Jump to content


Photo

TAM - Má experiência de serviço prestado - JJG/FLN - CGH


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
32 replies to this topic

#21 GLK

GLK
  • Moderador
  • 5,310 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:29/09/1959

Posted 27 de December de 2017 - 10:24

 

GLK, respeitosamente, seu comentário foi injusto comigo, até por você ser um moderador do Forum CR.

 

"Meteorologia ruim, a companhia se adianta à situação, resolve o problema, o pax chega em seu destino com segurança e depois da ceia de Natal está maquinando uma forma de arrancar uns vouchers da empresa."

 

Pra efeitos gerais, só de alimentação, gastei em FLN R$ 200, equivalente a 1,5x o que paguei por pax por trecho. Isso não foi contratado. 

 

Não se trata de vantagem indevida. Não foi só uma simples troca de modal. O contrato é de transporte aéreo entre pontos A (JJG) e B (CGH). A empresa foi rápida em resolver logisticamente a situação, mas pecou no suporte. Pra efeitos legais, a empresa me "embarcou" no horário em JJG, só que através de outro aeroporto, o que me trouxe transtornos e custo. Segura duas crianças pequenas em um aeroporto inóspito como o de FLN por 5 horas pra ver como é fácil, e sem assistência.

 

Bom, acima de moderador, todos somos usuários e podemos emitir as nossas opiniões.

 

De criança pequena eu entendo, tenho um casal, 4 e 2 anos de idade. E não vejo qual a imensa dificuldade de estar em um aeroporto, por menor que seja (FLN não é o menor ou o pior aeroporto do mundo, dê uma passada por MCP por exemplo), dois pais com dois filhos, se mamam, os pais devem andar com as mamadeiras, um estoque de fraldas, pomada, essa coisa toda. Se são um pouco mais velhos, sempre é bom ter brinquedos, baixar uns desenhos e deixar no celular (assim não precisa torrar no 3g/4g). Um biscoito, um suquinho, tudo isso é sempre bom ter à mão e pais, ainda mais de 2, devem saber bem disso. De resto, é respirar fundo, não deixar uma situação subir à cabeça e dar atenção às crianças, vai dar uma volta, não tem uma livraria em FLN? Comprar um gibi da mônica, contar umas histórias, é isso aí.

 

Eu não tenho aqui a legislação e nesse exato momento não tenho muito como consultar, mas me parece, pela sua história, que a equipe de solo em JJG agiu proativamente e muito rapidamente, embarcando todos nos ônibus de forma a possibilitar o embarque em FLN o mais rápido POSSÍVEL.

 

A equipe de FLN recebeu os pax de JJG e tratou da forma que pôde os pax a mais vindos de outra base. Não sei o tamanho da equipe, a estrutura que o aeroporto oferece, mas receber pax não previstos é sempre um transtorno. E me parece que foram bem acomodados. O valor que o sr. gastou, aproximadamente R$200,00, bom, não discuto, mas imagino que se quisesse poderia ter gastado R$400,00, assim como se apertasse poderia ter gastado R$100,00, então não me serve de parâmetro.

 

De qualquer forma, o seu caso é o seu caso, se você acha que deve ajuizar ação, vá em frente, pode ser que seja um direito seu. O que eu coloco em discussão é exatamente esse "direito", que nada mais é que um serviço a ser cobrado de todos os passageiros, desejem ou não.


  • Kal_Center, Lucas Pereira, A350XWB and 1 other like this

#22 A350XWB

A350XWB
  • Usuários
  • 419 posts
  • Cidade/UF/País:São Carlos/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:18/06/1988

Posted 27 de December de 2017 - 10:56

Eu admiro a paciência de ajuizar uma ação mesmo que no pequenas causas, por 200 reais, numa situação de contingência onde, por um verdadeiro milagre, a companhia não fez cagada.
  • GLK likes this

#23 Curitibano

Curitibano
  • Usuários
  • 108 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Curitiba/PR/Brasil
  • Data de Nascimento:01/01/1932

Posted 27 de December de 2017 - 11:51

z5lsaf.jpg_zpsj8wjhcb3.jpg 


Edited by Curitibano, 27 de December de 2017 - 11:52 .


#24 Dreamliner

Dreamliner
  • Usuários
  • 615 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:20/01/1975

Posted 27 de December de 2017 - 12:02

Eu admiro a paciência de ajuizar uma ação mesmo que no pequenas causas, por 200 reais, numa situação de contingência onde, por um verdadeiro milagre, a companhia não fez cagada.

 

Pessoal pró-TAM, quem falou em ajuizar ação? Meu post, desde o início, como até frisei, por ser um assunto polêmico que desperta lovers x haters nas redes sociais, foi compartilhar uma experiência não 100% satisfatória e buscar orientação, ainda que não houvesse o que fazer. 

 

Agradeço a alguns foristas que foram objetivos e deram dicas boas. Já estou em contato com a LATAM, me atendendo com cortesia e descrição. E vou fazer o mesmo. Me darei por satisfeito se conseguir com a Cia um reembolso das despesas extras com alimentação, conforme suportado pelas leis nacionais (ANAC).

