires168_zps2f6df638.jpg
 
BuenosAires167_zps6eb2caef.jpg
 
Casa Rosada:
ushuaia003_zps1c35b008.jpg
 
Calle Defensa e San Telmo:
Aí sim, estamos começando a entrar na minha área, mas para isso eu vou contar um pouco da história desse vibrante bairro. San Telmo era o bairro mais abastado da cidade no início do Séc. XX, fica próximo ao antigo porto (hj Puerto Madero), mas uma epidemia de cólera fez com que seus residentes fugissem de lá para bairros mais afastados como a Recoleta, Barrio Norte e Palermo. A cena deve ter sido tão tragicômica quanto a fulga de D. João ao Brasil, pois muitos dos casarões foram largados abertos e com toda a mobília dentro. As pessoas fugiram em muitos casos, apenas com a roupa do corpo. Largado durante décadas o bairro entrou em uma decadência profunda, virou um grande lixão a céu aberto, os casarões em péssimo estado de conservação eram habitados por mendigos, prostitutas ratos e viciados. Durante a década de 80 começou a ser habitado por artistas, músicos, e estudantes, e daí veio um caldeirão fervente em cultura. Bares, restaurantes começaram a abrir na região para reunir essas pessoas, e a partir do ano 2000 o bairro começou a ser recuperado, mas ainda é um dos bairros mais baratos e abandonados da cidade.
Muito bem, já contei a história do bairro, agora vamos ao que você vai econtrar por lá. Saindo da Plaza de Mayo, direto pela Calle Defensa, a primeira parada e essa é obrigatória (pelo menos pra mim), o Convento de Santo Domingo. Apesar de as últimas vezes ele estar fechado, as duas principais atrações dele estão do lado de fora. Uma é o mausoléo do Gal. Belgrano, herói da independência, a outra e mais legal fica em uma das torres. Durante uma das invasões inglesas a cidade, as balas de canhão que foram atiradas desde o Rio da Prata, ficaram encravadas na torre, e lá continuam até hoje. 
Seguindo pela Defensa, você vai encontrar várias lojas, completamente diferentes daquelas que você encontrou na Florida. Muitos antiquários e galerias, vale a pena entrar um por um. Eles tem um cheiro forte de mofo, mas pode-se encontrar cada coisa boa bonita e barata (por ex. meu jogo de taças de champagne são da década de 20 e eu comprei por lá, na época paguei cerca de R$100 por um jogo que vinha 24 taças). Tem de tudo nessas galerias, se vc não entrar, também vou dizer que voc~e não foi a Buenos Aires. 
Na mesma Calle Defensa, misturado com as galerias, existem muitas lojinhas de "pop art" pra quem gosta é um excelete lugar para comprar um regalo pra sua sogra. Siga pela Defensa até a Plaza Dorego. Aos domingos essa praça tem uma feira de antiguidades, que diga-se de passagem já foi muito boa, hoje é muito mais turística. A feira se estende até a Plaza de Mayo ao longo de toda a Calle Defensa.
 
Mausoléu Gal Belgrano:
BuenosAires118_zps3786db3e.jpg
 
Torre Convento Santo Domingo:
BuenosAires115_zps1c4eb64b.jpg
 
Eu e a Mafalda:
DSC03584_zpse25db6c8.jpg
 
Galerias San Telmo:
BUE-SCL057_zpsdbb0cfce.jpg
 
Loja de Pop Art:
BUE-SCL056_zps54b61aa0.jpg
 
Calle Defensa aos Domingos:
BUE-SCL055_zps52f0903e.jpg
 
Feira de San Telmo:
BUE-SCL052_zps9fd05c61.jpg
BUE-SCL051_zps07182cb0.jpg
BUE-SCL050_zps9b6fefc5.jpg
BUE-SCL049_zps35105729.jpg
BUE-SCL048_zpseef24ce8.jpg
 
 
Puerto Madero:
Agora que vc já conheceu o lado "capital" e "colonial" de Buenos Aires, chegou a hora de se sentir numa cidade moderna, segura e tranquila. Puerto MAdero é um projeto arquitetônico de recuperação do antigo porto da cidade. Hoje um complexo gastronômico com muitos bares, restaurantes e boates, e mesmo assim é extremamente tranquilo. É uma excelete caminhada de volta ao centro! Aproveite, pare em um bar, desfrute de um vinho, e deixe a vida passar, apressie a Ponte de Las Mujeres, e a Fragata Sarmiento e Uruguay. Os restaurantes mais caros da cidade estão divididos entre Puerto Madero e Recoleta/Barrio Norte (mas em um outro tópico eu falarei dos restaurantes). Se vc nunca foi a Buenos Aires, eu recomendaria que ficasse hospedado em um dos hotéis daqui. São modernos (acredite, isso vai te fazer uma diferença bem grande), novos e normalmente um pouco mais caros. No final de Puerto Madero, encontra-se o Casino Puerto Madero, lá a jogatina rola solta, e se você é como eu que gosta de uma boa mão de poker ou uma roleta, lá é o seu lugar. MAs leve o dinheiro contado e deixe o do táxi de volta guardado em outro lugar.
 
