Jump to content


Photo

AA x DL: viagem a Nova York (parte 1: ida)

AA DL Nova York

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
13 replies to this topic

#1 DanielVS

DanielVS
  • Usuários
  • 2,016 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP
  • Data de Nascimento:23/02/1980

Posted 26 de January de 2017 - 22:04

Caros,

 

Tirei férias em outubro do ano passado e comprei passagens a Nova York. Seria minha segunda visita à cidade, a primeira foi em 1995 num 747-300 da Varig, as torres gêmeas ainda estavam lá!

 

Tinha milhas para gastar e resolvi usá-las. Para ir, comprei com a American Airlines e a volta com a Delta, ambos voos diretos.

 

Para falar a verdade, o que eu mais queria era chegar em LGA e torcer para a pista em uso ser a 31 e a aproximação ser a famosa Visual Expressway, cuja aproximação final lembra uma mini Kai Tak. Mas meu tempo em Nova York era curto e os voos chegavam em LGA só à tarde, então comprei mesmo o bom e velho AA950. Escolhi o lado esquerdo para ter mais chances de ver Nova York durante a aproximação.

 

Para o voo da volta, eu queria sair de JFK justamente por causa das filas enormes para decolagem que são rotina por lá, com aviões que variam do E135 até o A380. Nada como ver um monte de avião decolando ali do lado e, caso você seja do tipo filosófico, pensar nas pessoas dentro de cada aeronave, cada uma com sua vida, buscando amores, redenção, visitando amigos, parentes, viajando sós, com seus sonhos e pesadelos, gente legal, chata, nova, velha, simpática ou antipática, indo para FCO, LHR, JNB, EZE ou GRU. Sempre sonhei com o dia em que o comandante chegasse e informasse, lamentando, que éramos o número 15 para decolar... Acho que eu seria o único feliz no avião inteiro! :awesome: Voltando ao relato, a questão toda era escolher o lado certo da aeronave, já que JFK tem pistas em 4 sentidos e, dependendo da pista em uso, eu poderia ficar do lado errado e não ver as aeronaves decolando enquanto esperava na fila!!!  Se eu escolhesse sentar do lado direito, eu teria que torcer para JFK operar nas pistas 22 ou 31, e se eu sentasse do esquerdo, ia rezar para estarem usando as 04 ou 13. :uhm:

Diferentemente de alguns lugares do planeta onde os ventos predominam de uma determinada direção (ex.: Caribe), no JFK eles são muito variáveis, então não tinha jeito, era contar com a sorte. Escolhi o lado direito, assim pelo menos de manhã, chegando no Brasil, eu ia poder abrir a janela sem o sol batendo na minha cara (e na dos demais passageiros).

 

Paguei 20.000 milhas na AA :banana:  e 37.500 na DL, sete meses antes da viagem. Poucas semanas depois que eu comprei, a DL abaixou para 30.000. :ranting_1:

 

aa-logo_zpsf2q1pzkp.png

AA950 (GRU-JFK)

28/09/2016

Boeing 777-300ER  N729AN Assento 36A

Horário estimado de partida / chegada: 21:30 / 06:15

Portão de embarque 307/308 - Box 508

Pushback: 21:28

Decolagem: 21:46

Pouso: 06:05

Chegada no portão: 06:17 Portão 16 (terminal 8)

 

Minha primeira viagem com a AA foi num A319 voando de Nova Orleans para Miami, em 2015. Esse seria meu primeiro trecho internacional.

Apesar de não ter achado ruim o trecho que havia feito nos EUA, minhas expectativas não eram altas. Afinal, já estava cansado de ler e ouvir relatos negativos, principalmente no quesito atendimento a bordo e na idade e estado dos aviões. Será que a empresa era tão ruim assim? Só voando para descobrir. Pelo menos estava pagando uma bagatela (20.000 milhas às vezes nem dentro do Brasil dá para viajar, dependendo da época).

O check-in foi tranquilo, assim como a imigração e a segurança no terminal 3 de GRU. Passei o tempo até o embarque olhando as movimentações das aeronaves da ponta do terminal, como sempre fiz.

Havia bem menos gente circulando no terminal do que o habitual, talvez efeito da crise...

 

Eu acho o 77W uma máquina!!!

 

DSC_0302alt_zpsn7bdjgxc.jpg

 

O embarque foi tranquilo. Meu assento, na fileira 36, estava mais ao fundo do que eu gostaria, mas na hora da reserva as fileiras mais à frente já estavam ocupadas (além de a AA cobrar para escolhê-las... e caro! :(). Sempre que viajo, gosto de ficar mais perto da asa, dos flaps e dos spoilers, mas dessa vez não deu.

