Jump to content


Photo

Helibras propõe sistema de armas HForce para Fennecs do Exército


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
2 replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,719 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 29 de October de 2016 - 21:21

Meus prezados
Helibras propõe sistema de armas HForce para Fennecs do Exército
Imagem-2-Fennecs-AvEx-HForce-696x522.jpg
Helibras propõe integração do HForce nos Fennecs da AvEx (Imagem: Ivan Plavetz)

A  Helibras está propondo o sistema HForce Generic Weapon System (GWS) como opção para equipar a frota de helicópteros AS550A2 Fennec (H125M) da Aviação do Exército, designados pelo EB como HA-1.
Falando para repórteres em Itajubá (MG), sede industrial da Helibras, o CEO da empresa, Richard Marelli, disse que está trabalhando com a Força Terrestre para equipar um protótipo do HA-1 com o HForce GWS para provar o conceito no âmbito de um possível adendo do contrato para equipar o restante da frota de Fennec da AvEx que passará pelo processo de modernização.
“Estou trabalhando para vender o HForce ao Exército”, disse Marelli. “Tenho certeza de que é algo que o Brasil precisa, e é algo que nós podemos oferecer ao resto da América Latina, África e Ásia. Estou trabalhando muito duro com o Exército Brasileiro para começar  adaptar a aeronave e estou muito confiante de que isso vai acontecer” completou o executivo.
A Airbus Helicopters mostrou pela primeira vez o HForce GWS em março deste ano como um novo sistema de armas modular que está sendo ofertado para que os operadores possam rápida e facilmente armar uma plataforma por meio de um único computador de missão.
O sistema é montado em torno do Computador de Emprego Geral FMC-4212 da Rockwell Collins Deutschland (RCD), que permite integração de pods de metralhadora pesada de 12.7 mm, pods de canhão de 20 mm, mísseis ar-superfície e ar-ar, e/ou foguetes não guiados de 68 mm e 70 mm, além dos foguetes guiados embarcados nos H125M, H145M, e/ou nos helicópteros H225M. Os testes iniciais foram completados em junho.
O Exército Brasileiro possui 21 aeronaves AS550A2 Fennec (H125M) e 15 aeronaves AS350L1 Esquilo (H125) ,todos designados HA-1. Entretanto, somente os Fennecs estão aptos a receber o HForce GWS por terem estrutura e sistemas robustecidos.
A Helibras está cumprindo os contratos para reconstruir dois Fennecs e um Esquilo, além de modernizar todos os 36 helicópteros HA-1 da AvEx, cujo escopo inclui painel do cockpit de pilotagem totalmente digital e assentos resistentes à colisão, processo que pretende manter a frota em serviço até meados da década de 2030.
Ivan Plavetz
Fonte: Jane’s Defence Weekly via Tecnodefesa 27 out  2016.



#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,719 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 06 de April de 2017 - 13:46

Meus prezados
Helibras apresenta na LAAD sistema HForce
Ao longo desses últimos anos, a Helibras em colaboração com a Airbus e a Aviação do Exército trabalha para equipar as aeronaves da marca e que atuam na Força com um novo conceito de sistema de armamentos axial.
Trata-se do HForce, sistema modular pode ser integrado nos helicópteros da marca Airbus/Helibras e oferece desde metralhadoras .50 até diversos tipos de foguetes guiados ou não guiados e mísseis.
LAAD-2017-foto-Eny-Miranda-3642-324x235.
Uma câmera termal e o visor montado em um capacete que simula parte do sistema HForce estarão em exposição no estande da Helibras durante a LAAD 2017, que começou nesta terça-feira (04) no Rio de Janeiro. O sistema será apresentado às Forças presentes no evento.
O projeto HForce tem como objetivo equipar os helicópteros com um sistema de armamento versátil e de última geração, mantendo a capacidade utilitária da aeronave. “A integração de sistemas de metralhadora, canhão e até mísseis será desenvolvida no Brasil para atender com excelente relação custo beneficio as missões de ataque leve e reconhecimento armado de nossos clientes”, disse o presidente da Helibras, Richard Marelli.
O sistema de leve peso é compatível com as plataformas dos helicópteros Fennec, Pantera, H135M, H145M e H225M, podendo ser integrado em aparelhos novos ou usados.
Fonte: Eduardo Alexandre Beni para site Piloto Policial 5 ABR 2017
-

 



#3 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,719 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 11 de November de 2017 - 17:51

Meus prezados
Confira o vídeo do teste de tiro realizado pelo H145M equipado com o sistema de armamentos HForce
A Airbus Helicopters concluiu recentemente um teste de desenvolvimento balístico do sistema de armas HForce em um H145M na base aérea Pápa na Hungria. O sistema testado incluiu armas (FN Herstal HMP400), foguetes não guiados (Thales FZ231) e canhões (Nexter NC621), bem como um sistema de mira eletro-óptica da Wescam (MX15) e um visor montado no capacete da Thales (Scorpion).
https://youtu.be/ApKpWDfLzdI
“Este é um marco importante para a qualificação do HForce no H145M, que está planejada para o final de 2018”, disse Axel Humpert, chefe do programa H145. “Os resultados positivos deste primeiro teste de desenvolvimento balístico são o resultado de uma cooperação muito boa e profissional entre todas as partes envolvidas, especialmente com o Ministério da Defesa da Hungria”.
Os próximos passos antes da qualificação da HForce no H145M são os testes de desenvolvimento de foguetes guiados a laser na Suécia antes do final do ano, bem como ensaios adicionais de disparo ao vivo no verão de 2018.
O HForce é um sistema de armas de alto desempenho inovador e integrado que pode ser facilmente instalado (“plug and play”) nas plataformas militares da Airbus Helicopter, como o H125M, H145M e H225M para emprego em operações militares, onde a flexibilidade do equipamento seja vital para a missão.
H145-EXPH-1745-11.jpg
Ele é projetado para atender aos requisitos das agências de defesa que buscam capacidades de missão de ataque leve ou um complemento à sua frota existente de helicópteros de ataque especializados.
O H145M é um helicóptero militar comprovado, derivado do H145, muito utilizado em missões de salvamento, aeromédicas e policiais.
A primeira entrega do H145 ocorreu em 2014. Toda a frota H145 já registrou mais de 80 mil horas de voo. Com um peso máximo de descolagem de 3,7 toneladas, o H145M é um helicóptero de ataque ágil leve. Ele combina perfeitamente com as necessidades das Forças Especiais, onde pode ser usado em várias tarefas, incluindo reconhecimento armado, apoio contra incêndio terrestre, guerra anti-tanque, escolta, transporte tático, medical evacuation (MEDEVAC) e casualty evacuation (CASEVAC).
Os clientes do H145M incluem a Alemanha, que em junho recebeu seu 15º helicóptero H145M LUH SOF, bem como a República da Sérvia que encomendou nove H145M, incluindo quatro helicópteros de ataque equipados com HForce e a Tailândia.
H145-EXPH-1745-03.jpg

Fonte: Airbus Helicopters via site Piloto Policial 10 nov 2017