Jump to content


Photo

AA x DL: viagem a Nova York (parte 2: volta)

DL Nova York

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
5 replies to this topic

#1 DanielVS

DanielVS
  • Usuários
  • 2,016 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP
  • Data de Nascimento:23/02/1980

Posted 12 de February de 2017 - 15:58

Essa é a 2a parte do meu relato. A parte 1 está aqui:

http://forum.contato...rk-parte-1-ida/

 

Chovia sem parar na Big Apple no sábado, 08 de outubro de 2016, dia da minha volta ao Brasil.

 

Para ir ao JFK, tomei o LIRR da Penn Station até a estação Jamaica Center e de lá, o Airtrain que é totalmente automatizado. Como o Airtrain corre sobre via elevada, quando se chega no JFK dá para ter uma vista panorâmica dos pátios das aeronaves.

 

O terminal 4, de onde saem os voos internacionais da Delta, é novo e moderno, com pé-direito bem alto e todo envidraçado. Não sei como estão os outros terminais do JFK, mas nem se compara com o que eu vi quando estive da última vez em 1995.

 

Havia pouca fila para despachar as bagagens, e o atendimento foi ótimo. Passei pela segurança (a infame TSA) e cheguei no hall principal, uma verdadeira avenida com lojas dos dois lados.

 

7f9028be.jpg

© Lionellim7

 

O terminal 4 tem duas “asas”, A e B. Para passar o tempo até o embarque, fui para a ponta da asa A e fiquei vendo as aeronaves pousando na pista 22L. Era final da tarde, hora do rush das chegadas no JFK, com incontáveis voos vindos da Europa se misturando ao tráfego doméstico. O legal do JFK é que ele não tem apenas uma grande quantidade de aeronaves, mas uma diversidade que torna tudo mais interessante, tanto de companhias (de todos os continentes) quanto de tipos de aeronaves.

 

Vista da ponta do terminal 4 (concourse A)

DSC_0503alt_zpsa7myds5i.jpg

DSC_0505alt_zpsdfxfdwp8.jpg

 

delta-airlines-logo_zpsinmds2ie.jpg

DL471 JFK-GRU

08 OUT 2016

N184DN Boeing 767-300 WL

Portão/box B36 Terminal 4

Pushback 21:12

ETD/ETA: 21:20 / 08:20

Decolagem/Pouso : 21:35 / 07:56

Chegada no portão: 08:03 Box 406

 

O embarque foi tranquilo, o voo estava cheio mas não totalmente lotado.

 

Na porta do avião, um comissário com muitos anos de casa direcionava os passageiros de acordo com a letra do assento. Como sempre escolho a dedo o meu assento, sei de cor onde ir, mas sempre deixo eles me orientarem para não parecer deselegante.

 

Meu assento era o 30G, exatamente no lugar onde queria, logo atrás da asa. E não paguei nem um centavo a mais por isso, ao contrário do que acontece em certas companhias (não é mesmo, American?). :cutuca:

 

DSC_0509alt_zpsdulzk21v.jpg

 

Sou fã do 767, um widebody bastante confortável para quem viaja em 2, como era o meu caso. Ninguém na fileira do meio ou na fileira do corredor atrapalhando quando você quer ir ao banheiro ou apenas esticar as pernas. A única coisa que me incomoda nos Boeings é o ruído interno, notavelmente maior que nos Airbus em geral.

 

O N184DN tinha 23 anos de idade. Estava reformado por dentro, mas ainda assim aqui e ali se viam sinais de desgaste.

 

Cinco minutos antes do horário marcado, iniciamos o push back. Taxiamos via KG, B, D, C e E.  Lembram de todo o meu planejamento para escolher o lado certo para ficar e ver as decolagens enquanto esperávamos nossa vez? Pois bem, o lado era o certo mesmo. Estando do lado direito, os aviões decolando da 22R estavam ali do lado. Mas o que ficou faltando mesmo foram... os aviões!!! Só 2 à nossa frente! :( Um deles, um 757 da AA indo para CDG (AA 120) e um 320 da JetBlue indo para PDX, do outro lado do continente (B6 1205). Atrás de nós, outro 767 fazendo o voo Condor 17 para FRA. De qualquer forma, foi legal ver os aviões decolando do meu lado na pista molhada. :)

 

Às 21:35 iniciamos a rolagem da pista 22R.

Departure, good evening, Delta 471 heavy, one point three climbing 5.000, runway heading.”

“Delta 471 heavy, Departure, good evening, radar contact, climb and maintain 12.000”.

 

O interessante do controle de tráfego aéreo nos EUA é que os controladores costumam vetorar as aeronaves até o fixo inicial da sua aerovia, mesmo quando existem SIDs com rotas traçadas. Na maioria dos outros lugares do mundo, as aeronaves seguem as SIDs e o máximo que o controlador faz é autorizar voar direto a determinado ponto, sem vetorar ninguém. Talvez esse sistema americano permita decolagens com menor intervalo de tempo.