 

A350XWB, o dia que relativizarmos clausulas de diretos x deveres dos consumidores e prestadores, estaremos pecando como cidadãos conscientes. Não sei se é este o caso, pois a LATAM aparenta ser uma empresa séria. Porém, em outros casos, as coisas só funcionam no Brasil com base na força da lei, seja uma disputa de R$ 50.000 ou R$ 200. 

 

Abraços


  • thor.rao likes this

#25 andreco

andreco
  • Usuários
  • 92 posts
  • Cidade/UF/País:brasília/df/brasil
  • Data de Nascimento:03/05/1974

Posted 27 de December de 2017 - 15:50

Ia ficar quieto, mas bora opinar.
Ultimamente ando com preguiça de algumas pessoas que aceitam qualquer serviço mau prestado sem fazer nada. Antes de defender qualquer time de futebol, ops, empresa aérea, se coloquem no papel de clientes.
São os clientes que pagam os salários dos funcionários, mas parece ser o contrário.
Mesmo que o colega não receba um só centavo, não vejo que a empresa vá deixar passar em branco e não fazer nada a respeito em situaçôes futuras.

Sobre o caso relatado, fico pensando na "pró-atividade" doa funcionários: se todos os passageiroa foram para Floripa, o avião voltou vazio para Congonhas?
  • Rafa Engenheiro likes this

#26 Ernesto

Ernesto
  • Usuários
  • 818 posts
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:29/06/1965

Posted 28 de December de 2017 - 09:11

O dano material com certeza, mas quanto ao moral e discutível SALVO se como aventaram a hipótese de tratar de ovebooking, como pode ser o caso. Por uma refeição a meu ver não vale a pena entrar na justiça embora este seja um direito garantido pela resolução da ANAC . A questão da bagagem foi solucionada de maneira razoável

#27 Kal_Center

Kal_Center
  • Usuários
  • 1,953 posts
  • Gender:Male
  • Location:SSTH
  • Cidade/UF/País:CWB
  • Data de Nascimento:17/03/1982

Posted 02 de January de 2018 - 12:47

Sobre o caso relatado, fico pensando na "pró-atividade" doa funcionários: se todos os passageiroa foram para Floripa, o avião voltou vazio para Congonhas?

 

Pois é, como comentado por outros foristas, não é de hoje que a Latam sofre com overbooking e deixar gente no chão tem sido até habitual em certas bases. Se foram 4 ônibus de 40 lugares, temos ai 160 paxs. Se embarcou realmente alguém no voo atrasado, é pq realmente teve linguiça nessa farofa.



#28 Dreamliner

Dreamliner
  • Usuários
  • 615 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:20/01/1975

Posted 03 de January de 2018 - 21:37

Como informação, a LATAM já me ofereceu uma compensação em crédito em passagens com os gastos extras. Tudo entre as partes, rápido, discreto e cortês. Fica o meu reconhecimento voluntário à empresa pela atenção e também agradeço a alguns foristas do CR, que foram precisos nas dicas de como resolver rapidamente o contratempo.


  • Murundum, Kal_Center, Rafa Engenheiro and 2 others like this

#29 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 21,714 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 06 de January de 2018 - 15:50

Deixa eu fazer umas perguntas.

 

1) Foi oferecido almoço pela Latam durante a viagem entre Jaguariuna e Floripa ?

* Pelo horário da viagem de onibus, a empresa deveria ter pensado nisso - uma parada de 1h a 1h30 e cobrir todas as despesas - tempo de pensar nisso para uma proxima oportunidade.

 

2) Independente de ter te acomodado, o seu tempo de viagem superou em muito o que estava anteriormente previsto. A Latam não deveria ter tido um "gap" tão grande - penso que o voo deveria ter sido programado para sair imediatamente de FLN com a chegada dos onibus (e para isso o correto seria direcionar a aeronave que faria o voo para FLN - os passageiros que chegariam, voltariam da mesma forma nos onibus que levaram os passageiros de Jaguariuna a Floripa)

Entendo que da apresentação regulatoria (1h antes) até o efetivo pouso em CGH foram quase 10h . Estou certo ?



#30 MR. STAR

MR. STAR
  • Usuários
  • 997 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília, DF, Brasil
  • Cidade/UF/País:Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Data de Nascimento:10/10/1966

Posted 06 de January de 2018 - 17:42

ERRADO.

A Latam não cumpriu EXATAMENTE NO FOCO DA RECLAMAÇÃO DO COLEGA: ASSISTÊNCIA. A Latam falhou ao não cumprir a assistência de alimentação, por exemplo.

 

Tá lá: Resolução Anac 400, de 13.12.2016, Capítulo 2, Seção III, Artigo 27, III "(...) superior a 2 (duas) horas: alimentação, de acordo com o horário, por meio do fornecimento de refeição ou de voucher individual; e (...)".

 

Sei que este fórum é repleto de advogados de "empresas aéreas", mas o lado do passageiro tem de ser visto.

