Jump to content


Photo

CENIPA divulga relatório PR-AFA 19/01/2016 15:30

acidente Cenipa PRAFA Citation Eduardo Campos

This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
65 replies to this topic

#61 A350XWB

A350XWB
  • Usuários
  • 514 posts

Posted 28 de December de 2016 - 11:28

Meus prezados
Teoria da conspiração?!
Eduardo Campos foi assassinado
De acordo com Coronel do Exército, queda do avião de Eduardo Campos foi um atentado

Conforme o coronel do Exército, Clovin Dantas, especialista em terrorismo e atentados terroristas, ele teria juntado informações da imprensa e informações vindas de peritos em acidentes aéreos, chegando a uma conclusão de que o #Acidenteenvolvendo o candidato Eduardo Campos foi, na realidade, um atentado terrorista.
Ele afirma que existem diversas controvérsias neste caso, mas que é correto afirmar que alguma coisa está errada e que algumas pessoas estariam tentando sabotar ou encobrir o caso, assim como as demais provas do acidente.
Confira o relato do coronel
O coronel usou as seguintes teorias para provar o caso:
1. Este jato era um bimotor, com porte médio, tinha apenas quatro anos de uso, sendo fabricado em 2010 e tinha pouco mais de 300 horas de voo. Portanto, trata-se de um avião novo.
2. O avião continha as inspeções periódicas em dia. Portanto, seu cronograma de manutenção permaneceu em dia.
3. O avião era equipado, com um moderno equipamento de voo, o qual permitia pousos e decolagens com qualquer condição climática.
4. Conforme as últimas conversas entre a torre de controle e o piloto do avião, o piloto teria revelado estar com pane nos instrumentos de voo, algo difícil de ”engolir”, segundo o coronel. O CENIPA teria recebido a ordem para não divulgar a conversa entre piloto e torre. Ou, um dia antes do acidente, alguém durante a noite teria danificado o gravador de áudio do avião que estava no aeroporto Santos Dumont.
5. Segundo o áudio da conversa entre o piloto e a torre de controle, pela voz, o piloto aparentava estar muito tranquilo, apesar da chuva e com a pouca visibilidade da pista, durante a aproximação.
6. Nos registros da caixa-preta do avião, pode-se ouvir pelo menos duas explosões. Uma teria ocorrido dentro da cabine e a outra teria ocorrido em uma das turbinas.
De acordo com os peritos, pedaços dos corpos foram encontrados em uma área muito extensa um do outro, o que explica que a explosão da aeronave teria ocorrido ainda em pleno voo. Algo parecido ocorreu com o Boeing 747 da PAN AM, sobre a cidade de Lockerbie, na Escócia, em 1988.
Naquela época, os pedaços da aeronave e as partes dos corpos foram encontrados na mesma área, o que explica que a explosão teria ocorrido, após o avião ter se chocado com o solo. E o combustível teria causado a explosão no momento em que o avião teria se chocado com o solo.
No caso do acidente com o jato Cessna, o que chamou a atenção dos investigadores foi o fato de toda a fuselagem do avião ter se desintegrado em pleno voo, junto com o despedaçamento das vítimas. De acordo com os investigadores na época, concluiu-se que a única coisa para justificar um cenário desses seria se o avião batesse de frente em uma parede de concreto em pleno voo. A outra hipótese seria a explosão de um artefato, o qual teria detonado após o impacto com o solo.
Nas imagens exibidas pelos noticiários de TV na época, pode-se observar que antes de atingir o solo. O avião bateu na cobertura de um prédio e, segundo os peritos, esta colisão teria diminuído ainda mais a velocidade do avião. Então, a velocidade do avião como causa do despedaçamento dos corpos e estilhaçamento da fuselagem foi completamente descartada.
Um hipótese para confirmar a tese é que no acidente com o avião da TAM em 2007, os corpos foram encontrados carbonizados, mas todos inteiros. A perícia revelou que há indícios fortes de que a explosão ocorreu de dentro para fora do avião. Um dos indícios é o da porta ter voado para longe do local do acidente.
Fonte: Jornal do País 26 DEZ 2016

ZzzzZzzzzzzzZZzzzzzzzzz



#62 João Pedro Duarte

João Pedro Duarte
  • Usuários
  • 40 posts

Posted 28 de December de 2016 - 14:18

Essa teoria nem é lá tão antiga assim. Lembro de ter recebido algo parecido pelos Whatsapps da vida ainda na época da tragédia. Lastimável, gente insinuando em cima de algo que ceifou vidas. Minha reação é a mesma do A350

ZzzzZzzzzzzzZZzzzzzzzzz



#63 mbeduschi

mbeduschi
  • Usuários
  • 668 posts

Posted 29 de December de 2016 - 11:30

Coronel do Exército afirma que Eduardo Campos foi assassinado!

