Jump to content


Photo

Viracopos terá relicitação em duas semanas


  • This topic is locked This topic is locked
16 replies to this topic

#1 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,652 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 28 de September de 2017 - 13:46

Viracopos terá relicitação em duas semanas!
 
Durante audiência pública realizada na Câmara dos Deputados em Brasília (DF), na manhã de hoje (28), a Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), ligada à Secretaria-Geral da Presidência da República anunciou que o decreto com as regras para relicitações das concessões de aeroportos está pronto e deve ser assinado pelo presidente da República, Michel Temer (PMDB), em em 15 dias.
 
A decisão vai permitir a escolha de uma nova empresa para administrar o Aeroporto Internacional de Viracopos. A atual concessionária, Aeroportos Brasil Viracopos, decidiu no dia 28 de julho devolver a concessão ao governo por não conseguir pagar os valores da outorga.
 
O documento que será assinado vai criar as regras de transição até que o novo concessionário possa assumir o empreendimento e conta com uma novidade: a assinatura de um termo aditivo suspendendo os pagamentos de outorga durante o processo de relicitação.  
 


#2 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,652 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 28 de September de 2017 - 13:56

Decreto para relicitação de Viracopos sai em duas semanas, diz governo
Anúncio foi feito durante audiência pública em Brasília, nesta quinta-feira (28). Regulamentação de lei prevê suspensão dos pagamentos de outorga em caso de devoluções de concessões no transporte.

O decreto com as regras para relicitações das concessões de aeroportos outros projetos de infraestrutura do transporte está pronto e deve ser assinado pelo presidente da República, Michel Temer (PMDB), em até duas semanas. O anúncio foi feito durante audiência pública na Câmara dos Deputados em Brasília (DF), na manhã desta quinta-feira (28), pelo secretário de Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Tarcísio Gomes de Freitas, ligado à Secretaria-Geral da Presidência da República.

A medida vai permitir a escolha de uma nova empresa para administrar o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O processo pode demorar até um ano e meio e, neste período, não haverá reajustes extras nas tarifas aeroportuárias, informou o secretário.

Segundo Freitas, o decreto vai estipular as regras de transição até que o novo concessionário possa assumir o empreendimento. Entre as novidades previstas nele estará a assinatura de um termo aditivo ao atual contrato e que prevê suspensão dos pagamentos de outorga durante o processo de relicitação. Além disso, ele também vai definir os detalhes operacionais da transição.

A audiência da Comissão de Viação e Transportes ocorreu para discutir a situação do terminal no interior de São Paulo. A atual concessionária, Aeroportos Brasil Viracopos, decidiu no dia 28 de julho devolver a concessão ao governo por não conseguir pagar os valores da outorga.

O secretário negou a possibilidade de modificar o valor atual da outorga, de R$ 3,8 bilhões, ou renegociar prazos de pagamento estabelecidos na licitação vencida pela operadora de Viracopos. De acordo com Freitas, uma solução pode ser a atual concessionária encontrar novos sócios que possam injetar mais capital e evitar a relicitação do aeroporto.
 

Devolução  
 

 

A Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) decidiu, em julho, devolver a concessão por onta das dificuldades financeiras e da frustração da demanda do fluxo de passageiros e de cargas.

De acordo com o departamento jurídico da ABV, até que o processo de relicitação seja concluído e um novo gestor assuma Viracopos, a concessionária continuará administrando o aeroporto e só vai sair depois que o novo consórcio pegar a concessão. No entanto, os investimentos previstos serão suspensos. O G1 fez um especial sobre os principais pontos da administração. Confira aqui.

 

Dívida  
 

 

Dados obtidos pelo G1 junto ao Serasa mostram que Viracopos está com o nome sujo, com 231 títulos protestados. E tem deixado de arcar com despesas gerais. Há uma duplicata de R$ 309, vencida em 12 de maio deste ano, que não foi paga.

O principal fator que colocou em xeque a permanência da UTC e da Triunfo à frente de Viracopos foi a execução do seguro garantia pela Anac pelo não pagamento da outorga de 2016 (pagamento fixo previsto em contrato, assinado em 2012).