 

Delta 471 heavy, turn left heading 090”.

 

Cinco minutos depois de decolar já éramos liberados para voar direto na proa de SHIPP, o fixo inicial da nossa viagem sobre o Atlântico.

“Delta 471 heavy, proceed direct to SHIPP, contact New York Center 128.3, good day”.

 

Segundo o Flightaware, nossa rota era:

SHIPP LINND AZEZU HOBOH PAEPR L453 SAUCR L453 RODRK L453 CERDA L451 ELMUC G431 DDP G449 ANADA UG449 POS UA324 TIM UA312 KOXAM UA312 ACARI UZ52 SIMUV UZ38 MOXEP

 

Subimos para o nível de voo inicial 290.

 

Antes do início do serviço de bordo, distribuíram uma mini-garrafa de água e lenços umedecidos.

Logo depois veio a refeição principal. A comida é o grande diferencial da Delta, a meu ver, realmente saborosa e que se destaca em relação à comida sem graça das demais companhias. Foi o que achei nos meus voos com a companhia, em 2012, e agora nesse voo. :thumbsup:

 

DSC_0510alt_zpskdhcxq3a.jpg

 

Os comissários que me atenderam foram o senhor que deu as boas vindas na porta do avião e uma comissária também experiente, mas um pouco mais jovem. O comissário era fora da curva: simpaticíssimo, era americano mas falava português muito bem, interagia com todos os passageiros e seus speeches eram engraçados, um pouco pelo leve sotaque mas principalmente pelo uso de certas palavras em português no diminutivo, que deixava as frases um poucos bizarras. :lol: Não dava para saber se era de propósito, mas que era engraçado, era. Muitos passageiros ficaram admirados pelo empenho dele não só em falar português, mas também por atender tão bem. Em meio às muitas conversas com os passageiros, ele revelou ser fã incondicional do nosso Carnaval, e disse que em 40 anos trabalhando para a Delta, ele só tinha perdido 2 ou 3 Carnavais no Rio. Inclusive, ele já tinha desfilado! :omfg:

 

A outra comissária, dupla da verdadeira figura que mencionei acima, também era simpática e gentil, mas não falava português. Do outro lado do corredor (sempre reparo no atendimento do outro lado), o atendimento também era bom, mas obviamente que não eram tão efusivos como o senhor que nos atendia.

 

O atendimento foi tão bom quanto na melhor companhia que já viajei, a Air New Zealand, feito por pessoas que amam o que fazem. Aliás, mil vezes melhor que na minha viagem na executiva da SAA, a única vez que viajei de C.

 

O entretenimento era bom, com AVOD. No programa Airshow (ou equivalente), o legal dos voos da Delta é que aparece a latitude e longitude onde se está, então se você viu algo interessante pela janela é possível anotar as coordenadas e ver onde você estava, com mais detalhes, quando chegar em solo. A revista Sky segue o padrão das revistas de bordo atuais, com reportagens minúsculas e um monte de propaganda. Saudades das crônicas da Ícaro...

 

Rotas da DL para o Caribe e América do Sul:

delta-sky_zpsmoo85rw5.jpg

 

A lua crescente nos acompanhava, quase no horizonte. Tirei foto, mas ficou tão ruim que a lua ficou parecendo obra do Dalí. :P

 

Um pouco antes de Porto Rico pegamos turbulência leve, mas logo passou. Subimos para o nível 330.

 

Sobrevoando a Amazônia, as turbulências voltaram. Em meio a relâmpagos e torres de CBs, deu para ver duas cidades no meio da imensidão escura da floresta, que depois de chegar em casa vi que eram Óbidos e Oriximiná, no Pará.

 

Duas horas mais tarde estávamos no través da capital do Brasil.

DSC_0515alt_zpsggitex60.jpg

 

O café da manhã foi servido e veio numa caixa. Um suco de laranja foi dado a todos os passageiros.

 

DSC_0519alt_zpsznftbnnp.jpg

 

DSC_0520alt_zpsmnjohcia.jpg

 

Achei ótimo o café da manhã, bem melhor que aquela omelete gordurosa que costumam servir...

 

Com céu claro, deu para ver Poços de Caldas inteira, que é característica por ficar no pé da Serra São Domingos e com uma avenida que termina (ou começa?) num casarão que virou hotel (Palace).

 

DSC_0524alt_zpsmhy865ad.jpg

 

Logo depois de Poços aproamos MOXEP, o fixo incial da STAR UTBUR 1C em GRU.

 

O speech vindo do cockpit, primeiro de toda a viagem, informou céu parcialmente nublado e temperatura de 20C. Também deve ter dito o horário previsto para pouso, mas estava praticamente inaudível. Diferentemente do voo da AA, o speech foi bem curto e o tom de voz passava a impressão que era apenas mais um item do checklist a ser feito. :( Embora, a rigor, as informações do cockpit possam (e costumam ser) passadas pelos comissários, acho que a interação do comandante/co-piloto com os passageiros faz diferença, principalmente para fãs de aviação como nós.