Puerto Madero a noite:
BUE-SCL182_zpsb6602b4c.jpg
 
Puerto Madero:
BUE-SCL017_zpsb0c8bc14.jpg
BUE-SCL001_zpsce035767.jpg
 
Casino Puerto Madero:
DSC03572_zps4fc59e23.jpg
 
Puente de Las Mujeres a noite:
DSC03575_zpsdfbed600.jpg
 
 
Pessoal, não acabou não, vem aí a segunda parte. Queria pedir desculpas pela qualidade de algumas fotos, pois além de eu ser um péssimo fotógrafo, algumas fotos foram tiradas com a primeira geração de máquinas digitais.
 


#2 Bruno Holtz

Bruno Holtz
  • Usuários
  • 1,153 posts

Posted 23 de January de 2014 - 20:58

rbullara,

 

Você esta aos poucos me "empurrando" para uma volta a Buenos Aires.

Estava com uma vontade danada de voltar, e com estes relatos, talvez não resista e mude a proa para o sul.

 

Em tempo: viram como o peso desvalorizou? No JN fizeram uma reportagem que no cambio oficial ele chegou a 8 pesos por 1 dólar, e no blue até 15 por 1! Fazendo uso do paralelo, a coisa pode ficar interessante. O problema é que por aqui o verdinho também subiu e chegou nos 2,40.... 



#3 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 23 de January de 2014 - 21:28

Pessoal, continuando...

 

La Boca:
Outra das atrações preferidas dos brasileiros (e odiada por mim) é o Caminito, fica no Bairro de La Boca (isso mesmo! Aquele que tem o mítico estadio do Boca Juniors, La Bombonera). O Bairro é um dos mais pobres da cidade e consequentemente um dos mais perigosos. A foz do Riachuelo (boca do rio, daí vem o nome do Bairro) também dão um odor bem desagradável ao bairro, mas infelizmente (volto a repetir) se você nunca foi a B.A., tem que ir lá! A principal atração do Bairro é o "Caminito", um vilarejo de casas coloridas que vendem muitos "regalitos" a preços exorbitantes. De origem italiana, muitas cantinas italianas estão próximas ao caminito. Em muitas dela são oferecidos show de tango gratuitos (claro que não é o ideal, mas se vc é como eu e não liga pros shows de tango, vale a pena pra tirar uma foto e guardar pra historia rsrs).
 
Caminito:
100-0046_IMG_zpsa6c31d22.jpg
 
ushuaia007_zps1111259a.jpg
 
100-0048_IMG_zps3870fa33.jpg
 
Restaurante com Tango e esse que vos escreve em 2003:
100-0051_IMG_zps70f6defb.jpg
 
 
Recoleta:
Um dos bairros mais chiques da capital federal, os shoppings mais caros e um exclusivo de decoração. Lojas de marca, e estilistas famosos estão por todas as suas Calles. Mas o melhor do bairro esta na Plaza da Recoleta. Muitos bares turísticos estão por ali, como o Locos por Futbol e o Hard Rock Café (existe ainda?). Mas se vc tem estômago, eu convidaria vc para entrar no belíssimo cemitério da Recoleta, uma espécie de Cemitério da Consolação ou do Cajú pra eles. Existe um mapa na entrada do cemitério, mostrando onde estão enterrados as principais "atrações", entre elas a Madonna, ooops digo, Evita! O cemitério conta com túmulos lindíssimos, outros totalmente abandonados. 
 
Plaza da Recoleta:
100-0044_IMG_zps1601cfa4.jpg
 
Eu em 2006 num dos túmulos do cemitério:
Uhuaia012_zpsc7713aca.jpg
 
Uma das placas no túmulo de Eva Perón:
ushuaia010_zps208c7265.jpg
 
 
 
Palermo:
Palermo é talvez o maior bairro de Buenos Aires, e por isso é dividido em 3 partes. Palermo Viejo, totalmente residencial, com mansões e casarões. Palermo Soho, que leva o nome por causa do bairro de NY, casa de muitos artistas, galerias de arte, lojas de roupas exclusivas, muitos bares, muitos restaurantes, as melhores casas noturnas ficam entre o Palermo Soho e Palermo Hollywood, que leva esse nome por sediar muitas emissoras de televisão. Em Palermo você encontrará o Shopping Alto Palermo, maior da cidade, com lojas de marca, além do Zoológico da cidade, o Jardim Botânico e o Parque de Palermo. No Parque de Palermo existe o famoso Jardim Japonês e a Grande Orquídea que abre e fecha de acordo com o horário do dia (pra falar a verdade o único lugar que eu fui desses foi no zoológico, mesmo assim pq quem tava comigo insistiu muito, não são essas coisas que me apetecem em Buenos Aires). 
 
