Jump to content


Photo

Grupamento Aéreo da PM de São Paulo treina seus pilotos de avião e helicóptero em simulador avançado


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 21,312 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 14 de November de 2016 - 14:15

Meus prezados
Grupamento Aéreo da PM de São Paulo treina seus pilotos de avião e helicóptero em simulador avançado
São Paulo – O Grupamento de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar do Estado de São Paulo (GRPAe) em 2008 adquiriu o avião King Air B200GT, versão VIP, da empresa Líder, pelo valor de R$ 10.780.550,88 (US$ 6.175.842,62), para transporte do governador do Estado e de autoridades. Em alguns casos ele também é utilizado para o transporte de tropas especiais e de órgãos humanos. Nesse ano, mais dois capitães finalizaram o curso e somaram o time de pilotos que voam essa aeronave. Eles fizeram o treinamento entre os dias 22/10 e 6/11 de 2016.
simuladorking-768x576.jpg
Os pilotos desse avião são do Grupamento Aéreo e iniciaram suas carreiras na aviação da polícia militar como pilotos policiais de helicóptero. Mediante escolha interna, alguns pilotos operacionais de helicóptero realizaram cursos teóricos e práticos de avião e partiram para uma atividade diferente. Saem do operacional, onde voam em apoio a ocorrências policias, resgates aeromédicos, salvamentos terrestres e aquáticos, combate à incêndios, etc e vão para uma atividade semelhante à “aviação executiva”, embora, as vezes, transportem órgãos e tropas especiais na aeronave. Alguns deles continuam voando os Águias, em ocorrências e treinamentos.
Hoje o Grupamento Aéreo possui mais de 100 pilotos operacionais e, com a formação dos dois novos pilotos, agora 10 pilotos voam o avião King Air, PR-ESP, sendo que 5 deles também voam o helicóptero EC 135, PR-GSP. Voam o helicóptero biturbina 13 pilotos e ele também é utilizado para o transporte do governador, transporte de autoridades e de órgãos humanos. No total 18 pilotos voam o avião e o helicóptero.
O contrato para o simulador do EC135 é por inexigibilidade e fica em Dallas, Estados Unidos da América e em Donauworth, na Alemanha. Anualmente os pilotos realizam reciclagem no simulador do EC135. Os valores desse treinamento não estão disponíveis.
simulaec135-768x576.jpg
Para manter os pilotos do avião proficientes, todos os pilotos também realizam anualmente reciclagem no simulador nível “D” desse tipo de aeronave (King Air B200GT – Pro Line 21) nos Estados Unidos da América, na cidade de Wichita, Kansas, no Centro de treinamento da Flight Safety, localizado na fábrica da Beechcraft.
Embora não seja obrigatório, o treinamento nos simuladores do avião e do helicóptero são importantes para a segurança. Para isso, desde 2011, o Grupamento Aéreo, contrata por inexigibilidade a empresa TAM Aviação Executiva e Táxi Aéreo SA que possui representação da empresa americana Flight Safety para o treinamento no avião.
Para o simulador do avião, todos os contratos foram realizados com a TAM. O atual contrato custou U$ 252.400,00 para 10 pilotos do avião King Air. Em 2015, o custo ficou em US$ 265.000,00 para 9 pilotos. Em 2014, os valores foram em Reais, R$ 557.000,00, para 8 pilotos e em 2013, para 6 pilotos, o valor ficou em R$ 234.340,80.
Operacional
Para os pilotos policiais de helicóptero, desde 2014, a empresa CAE South América Flight Training do Brasil foi contratada por inexigibilidade para treinamento de emergências em simulador FTD 7 do AS350-Esquilo.
simuladoraguia-768x462.jpg
O simulador é do mesmo modelo dos helicópteros Águia da Polícia Militar e está instalado na cidade de São Paulo. Em 2014 o treinamento custou R$ 519.750,00 para treinar mais de 100 pilotos e em 2015 o valor ficou em R$ 612.900,00. Em 2016, foi realizado adendo contratual para 6 meses, no valor de R$ 306.450,00.
Atualmente, face a problemas técnicos e comerciais com a empresa CAE e disponibilidade de recursos do Estado, não se sabe ainda se haverá renovação do contrato para os 100 pilotos policiais da PM que treinam no simulador do helicóptero Águia.
Os helicóptero operacional AW109 Grand New possui 5 pilotos e ainda não há contratação de simulador para o treinamento de reciclagem desses pilotos. Como essa aeronave foi adquirida recentemente, os pilotos fizeram sua formação inicial na fábrica do helicóptero.
Fonte: IMESP via Eduardo Alexandre Beni para site Piloto Policial 13 NOV 2016