O órgão havia dado o prazo até dia 1º de agosto para o recebimento dos R$ 174 milhões referentes ao vencimento de 11 de julho do ano passado - as parcelas fixa e variável de 2017 também estão em atraso.

 


#3 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 25,032 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 29 de September de 2017 - 23:40

Meus prezados

Concessionária tenta saída para manter Viracopos
viracopos2.jpg

 

 ABV havia anunciado a devolução da concessão, mas agora busca evitar que o terminal passe por um novo leilão

Depois de anunciar a devolução da concessão, no fim de julho, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) disse ontem que apresentará ao governo alternativas para tentar manter o negócio e evitar que ele seja novamente leiloado, segundo disse o diretor-presidente da empresa, Gustavo Müssnich, em audiência pública na Câmara dos Deputados que discutiu a situação do aeroporto. Hoje, explicou Müssnich, o aeroporto não consegue pagar seus custos operacionais, suas dívidas e taxas de outorga. Mas, com a redução de parte dessas obrigações, o negócio passaria a ser sustentável. A mudança no cronograma dos pagamentos feitos pelos aeroportos concedidos ao governo foi regulada por uma Medida Provisória (MP) aprovada pelo na última terça-feira. Galeão, Guarulhos e Brasília deverão se beneficiar dessa possibilidade. Viracopos, porém, não se candidatou a essa reprogramação porque ela só é autorizada caso a concessionária antecipe pagamentos ao governo – algo que o aeroporto de Campinas não tem condições de fazer.

No entanto, a julgar pelas respostas dadas pelos representantes do governo presentes à reunião, a ABV não conseguirá salvar a concessão. “Qualquer renegociação precisa ser nos limites do contrato de hoje”, disse o secretário de política regulatória de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Rogério Coimbra. O caminho provável para Viracopos é mesmo um novo leilão, disse o secretário de Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Tarcísio Freitas. A redução da outorga só é possível em situações específicas – e a queda no movimento não é uma das hipóteses. Mas a ABV argumenta que investiu R$ 2 bilhões, seguindo o disposto no contrato. O fluxo de passageiros, porém, é hoje metade do previsto e a movimentação de carga foi frustrada em 60%.

Fonte: O ESTADO DE S. PAULO - SP via blog Direto da Pista 29 SET 2017


Edited by jambock, 29 de September de 2017 - 23:40 .


#4 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,280 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 30 de September de 2017 - 08:30

Caramba.... agora querem de novo ? É isso mesmo ??



#5 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 30 de September de 2017 - 12:11

Dependendo do que for proposto no novo edital, Infraero e Aeroportos Brasil, vão receber nada ou quase nada do que foi investido do próprio bolso, cerca de R$1.5 bilhão (sem juros/correção).

 

A Odebrecht investiu R$550 milhões no GIG e vendeu por R$60 milhões a sua participação no consórcio, oficialmente. Mas pelo menos se livrou de uma dívida de bilhões. A OAS já tinha feito a mesma coisa saindo da GRUpar.


Edited by TheJoker, 30 de September de 2017 - 12:13 .


#6 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 14 de December de 2017 - 11:04

ABV convocando a Infraero para novo aumento de capital (R$172 milhões), que deve ser +/- o valor da outorga vencido desse ano.

 

https://www.jusbrasi...14-12-2017-pg-6



#7 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,652 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 14 de December de 2017 - 11:22

ABV convocando a Infraero para novo aumento de capital (R$172 milhões), que deve ser +/- o valor da outorga vencido desse ano.

 

https://www.jusbrasi...14-12-2017-pg-6

Quem sera o investidor por trás dos panos?

Ate então estava com dificuldades, sera que já passou pra mão de outro sem anunciar?



#8 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 14 de December de 2017 - 16:51

Quem sera o investidor por trás dos panos?

Ate então estava com dificuldades, sera que já passou pra mão de outro sem anunciar?

A princípio, Infraero e Aeroportos Brasil vão ter que pagar a outorga atrasada, não entrou nenhum novo sócio.