Zoológico de Palermo:
BUE-SCL091_zpsb460df0f.jpg
 
Adoro essa foto, tanto que virei um Suricato no perfil do Facebbok:
BUE-SCL120_zpsb866b497.jpg
 
 
Tigre:
É um passeio até o delta do Rio Tigre, vc pode chegar lá através do trem urbano, e depois de um trem turístico, a viagem realmente é muito bonita, e chegando lá, existem vários restaurantes de frutos do mar, além de um parque de diversão e um passeio de barco. Claro que como eu sou chato, eu não gostei! (rsrsrsrs)
 
BUE-SCL173_zps63aaac4a.jpg
 
BUE-SCL155_zps6d97f5d4.jpg
 
Plaza del Congresso:
Na outra ponta da Avenida de Mayo fica a praça do congresso, um imponente edifício em estilo greco-romano. Na praça ainda existe uma réplica de "O Pensador" de Rodin
 
BuenosAires135_zps12b3e2b3.jpg
 
BuenosAires129_zps8dfa3ca3.jpg
 
 
Agora que você não entendeu nada, certo? Deve estar se perguntando, o que esse maluco vai tanto a Buenos Aires, se não gosta de nada? Boa pergunta! Buenos Aires tem um ar decadente, uma arquitetura colonial caindo aos pedaços em alguns casos (mas mesmo assim bem mais conservados que a maioria das cidades do Brasil), em outros bem restaurado. Mas o que me encanta são os restaurantes, os bares, as caminhadas por Puerto Madero, os vinhos e espumantes a preço de refrigerante (não é bem assim mas é quase isso....rsrsrs), os lugares pitorescos que só encontramos lá, e principalmente o preço! Sim o preço! Nessa minha última ida, tinha pensado em ir ao Rio de Janeiro  ao invés de lá, porque quem ia comigo ainda não conhecia o Rio, e já fomos centenas de vezes a Buenos Aires, mas na hora que eu vi os preços dos hotéis, desisti na hora. Com o preço do IBIS do centro do Rio eu pagava um hotel 4 estrelas em Buenos Aires muito bem localizado, fora que pela desvalorização cambial, tudo sai muito mais barato por lá. É verdade que as coisas já foram mais baratas, principalmente os restaurantes, mas mesmo assim ainda vale a pena, se vc usar uma casa de câmbio que te pague o valor do que eles chamam de "câmbio negro"!
 
Bom então vamos a parte que mais gosto da cidade, Restaurantes, Bares e Cafés:
 
Buenos Aires é um dos maiores centros gastronômicos do mundo, lá se come muitíssimo bem, e de vários tipos de comida, portanto escolha um restaurante ao seu gosto. Eu tenho os meus, e vou colocar a lista logo abaixo:
 
Brocolino - Restaurante de comida italiana, fica no Microcentro na Calle Esmeralda (infelizmente não me lembro do número)
 
Dada Bistro - Comida Internacional, também no Microcentro na Calle San Martin, 947. Pequeno e aconchegante, peça para a recepção do seu hotel fazer uma reserva para você, caso contrário no hay mesa! Vá para o jantar.
 
Don Julio - Parija, Fica em Palermo soho, excelente carne, preços acessíveis, desculpem mas não me lembro do endereço. Peça que façam uma reserva, tentei 3 vezes ir lá e a espera era de no mínimo 2 horas.
 
Red Resto Lounge - Comida internacional, fica no Lobby do hotel Madero em Puerto Madero, na minha opinião um dos melhores restaurantes da cidade, excelente cart de vinhos, mas os preços são bem proporcionais a qualidade da comida também.
 
Cabaña Las Lilas - Parija, filial porteña do famoso restaurante paulistano Rubayat, considerado a melhor Parijada de Buenos Aires, fica em Puerto Madero.
 
Plaza Serrano - Em Palermo Soho, é uma pequena praça que conta com no mínimo uns 15 restaurantes e bares ao seu redor. Escolha o seu!
 