 

DSC_0305alt_zpsqugqbpvv.jpg

 

Iniciamos o push-back dois minutos antes do horário previsto e, 13 minutos depois, iniciamos o táxi para a cabeceira 27R pelas taxiways J, A e Q.

 

No ponto de espera, as strobe lights na ponta das asas foram ligadas. No meio da escuridão, as luzes piscando são sempre um símbolo, para mim, de que a viagem está realmente começando! :adios: Alinhamos e decolamos da 27R, cumprindo fielmente o perfil da saída Congonhas 1A, transição Rio Claro. É sempre impressionante o tamanho de São Paulo numa noite clara!

 

DSC_0311alt_zpsocscjy4i.jpg

 

Vinte minutos depois atingimos o nível de voo 320.

 

O speech da cabine de comando informou que a viagem seria tranquila (“smooth ride”), que estávamos a 32.000 pés e que a chegada estava estimada às 06:10. As informações de JFK naquele momento era de ventos de NNE com 15-25 mph, 7 milhas de visilibidade, chuva leve, garoa, céu encoberto a 1.900 pés, temperatura de 16C.

 

É..., realmente estava soprando o famoso “nor'easter”, o infame vento de nordeste que está associado a chuvas e tormentas naquela parte dos EUA. Provavelmente pousaríamos na pista 4R e não ia dar para ver Nova York, pensei. Pena.

 

À 01:20 passamos no través de São José do Rio Preto.

 

O espaço entre as poltronas era adequado para mim que tenho 1,72 m.

 

DSC_0304alt_zpsqk1xkuji.jpg

 

Não demoraram para servir o jantar. Entre massa ou frango, escolhi frango.

 

DSC_0313alt_zpsazuxbxw7.jpg

 

Achei o jantar bem mediano: não era ruim, mas não era saboroso. É o que estamos habituados a comer na maioria das cias aéreas.

 

Os comissários realmente não eram simpáticos, como eu já tinha ouvido falar. Não eram mal educados, mas não sorriam e não faziam questão de fazer gentilezas. Estavam lá fazendo o trabalho para os quais eram pagos, sem mais nem menos (o famoso “just doing my job” que os americanos costumam dizer quando alguém reclama do atendimento). Mas o que me chamou mesmo a atenção foi a rapidez com que voltaram para recolher as bandejas. Já viajei bastante e sempre acabo de comer antes dos demais passageiros (tanto é que sempre sou o primeiro a usar o banheiro após as refeições)...  Mas nesse voo, eu ainda estava comendo quando começaram a circular para recolher as bandejas! Óbvio que ninguém tinha acabado, então tiveram que voltar mais tarde. Era nítida a vontade de recolher tudo o mais rápido possível, apagar todas as luzes para a boiada dormir e irem descansar. :thumbsdown_still:

 

Ao contrário do que já vi em algumas outras companhias, não vi comissários passando no meio do voo com bebidas ou apenas para ver se alguém queria alguma coisa.

 

O entretenimento individual (filmes, séries, jogos etc) é muito bom, mas como em todas as minhas viagens, fico olhando o mapa do avião 100% do tempo (isso quando não estou olhando a asa e a paisagem lá fora). No quesito entretenimento eu sempre fico devendo aos leitores... :lala:

 

No dia do voo, o furacão Matthew (que viria a se tornar categoria 5) já dava as caras no leste caribenho, e era certo que a rota não seria aquela típica que sobrevoa Antigua (VOR ANU) e depois o Oceano Atlântico até Nova York.

 

Mas eu não esperava tanto desvio! Voamos bem a oeste das rotas tradicionais. No norte da Colômbia tinha CB para tudo quanto é canto, fizemos um desvio de quase 90 graus por 60 milhas, voando “guardados” e com relâmpagos dos dois lados.

 

AA950-colombia_zpsjbfsurtx.png

 

Subimos para o nível 340. Numa das vezes que saímos das nuvens deu para ver que tinha outro avião, às 9h de nós e mais alto (descobri depois ser um A330 cargueiro da Avianca, prefixo N335QT, fazendo BOG-MIA). Apesar de tudo, não tivemos nada além de turbulência leve, com um ou dois episódios de moderada.

Sobrevoamos Jamaica, Cuba e passamos no través de Miami, onde logo após fizemos outra curva de quase 90 graus para a direita, também em meio a tempestades. Sessenta milhas depois começamos a reaproar Nova York, com tempo melhor.