  • Cassio.Fernandes likes this

#9 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,652 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 15 de December de 2017 - 18:40

Concessionária quita R$ 111,86 milhões
 

A Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos S.A., administradora do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), quitou nesta sexta-feira (15/12/2017) R$ 111,86 milhões referente às últimas parcelas deste ano que compreendem o financiamento com bancos para a ampliação, modernização e exploração do complexo aeroportuário.
O valor pago hoje pela concessionária corresponde a R$ 88,27 milhões da parcela anual (IPCA), R$ 9,90 milhões de debêntures (que é pago trimestralmente) e mais R$ 13,69 milhões mensais (TJLP). Os valores foram pagos aos bancos BNDES, Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Haitong (Chinês).
Na soma do ano, a concessionária de Viracopos pagou aos bancos pelo financiamento assinado em janeiro de 2014 o total de R$ 292,46 milhões.

 

Com isso, a concessionária encerra o ano em dia com seus compromissos contraídos em financiamentos bancários que tinham previsão de pagamento para 2017.

Fonte: http://correio.rac.c...86-milhoes.html

Alguém ta colocando dinheiro nesse negocio. 


#10 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 20 de December de 2017 - 17:10

Três grupos estrangeiros têm interesse em Viracopos, diz secretário de Aviação

 

Por Laís Lis, G1, Brasília

 

20/12/2017
 
 
Concessionária de Viracopos anunciou devolução do aeroporto. Secretário de Aviação, Dario Lopes, afirmou que governo confia em solução de mercado para evitar nova licitação do aeroporto.

 

O secretário de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Dario Lopes, afirmou nesta quarta-feira (20) que há três grupos estrangeiros interessados em comprar a concessão do aeroporto de Viracopos.

Segundo o secretário, o governo espera que essa “solução de mercado” ainda em janeiro. Se a venda for concretizada, o governo não terá que licitar novamente o aeroporto.

A Aeroportos Brasil Viracopos (ABV), que administra o aeroporto de Viracopos, decidiu, em julho, devolver a concessão por conta das dificuldades financeiras e da frustração da demanda do fluxo de passageiros e de cargas. A concessionária tem como sócias a UTC e a Triunfo. Com a devolução, o governo teria que fazer uma nova licitação do aeroporto.

“Está colocado na mesa comprar só a parte da UTC e também comprar tudo [UTC e Triunfo]”, disse o secretário em conversas com jornalistas.

 

Mercado aéreo

 

Nesta quarta-feira, a secretaria divulgou um estudo que indica que em 20 anos a demanda aérea do Brasil vai pelo menos dobrar, chegando a pelo menos 401 milhões de passageiros por ano. Atualmente a movimentação de passageiros por avião é de 201,3 milhões.

Segundo dados da Secretaria de Aviação Civil, do Ministério dos Transportes, esse cenário de 401 milhões de passageiros por ano em 2037 é conservador e foi calculado considerando que não haverá nenhuma mudança no setor, como queda no preço das passagens.

Já em cenário mais otimista, a previsão é que a movimentação de passageiros aéreos chegue a 700,5 milhões por ano em 2037.

O levantamento apontou ainda que os aeroportos regionais têm mais potencial de crescimento do que os chamados aeroportos sistêmicos, que são os localizados nas regiões metropolitanas das capitais e em Campinas.

Segundo o documento, a estimativa conservadora prevê um crescimento de 104% na demanda dos aeroportos regionais entre 2017 e 2037 e de 87% nos aeroportos sistêmicos. Apesar da previsão de uma demanda maior nos aeroportos regionais, os aeroportos sistêmicos ainda responderão por 90,7% de todo o movimento de passageiros aéreo no país.

 

 

https://g1.globo.com...e-aviacao.ghtml

 

 

O problema é que em 2012, projetaram que VCP iria atender 80 milhões de pax em 2042, final de contrato. Já se passaram 5 anos e nada, dizer que vai dobrar em 20 anos é só 1/4 do que estava previsto.