Claro que existem mais 1 milhão de restaurantes na cidade e com certeza você vai achar um que talvez te agrade mais. Lembre-se do que já falei aqui algumas vezes, que o que é bom hoje nem sempre é bom amanhã. 
Se você é da noite assim como eu e a maioria dos porteños, saia pra jantar tarde, sem o mínimo medo, mesmo nos dias de semana. É comum por lá ir jantar lá pelas 23hs, e esticar para uma balada só depois das 3 da manhã.
As principais zonas bohemias são Palermo (Soho e Hollywood), Recoleta em torno do cemitério, e Puerto Madero.
 
Os Cafés você tropeça por eles em cada esquina quase, existem vários tipos, estilos e pra todos os gostos. 
 
Coisas que você não pode deixar de consumir em Buenos Aires: 
 
Alfajores
Doce de Leite
Bife de Chorizo
Sorvete do Freddo (mesmo no inverno)
Tomar um vinho Malbec
Cordeiro Patagônico
Parija Completa
 
Hotel:
Como postei acima, muito cuidado na escolha do seu hotel, Existem hoteis maravilhosos, assim como hotéis horrorosos, repito a minha dica lá de cima, evite os hotéis do centro, e complemento com a seguinte, prefira os hotéis de Puerto Madero, ou os modernos hotéis Boutique da Recoleta ou de Palermo (esses de palermo um pouco mais longe do centro, e dependendo da região, podem ser numa rua muito barulhenta. 
Minha dica seria ou o Hotel Madero em Puerto Madero, ou o 1828 Smart Hotel em Palermo Soho. Para o público gay, existia o AXL, uma rede de hotéis dedicada ao público que escolheu Buenos Aires para debutar na América do Sul, mas a rede saiu do hotel, e pelo que fiquei sabendo o hotel está em péssimo estado de conservação.
 
 

Claro que ainda existem outras opções para se fazer em Buenos Aires. Listei as principais na minha opinião, depois volto com mais tempo e falo sobre outras como o Teatro Cólon, a Plaza Lavalle, Costanera Norte y Sur, e completando mais com alguma coisa que eu tenha esquecido...Pessoal que quiser colaborar a ajuda será muito bem vinda!



#4 H4AT

H4AT
  • Usuários
  • 731 posts

Posted 23 de January de 2014 - 22:48

Ótimo report!!!

To aprendendo tanto quanto no dia que fiz o city tour por Buenos Aires.


Enviado daqui pra aí usando esse tal de Tapatalk.

#5 mapjunior

mapjunior
  • Usuários
  • 451 posts

Posted 23 de January de 2014 - 23:30

Excelente post, aguardando mais dicas.



#6 Approach-Air

Approach-Air
  • Usuários
  • 3,775 posts

Posted 24 de January de 2014 - 08:44

Excelente! Não gosto de Buenos Aires, mas tenho certeza que foi pela má orientação que tive nas duas últimas vezes que estive na cidade. Tentarei uma terceira vez usando esse Trip Report.

* Também não gostei do passeio do Rio Tigre.
* Há restaurantes que devemos evitar no Puerto Madero e certamente o "Siga La Vaca" é um deles. ( Horrível! )
* há uma rede de loja que comprei na última vez com nome Ripley. Concorrente direta da Fallabela, não sei se existe ainda, mas na época tinha preços melhores e os produtos com qualidade superiores.

É, você parece mesmo ser um expert da cidade! Valeu pelas dicas.

#7 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 24 de January de 2014 - 09:20

Pessoal, queria primeiro me desculpar, pois achei vários erros, alguns até grosseiros. No próximo post, eu prometo que arrumo eles.

 

 

rbullara,

 

Você esta aos poucos me "empurrando" para uma volta a Buenos Aires.

Estava com uma vontade danada de voltar, e com estes relatos, talvez não resista e mude a proa para o sul.

 

Em tempo: viram como o peso desvalorizou? No JN fizeram uma reportagem que no cambio oficial ele chegou a 8 pesos por 1 dólar, e no blue até 15 por 1! Fazendo uso do paralelo, a coisa pode ficar interessante. O problema é que por aqui o verdinho também subiu e chegou nos 2,40.... 

 

Infelizmente Bruno eu posso dizer que viajar para a Argentina, Chile, Uruguay em quase todos os aspectos é mais barato que viajar pelo Brasil! Vc viu que ontem desvalorizou muito mais né?

 

Ótimo report!!!

To aprendendo tanto quanto no dia que fiz o city tour por Buenos Aires.


Enviado daqui pra aí usando esse tal de Tapatalk.

 

Eu gosto de história, e ter um amigo porteño me ajudou muito a conhecer algumas historinhas da cidade que os guias não contam.....rsrsrsrrs

 

Excelente post, aguardando mais dicas.

