Jump to content


Photo

Egito recebe mais caças Rafale


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
2 replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,113 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 29 de July de 2017 - 02:14

Meus prezados
Egito recebe mais dois caças Rafale
Rafale_Egypt_Air_Force.jpg
Mais dois Rafale C do Egito

 

O Egito recebeu mais dois aviões de combate Rafale da França. Este é o quarto lote de um acordo assinado em fevereiro de 2015. Os dois aviões são Rafale C, variante monoposto. Onze Rafales foram entregues até o momento. A Força Aérea Egípcia espera mais três aviões até o final do ano.
O acordo assinado entre o Egito e a França em meados de fevereiro de 2015 no valor de US$ 5,6 bilhões incluiu 24 jatos Rafale, uma fragata FREMM e mísseis da MBDA.
O Dassault Rafale é uma aeronave de combate a jato bimotor projetada e construída pela Dassault Aviation. Introduzido em 2000, o Rafale está sendo produzido tanto para uso com a Força Aérea Francesa quanto para operações em porta-aviões com a Marinha Francesa.
O Rafale foi exportado e selecionado para compra pela Força Aérea Indiana, Força Aérea Egípcia e a Força Aérea do Qatar.
O Rafale foi usado em combate no Afeganistão, Líbia, Mali, Iraque e Síria. Várias atualizações de armas e de aviônica do Rafale estão previstas para serem introduzidas até 2018.
Fonte: site Poder Aéreo 26 JUL 2017



#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,113 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 19 de February de 2018 - 12:43

Meus prezados

La Tribune: EUA dificultam conclusão de acordo do Rafale entre Egito e França
Rafale-com-tanques-externos-m%C3%ADsseis
Rafale com tanques externos, mísseis Scalp ar-terra e mísseis Mica ar-ar – foto Armée de l’air
Por Taha Sakr
O jornal financeiro semanal francês La Tribune informou na sexta-feira que um acordo entre o Cairo e a França sobre a venda de mais 12 jatos Rafale para o Egito foi bloqueado porque os EUA estão se recusando a exportar um componente de mísseis de cruzeiro que integram o avião.
As fontes francesas citadas na reportagem afirmaram que o atraso no negócio é devido à escassez do componente americano dos mísseis Scalp e não a uma questão de financiamento como no passado.
O La Tribune observou que a Dassault Aviation e a MBDA recusaram-se a confirmar as reportagens sobre o míssil de cruzeiro Scalp, um míssil de cruzeiro de baixa observação lançado do ar.
Em resposta à reportagem, o porta-voz do Exército Egípcio, Tamer El-Refa’ai, disse ao Egypt Independent no domingo que a questão do componente americano do míssil de cruzeiro Scalp é considerada como parte dos “assuntos internos” franceses.
O jornal acrescentou que a França já aprovou a exportação dos mísseis de cruzeiro Scalp para o Egito, embora a recusa dos EUA em fornecer ao fabricante o componente norte-americano tenha obstruído este passo.
Essa recusa provocou indignação entre os egípcios que estão insistindo em receber os mísseis de cruzeiro Scalp antes de concluir o acordo do Rafale.
Foi explicado que a indignação egípcia empurrará a França para buscar alternativas aos componentes americanos, recorrendo a outro fabricante de mísseis além da MBDA, ou para abrir uma comunicação de alto nível com a administração dos EUA, e que ela pode ocorrer durante a próxima visita do presidente francês Emmanuel Macron aos EUA em abril.
O jornal francês destacou que existe um conflito entre os EUA e a França sobre as ofertas de armas francesas para países do Oriente Médio, incluindo o Egito e Emirados Árabes Unidos (UAE), afirmando que os EUA anteriormente se recusaram a vender componentes franceses usados para fabricar satélites espiões para os UAE.
Em novembro de 2017, o La Tribune disse que o Egito iria assinar um acordo militar com a França, no qual o Egito comprará mais 12 aviões de combate Rafale.
Na época, o jornal cito fontes anônimas dizendo que o ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, negociou o acordo com o presidente Abdel-Fattah al-Sisi enquanto participava do Fórum Mundial da Juventude em Sharm El-Sheikh em novembro de 2017.
Em fevereiro de 2015, a França concordou em entregar 24 aviões de combate Rafale ao Egito no valor de 5,2 bilhões de euros.
O fabricante francês Rafael Dassault Aviation divulgou em março que enviaria ao Egito oito caças Rafale este ano.
Em dezembro de 2016, o Egito ficou em primeiro lugar entre os países em desenvolvimento que importam armas, de acordo com um relatório do Congresso dos EUA.
Ao longo dos últimos anos, o Egito finalizou vários acordos de armas com vários países, incluindo França e Rússia.
Fonte: Egypt Independent via site Poder Aéreo 19 FEV 2018



#3 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,113 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 05 de July de 2018 - 16:20

Meus prezados
Egito planeja adquirir novo lote de aviões Dassault Rafale
ed8de16b-5119-443b-acb5-898cdc6310e0.jpg
O Egito deve adquirir mais caças multifuncionais Dassault Rafale até o final deste ano, informou o jornal francês La Tribune em 4 de julho.
Segundo informações divulgadas pelo jornal, o governo do Egito está negociando um novo acordo com a França para fornecer um novo lote de 24 unidades do Rafale até o final de 2018.
Nos contratos anteriores, a França havia concluído vários acordos militares importantes com o Egito em contrato firmado em fevereiro de 2015 no valor estimado de US$ 5,6 bilhões, que além do fornecimento do Rafale englobava mísseis da MBDA e uma fragata FREEM. Até o momento, a empresa francesa entregou 14 aeronaves Rafale do Egito. O Egito é um antigo parceiro da Dassault, que desde a década de 1970 fornece parte da frota de caças do país.
O Rafale foi usado em combate no Afeganistão, Líbia, Mali, Iraque e Síria. Várias atualizações de armas e de aviônica do Rafale estão previstas para serem introduzidas no modelo.
Fonte: Defence Blog via Ghost para site Plano Brasil 5 JUL 2018