 

 

Pela nova resolução 400 da Anac as empresas não são mais obrigadas a disponibilizar algumas facilidades, que sempre davam por conta de cancelamentos/atrasos. 

 

 

Antes eu sentia um prazer enorme em entrar no fórum e ler as noticias e informações de colegas.
Hoje parece o site do reclame aqui, com:
- empresa X não voa de Y para Z
- a empresa Z deixou de operar na minha cidade, mas eu se quer utilizei um voo dela na vida
- que horrível ter que fazer conexão de A para B em XX cidade, enquanto o caboclo faz tal rota quiçás 2 vezes no ano.

Ultimamente tenho lido isto.

E ao colega do post, com todo respeito mas pelo o que entendi a sua queixa maior foi em, não ter decolado de JJG. Pois a assistência no transporte até FLN e embarque no voo foi realizado, ou seja, no meu ver o transporte foi realizado e o contrato foi cumprido.

Não vejo questão para danos morais, mas de qualquer forma boa sorte no desenrolar.



#31 Dreamliner

Dreamliner
  • Usuários
  • 615 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:20/01/1975

Posted 07 de January de 2018 - 00:29

Deixa eu fazer umas perguntas.

 

1) Foi oferecido almoço pela Latam durante a viagem entre Jaguariuna e Floripa ?

* Pelo horário da viagem de onibus, a empresa deveria ter pensado nisso - uma parada de 1h a 1h30 e cobrir todas as despesas - tempo de pensar nisso para uma proxima oportunidade.

 

2) Independente de ter te acomodado, o seu tempo de viagem superou em muito o que estava anteriormente previsto. A Latam não deveria ter tido um "gap" tão grande - penso que o voo deveria ter sido programado para sair imediatamente de FLN com a chegada dos onibus (e para isso o correto seria direcionar a aeronave que faria o voo para FLN - os passageiros que chegariam, voltariam da mesma forma nos onibus que levaram os passageiros de Jaguariuna a Floripa)

Entendo que da apresentação regulatoria (1h antes) até o efetivo pouso em CGH foram quase 10h . Estou certo ?

 

Lipe.

 

1) Nada foi oferecido. Viagem direta de quase três horas, sem paradas. Passageiros embarcados diretamente em ônibus em JJG por volta das 12:30 e desembarcados 15:20 em FLN, no esquema drop off: o motorista do ônibus retira as malas do bagageiro e os pax tinham que se digirir para a fila de despacho de bagagem da LATAM. A unica coisa que aconteceu em JJG foi o check-in: LATAM oferecia duas opções: FLN-GRU 17h30 ou FLN-CGH 19h30. 

 

2) Apresentação indicada pela LATAM no cartão de embarque em JJG: 12h10. Pouso do vôo de FLN para CGH: 20h32. Total: 8h22min

 

Abraço



#32 Dreamliner

Dreamliner
  • Usuários
  • 615 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:20/01/1975

Posted 07 de January de 2018 - 00:43

 

Lipe.

 

1) Nada foi oferecido. Viagem direta de quase três horas, sem paradas. Passageiros embarcados diretamente em ônibus em JJG por volta das 12:30 e desembarcados 15:20 em FLN, no esquema drop off: o motorista do ônibus retira as malas do bagageiro e os pax tinham que se digirir para a fila de despacho de bagagem da LATAM. A unica coisa que aconteceu em JJG foi o check-in: LATAM oferecia duas opções: FLN-GRU 17h30 ou FLN-CGH 19h30. 

 

2) Apresentação indicada pela LATAM no cartão de embarque em JJG: 12h10. Pouso do vôo de FLN para CGH: 20h32. Total: 8h22min

 

Abraço

 

Complementando....

 

O detalhe, eu até tirei um print do FlightRadar24: o vôo CGH-JJG não foi desviado para FLN. Na verdade acabou pousando em JJG por volta das 13h, assim que os ônibus com os pax partiram pra FLN. Com certeza o avião voltou pra CGH batendo lata, provavelmente para não impactar a malha.

 

No final das contas, duas coisas me chamaram atenção: 1) falta de preparo da empresa com a assistência aos pax. Nada oferecido voluntariamente. 2) Não sei se foi a melhor decisão em termos de gestão de risco: a empresa acabou torrando dinheiro com a opção escolhida. O vôo de CGH para JJG pousou cerca de 30 min após a partida dos ônibus para FLN. Subiu vazio para CGH e ainda pagou o transfer de 160 pax para as empresas de ônibus. Custava esperar +1 hora para a tomada de decisão?

 

 

Talvez o fato de ser véspera de Natal pesou.em termos de análise de risco. Gerenciar uma crise com 160 pax presos em Jaguaruna dia 24/12 por vôo cancelado daria desgaste aos pax e à empresa.

 

Abraço



#33 Rafa Engenheiro

Rafa Engenheiro
  • Usuários
  • 361 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SP/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:05/01/1981

Posted 07 de January de 2018 - 13:49

E SEEEEEEE esse avião fosse necessário em algum outro lugar ao invés de Congonhas. Acho que fizeram tudo de caso pensado e depois esse avião saiu de JJG e foi pra outro lugar menos Congonhas.