 

Obrigado

 

Excelente! Não gosto de Buenos Aires, mas tenho certeza que foi pela má orientação que tive nas duas últimas vezes que estive na cidade. Tentarei uma terceira vez usando esse Trip Report.

* Também não gostei do passeio do Rio Tigre.
* Há restaurantes que devemos evitar no Puerto Madero e certamente o "Siga La Vaca" é um deles. ( Horrível! )
* há uma rede de loja que comprei na última vez com nome Ripley. Concorrente direta da Fallabela, não sei se existe ainda, mas na época tinha preços melhores e os produtos com qualidade superiores.

É, você parece mesmo ser um expert da cidade! Valeu pelas dicas.

 

Boas Approach. Vou te fazer umas perguntas, e se a maioria das respostas for não, provavelmente vc nunca vai gostar de Buenos Aires (é questão de gosto, cada um tem o seu).

 

1-Você é boêmio?

 

2- Gosta de compras?

 

3-Gosta de caminhar?

 

4- Comida é uma coisa que te atrai ou vc topa qualquer mcdonalds da vida?

 

(essa é do meu amigo porteño) 5- Vc passa mais tempo na florida e em La boca do que em Palermo, Recoleta e Puerto Madero?

 

 

 



#8 Caravelle

Caravelle
  • Usuários
  • 4,032 posts

Posted 24 de January de 2014 - 10:19

Eu sou apaixonado por Buenos Aires! :wub_anim:

 

Buenos Aires, mesmo em "decadência", é mais elegante, bonita e interessante que qualquer cidade brasileira. Talvez seja reflexo da importância que espanhóis e argentinos sempre deram para a educação, algo que aqui não é e nunca foi prioridade. É uma cidade riquíssima em cultura e história, enquanto aqui a história é posta abaixo para dar lugar a shoppings centers para rolezinhos...

 

E a Argentina, mesmo em crise, ainda consegue ser bem melhor que o Brasil, com IDH superior, menos analfabetismo e Índice de Gini e taxa de homicídios inferior. Somos a 6.ª economia do mundo, mas incultos, violentos, descomprometidos e ostentadores.

 

Concordo que o Siga La Vaca é muito ruim, pudera, é restaurante para turista brasileiro, que quer pagar pouco e comer muito com pouca qualidade, sem ter que esperar pelo preparo da comida. Sugiro restaurantes que os locais frequentam, como o El Establo.


Edited by Caravelle, 24 de January de 2014 - 10:19 .


#9 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 24 de January de 2014 - 11:12

Errata:
 
Lá em cima quando coloquei que a casa de câmbio pagava 100x o valor da casa oficial, é claro que me enganei. Esse valor pode chegar a 100%.
 
A casa de câmbio que indiquei, apesar de o endereço estar correto, fica no bairro de Palermo.
 
As tarifas que coloquei para as passagens aéreas são com saída de São Paulo e são preços aproximados. Claro que dependem muito da época do ano, disponibilidade, etc.
 
 
Adendo
 
Plaza de Mayo:
Todas as quintas ainda existe a reunião das "Madres de la Plaza de Mayo
 
Atrás da Casa Rosada existe um grande monumento a Colombo, é interessante.
 
Banco de La Nación:
BUE012_zps704cd62b.jpg
 
Calle Defensa
Se vc é das antigas vai se lembrar ela, se não é faça um agrado aos seus pais. Existe uma estátua da Mafalda numa das esquinas da Calle Defensa (foto acima). Mafalda foi um importante personagem de quadrinhos porteños, que chegaram ao Brasil com força durante a década de 60 e 70.
 
La Boca
Eu não falei, porque nunca fui, mas sei que o estádi ode La Bombonera aceita visitas e tem até um museu dedicado aos turistas, pra quem gosta, é um daqueles templos do futebol que merecem ser visitados.
 
Palermo
Andar por suas Calles e Alamedas pode levar a tarde inteira. O motivo? Vc sempre vai achar um bar ou um café que vale a pena sentar e beber algo, ou uma lojinha que vc encontrou e gostou. Não passe simplesmente pelo bairro, desfrute dos seus passeios e não tenha pressa. O bairro fica entre as Av. Cordoba e Santa Fé. Nos arredores da Av. Córdoba você vai encontrar milhares de outlets. Aqueles produtos que vc viu no centro, vc pode encontrar por aqui quase pela metade do preço, mas cuidado. Muitas das lojas colocam outlet na porta e de outlet não tem nada. Já na Av. Santa Fé, muitos guias e sites podem te indicar lojas de marcas e afins. sinceramente? Nunca achei tais lojas, acho até um comércio bem feio, acho que todas se mudaram para o shopping Alto Palermo.
 
