Jump to content


Photo

Há 29 anos 707 da Transbrasil perdia turbina


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
25 replies to this topic

#21 LAPDC8

LAPDC8
  • Usuários
  • 2,079 posts

Posted 20 de February de 2016 - 14:02

Muito obrigado Marcelo, estoy aguardando ansioso ese libro que vas a lanzar próximamente!!!... Esa configuración combi de los B707 de la Varig me recuerda al DC-8-54 Jet Trader de la Air Canada que tenía una configuración de cabina similar.

#22 Marcelo Magalhães

Marcelo Magalhães
  • Usuários
  • 478 posts

Posted 20 de February de 2016 - 21:31

Amigos:

Agradeço o vivo interesse pelo livro sobre o 707 em operação no Brasil que estou trabalhando/pesquisando fazem exatos 6 anos esse mês.

Ele deve estar ao menos todo diagramado até meados de 2016...depois será a luta para imprimir....

Obviamente manterei vcs ao par do avanço do projeto neste canal.

Abs,

Marcelo Magalhães

#23 Islander

Islander
  • Membro Honorário
  • 3,833 posts

Posted 07 de March de 2016 - 15:44

Uma figura da época contou-me que foi uma época infernal a operação "zero sete", avioes de diversas origens, panes, ar inop no nordeste rs... Realmente A345 o 727-200 poderia ser uma opção, inclusive nessa fase de 707 chegando a TBA foi a fase que a VASP estava tentando se livrar a qualquer custo de seus 727-200

O 707 não tem APU. E acredito que na época não era muito comum termos carros de ar condicionado espalhados por ai. Logo deveria ser uma sauna o tempo de solo das aeronaves...



#24 Marcelo Magalhães

Marcelo Magalhães
  • Usuários
  • 478 posts

Posted 08 de March de 2016 - 11:36

Exatamente Islander!

 

No mais das vezes tinham q pedir emprestado um carro de ar condicionado à VRG que nem sempre estava disponível ou não emprestava mesmo....o que me contou um F/E da TBA q voava 707.

 

Outro fato eram as constantes panes elétricas, causadas pelo fato de terem instalado geradores de corrente menor nos 707 da TBA, o que tb me foi relatado por esse F/E da TBA.

 

Sobre o calor, há inclusive uma "lenda" (não achei nada na imprensa) de que uma senhora não aguentando mais o calor dentro de um 707 da TBA no solo no GIG teria aberto a porta de emergência e acessado a asa da aeronave....vai saber....

 

Abs,

 

Marcelo Magalhães



#25 Islander

Islander
  • Membro Honorário
  • 3,833 posts

Posted 11 de March de 2016 - 15:15

Outro fato eram as constantes panes elétricas, causadas pelo fato de terem instalado geradores de corrente menor nos 707 da TBA, o que tb me foi relatado por esse F/E da TBA.

 

Eu credito essa informação a uma certa lenda, ou AFA. Um operador não pode, ou não deveria, simplesmente instalar um equipamento diferente do especificado pelo fabricante. Eu credito essas panes elétricas muito mais a idade das máquinas e menor confiabilidade do sistema como um todo. Vale lembrar que são sostemas projetados nos anos 1950, lá se vão 65 anos, e claro que a confiabilidade destes equipamentos elétricos era muito menor do que são hoje....



#26 Marcelo Magalhães

Marcelo Magalhães
  • Usuários
  • 478 posts

Posted 11 de March de 2016 - 23:21

Prezado Islander:

A Informação dos geradores, repito, foi prestada em entrevista concedida a mim por um F/E da TBA que operava o 707 na época e como tal tinha profundo conhecimento a respeito do tema, tendo presenciado várias panes do tipo.

Sendo mais específico neste ponto.

As panes ocorriam nos 707 "QC's" PT-TCK/TCL/TCN ex-American.

Nestes aviões, o sistema de ar condicionado era refrigerado por gás freon e não por ar sangrado dos TC's (turbo compressores). POr causa disso, aliás esses 707s só tinham TC's nos motores 2 e 3, uma vez que estes apenas alimentavam o sistema de pressurização. (o normal nos 707s são 3 TCs, nos motores 2,3 e 4).

Nestes 707 ex-American, o sistema elétrico tb era diferente, sendo alimentado por geradores de 40kva de potêncdia, ao invés dos geradores de 30kva comuns aos demais 707 da frota (e tb aos 727 q a transbrasil estava acostumada a operar).

Por conta disso, quando sobrecarregado, o sistema elétrico entrava em pane, mas novamente, apenas nestes três 707 citados pela razão exposta.

Isso foi descoberto em algum momento e depois devidamente sanado, com a instalação de geradores de 40Kva.

Abs,

Marcelo Magalhães