Jump to content


Photo

[MALHA UNITED] Mudanças no Brasil


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
52 replies to this topic

#41 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,192 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 29 de December de 2017 - 19:16

Falando de yield cabe tudo ... mas nenhum de nós tem prova de nada. 

Loads temos a ocupação geral, mas não sabemos como vai cabine por cabine.

 

O fato é que a ligação economica também não tem nada de 100% correto, mas permite avaliar integração entre determinados mercados. 

 

A United, retirando o hub de EWR e talvez o mercado de oil & gas, não tem nada de tão forte com a América Latina. O proprio fato da empresa ser a mais receosa quanto ao Brasil ja nos diz muita coisa. Não é core dela, e duvido que assuma uma posição mais importante. 

 

ORD por exemplo só tem GRU na America do Sul. IAH e NYC tem pelo menos 7 mercados, MIA muito mais que isso, ATL também... não estou criando conceitos, estou mostrando que o mercado de Chicago tem peculiaridades que não tratam a America Latina com prioridade, pelo singelo motivo de que as cias dos EUA fazendo isso, comandam o show de outros lugares do país. 

E pra completar... ORD é horrivel para conexões domesticas. 

Asia ? Bem-vindo a competição global - LHR, JFK, CDG, MEX, JNB, MAD, DXB, DOH, IST, FRA, ZRH, LIS, LAX, DFW, FCO, BCN, YYZ... pelo menos ela pode se contentar com 4% a 7% do mercado de conexões Brasil-Asia... 



#42 MLN-SJP

MLN-SJP
  • Moderador
  • 4,228 posts
  • Gender:Male
  • Location:SJP
  • Data de Nascimento:21/08/1970

Posted 29 de December de 2017 - 19:29

Lipe a UA nao e forte aqui, mas tambem nao abre mao. Ela tem seus voos faz seculos, adequa a oferta trocando aeronave 2-3 vezes ao ano e se mantem firme (e provavelmente lucrativa) neste mercado. Como expansao so vejo um EWR-GIG quando o mercado melhorar um pouco. Se melhorar MUITO quem sabe ela volta a CNF....



#43 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,192 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 30 de December de 2017 - 11:53

Lipe a UA nao e forte aqui, mas tambem nao abre mao. Ela tem seus voos faz seculos, adequa a oferta trocando aeronave 2-3 vezes ao ano e se mantem firme (e provavelmente lucrativa) neste mercado. Como expansao so vejo um EWR-GIG quando o mercado melhorar um pouco. Se melhorar MUITO quem sabe ela volta a CNF....

 

Ela tem um publico cativo, MLN, disso eu não tenho duvidas. 

 

Eu acho muito dificil ela entrar na EWR-GIG. Só se por exemplo a Rio Galeão se aproximar da United e tentar focar um ponto de conexão que permita a United entrar/voltar em Montevideo por exemplo fazendo EWR-GIG-MVD. Dessa forma a United poderia vender MVD-GIG-IAH/MVD 

A United tem o 787-800 que poderia ser um produto legal para MVD e ASU via algum ponto intermediário, ainda mais hoje em dia que ela não tem parceria forte no extremo sul da América do Sul. 

 

Pena que as tags estão fora de uso para as cias Americanas. Para aeroportos como GIG, CNF e outros, negociar tags pode ser uma interessante oportunidade no futuro, ainda mais considerando que as cias do Oriente Médio focam nisso. 



#44 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,539 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 30 de December de 2017 - 13:20

 

Ela tem um publico cativo, MLN, disso eu não tenho duvidas. 

 

Eu acho muito dificil ela entrar na EWR-GIG. Só se por exemplo a Rio Galeão se aproximar da United e tentar focar um ponto de conexão que permita a United entrar/voltar em Montevideo por exemplo fazendo EWR-GIG-MVD. Dessa forma a United poderia vender MVD-GIG-IAH/MVD 

A United tem o 787-800 que poderia ser um produto legal para MVD e ASU via algum ponto intermediário, ainda mais hoje em dia que ela não tem parceria forte no extremo sul da América do Sul. 