Restaurantes, Bares e Cafés:
Se você curte uma balada, em Buenos Aires existem muitos Boliches (hein?)! Sim Boliches! Mas não tem nada haver com o que você está pensando. Boliches são bares que abrem para o Happy Hour, que se transformam em restaurantes por volta das 10 da noite e depois das 2 da manhã viram boate. Em Puerto Madero tem um muito conhecido chamado "Asia de cuba". 
Outra boate conhecida da cidade é a Pacha. Filial porteña da boate mais conhecida do mundo talvez que fica em Ibiza, e não é uma franquia. A minha opinião? Vale pela vista do Rio (apesar que a noite não da pra ver nada, rs), mas é cara, só tem turistas e não tem nada demais.
 
Não esqueçam de comer uma empanada (como eu fui me esquecer de colocar isso lá em cima?!)
 
Segurança
 
IMG_20140110_142931900_zps3822666d.jpg
 
Nunca tive problemas maiores com a segurança em Buenos Aires. Apesar de o negócio estar feio por lá, ainda é muito melhor que nas principais cidades brasileiras. Claro que alguns cuidados devem ser tomados, além daquelas dicas que dei sobre o táxi e casa de câmbio.
 
- Evite andar no Microcentro, La Boca e algumas regiões menos movimentadas de San Telmo a noite quando as ruas estão mais desertas. Mesmo durante o dia tome muito cuidado nessas regiões. Não ande com câmeras penduradas no pescoço, carteira de fácil acesso a uma mãao estranha, bolsas abertas, etc.
 
-Não conte dinheiro no meio da rua (essa não precisava nem falar)!
 
-Bairros como Palermo, Recoleta e Puerto Madero são extremamente seguros, podem possuir até 1 policial por esquina em algumas áreas, mesmo a noite, mas de qualquer maneira todo cuidado é pouco (Certa vez em Palermo Soho um pivete quis arrumar briga com a gente).
 
- Cuidado com suas sacolas de compras
 
-A crise está feia por lá. Se você não fuma (lembrem que eu falei lá em cima do maldito cigarro?) sente do lado de dentro dos restaurantes, pois sentar em uma mesa a calçada pode terminar com sua refeição "roubada"! Infelizmente é praticamente impossível que alguém não passe por sua mesa tentando vender band aid, ou pedindo qualquer coisa, inclusive a sua comida já metendo a mão suja nela! (pelo menos agora em janeiro estava assim. Nunca tinha visto dessa maneira antes, nem em 2003 no auge da primeira crise)
 
 
Atrações Secundárias
 
Costanera Norte: É o único lugar da cidade de onde se pode ver o Rio da Prata efetivamente. Um calçadão ao lado da avenida de mesmo nome. Muitos pescadores, e alguns kiosks vendendo bebida. Se você for no verão dê uma caminhada no final da tarde que pode ser bem agradável. E o mais legal de tudo? É que do outro lado da avenida fica o Aeroparque. Se você passar por lá, não esqueça de trazer uma foto do Tango 1 pra gente! Tem o Clube dos Pescadores, que não dá acesso a turistas mas é uma bonita construção em um pier.
 
BuenosAires157_zps270ccfda.jpg
 
 
Costanera Sur: Fica atrás de Puerto Madero, é uma espécie de parque ecológico com muitas trilhas. Se você achar a trilha certa, talvez você chegue até o rio.
BUE-SCL029_zpsb68e0fc5.jpg
 
Teatro Cólon: Teatro municipal de Buenos Aires, com uma linda arquitetura interna e externa.
 
Plaza Lavalle: Uma acanhada praça na rua de mesmo nome. Possui estátuas e monumentos interessantes.
 
BuenosAires177_zps1bf03d97.jpg
 
Plaza Embajada de Israel: Um monumento as vítimas do atentado terrorista que destruiu a embaixade de Israel que ficava no mesmo local.
 
 
É isso aí pessoal, espero que tenha sido útil, qualquer coisa a mais que eu lembrar vou postando por aqui. Quem quiser ver mais fotos só me pedir por MP que eu passo o link. E se eu lembrar de mais alguma coisa, eu postarei.


#10 Approach-Air

Approach-Air
  • Usuários
  • 3,775 posts

Posted 24 de January de 2014 - 18:12

Boas Approach. Vou te fazer umas perguntas, e se a maioria das respostas for não, provavelmente vc nunca vai gostar de Buenos Aires (é questão de gosto, cada um tem o seu).

 

1-Você é boêmio?

 

2- Gosta de compras?

 

3-Gosta de caminhar?

 

4- Comida é uma coisa que te atrai ou vc topa qualquer mcdonalds da vida?

