Jump to content


Photo

jetBlue postpones decision on EMB-190s replacement


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
1 reply to this topic

#1 FCRO

FCRO
  • Usuários
  • 504 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:jacarei/sp/brasil
  • Data de Nascimento:11/06/1987

Posted 12 de January de 2018 - 23:31

jetBlue Airways (B6, New York JFK) has decided to postpone its decision on the EMB-190 replacement order until the future of Bombardier and Embraer programmes becomes more clear, Chief Financial Officer Steve Priest has told Bloomberg.

The American carrier had planned to decide on the potential replacement of its sixty EMB-190s by the end of 2017, choosing among Bombardier CSeries, Embraer E2s or smaller Airbus jets. However, given the acquisition of the CSeries programme by Airbus and ongoing merger talks between Embraer and Boeing, jetBlue has decided to wait.

"It would be short-sighted of us to progress with something definitive in this landscape that is evolving. If we leave money on the table because we rushed in during this changing landscape - I do not want to get into a position where we regret any decision," Priest said in an interview.

According to the ch-aviation fleets module, the average age of EMB-190IGWs operated by jetBlue is 9.2 years, with half of the aircraft being over ten years of age.

Priest also added that the airline still has not made a decision on a potential conversion of some of A321neos it had ordered to the LR variant, which would enable the carrier to operate transatlantic services. As of November 30, jetBlue had twenty-five A320neos and sixty A321neos on order from airbus


  • MR. STAR likes this

#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,113 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 28 de February de 2018 - 09:20

Meus prezados
JetBlue começa conversas sobre possível substituição de frota de jatos da Embraer
Executivos da JetBlue se encontraram com o presidente-executivo da Bombardier, Alain Bellemare

A Jet Blue Airways se reuniu com a fabricante de aviões canadense Bombardier e também tinha planos para se encontrar com a Embraer neste mês, de acordo com um email interno visto pela Reuters, em um sinal de que as negociações sobre a substituição da frota companhia aérea norte-americana estão avançando.
A companhia aérea de baixo custo JetBlue disse anteriormente estar avaliando substituir sua frota de cerca de 60 aeronaves E-190 da Embraer, de 100 assentos, em uma campanha que põe os jatos CSeries da Bombardier contra o modelo mais recente da rival brasileira, o E190-E2.
Executivos da JetBlue se encontraram com o presidente-executivo da Bombardier, Alain Bellemare, na segunda-feira, na fábrica de Montreal, disse uma fonte da indústria, confirmando notícias divulgadas na mídia. A fonte disse que a JetBlue não fechou qualquer acordo com as fabricantes de aeronaves. Uma porta-voz da Bombardier recusou-se a comentar sobre o assunto.
A JetBlue disse em uma declaração que "está explorando uma gama completa de opções, desde manter a atual frota até a substituição completa com um modelo de aeronave alternativa".
A Embraer está determinada a manter a JetBlue como cliente-chave, enquanto a Bombardier quer crescer as vendas nos Estados Unidos depois que uma agência de comércio decidiu que a fabricante de aviões e trens canadense poderia vender seus aviões CSeries de 110 a 130 lugares para as companhias aéreas norte-americanas livre de imposto de importação após uma disputa com a Boeing.
O email de 17 de fevereiro diz que "a equipe da Bombardier estava para discutir o suporte e a manutenção para seus CSeries. E mais tarde, neste mês, teremos a chance de dar uma olhada no Embraer E2".
Não estava claro se JetBlue já viu o E2 e um porta-voz da Embraer não pode responder imediatamente na segunda-feira à noite.
Em janeiro, a JetBlue disse que prolongaria uma revisão interna sobre o futuro de sua frota em um momento de mudança na aviação comercial. A Embraer está negociando uma parceria com a Boeing, enquanto a Bombardier está trabalhando para concluir um acordo que dê uma participação majoritária no programa CSeries para a Airbus.
Fonte: Allison Lampert r Alana Wise  para Época Negócios via CECOMSAER 28 FEV 2018