Jump to content


Photo

Embraer KC-390



  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
878 replies to this topic

#21 Omykron

Omykron
  • Administrador Técnico
  • 17,333 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília - DF
  • Cidade/UF/País:Brasília / DF / BR
  • Data de Nascimento:19/03/1986

Posted 28 de April de 2007 - 20:52

QUOTE(Thiagovskie @ Apr 22 2007, 02:15 PM) <{POST_SNAPBACK}>
O interessante é que a Airbus está também envolvida no desenvolvimento de uma aeronave para transporte militar, o Airbus A400, inclusive já está em fase de montagem e deverá fazer seu primeiro vôo no início do ano que vem...
O A400 não deverá competir com o C130 ou com o possível C390, pois parece ser uma aeronave com maiores dimensões e capacidades.
Outro fato interessante é que deverá ser o primeiro Airbus à hélices...


Abração!!

o A400M é maior que o C130, o seu mercado é para transporte de grandes volumes de carga e peso (como tanques).

#22 Stratocruiser

Stratocruiser
  • Ombudsman/Atendimento ao Usuário
  • 6,796 posts
  • Gender:Male
  • Location:Oxford/UK
  • Cidade/UF/País:Curitiba/Paraná/Brasil
  • Data de Nascimento:12/03/1981

Posted 29 de April de 2007 - 08:31

QUOTE(Kleber @ Apr 28 2007, 06:27 PM) <{POST_SNAPBACK}>
Mais umas fotos do C-390

Parece um peixe voador!

#23 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,711 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 29 de April de 2007 - 08:52

QUOTE(Operti @ Apr 24 2007, 09:37 PM) <{POST_SNAPBACK}>
A fuselagem é diferente. Internamente mais larga e mais alta que a do C-130. Mais info na ALIDE Notícias Abraços

A ALIDE Notícias nos informa que o C-390 terá a mesma asa do E-190/195. O que se tem visto é que os cargueiros militares (C-130, C-27, C-295, A-400, etc) tem uma boa capacidade STOL. Será que com estas asas o C-390 terá a mesma capacidade? Creio que êle terá que decolar e aterrissar em menores distâncias que o E-190, isso sem levar em conta que será bem mais pesado.

#24 Rafael Santos

Rafael Santos
  • Usuários
  • 910 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBPA
  • Cidade/UF/País:PoA/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:16/02/1982

Posted 07 de November de 2007 - 07:45

São José dos Campos, 7 de Novembro de 2007 - A comissão parlamentar de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados aprovou na semana passada a destinação de recursos para o desenvolvimento do projeto do avião cargueiro da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer). Foi confirmado no plano plurianual da União o montante de R$ 800 milhões para o novo avião, que será destinado a Força Aérea Brasileira (FAB).

Essa é a primeira vez que o Brasil terá um avião militar cargueiro de fabricação própria.

Detalhes da proposta

A direção da Embraer já esteve em Brasília para esclarecer detalhes da proposta aos parlamentares e aos membros das armadas. A emenda para o plano plurianual, aprovada pelos deputados, estabelecerá uma previsão orçamentária para o aparelho.

Esse tipo de aeronave é uma antiga reivindicação dos militares, pois uma legislação internacional impede que aeronaves utilizadas em sistema de leasing possam transportar tropas militares.

O cargueiro para 20 toneladas será usado pelas três forças brasileiras. Segundo fontes parlamentares, o valor estimado para o projeto, desenvolvimento, produção e aquisição deste novo avião é estimado em torno de US$ 5 bilhões.

O aparelho utilizará a plataforma do jato comercial Embraer 190, terá a denominação de Embraer C-390 e será o avião mais pesado produzido pela companhia brasileira.

Preço final

O projeto terá ainda várias soluções tecnológicas desenvolvidas para seus jatos comerciais de grande porte. Seu preço final ficará em torno de US$ 50 milhões e essa será a primeira vez que a Embraer se lança no mercado de aviões de transporte militar, porém com a versatilidade de se transformar num veículo para evacuação médica.