 

Bela apresentação sobre VCP:  http://correio.rac.c...ban - Final.pdf


Edited by TheJoker, 20 de December de 2017 - 17:12 .


#11 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 20 de December de 2017 - 17:15

Crescimento médio mundial 5 a 6% a.a, logo em 20 anos triplicaria (+192%)

Dizer que vai dobrar é menos que isso, 3,5% a.a.



#12 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 20 de December de 2017 - 17:43

VCP em 2012 8.858.380 pax x 2016 9.325.252  + 5,3% x projetado na apresentação para 2016 14.5 milhões  +63,7%

 

11M17  8.554.976 +0,98% em relação a 11M16

 

Resumo da estorinha:

 

Em 2012,  aviação no BR de LL está um "espetáculo de crescimento" (só que não porque as cias aéreas nunca tiveram tanto prejuízo), logo GRU vai explodir (60 milhões de pax/ano), vamos pagar 16 bilhões nele, já que não precisa investir muito em terminais, não tem espaço.

Mas a RMSP vai explodir, GRU não vai dar conta, VCP vai a 80 milhões pax/ano, não precisa pagar tanto pois vai ter que investir muito em pistas e terminais.

 

2014, GRU vai explodir, VCP vai precisar fazer muitas obras, o GIG tem excesso de ociosidade, duas pistas, vamos pagar muito e gastar pouco pra passar a perna em VCP.

 

BSB e CNF meros coadjuvantes também esperavam pegar alguma sobrinha....

 

Nada disso se materializou, agora a bola da vez é o Nordeste, mas a diferença é que só tem europeu, são bem mais cautelosos nos investimentos e previsões de crescimento. Se vai dar certo, só daqui a 5-10 anos pra saber.



#13 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 20 de December de 2017 - 22:16

2hpnlf7.jpg

 

Venderam achando que chegaria a 80 milhões/ano em 30 anos, agora na hipótese otimista chega a 18.5 milhões/ano em 25 anos de concessão, o Governo vai dar desconto? segunda pista também não precisa, né.

 

198.350 mov / 365dias /18 horas = 30 mov/hora.


Edited by TheJoker, 20 de December de 2017 - 22:17 .


#14 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,684 posts
  • Gender:Male
  • Location:PR
  • Cidade/UF/País:PI
  • Data de Nascimento:29/03/1980

Posted 21 de December de 2017 - 09:31

A verdade é que a pedra foi cantada lá atrás aqui no CR. Se esperar o que de um governo mentiroso, fajuto, em que a verdade era mascarada pela propaganda (não estou defendendo o atual). Essas concessões não são razoáveis noa formatos atuais. Melhorias tem que ser realizadas com a confirmação de movimentação, 2a pista só a partir de X movimentação. Não dá outra a não ser a quebradeira das concessionárias. É nítida e notória a grande melhoria dos aeródromos depois da concessão, então meu ponto de vista é que sejam mantidas essas melhorias e a gestão privada para o bem estar da população e melhoria da segurança para todo o setor, flexibilizando a exigência de novas construções e também uma renegociação taxa de outorga ou aumentando em 5 anos, pelo menos, o tempo de contrato para diluição dos investimentos feitos X não concretização da hiperestimação de Pax quando feito os leilões.

Edited by José Castro, 21 de December de 2017 - 09:36 .


#15 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 10 de January de 2018 - 18:55

 
 
Com texto definido, decreto que viabiliza relicitação de Viracopos aguarda assinatura de ministro

 

Regulamentação de lei é considerada essencial pela concessionária para definir os rumos do aeroporto. Apesar de estar em fase final, publicação não tem prazo.

