Jump to content


Photo

Pousos c/ 1 reverso inoperante.


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
6 replies to this topic

#1 Rodrigo_A32F

Rodrigo_A32F
  • Usuários
  • 271 posts

Posted 14 de August de 2016 - 14:08

Considerando aeronaves turbofan com motores montados sob as asas (ex: B737 e A32F):

Durante o pouso, o emprego de apenas um reversor trará impacto sobre o controle direcional da aeronave sobre a pista?

Existiria restrição quanto ao emprego de máximo reverso?

 

A existência de um possível  momento tendente a tirar a aeronave do eixo seria um elemento que requer cautela especifica do PF? 

Tal momento seria mais acentuado nas velocidades elevadas iniciais de pouso e insignificante nas baixa velocidades?



#2 Pifpaf

Pifpaf
  • Usuários
  • 278 posts

Posted 14 de August de 2016 - 21:42

Voei B732 e não havia qualquer restrição para uso de apenas um reverso, o que me faz depreender que a utilização é livre em aeronaves similares.
 

Obviamente, a tendência de guinada é inversamente proporcional à velocidade da aeronave. Ou seja, diferentemente do que você supôs na sua colocação inicial, a técnica mais indicada é aplicar maior potência imediatamente após o toque e reduzi-la à medida que o avião desacelera e/ou existe a tendência de se perder a reta.

 

Aliás, cabe lembrar que não é só nesses casos, mas mesmo em operações normais, o uso de reverso é sempre mais efetivo em altas velocidades.

 

Abraço,

 

PP



#3 Rodrigo_A32F

Rodrigo_A32F
  • Usuários
  • 271 posts

Posted 15 de August de 2016 - 08:33

Voei B732 e não havia qualquer restrição para uso de apenas um reverso, o que me faz depreender que a utilização é livre em aeronaves similares.
 

Obviamente, a tendência de guinada é inversamente proporcional à velocidade da aeronave. Ou seja, diferentemente do que você supôs na sua colocação inicial, a técnica mais indicada é aplicar maior potência imediatamente após o toque e reduzi-la à medida que o avião desacelera e/ou existe a tendência de se perder a reta.

 

Aliás, cabe lembrar que não é só nesses casos, mas mesmo em operações normais, o uso de reverso é sempre mais efetivo em altas velocidades.

 

Abraço,

 

PP

Você voou o dash 200 pela FAB?



#4 Pifpaf

Pifpaf
  • Usuários
  • 278 posts

Posted 15 de August de 2016 - 19:46

Você voou o dash 200 pela FAB?


Afirmo. Abraço.

#5 Roadster

Roadster
  • Usuários
  • 2,147 posts

Posted 30 de August de 2016 - 03:08

Sim... O reverso traz uma assimetria que tende fazer o nariz da aeronave girar para o lado do reverso atuante... Os pilotos tem que ter isso em mente para evitar maiores problemas..,
Mas hj, pousando em pistas secas, quase não utilizamos mais reversos devido sua eficiência maior são nas pistas molhadas/escorregadias.

#6 Rodney Bezerra

Rodney Bezerra
  • Usuários
  • 1,401 posts

Posted 01 de September de 2016 - 15:31

Sim... O reverso traz uma assimetria que tende fazer o nariz da aeronave girar para o lado do reverso atuante... Os pilotos tem que ter isso em mente para evitar maiores problemas..,
Mas hj, pousando em pistas secas, quase não utilizamos mais reversos devido sua eficiência maior são nas pistas molhadas/escorregadias.

Isso vale para pistas longas, não?

Aqui mesmo em FOR, é raro pouso sem reversos.



#7 reef

reef
  • Usuários
  • 49 posts

Posted 15 de September de 2016 - 06:56

Isso vale para pistas longas, não?
Aqui mesmo em FOR, é raro pouso sem reversos.


acredito que ele tenha se referido a utilização do reversor em marcha lenta