Reabastecimento em vôo

O C-390 será classificado como cargueiro de médio porte e contará com equipamentos como rampa traseira para receber diversos tipos de carga, inclusive veículos blindados sobre rodas, e modernos sistemas de embarque e desembarque. Ainda terá como opção ser reabastecido em vôo e ser usado para fornecer combustível à aeronaves tanto em deslocamento aéreo e em solo.

kicker: Recursos serão destinados para desenvolvimento do avião da Embraerque será utilizado pela Força Aérea Brasileira

(Gazeta Mercantil/Caderno C - Pág. 3)(Júlio Ottoboni)
http://www.gazeta.co.....C1039425,UIOU

#25 Igor Gusmão

Igor Gusmão
  • Usuários
  • 495 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo e Floripa / SC
  • Cidade/UF/País:São paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:14/10/1983

Posted 07 de November de 2007 - 10:49

Boa noticia, parece que existe mercado para este avião fora o Brasil...ou seja, fica um bom negocio para os dois lados (embraer e MD)..


[]´s

#26 Michael Alexandre

Michael Alexandre
  • Usuários
  • 410 posts
  • Cidade/UF/País:Mossoro/RN
  • Data de Nascimento:25/06/1979

Posted 07 de November de 2007 - 17:17

Alguem já postou aqui pelo forum, fotos conceituais do c390... mas não lembro quem e em que sessão, só lembro que tem o bico dos e-jets, sendo asa alta, assim como a calda... se o projeto final ficar semelhante, será um dos mais belos cargueiros...

#27 Marco SBCT

Marco SBCT
  • Usuários
  • 2,318 posts
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:21/04/1953

Posted 07 de November de 2007 - 19:48

É uma notícia muito boa !
O mais interessante que li é que é para as tres forças.
Mais uma vitória da Embraer e da indústria brasileira.
Sds.

#28 Operti

Operti
  • Usuários
  • 706 posts
  • Gender:Male
  • Location:Rio de Janeiro
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro/RJ/Brasil
  • Data de Nascimento:17/06/1981

Posted 07 de November de 2007 - 21:15

Eu acho que o jornalista se enganou ao citar que ele vai ser vendido para as 3 Forças. Exército não opera asa fixa e a da Marinha, além de estar restrita aos AF-1, é praticamente inexistente.
Ele deve ter confundido com "operados pela FAB e usufruídos pelas outras duas Forças", como é e sempre foi. Nada de diferente.


Abraços

#29 Marco SBCT

Marco SBCT
  • Usuários
  • 2,318 posts
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:21/04/1953

Posted 07 de November de 2007 - 21:33

Operti, creio que é isso mesmo, os aviões irão para a FAB que vai fazer como o que hoje já é feito, voa para as tres forças , e demais usuários dos transportes da FAB.
Sds.

#30 Abel_BSB

Abel_BSB
  • Usuários
  • 1,986 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Brasilia/DF/Brasil
  • Data de Nascimento:27/03/1972

Posted 07 de November de 2007 - 23:14

Maravilha hein !!!! .... acredito que esse avião será um sucesso de vendas ..... alias, a Embraer está se especializando em lançamentos de sucesso !!!!

#31 Rafael Santos

Rafael Santos
  • Usuários
  • 910 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBPA
  • Cidade/UF/País:PoA/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:16/02/1982

Posted 08 de November de 2007 - 08:05

Como já postei em outro tópico, será muito bom para a FAB e para a Embraer... só tem que ver se vai realmente sair do papel...

#32 Marco SBCT

Marco SBCT
  • Usuários
  • 2,318 posts
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:21/04/1953

Posted 09 de November de 2007 - 22:55

QUOTE(jambock @ Apr 29 2007, 09:52 AM) <{POST_SNAPBACK}>
A ALIDE Notícias nos informa que o C-390 terá a mesma asa do E-190/195. O que se tem visto é que os cargueiros militares (C-130, C-27, C-295, A-400, etc) tem uma boa capacidade STOL. Será que com estas asas o C-390 terá a mesma capacidade? Creio que êle terá que decolar e aterrissar em menores distâncias que o E-190, isso sem levar em conta que será bem mais pesado.


Na Revista Força Aérea tem um artigo sobre o C-390 e eles falam das modificações da asa tais como inverte-la , pois será montada sobre a fuselagem e outros detalhes do estudo.