 

(essa é do meu amigo porteño) 5- Vc passa mais tempo na florida e em La boca do que em Palermo, Recoleta e Puerto Madero?

 

 

rs, vamos lá:

 

1 - Sim.

2-  Depende da época.

3-  Exímio atleta. 

4-  Já atraiu mais, mas entre comer e 'correr' para conhecer uma parte da cidade, fico com a segunda opção. Não sou de ficar horas em um restaurante.

5- Recoleta só fui no cemitério (!?), San Telmo não me lembro, Palermo fui uma vez apenas. 

 

Eu não sei o que se passa, mas Santiago continua sendo minha cidade favorita da Am. do Sul. 

 

 

 

Concordo que o Siga La Vaca é muito ruim, pudera, é restaurante para turista brasileiro, que quer pagar pouco e comer muito com pouca qualidade, sem ter que esperar pelo preparo da comida. Sugiro restaurantes que os locais frequentam, como o El Establo.

 

Vou anotar esse também.

 

Sou apaixonado pelo show de tango do 'Señor Tango'. Isso eu sempre vou em Baires. 



#11 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 25 de January de 2014 - 11:28

 

Eu não sei o que se passa, mas Santiago continua sendo minha cidade favorita da Am. do Sul. 

 

 

 

 

Sou apaixonado pelo show de tango do 'Señor Tango'. Isso eu sempre vou em Baires. 

 

Boa Approach,

 

Pelo visto vc não conheceu Buenos Aires como vc gostaria. Dá próxima vez, dê uma pesquisada maior, consulte guias, blogs e opiniões na net, e dê uma filtrada dos lugares que lhe interessam, tenho certeza que vc deve achar pelo menos uma dúzia deles. Procure um hotel ao teu gosto, próximo as atrações que vc busca e passa o tempo que achar necessário para ver tudo que deseja. Tenho certeza que mudará de opinião. 

 

Pois é o show de Tango é uma coisa que não comentei, pq nunca fui! Parece incrível, mas é verdade! Assim como o novo zoológico de Lijuan. Nunca fui.

 

quanto a Santiago, vou fazer uma base comparativa rapidinha, e tenho certeza que vc vai concordar comigo. Santiago é mais moderna, mais limpa, mais verde (até pela poluição) mais bem cuidada e por tudo isso tem uma aparência mais bonita. Por outro lado acho que Santiago carece um pouco de opções de lazer ao turista. Acho as opções de bares e restaurantes um pouco fracas. 

 

Fui uma vez só a capital chilena, e foi essa a impressão que tive, talvez esteja errado....

 

Abraços



#12 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 17,384 posts

Posted 25 de January de 2014 - 12:27

bullara, muito bom as informações de Bs.As.

 

É uma cidade fantástica, cheio de história, charme e modernidade. Claro que há os problemas de assalto, mas para quem vive nas metrópoles brasileiras, lá é muito mais calmo e convidativo para andar, só a noite em certos lugares como a Bombonera que é necessário tomar cuidado. 

 

Vejo a cidade e fico imaginando como que os argentinos chegaram nesta situação. Como retrocederam!

 

Esqueceu do MALBA?? Sempre que alguém vai para lá, recomendo o lugar.

 

Abraços,



#13 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 25 de January de 2014 - 12:47

bullara, muito bom as informações de Bs.As.

 

É uma cidade fantástica, cheio de história, charme e modernidade. Claro que há os problemas de assalto, mas para quem vive nas metrópoles brasileiras, lá é muito mais calmo e convidativo para andar, só a noite em certos lugares como a Bombonera que é necessário tomar cuidado. 

 

Vejo a cidade e fico imaginando como que os argentinos chegaram nesta situação. Como retrocederam!

 

Esqueceu do MALBA?? Sempre que alguém vai para lá, recomendo o lugar.

 

Abraços,

 

Esqueci! 

 

hauhauahauha!!! Assim como esqueci também da ESMA! não que tenha nada d+ pra se ver lá, pois o prédio não possui nenhum tipo de museu nem nada, mas eu particularmente gosto de ver esses lugares. Tenho a imaginação bem fértil e consigo imaginar várias situações que possam ter ocorrido, só de olhar para o prédio. O mesmo aconteceu em vários lugares de Berlin.



#14 Ernesto

Ernesto
  • Usuários
  • 862 posts

Posted 25 de January de 2014 - 20:55

Uma boa e barata sugestão (cerca de 20 dolares por 1 dia) é pegar o onibus turistico para conhecer todos os pontos de Buenos.



#15 Adriano!