 

Pena que as tags estão fora de uso para as cias Americanas. Para aeroportos como GIG, CNF e outros, negociar tags pode ser uma interessante oportunidade no futuro, ainda mais considerando que as cias do Oriente Médio focam nisso. 

 

GIG-MVD é muito fraco em movimento. MVD-EUA idem.

 

Em 11M17,

 

JJ embarcou 34.142 pax, média 102 pax/dia, não conseguem operar diário.

G3                 21.416                      64             idem.

Tot                 55.558                    166             só tem pax pra 1 voo diário.

 

O 788 da UA tem 219 assentos, 80% 175 pax. Se operasse diário, e 50% disso descesse no GIG, a UA ia precisar tirar +50% do movimento de JJ+G3. Até 3vps seria arriscado.

 

http://www.dinacia.g...tadisticas.html

 

AA opera sozinha no MVD-MIA, nos 10M17 embarcou 52.594 pax em 299 voos, média 176 pax/voo.



#45 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,192 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 30 de December de 2017 - 19:27

Você não precisa lotar o avião

 

Eu pondero que parte seria MVD-EUA (30%) que entraria via IAH e EWR (não tem nenhum dos dois) 

Uns 30 a 40% seriam MVD-RIO

E uns 10 a 15% seriam MVD-Brasil (via Avianca)



#46 boulosandre

boulosandre
  • Usuários
  • 7,471 posts
  • Gender:Male
  • Location:Sao Paulo - Lisbon
  • Interests:Travels, sports, culture, workout, airports, finance.
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo- SP - Brasil
  • Data de Nascimento:08/10/1974

Posted 05 de January de 2018 - 19:38

Olhando, até agora, a oferta nas 5 rotas da UA do Brasil, temos, no atual Inverno IATA e no Verao Iata 2018, o seguinte:

 

EWR-GRU: 772 8F/40C - 772 40C (aqui parece que já descontinuaram a F por causa da nova C, correto?)

ORD-GRU: 772 8F/40C - 772 8F/40C

IAD-GRU: 788 36C - 763 30C

IAH-GRU: 763 30C - 763 30C

IAH-GIG: 763 30C - 763 30C

 

Pode mudar, mas por ora, a rota Oil & Gas (e única do Rio) ainda não reagiu e continua com a mesma oferta que a IAH-GRU. Por outro lado, EWR e ORD continuam com as melhores aeronaves, o que demonstra a importância destas duas cidades na rota da UA e sua ligação com GRU. IAD não ganhará o 788, mas serve, como já disse anteriormente, a um apoio a NY, além de servir à capital do país e a uma região altamente povoada e industrializada.

 

IAH, pela localização, é O HUB da UA para AL, e ORD serve como apoio a pax que se destinam à Costa Oeste (como exemplo dado por mim de pax que tinham SFO como destino final e acabaram indo via ORD).

 

O aumento da sinergia entre UA e AD deverá ter algum resultado prático num futuro próximo em termos de novas rotas da dupla aos EUA. 



#47 Nishan

Nishan
  • Expulsos
  • 2,937 posts
  • Gender:Male
  • Location:Rio de Janeiro - GIG
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro - GIG
  • Data de Nascimento:19/06/1983

Posted 06 de January de 2018 - 15:38

Para a Costa Oeste sempre vi a United priorizando os vôos via IAH



#48 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,192 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 07 de January de 2018 - 17:27

 

Pode mudar, mas por ora, a rota Oil & Gas (e única do Rio) ainda não reagiu e continua com a mesma oferta que a IAH-GRU. Por outro lado, EWR e ORD continuam com as melhores aeronaves, o que demonstra a importância destas duas cidades na rota da UA e sua ligação com GRU. IAD não ganhará o 788, mas serve, como já disse anteriormente, a um apoio a NY, além de servir à capital do país e a uma região altamente povoada e industrializada.

Olhando, até agora, a oferta nas 5 rotas da UA do Brasil, temos, no atual Inverno IATA e no Verao Iata 2018, o seguinte:

 

O mercado de oleo & gas vai se recuperar. Os leilões realizados ja trouxeram novos investimentos, notadamente de cias Americanas.