 

AA950-atlantico_zpsjvu2vmx0.png

 

 

Agora com o céu claro, deu para avistar toda a cidade de Norfolk, importante base naval americana quase na divisa da Carolina do Norte com a Virgínia, na saída da Baía de Chesapeake. Tirei foto, mas ficou super tremida e vou poupá-los dessa.

 

Serviram café-da-manhã, mas não lembro o que serviram nem fotografei. :anta: Acho que só aceitei chá. Mas não foi nada excepcional.

 

Na aproximação final, a escuridão da Jamaica Bay constrastava com as luzes distantes da metrópole. Ventava bastante e os spoilers atuavam sem parar para estabilizar o avião, para minha alegria. :wub_anim:

 

“American 950 heavy, Kennedy Tower, follow A320, runway 4R, cleared to land”.

 

Depois do pouso taxiamos via FB, Y, YA, B e A. Da janela deu para ver o tráfego que pousou atrás de nós, um 747-400 da El Al vindo de Tel Aviv.

 

Paramos na posição 16 do terminal 8 e a viagem terminou!

 

A imigração no terminal 8 tinha pouca fila, ao contrário do que eu sempre li sobre o JFK. E, ao contrário do que aconteceu das outras vezes em que desembarquei nos EUA, o processo foi todo automatizado: você escaneia passaporte, tira as digitais e a foto, tudo sozinho, num quiosque. No final, vc recebe um papel térmico impresso que você apresenta ao oficial (que no meu caso não fez nenhuma pergunta e carimbou meu passaporte, algo que nunca aconteceu comigo, sempre fazem perguntas). Teoricamente, esse processo (APC, automated passport control) só está disponível aos cidadãos com passaporte americano ou ESTA, que não era o caso da maioria dos passageiros dos voos naquele terminal. Não sei se foi exceção ou teste, mas foi bem mais rápido que as costumeiras demoradas esperas nas imigrações dos EUA.

 

PONTOS POSITIVOS:

Aeronave nova

Ótimo entretenimento

Comandante / co-piloto que faz speech informativo

 

PONTOS NEGATIVOS:

Atendimento a bordo

Comida a bordo

Configuração de 3 assentos na fileira da janela (caso do 777).

Ter que pagar - caro - para escolher alguns assentos normais na Y, sem espaço adicional ou qualquer outro benefício em relação a outros assentos.

 

Logo postarei a volta, dessa vez com a Delta.


  • Ariel, Thiagovskie, A340-600 and 17 others like this

#2 rofalcao

rofalcao
  • Usuários
  • 16 posts
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:28/02/1985

Posted 27 de January de 2017 - 02:42

Incrível! Excelente reporte! Obrigado por compartilhar sua experiência e parabéns pela riqueza dos detalhes. Ansioso pela volta com a Delta! Parabéns!

#3 GILMARM

GILMARM
  • Usuários
  • 593 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SP/BRASIL
  • Data de Nascimento:06/09/1992

Posted 27 de January de 2017 - 07:46

Ótimo relato. 



#4 MissedApproach

MissedApproach
  • Usuários
  • 523 posts
  • Gender:Male
  • Location:Goiânia
  • Cidade/UF/País:Goiânia
  • Data de Nascimento:22/05/1984

Posted 27 de January de 2017 - 09:47

Muito bom FR, aguardando a volta na DL, obrigado.

#5 gabrielmagacho

gabrielmagacho
  • Usuários
  • 2 posts
  • Cidade/UF/País:JF/MG/BR
  • Data de Nascimento:04/05/2000

Posted 27 de January de 2017 - 10:14

Muito bom! 



#6 Ernesto

Ernesto
  • Usuários
  • 767 posts
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:29/06/1965

Posted 27 de January de 2017 - 14:28

Valeu, belo FR. 



#7 DanielVS

DanielVS
  • Usuários
  • 2,016 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP
  • Data de Nascimento:23/02/1980

Posted 27 de January de 2017 - 21:16

Obrigado pelos comentários! :thumbsup: Já estou escrevendo o relato da volta!



#8 raverbashing

raverbashing
  • Usuários
  • 2,503 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBCT - KOTOL
  • Cidade/UF/País:Curitiba PR
  • Data de Nascimento:01/05/1981

Posted 28 de January de 2017 - 08:03

Bacana!

 

Aguardando a 2a parte


Edited by raverbashing, 28 de January de 2017 - 08:03 .


#9 juliodias

juliodias
  • Usuários
  • 135 posts
  • Cidade/UF/País:sorocaba/sp/brasil
  • Data de Nascimento:30/05/1983

Posted 30 de January de 2017 - 09:31

Obrigado pelos comentários! :thumbsup: Já estou escrevendo o relato da volta!