Quero ver é o retrofit do Bandeco.
Já tem um projeto precursor nos "C" do ETA Meia.
Uns reforços na estrutura, um motor um pouquinho mais forte, aviônicos e dá-lhe Bandeco !
Sds.

Edited by Marco SBCT, 09 de November de 2007 - 22:55 .


#33 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,711 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 28 de November de 2007 - 21:58

Meus prezados:
Parceria renovada.
Argentina também está interessada no C-390


Presidenta eleita Cristina Kirchner acerta investimentos da Petrobras em seu país e a construção de uma termelétrica. Para tirar projetos do papel, ela cobra acompanhamento: "Quero resultados concretos"
A presidenta eleita da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, quer imprimir uma nova dinâmica ao processo de integração regional. No encontro que teve ontem com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela sugeriu um novo modelo de relacionamento bilateral, baseado em
grandes temas e no controle rígido de metas. Segundo o Correio apurou, Lula e Cristina rascunharam um ambicioso plano de trabalho conjunto,
que prevê pesados investimentos da Petrobras na prospeção de petróleo em águas profundas na Argentina e a construção de uma termelétrica bicombustível (gás e diesel). A estatal brasileira já tem no país vizinho a termelétrica Genelba, com capacidade de 600 MW.
O tema energético, que está entre os principais desafios do governo de Cristina (leia o Para saber mais), foi reforçado com a promessa de avançar no projeto binacional de construção da hidrelétrica de Garabí, no Rio Uruguai. Essa parceria, segundo o assessor internacional da
Presidência, Marco Aurélio Garcia, será prioritária no encontro bilateral de fevereiro. "Garabí vai ser uma das questões que talvez entrem como prioridade na próxima reunião entre os dois. A expectativa é que se possa ter em Garabí uma proposta mais concreta até fevereiro", disse Garcia. A coordenação com os investimentos na Bolívia também entrou no topo da lista.
Mas a parceria estratégica vai além, compreendendo a cooperação em defesa, espaço, energia nuclear, temas sociais, economia e comércio. "Estamos estudando um acordo entre a Embraer e a FMA (Fábrica Militar de Aviones) argentina para fabricar um avião militar de transporte", disse à reportagem a ministra da Defesa, Nilza Garré, em referência ao modelo EMB C-390. A aeronave tem capacidade para transportar até 19 toneladas de carga e uma rampa traseira para blindados e desembarque rápido de tropas. Turquia, Chile e África do Sul também já demonstraram interesse em participar do projeto. "Avançaremos no diálogo nas próximas semanas", emendou Garré.

fonte: Correio Brasiliense – Cláudio Dantas Sequeira

#34 Yoshioff

Yoshioff
  • Usuários
  • 4,946 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:06/10/1989

Posted 29 de November de 2007 - 11:14

QUOTE(jambock @ Nov 28 2007, 10:58 PM) <{POST_SNAPBACK}>
Meus prezados:
Parceria renovada.
Argentina também está interessada no C-390


Presidenta eleita Cristina Kirchner acerta investimentos da Petrobras em seu país e a construção de uma termelétrica. Para tirar projetos do papel, ela cobra acompanhamento: "Quero resultados concretos"
A presidenta eleita da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, quer imprimir uma nova dinâmica ao processo de integração regional. No encontro que teve ontem com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela sugeriu um novo modelo de relacionamento bilateral, baseado em
grandes temas e no controle rígido de metas. Segundo o Correio apurou, Lula e Cristina rascunharam um ambicioso plano de trabalho conjunto,
que prevê pesados investimentos da Petrobras na prospeção de petróleo em águas profundas na Argentina e a construção de uma termelétrica bicombustível (gás e diesel). A estatal brasileira já tem no país vizinho a termelétrica Genelba, com capacidade de 600 MW.
O tema energético, que está entre os principais desafios do governo de Cristina (leia o Para saber mais), foi reforçado com a promessa de avançar no projeto binacional de construção da hidrelétrica de Garabí, no Rio Uruguai. Essa parceria, segundo o assessor internacional da
Presidência, Marco Aurélio Garcia, será prioritária no encontro bilateral de fevereiro. "Garabí vai ser uma das questões que talvez entrem como prioridade na próxima reunião entre os dois. A expectativa é que se possa ter em Garabí uma proposta mais concreta até fevereiro", disse Garcia. A coordenação com os investimentos na Bolívia também entrou no topo da lista.
Mas a parceria estratégica vai além, compreendendo a cooperação em defesa, espaço, energia nuclear, temas sociais, economia e comércio. "Estamos estudando um acordo entre a Embraer e a FMA (Fábrica Militar de Aviones) argentina para fabricar um avião militar de transporte", disse à reportagem a ministra da Defesa, Nilza Garré, em referência ao modelo EMB C-390. A aeronave tem capacidade para transportar até 19 toneladas de carga e uma rampa traseira para blindados e desembarque rápido de tropas. Turquia, Chile e África do Sul também já demonstraram interesse em participar do projeto. "Avançaremos no diálogo nas próximas semanas", emendou Garré.