Gilmar Lopes
2 anos atrás
Share Button
Texto atribuído ao Coronel José Ori Dolvin Dantas explica os motivos que levam a crer que o acidente que matou o ex-candidato à presidência tenha sido o resultado de sabotagem! Será?

O texto apareceu na web na primeira semana de setembro de 2014 e nele podemos ler as provas de um coronel do Exército que expõe uma série de argumentos que confirmariam a teoria do assassinato do ex-candidato à presidência, Eduardo Campos.

Os dados mostrados pelo coronel parecem apontar para a suspeita de que o avião que caiu na cidade de Santos (SP), no dia 13 de agosto de 2014, teria sido sabotado!

Em uma postagem feita na fanpage PT Saudações no Facebook, o texto foi compartilhado mais de 35 mil vezes, além de receber milhares de comentários!

Será que isso é verdadeiro ou falso?

Coronel afirma que Eduardo Campos teria sido assassinado! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)
Coronel afirma que Eduardo Campos teria sido assassinado! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)


Verdadeiro ou falso?

Quem acompanha o E-farsas nesses anos todos já sabe que os boatos eletrônicos possuem algumas características que os denunciam. Já falamos sobre isso no artigo As características de um hoax!, mas vamos lembrar aqui, novamente, alguns detalhes de um bom boato digital, que combinam direitinho com esse texto falso que apareceu em diversos sites e blogs:

Cita nomes de pessoas importantes para conseguir mais credibilidade
Trata de um assunto que atraia o maior numero de pessoas
Possui um tom alarmista
Dá a entender que há uma conspiração por trás de tudo
Não apresenta provas ou cita fontes
Pede para ser repassado
Quem é o coronel?

O José Ori Dolvin Dantas existe mesmo e possui um currículo enorme e impecável. No entanto, ao buscarmos por seu nome no Google só encontramos como respostas sites e blogs que somente reproduziram esse texto (alguns ainda conseguiram copiar o nome errado), como se o coronel nunca tivesse feito mais nada na vida

No entanto, em resposta a uma postagem do dia 5 de setembro de 2014 no blog Alerta Total, o próprio Cel. José Ori Dolvin Dantas explica que ele não é o autor do texto atribuído a ele e que tomará as providências cabíveis para descobrir que usou seu nome e seu currículo indevidamente!

No final do texto apócrifo há um número de telefone com o DDD de Brasília. Ao testarmos o número, descobrimos que não há nenhum senhor com esse nome. Outros blogs também fizeram o teste e o resultado foi o mesmo. Era de se esperar!

Falhas no texto

Somente com as pesquisas acima já podemos concluir que o texto é falso, mas ainda tentamos averiguar se o conteúdo do artigo teria algum fundo de verdade.

Como todo bom boato que se preze, esse também mistura fatos reais com desinformações. Os 3 primeiros parágrafos mostram, por exemplo, falam das condições do avião antes do acidente e dos instrumentos de navegação, que podem facilmente comprovadas e são dados reais. No entanto, no quarto parágrafo o autor já começa a misturar fatos com ficção:

[] Gravador de voz em pane? Difícil de engolir. Ou o CENIPA recebeu ordem para não divulgar o conteúdo do áudio ou o gravador foi danificado durante o pernoite no pátio do aeroporto Santos Dumont.
Como confirmar se essa afirmação é real? O CENIPA teria recebido ordens de quem para não divulgar os dados?

Seria bom se isso tivesse alguma prova, né?

A seguir, temos:

[] A voz do piloto no diálogo com a torre de controle e divulgada por uma emissora de TV logo após o acidente mostrava muita tranquilidade da tripulação, apesar da chuva e da pouca visibilidade durante os procedimentos de aproximação.
Isso é questionável. Afinal, é bem capaz que um piloto experiente não fique nervoso (ou não deixe transparecer seu nervosismo) ao se preparar para um pouso. De acordo com reportagem do Globo, cinco dias antes do acidente fatal, um dos pilotos se queixou no Facebook que estava se sentido muito cansado. Impossível afirmar, por enquanto, que isso tenha contribuído para a fatalidade.

A partir do sexto parágrafo, o autor sugere que houve indícios de explosões antes da queda do avião e apoia a sua teoria no fato do estado em que se encontravam os corpos das vítimas. Ainda é muito cedo para se determinar as causas do acidente, mas já ficou provado em vídeo que não houve explosões enquanto o avião estava no céu.

O próprio autor se contradiz nos parágrafos 6 e 7. Pois ora diz que o avião pode ter explodido no ar, ora diz que a(s) explosão(ões) ocorreu(ram) no solo (após o pouso). Ou seja, nem o autor tem certeza de nada do que está falando!