 

Por Marcello Carvalho, G1 Campinas e Região

07/01/2018 18h23   Atualizado 08/01/2018 12h46

 

O texto do decreto de regulamentação da lei 13.448/2017, que vai definir as regras de relicitação de concessões no transporte do país, está pronto e aguarda assinatura do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Lessa (PR), para ser publicado. A informação é da própria pasta federal, que recebeu o documento após análise jurídica da Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), órgão ligado à Secretaria-Geral da Presidência da República. A publicação do documento é considerada essencial pela concessionária Aeroportos Brasil para definir os próximos rumos do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Apesar de confirmar que o decreto está na etapa final antes da publicação, a regulamentação da lei ainda não tem data exata para acontecer. O primeiro prazo dado pelo governo, em setembro, não foi cumprido. Na ocasião, o governo afirmou que o documento seria publicado em duas semanas, o que não aconteceu. Trâmites burocráticos atrasaram o andamento do texto no Programa de Parcerias de Investimentos.

Ainda segundo o Ministério dos Transportes, após a assinatura do titular da pasta, o decreto passará ainda pela análise do Ministério de Planejamento , Desenvolvimento e Gestão, entre outros órgãos relacionados ao assunto, antes de ser publicado. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou ao G1 que também aguarda a regulamentação da lei para continuar a análise do pedido de relicitação de Viracopos e da dívida da outorga de 2017 pela concessão da estrutura.

De acordo com a concessionária, sem a regulamentação da lei não será possível dar andamento ao processo de relicitação e nem à negociação para encontrar novos sócios, o que suspenderia a devolução do aeroporto ao governo. Em entrevista ao G1 no mês de dezembro, o diretor de operação de Viracopos, Marcelo Mota, deixou claro a intenção de renegociar a outorga, abrir a possibilidade da entrada de um investimento estrangeiro, e permanecer na estrutura.

 

“Estamos em conversas com o PPI [Programa de Parcerias de Investimentos], com a Anac, Casa Civil, BNDES... Estamos aguardando de fato a publicação do decreto e, a partir daí, as conversas podem evoluir. Os acionista estão discutindo com potenciais investidores, mas não adianta apronfundar a negociação enquanto não houver uma definição. A manobra [pedido de relicitação] é um mecanismo para iniciar essas negociações com o governo e também de proteção. E pode ter múltiplos resultados. Pode haver uma renegociação e a concessão continuaria, ou encerra-se a concessão”, disse Mota.

 

O que vai ter o decreto

 

O principal objeto do decreto para definir a relicitação de Viracopos é a dívida da outorga de 2017 que a concessionária tem com a Anac. De acordo com a agência, a Aeroportos Brasil deve ao governo R$ 169,2 milhões da parcela fixa e R$ 25,5 milhões da variável. O aeroporto entrou com recurso, que está em análise da diretoria do órgão. A dívida da outorga de 2016 foi paga pela seguradora Swiss Re em agosto do ano passado.

Com a publicação do decreto, ficará definido se a concessionária deve pagar a dívida mesmo com a devolução da concessão ou será reembolsada pelo governo por conta dos investimentos feitos durante os cinco anos de concessão.

Na audiência pública do dia 28 de setembro, o secretário de Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que o decreto vai estipular as regras de transição até que o novo concessionário possa assumir o empreendimento. Além disso, o documento também vai definir os detalhes operacionais da transição.

 

Devolução

 

A Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) decidiu, em julho, devolver a concessão por conta das dificuldades financeiras e da frustração da demanda do fluxo de passageiros e de cargas.

De acordo com o departamento jurídico da ABV, até que o processo de relicitação seja concluído e um novo gestor assuma Viracopos, a concessionária continuará administrando o aeroporto e só vai sair depois que o novo consórcio pegar a concessão. No entanto, os investimentos previstos serão suspensos.

 

 

https://g1.globo.com...-ministro.ghtml


Edited by TheJoker, 10 de January de 2018 - 18:57 .

  • Cassio.Fernandes likes this

#16 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,652 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 11 de January de 2018 - 08:16

Não vejo a hora desse assunto se resolver.

Mais estão mexendo em algumas coisas la, com dinheiro de quem que eu não sei.

 



#17 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 6,118 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 04 de February de 2018 - 16:46

Trancado o tópico de obras em Viracopos...será que é  o tal Centro Atacadista de Moda que seria construído dentro da área do aeroporto?

 

do mesmo escritório que fez o primeiro projeto do Terminal Shopping de BSB.