 

As represas ainda mostravam sinais da seca...

DSC_0526alt_zpsnhqdtfbr.jpg

 

Cumprimos a STAR sem atalho nem vetoração, mas com os speed brakes acionados até a aproximação final.

dal471-chegada_zpsqgmt3sjd.jpg

 

Zona oeste de Sampa

DSC_0528alt_zpstlzwenud.jpg

 

Curtíssima final

DSC_0535alt_zpseoz1i9ta.jpg

 

DSC_0536alt_zpsn0tuok3a.jpg

 

Pouso suave na 09R, sem uso de reverso. Liberamos na CC e taxiamos via N e A até o pátio. Às 08:03 os motores foram cortados na posição 406, do lado do terminal 2.

DSC_0539alt_zpsx8m3anua.jpg

 

Na imigração e no recolhimento de bagagens, o mesmo caos dos tempos antes da privatização. Malas caindo da esteira, gente reclamando etc etc. Parece que isso mudou recentemente com as reformas.

 

PONTOS POSITIVOS:

Comida a bordo.

Atendimento a bordo.

Apenas 2 assentos na fileira da janela (Boeing 767).

Poder escolher assento normal sem ter que pagar a mais por isso.

 

PONTOS NEGATIVOS:

Speech do cockpit, apenas um na viagem inteira, com poucas palavras e inaudível.

Aeronave relativamente antiga, com alguns sinais da idade apesar da reforma.

 

Resumo dos dois trechos?

Dentre as companhias norte-americanas, sou fã da Delta. Apesar do atendimento fora do comum no voo da volta, também foi bom nos outros trechos que voei em 2012. O que permaneceu constante foi a ótima comida em comparação à AA, UA e AC.

Quem vai voar na AA tem que saber exatamente o que vai receber. Se a tarifa for muito mais barata, se a pessoa não se importar com atendimento indiferente e em ficar em assento que não é pago, acho válido voar nela.

 

Espero que tenham gostado. Voarei novamente com a DL em abril, dessa vez no meu sonho de consumo: o A333! :ohyes:


Edited by DanielVS, 12 de February de 2017 - 15:59 .

  • Ariel, A340-600, rafael amarante and 22 others like this

#2 MissedApproach

MissedApproach
  • Usuários
  • 523 posts
  • Gender:Male
  • Location:Goiânia
  • Cidade/UF/País:Goiânia
  • Data de Nascimento:22/05/1984

Posted 12 de February de 2017 - 21:04

Sensacional o FR mais uma vez Daniel, aguardando o outro presente do vôo de abril, valeu!!!

#3 raverbashing

raverbashing
  • Usuários
  • 2,503 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBCT - KOTOL
  • Cidade/UF/País:Curitiba PR
  • Data de Nascimento:01/05/1981

Posted 13 de February de 2017 - 16:18

Fiz recentemente essa viagem e pelo jeito foi muito parecida com a sua

 

Inclusive as refeições de bordo eram praticamente idênticas!

 

Gostei da Delta

 

Só que eu fiz a besteira de pegar o Metrô E ao invés do LIRR e foi um exercício de paciência


Edited by raverbashing, 13 de February de 2017 - 16:18 .


#4 DanielVS

DanielVS
  • Usuários
  • 2,016 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP
  • Data de Nascimento:23/02/1980

Posted 13 de February de 2017 - 20:35

Sensacional o FR mais uma vez Daniel, aguardando o outro presente do vôo de abril, valeu!!!

 

Obrigado, vou escrever sim! :thumbsup:

 

Fiz recentemente essa viagem e pelo jeito foi muito parecida com a sua

 

Inclusive as refeições de bordo eram praticamente idênticas!

 

Gostei da Delta

 

Só que eu fiz a besteira de pegar o Metrô E ao invés do LIRR e foi um exercício de paciência

 

Eu tentei pegar o metrô, mas havia obras na linha e a sinalização era péssima na mega estação onde eu estava. Como eu estava com mala grande, preferi pegar o LIRR a ficar zanzando de um lado para o outro.



#5 rofalcao

rofalcao
  • Usuários
  • 16 posts
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:28/02/1985

Posted 19 de February de 2017 - 20:41

Fantástico! Muito bom ler relatos ricos em detalhes. E ótimo poder comparar duas da maiores companhias americanas na mesma rota. Parabéns e obrigado mais uma vez!
  • DanielVS likes this

#6 CostaCampos

CostaCampos
  • Usuários
  • 325 posts
  • Gender:Male
  • Location:KATL
  • Cidade/UF/País:Atlanta - GA - USA
  • Data de Nascimento:15/08/1981

Posted 01 de March de 2017 - 12:44

Sou fã da DL...AA nem de graça


  • DanielVS likes this





Also tagged with one or more of these keywords: DL, Nova York