fonte: Correio Brasiliense – Cláudio Dantas Sequeira


Ahhh como já disse em outro tópico, Argentina não! ranting_1.gif
já nos deu um calote uma vez, tomara que não entre nessa!

#35 Alessandro Maverick

Alessandro Maverick
  • Usuários
  • 1,700 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília
  • Cidade/UF/País:brasilia
  • Data de Nascimento:13/01/1984

Posted 30 de November de 2007 - 05:33

é verdade, esse calote fez com que faltasse dinheiro pra minha cerveja no fim do mes.

ora bolas.

vc acha q a embraer vende pra quem nao tem dinheiro ?

é igual vc ir feliz ao banco, vc acha que sorrir vai aumentar seu cheque especial ?

#36 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,711 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 03 de December de 2007 - 22:44

Meus prezados:
O desenvolvimento do C-390, cargueiro militar- projetado pela Embraer, deverá exigir investimentos do governo brasileiro de cerca de R$ 800 milhões. De acordo com o presidente da Embraer, Frederico Curado, a cifra corresponde a dois terços do valor do projeto. Se aprovados, os recursos serão incluídos no Plano Estratégico Nacional de Defesa, que prevê a compra de novos caças e o reaparelhamento militar. A liberação desses recursos depende do aval do Congresso Nacional para ser incluída no orçamento da União no ano que vem. A previsão é de investimentos superiores a US$ 2 bilhões. Estudos preliminares apontam que o projeto consumirá entre US$ 500 milhões e US$ 600 milhões. O desenvolvimento e produção do C-390 deverão levar cerca de quatro anos a partir da data de aprovação do projeto. O cargueiro milita será desenvolvido a partir da família Embraer 170/190. Será equipado com uma rampa traseira para facilitar o transporte de diversos tipos de carga, como veículos blindados e será preparado para pousos em lugares não regulares. Poderá também ser reabastecido em vôo e ser usado para reabastecer, em vôo, outras aeronaves. Outro emprego para o C-390 é o transporte de feridos ou doentes em missões de evacuação médica. O C-390 deve competir diretamente com outros jatos de transporte militar, sobretudo com o Hercules C 130J, produzido pela americana Lockheed Martin, e o C275, da russa Alenia. O preço dessas aeronaves, que têm capacidade de carga de até 20 toneladas, é avaliado em US$ 80 milhões, em média. O modelo da Embraer deve custar US$ 50 milhões e será capaz de transportar 19 toneladas.
por: Gianfranco Beting
Fonte: Jetsite (03/12/2007) http://www.jetsite.com.br/2006/ultimas.asp
Vejam a derrapada do Beting

#37 Thiagovskie

Thiagovskie

    Fokker F100 MASTER Flight Engineer

  • Usuários
  • 2,365 posts
  • Gender:Male
  • Location:BSB/SBBR
  • Cidade/UF/País:Brasilia-DF, Brazil
  • Data de Nascimento:03/06/1983