Leva tempo do leilão para a prospecção, e infelizmente o Brasil ficou muito tempo sem fazer leilões.

 

Penso que 2018 tende a ser um ano de recuperação para a rota.



#49 VictorHugoBrando

VictorHugoBrando
  • Usuários
  • 573 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:17/09/1989

Posted 07 de January de 2018 - 18:04

 

O mercado de oleo & gas vai se recuperar. Os leilões realizados ja trouxeram novos investimentos, notadamente de cias Americanas.

Leva tempo do leilão para a prospecção, e infelizmente o Brasil ficou muito tempo sem fazer leilões.

 

Penso que 2018 tende a ser um ano de recuperação para a rota.

 

Li que a Petrobrás deu início a construção de navios para extração no pré-sal. O COMPERJ também foi leiloado para um grupo chinês e as obras serão (ou já foram) retomadas. 



#50 boulosandre

boulosandre
  • Usuários
  • 7,471 posts
  • Gender:Male
  • Location:Sao Paulo - Lisbon
  • Interests:Travels, sports, culture, workout, airports, finance.
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo- SP - Brasil
  • Data de Nascimento:08/10/1974

Posted 07 de January de 2018 - 19:42

O mercado de oleo & gas vai se recuperar. Os leilões realizados ja trouxeram novos investimentos, notadamente de cias Americanas.
Leva tempo do leilão para a prospecção, e infelizmente o Brasil ficou muito tempo sem fazer leilões.
 
Penso que 2018 tende a ser um ano de recuperação para a rota.

Tangem acredito na recuperação mas aquela farra dos anos do Lula não veremos mais. O upgauge do IAH-GIG podera ser um dos termômetros desta recuperação.

Edited by boulosandre, 07 de January de 2018 - 19:43 .


#51 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,192 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 08 de January de 2018 - 15:20

Tangem acredito na recuperação mas aquela farra dos anos do Lula não veremos mais. O upgauge do IAH-GIG podera ser um dos termômetros desta recuperação.

 

Aquilo foi uma farra imobiliária e de crédito em geral. O sistema de financiamento da construção e venda de imoveis no Brasil tem que ser repensado ou as incorporadoras vão continuar acreditando que estão ricas nos bons tempos e vão sempre quebrar nos ciclos de baixa.

 

Sim, quanto ao mercado de oleo & gas concordo com sua ponderação, mas não de forma geral. O momento atual é consequëncia da extrema dependencia de multinacionais.... e elas tem coordenação que governos nunca terão... sabem usar suas capacidades ociosas globais quando o câmbio interessa.

Se o câmbio cair, isso não se segura. Infelizmente a grande maioria dos economistas não percebe isso.

Precisamos de Brasileiros de visão que queiram investir no pais, e muitos desses tem preferido Portugal e Estados Unidos. O resultado é que exportamos cada vez mais minério, soja, petroleo e afins.

 

Receio que tudo isso que estamos assistindo seja um voo de galinha de 3 anos.



#52 boulosandre

boulosandre
  • Usuários
  • 7,471 posts
  • Gender:Male
  • Location:Sao Paulo - Lisbon
  • Interests:Travels, sports, culture, workout, airports, finance.
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo- SP - Brasil
  • Data de Nascimento:08/10/1974

Posted 08 de January de 2018 - 15:38

Como tantos outros né meu caro Lipe. Estão todos à espera do resultado eleitoral. Pode vir a ser um divisor de águas. Há uma entrevista hoje na pag C2 do "Estadao" com o cientista politico Rubens Figueiredo, bastante esclarecedora cujo titulo é:

"Ou o País expulsa o populismo ou cai no buraco".


  • LipeGIG and Geoshina like this

#53 VictorHugoBrando

VictorHugoBrando
  • Usuários
  • 573 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:17/09/1989

Posted 10 de January de 2018 - 10:21

A nova Polaris do 767 tem alguns voos programados para o Rio agora em Janeiro, as três aeronaves retrofitadas estão revezando entre GIG, SCL e LIM.