Adriano!
  • Usuários
  • 86 posts

Posted 28 de January de 2014 - 23:09

quanto ao cambio, fui trocar na rua mesmo : R$ 1,00 = AR$ 4,50 ... ta bao ne ? !



#16 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts

Posted 29 de January de 2014 - 21:54

quanto ao cambio, fui trocar na rua mesmo : R$ 1,00 = AR$ 4,50 ... ta bao ne ? !

 

Não sei se o câmbio está tão bom assim. Com as duas últimas desvalorizações de 25% cada uma, fora que trocar na rua nunca é recomendável! Assaltos e notas falsas são apenas duas das muitas coisas que podem acontecer!



#17 Blue Flyer

Blue Flyer
  • Usuários
  • 564 posts

Posted 11 de February de 2014 - 11:23

Rapaz.... vou te falar.... esse seu reporte vai me ajudar um poucão.. kkk

 

Estou indo à Buenos Aires praticamente toda semana desde Novembro por causa do trabalho (tô virando porteño já.. kkk).

Mas por conta do pouquíssimo tempo, eu fiz alguns passeios e fiz aquele do bus turístico. Mas já andei bastante. Fico sempre no NH Florida, que é um bom hotel (basta eu entrar pela porta e o pessoal da recepção me ver que já sabem quem eu sou e já me dão a chave.. kkk) e tem uma boa localização. Fica na Calle San Martin, bem no meio, entre a Córdoba e a Paraguay e bem em frente ao prédio da Harrods (que parece mal assimbrado.. kk) E, prá ajudar, na calle Paraguay com a San Martin, está o El Establo, como o Caravelle mencionou. Comida ótima e preços bons. Acredite, você não vai errar!
Uma das vezes, eu saí do hotel, caminhei até a Plaza de Mayo, entrei na Av. de Mayo, fui até a 9 de Julho, caminhei por ela até a Alvear. Depois dei uma passadinha no cemitério, voltei por dentro do bairro até a 9 de Julho e fui almoçar. kkkk é.. acho que andei!
Sabe como eu faço com o câmbio? Como a empresa me dá as diárias em dólares, eu pago o taxi (ou o busão mesmo.. kk) no aeroporto em dólares (é, pelo câmbio oficial) e depois, na hora do almoço, eu pago a refeição em dólares e o troco vem em pesos. Dessa forma, eles fazem pelo cambio oficialmente não oficial.. kkk e a cotação é bem melhor. A última vez foram 13 pesos por dólar. Claro que faço isso no restaurante que eu conheço, o el Establo (dica do grande Canteras).

Semana que vem eu retorno à Buenos Aires e vou tentar fazer pelo menos um dos passeios que você disse. Cada vez que eu vou, eu olho a cidade com outros olhos e não tem como não se maravilhar.

Um lugar que você não mencionou é a Livraria El Ateneo Grand Splendid. Não precisa comprar nada lá, basta entrar e ficar maravilhado com o prédio em si. Um antigo teatro/cinema que foi reformado e transformado em livraria.

 

Obrigado pelas dicas e, quem sabe, se numa das vezes que você voltar e eu estiver por lá a gente se encontra!

 

Grande Abraço!



#18 Caravelle

Caravelle
  • Usuários
  • 4,032 posts

Posted 11 de February de 2014 - 13:45

Fui para Buenos Aires no início de fevereiro. :wub_anim:

 

A cidade continua muito charmosa, embora perceba-se alguns sinais da crise, como muitos apartamentos à venda e alguns prédios belíssimos mal conservados. Mas não vi violência e vagabundagem como aqui.

 

O novo terminal de Ezeiza põe qualquer terminal daqui no chinelo, vamos ver se os novos ficam pelo menos parecidos.

 

No mais, continua-se comendo muito bem e com muita qualidade (em restaurantes que não sejam para brasileiros, daí é "bastantão"), fui no El Establo como de costume e continua excelente.

 

Os parques continuam cheios de famílias aproveitando o ar livre. As ruas continuam sujas (embora menos que a média brasileira) e cheias de cocô de cachorro, como Paris, hahaha...

 

Palermo continua elegante, repleto de gente e com muitas lojas, cafés, restaurantes etc. com estilos que só se vê no Primeiro Mundo.

 

Descobri que a Faculdade de Engenharia é quase igual ao castelo do Harry Potter! Hahaha...

 

Como sempre visitei a moderna e bonita Igreja de Nossa Senhora de Loreto no Parque Las Heras (esquina da Juncal e Coronel Díaz).

 

Caminhei uns 15 quilômetros, minha média lá... :D



#19 Cougar_PH

Cougar_PH
  • Usuários
  • 619 posts

Posted 13 de March de 2014 - 10:18

Bem interessante!