Posted 03 de December de 2007 - 23:45

QUOTE(jambock @ Dec 3 2007, 11:44 PM) <{POST_SNAPBACK}>
Meus prezados:
O C-390 deve competir diretamente com outros jatos de transporte militar, sobretudo com o Hercules C 130J,[/b] produzido pela americana Lockheed Martin, e o C275, da russa Alenia. O preço dessas aeronaves, que têm capacidade de carga de até 20 toneladas, é avaliado em US$ 80 milhões, em média. O modelo da Embraer deve custar US$ 50 milhões e será capaz de transportar 19 toneladas.
por: Gianfranco Beting
Fonte: Jetsite (03/12/2007) <a href="http://www.jetsite.com.br/2006/ultimas.asp" target="_blank">http://www.jetsite.com.br/2006/ultimas.asp</a>
Vejam a derrapada do Beting


Calma aí,
Alenia russa???
Putz... É italiana!!!


Outra coisa, o governo vai bancar 2/3 do projeto e ainda deve ter que comprar as aeronaves??
Tá doido... Devem ter dinheiro sobrando..


Abs!

#38 marcelvinicius

marcelvinicius
  • Usuários
  • 3,517 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:18/12/1977

Posted 04 de December de 2007 - 00:01

engraçado que li por aí em outro tópico que a Argentina tem alguma ligação com a Lockheed... não sei exatamente qual...

então projetar um avião indiretamente junto com uma concorrente... que negócio é esse?


........
bom... e sobre o uso da aeronave pelas 3 forças...
há pouco tempo ouvi dizer que estavam planejando o uso de asa fixa pelas 3 forças sim
de repente podem começar com esse tipo de aeronave

#39 Operti

Operti
  • Usuários
  • 706 posts
  • Gender:Male
  • Location:Rio de Janeiro
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro/RJ/Brasil
  • Data de Nascimento:17/06/1981

Posted 04 de December de 2007 - 03:29

Marcel,

A Lockheed Martin "arrendou" a antiga FMA, Fábrica Militar de Aviones, transformando-a em sua subsidiária, a Lockheed Martin Aircrafts Argentina SA, LMAASA.


Abraços

#40 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,711 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 22 de January de 2008 - 20:33

Meus prezados:
DENEL e SAAB em negociações com a EMBRAER no C-390 - Parceiros de Risco
Keith Campbell - DEFESANET - Correspondente em Pretoria
O CEO do grupo industrial DENEL, da África do Sul, de capital estatal, Shaun Liebenberg, revelou que o grupo está em negociações com a empresa brasileira EMBRAER para ser participante de risco (risk-sharing partnership) no novo projeto de aeronave de transporte militar, o projeto C-390.
As negociações envolvem o Grupo DENEL, a companhia subsidiária da Denel, a DENEL SAAB Aerostructures e o grupo sueco SAAB. (DENEL SAAb Aerostructures tem 80% de capital da Denel e os restantes 20% em posse da SAAB.)
Estas três empresas estão negociando de forma conjunto com a brasileira EMBRAER.
O modelo de negócio da EMBRAER é de usualmente desenvolver um avião com parcerias de risco. A empresa brasileira desenvolve o projeto e realiza a montagem final da aeronave.
Os parceiros de risco detalham o projeto e produzem muitos dos elementos e componentes da aeronave, incluindo grandes estruturas. Este modelo tem sido empregado com sucesso pela EMBRAER nas famílias de aviões ERJ145 e os EMB170-190.
O C-390 seguirá o mesmo modelo de negócio.
Como a DENEL SAAB Aerostructures será parceira de risco o governo da África do Sul não terá a obrigação de comprar nenhum C-390. Esse programa diferirá da participação da Denel no avião de transporte militar Airbus A400M. O grupo sul-africano só foi capaz de entrar no programa do avião de transporte militar da Airbus devido ao governo da África do Sul ter adquirido oito aeronaves A400M para a South African Air Force (SAAF).
Liebenberg afirmou que o grupo DENEL e o governo da África do Sul estavam convocando a SAAB para que exerça sua opção de tornar-se acionista majoritária na DENEL SAAB Aerostructures.
A SAAB pode aumentar de seus atuais 20% no capital da holding para 51% e posteriormente 70%.
A SAAB já gerencia contratos para a Denel Saab Aerostructures.