Jump to content


Photo

Jato de combate MiG-35 da Rússia reforçado com novos mísseis de longo alcance


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,555 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 27 de November de 2017 - 23:40

Meus prezados

Jato de combate MiG-35 da Rússia reforçado com novos mísseis de longo alcance
mig35.jpg
SCIENCE & TECH NOV 23, 2017 NIKOLAI LITOVKIN
O avião de combate MiG-35 da Rússia em breve estará equipado com um novo tipo de míssil que poderá eliminar alvos inimigos fora do alcance dos sistemas de defesa aérea, mantendo os caças seguros no campo de batalha. O mais novo caça 4G++ em breve poderá lançar ataques aos alvos enquanto se mantém fora do alcance dos sistemas de defesa do inimigo.
De acordo com o representante da MiG Corporation, Anastasia Kravchenko, um novo míssil dotará o caça com capacidade de disparar a arma a uma distância superior às defesas inimigas e segundo ela, o míssil já passou por uma série de testes.
O MiG-35 também foi equipado com sistemas que lhe permitem atacar alvos iluminados por um laser de bordo, que emprega sistemas eletro-ópticos de nova geração.
O que é especial nestes mísseis?
IMG_0367.jpg
A Rússia está atualmente desenvolvendo novos mísseis de cruzeiro, ar-ar e ar-superfície de longo alcance para os caças de linha de frente, que operarão na faixa de radar de nossa aeronave, disse uma fonte russa da indústria de defesa à Russia Beyond.
A fonte enfatizou que os mísseis terão um raio de ataque de 200 km. O alcance operacional do mais avançado sistema de defesa antimíssil dos EUA (Patriot) é de 180 km.
Os primeiros modelos destinados às aeronaves navais já foram lançados e colocados em produção. Eles são chamados de X-35AT e X-31.
Estas armas serão instaladas em aviões de combate da marinha MiG-35K para o porta aviões aviões Admiral Kuznetsov ou o Storm. Esses mísseis podem atingir alvos acima da superfície da água e nas zonas costeiras, explicou a fonte.
Também se diz que a Rússia está desenvolvendo uma versão terrestre do míssil para aeronaves de primeira linha das Forças Aeroespaciais Russas. Não foram demonstrados modelos específicos caças, mas desde que o míssil X-101 – com uma faixa de alcance de 4.000 km foi entregue para bombardeiros estratégicos, a equipe de design poderá potencialmente criar uma versão para aviação tática, acrescentou a fonte.
O que é o MiG-35?
O MiG-29 tornou-se a base para novos desenvolvimentos tecnológicos, transformando-se em um avião de combate 4 ++: o MiG-35. Esta máquina foi projetada para operar em ambientes fortemente contestados ao usar sistemas de armas guiados por laser.
Uma das suas principais características é a capacidade de carga útil de 6,5 toneladas de diferentes mísseis guiados. O MiG-35 também possui a capacidade de rastrear 10 a 30 alvos ao mesmo tempo.
Quais são seus principais rivais estrangeiros?
O novo avião de combate russo custará cerca de US $ 17 milhões (sic, será?) e pode ser comparado com alguns caças americanos.
O conceito de design da aeronave se assemelha parcialmente ao dos McDonnell Douglas F / A-18, principal pilar das Forças Aéreas Navais dos EUA, disse Pavel Bulat, da Universidade de Tecnologias da Informação, Mecânica e Óptica. Segundo ele, os dois caças têm fenomenal aerodinâmica e manobrabilidade. No entanto, os motores do MiG-35 são um pouco insuficientes em comparação com os do Rafale francês e da multinacional Eurofighter Typhoon.
O especialista diz que o MiG-35 pode competir com caças americanos de quinta geração. Atestando que a capacidade de manobra débil do F35 Lightning II, coloca o MiG-35 em vantagem. No entanto, para combater um F22 seriam necessários três MiG-35, concluiu Bulat.
Fonte: Russia Beyond via E.M.Pinto (Tradução e adaptação) site Plano Brasil 27 nov 2017