Jump to content


Photo

Quem tem boca vai a Roma! GRU-ZRH-FCO nas asas da Swiss

swiss

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
17 replies to this topic

#1 ricardo_br_aerofan

ricardo_br_aerofan
  • Usuários
  • 2 posts
  • Cidade/UF/País:são paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:14/03/1989

Posted 08 de April de 2018 - 20:15

Olá amigos fanáticos pela aviação.

 

Hoje vos escreve uma pessoa que por uns 2 anos pelo menos acompanha assiduamente cada novo FR postado aqui, mas que não tinha até então a oportunidade de [tentar] contribuir com algo decente por aqui (mentira, pois fiz GRU-MEX-ORD ano passado, mas me esqueci desse compromisso :anta: ).

 

Porém hoje faço minha estreia aqui, bem singela é verdade, e com muitas falhas (ficando bem aquém dos FRs que admiro por aqui), mas com a melhor das intenções de poder contribuir com o fórum. Perdoem desde já a qualidade de algumas das fotos, pois havia momentos no avião em que estava somente com meu celular low-end, e não queria incomodar ninguém para tirar a câmera no bin (embora tenha me arrependido disso).

 

Como já li o bastante para entender os ingredientes de um bom FR, antes de tudo vou contar como surgiu a viagem.

 

Preâmbulo

 

Estamos em novembro de 2017, e eu já estava saudoso de voar novamente, em Abril havia passado uma ótima semana em Chicago, voando Aeroméxico e buscava freneticamente pela internet opções legais e em conta (estou longe de ser rico) para a viagem do ano seguinte. Eu sabia que teria que tirar férias até maio (quando venceria o 2º período de descanso) mas não tinha nenhuma sinalização clara de minha chefia (trabalho no ramo imobiliário) de quando seria. Esse é o pior cenário possível para quem gosta de viajar, mas não tem liberdade sobre o seu tempo. Aliado a essa angústia existia uma outra, pois tinha dado uma mancada enorme de esquecer o aniversário de minha mãe (não me apedrejem por favor, eu realmente não ligo para aniversários de ninguém, já esqueci o meu próprio várias vezes), e havia prometido a ela consertar esse erro. E estava convicto de que seria com uma viagem!

 

Outro detalhe é que não queria ir novamente para os EUA. Queria algo mais enriquecedor culturalmente falando (vamos aqui deixar de lado os museus americanos, que são realmente sem palavras) e de cara me veio a Europa como opção. Mas qual o país? Adiciono então o tempero final nesta mistura: eu sou uma pessoa fanática pela História das antigas civilizações da Humanidade. Logo me veio à cabeça o Império Romano e toda a sua grandiosidade de mais de 2 milênios de idade. Não tinha outra escolha, a Itália me chamava!

 

Era também o sonho da minha mãe conhecer tal país, então o destino seria bem aceito por ambos. Mas antes de conta-la eu tinha a missão de descobrir quando teria férias e de garantir as passagens. Dias mais tarde vem a confirmação de que sairia em março/18, e haviam bons preços para Roma para este período. Fiz uns ajustes na data de início das férias com meu gerente para que pudesse aproveitar as melhores ofertas que havia encontrado no momento, que eram as seguintes:

 

- GRU/AMS/FCO pela KLM (2.199)

- GRU/ZRH/FCO pela LX (2.150)

- GRU/FCO pela AL (2.500)

 

De cara descartei voar de Alitalia, devido ao tratamento dispensado aos passageiros e bagagens (pesquisei muito para chegar a essa conclusão) que julguei não ser dos melhores, além da situação financeira da cia, às beiras da falência (tomara que a LH a salve disso), e também por estar com o maior preço, que me inviabilizava.

 

Sobrava então KLM e Swiss, duas das companhias nas quais sempre ouvi falar bem e queria voar. A decisão era difícil, e o desempate se daria em torno de dois critérios: Primeiro havia o fato de que as conexões oferecidas pela KL eram um tanto quanto justas demais, enquanto a LX tinha 6 horas de espera em ZRH para o voo de volta. Mas peraí, quem é louco de escolher os voos com maior tempo de conexão? Simples, havia pesquisado que o eficiente sistema de transporte de Zurique me permitiria conhecer a cidade nesse curto espaço de tempo. Seria uma espécie de viagem dentro da viagem. Além disso também tinha a questão de que eu tinha o sonho de andar no famigerado A340, acho um avião muito bonito do ponto de vista estético, e a KL só opera aqui com os B767/777, enquanto que a Swiss tem ainda essa opção (embora tenham introduzido o B777 também nessa rota). Decisão tomada, e o placar final foi Swiss 2x0 KLM.