Excelente relato.
Aguardando a segunda parte.

#10 Kal_Center

Kal_Center
  • Usuários
  • 1,856 posts
  • Gender:Male
  • Location:SSTH
  • Cidade/UF/País:CWB
  • Data de Nascimento:17/03/1982

Posted 31 de January de 2017 - 20:13

Excelente FR, gostei!!

 

AA é aquilo, paga pelo transporte, ponto, quer algo a mais, opte por não-americanas.

 

Abs!!



#11 Rafa Engenheiro

Rafa Engenheiro
  • Usuários
  • 339 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SP/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:05/01/1981

Posted 31 de January de 2017 - 20:34

Excelente FR, gostei!!

 

AA é aquilo, paga pelo transporte, ponto, quer algo a mais, opte por não-americanas.

 

Abs!!

 

Pra quem já viajou de caveirão da Tam e A350, acho o serviço da AA bem melhor.


  • TR763 likes this

#12 TR763

TR763
  • Usuários
  • 1,003 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:São Paulo SP Brasil
  • Data de Nascimento:28/12/1985

Posted 01 de February de 2017 - 11:27

Ótimo relato.

Gostei de ver o seu estudo sobre os ventos para saber qual seria o provável melhor lugar para sentar. hahaha

É algo a se fazer nos próximos voos.

 

Voei no 729AN também em 15/01/2016, no assento 32L, num AA995 MIA-GRU.

 

Eu sempre apreciei a American, acho que tive muita sorte nos voos por nunca ter sido tratado com descaso ou falta de educação.

Particularmente, acho que a AA dá um banho em todos os aspectos (especialmente voando no 77W) na TAM e fica um pouco melhor que United. Nunca voei intl com a Delta, por isso estou ansioso para ver o reporte de sua volta e a comparação entre as duas cias.

 

Obrigado por compartilhar!

Abraços



#13 DanielVS

DanielVS
  • Usuários
  • 2,016 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP
  • Data de Nascimento:23/02/1980

Posted 02 de February de 2017 - 22:37

Obrigado pelos comentários! :ohyes:

 

 

Pra quem já viajou de caveirão da Tam e A350, acho o serviço da AA bem melhor.

 

Nunca viajei nem de caveirão nem de A350, portanto não posso comparar...

Acho que a JJ tem serviço melhor (último trecho internacional em nov/2015), e até mesmo a LAN consegue ser um pouco menos indiferente (último voo em 2014). Mas é difícil comparar tendo voado apenas 1 trecho internacional com a AA.

 

Ótimo relato.

Gostei de ver o seu estudo sobre os ventos para saber qual seria o provável melhor lugar para sentar. hahaha

É algo a se fazer nos próximos voos.

 

Voei no 729AN também em 15/01/2016, no assento 32L, num AA995 MIA-GRU.

 

Eu sempre apreciei a American, acho que tive muita sorte nos voos por nunca ter sido tratado com descaso ou falta de educação.

Particularmente, acho que a AA dá um banho em todos os aspectos (especialmente voando no 77W) na TAM e fica um pouco melhor que United. Nunca voei intl com a Delta, por isso estou ansioso para ver o reporte de sua volta e a comparação entre as duas cias.

 

Obrigado por compartilhar!

Abraços

 

Eu sempre sento na janela, por isso sempre estudo as pistas mais usadas no determinado aeroporto e se o sol vai estar na minha cara durante o voo, além é claro de considerar a paisagem (principalmente na aproximação final).

Ex.: nos voos para GRU sempre escolho o lado direito, porque quero ver São Paulo e, como GRU opera na maior parte do tempo nas pistas 09 (principalmente de manhã), o lado direito tem mais chance de ver a cidade.

 

Como eu escrevi acima, é difícil avaliar uma cia com a qual voei apenas 1 trecho com outras com as quais voei vários. Das norte-americanas, voei UA, DL e AC, e achei o atendimento a bordo da AA inferior ao dessas três.



#14 BratuS

BratuS
  • Usuários
  • 67 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Brasília/DF/Brasil
  • Data de Nascimento:06/06/1976

Posted 03 de February de 2017 - 16:25

Depois de voar AA/DL/UA em business, eu entendo o que vcs falam... a ultima viagem que fiz foi na UA (jan/17), pagando do meu bolso, e foi o pior atendimento. Ao ponto de eu pedir champagne e o cara disse que nao tinha no momento mas me daria agua com gas enquanto isso... :/
KLM tb ja voei de business e nao achei excepcional.





Also tagged with one or more of these keywords: AA, DL, Nova York