E por aí vai, até chegar no 10º parágrafo, onde o autor afirma que:

[] Há indícios fortes de que as explosões aconteceram de dentro para fora da aeronave. Uma evidência comprovada é a porta desse ter sido encontrada longe do centro de gravidade do acidente.
Não encontramos nenhuma matéria ou reportagem que comprovem esses indícios. Além disso, o avião estava programado para pousar no aeroporto do Guarujá, mas devido ao mau tempo teve que arremeter e atrasar seu pouso. Se fosse uma bomba-relógio (como aquelas que vemos nos filmes), teria explodido algum tempo depois do pouso.

O mesmo vale para uma suposta bomba que fosse acionada por altitude (que explode ao se alcançar determinada altura). Ao chegar próximo do solo para pousar em Guarujá (antes de arremeter), a suposta bomba não explodiu. É claro que conspiracionistas terão alguma teoria para isso também Quem sabe, as tais bombas poderiam ter sido acionadas à distância?

Testemunhos falhos

Só pra se ter uma ideia de como as pessoas são suscetíveis a acreditar em boatos, vários depoimentos de testemunhas que juraram de pé junto terem visto uma bola de fogo caindo do céu foram desmentidas por um vídeo de um dos prédios vizinhos ao acidente, mostrando que o avião onde viajava o político só foi pegar fogo, de fato, ao se chocar no solo!

Conclusão

O Coronel não é o autor desse texto que circula em seu nome e o fato é que ainda estão sendo feitas investigações a respeito do acidente que matou o presidenciável Eduardo Campos! Tudo o que for dito a respeito desse assunto ainda é pura especulação. Não repasse!

#64 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,734 posts

Posted 01 de February de 2017 - 08:32

Meus prezados

Amigo e ex-secretário é o primeiro a admitir publicamente: “Campos foi alvo de atentado”

Entrevistado na noite de ontem (30) no Frente a Frente, da TV Arapuan, o jornalista paraibano Evaldo Costa, ex-secretário de Comunicação de Pernambuco, confessou suspeita de que o presidenciável Eduardo Campos (PSB) fora alvo de um atentado político, e não simplesmente de um acidente aéreo. O desabafo, segurado por dois anos e meio, é o primeiro feito publicamente por alguém que conviveu tão longa e proximamente do ex-presidente nacional do PSB.

Para Evaldo – braço direito no Governo, secretário duas vezes e amigo de Campos – , adversários sabiam do potencial de Eduardo na disputa e, entre aqueles que temiam o “perigo que ele representava, havia gente com capacidade” para eliminá-lo.

Ao jornalista Heron Cid, apresentador do programa, Evaldo disse que esse sentimento não é isolado, mas compartilhado por pessoas do círculo de ex-auxiliares mais próximos e familiares do ex-governador de Pernambuco. “As pessoas evitam falar sobre isso. Podem dizer que você está doido”, explicou.

Na entrevista gravada no dia 12 de novembro do ano passado, no Recife, e somente exibida na noite desta segunda-feira, Costa lamentou que as autoridades brasileiras, especialmente a Aeronáutica, até hoje não tenham dado um parecer técnico convincente sobre as causas do acidente.

“O órgão [Cenipa] da Aeronáutica se limitou a dizer que os pilotos não fizeram determinado curso. Um avião não cai porque o piloto deixou de fazer um curso”, ironizou, criticando a superficialidade de todas as explicações para a queda do avião que matou um candidato à Presidência da República em plena campanha.

Acidente e investigação – O acidente aconteceu no dia 13 de agosto de 2014, em Santos, litoral paulista, onde Eduardo Campos teria agenda política.

O relatório final da investigação apresentado por oficiais do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira não aponta um único motivo que causou a queda do avião.

O Cenipa apontou quatro fatores que contribuíram para a queda do avião: a atitude dos pilotos, as condições meteorológicas adversas, a desorientação espacial e a indisciplina de voo. Também há fatores que podem ter colaborado, mas que não ficaram comprovados. Eventual fadiga da tripulação está no relatório.

Fonte: PORTAL MAIS PB (PB) via CECOMSAER 1 FEV 2017



#65 Igor Gusmão

Igor Gusmão
  • Usuários
  • 495 posts

Posted 01 de February de 2017 - 12:57

Divulgar essa entrevista bem no momento que a PF deflaga outra operação para tentar desenrolar quem de fato comprou o avião me parece bem interessante rs

 

abs



#66 AFLN

AFLN
  • Usuários
  • 358 posts

Posted 01 de February de 2017 - 14:28

Infelizmente esse tópico já deveria ter ido para o Papo de Hangar.

Triste ver o nivel que chegou, mesmo apos o relatório do acidente....