 

Pois bem, eis que quando vou comprar a passagem já me vem de cara a primeira “notícia ruim” de que os voos de ida e volta seriam todos operados pelo B777-300 ao invés do A343. E não dava para mudar para outro dia em que o Airbus estivesse disponível, pois os preços já estariam maiores. Paciência, pelo menos era uma aeronave nova, pensei, mas mal sabia eu que o destino jogaria a meu favor (detalhes mais para frente). Pelo que entendi a Swiss intercala os dias em que cada um opera na rota. Anyway, passagens compradas.

 

Avisei minha mãe, que de cara ficou muito feliz (o que já fez valer muito a pena ter ficado um mês inteiro sem gastar nada no cartão para que pudesse pagar a viagem, já que a Swiss não parcela nada), e comecei a planejar os demais pormenores dos melhores 14 dias de 2018 para nós.

 

Capítulo 1 – Tensão pré-embarque

 

Avançando o relógio do tempo, Hostels reservados (sim, aqui vos fala um mochileiro), passeios adquiridos, euros comprados no dia anterior, vamos direto para 7/03. O dia de um embarque é mágico, com toda as correrias já rotineiras de imprimir os últimos documentos, fechar a mala e chamar o Uber. Neste dia acordei 6:00 da manhã, já saindo do programado que era acordar 3 horas mais cedo para tentar evitar o jetlag de 4 horas de diferença no fuso horário em relação à Roma.

 

Pois bem, já era próximo do meio-dia e eu ainda estava saindo do mercado com as últimas compras para higiene pessoal durante a estadia lá (não queria perder tempo nos mercados da Itália comprando coisas que poderia levar daqui) quando recebo um e-mail da Swiss de gelar a espinha: Meu voo havia sido cancelado!

 

O motivo depois fui descobrir era uma greve geral na Itália que sindicalistas haviam programado para o dia seguinte (decorrente das indefinições de maioria nas eleições italianas), que iria afetar algumas operações em Fiumicino, incorrendo no cancelamento de alguns voos, incluindo o LX 1736. E o e-mail continuava, segue ele na íntegra:

 

Dear SWISS Customer.

We regret to inform you that one of your flights has been cancelled. Therefore we have rebooked you to another solution.

Please find below the new flight arrangement we are providing you.

We apologise for any inconvenience.
Regards, SWISS

Original itinerary

Original flight number: LX91 07Mar
Departure time São Paulo (GRU): 19:20
Arrival time Zurich (ZRH): 10:35

Original flight number: LX1736 08Mar
Departure time Zurich (ZRH): 12:30
Arrival time Rome (FCO): 14:05

New itinerary

New flight number: TP88 07Mar
Departure time São Paulo (GRU): 22:25
Arrival time Lisbon (LIS): 11:15

New flight number: SN3816 08Mar
Departure time Lisbon (LIS): 13:20
Arrival time Brussels (BRU): 17:00

New flight number: SN3183 08Mar
Departure time Brussels (BRU): 18:40
Arrival time Rome (FCO): 20:40

You can check your itinerary on swiss.com

 

Em qualquer outra ocasião eu teria aceitado a opção que me fizeram, pois me proporcionaria conhecer outros dois aeroportos (LIS e BRU), porém tenham em mente que estava viajando com minha mãe, que apesar dos seus joviais 48 anos não está para ficar sapateando por aí nessa peregrinação europeia. Outro problema é que ocasiões assim em que outras cias assumem a viagem aumentam-se consideravelmente os riscos de extravio de bagagem. Por fim, chegar em Roma às 21h de um dia de greve me fez temer ficar sem opções para chegar ao Hostel que não fossem os caros táxis (mochileiro de verdade se nega a ir de taxi aonde quer que seja, sempre usa o transporte público) então decidi ligar no Customer Care da Swiss para tentar outra solução.

 

Me atendeu um brasileiro, Vítor, que me recebeu muito bem desde o início, e se esforçou em buscar alternativas, porém todas implicariam em perder um dia de Itália, e não escapavam de passar por 2 aeroportos. Desliguei o telefone me preparando para aceitar a jornada à frente. Eis então que me lembro de que no dia seguinte o voo GRU-ZRH seria o  LX93, operado adivinhem por quem...sim ele mesmo, o A343. Olha aí as coisas indo ao meu favor!!!

 

Liguei de novo, o mesmo Vítor me atendeu, e prontamente me realocou no LX93, emitiu a confirmação e me enviou por e-mail. Isso tudo sem custo adicional. Atendimento 10.

 

Eu na verdade nem estava ligando de perder 1 dia na Itália, pois basicamente o que se faz nesse dia é se instalar, nem programei nada, então o único prejuízo foi de uma diária de hostel (Edit: depois só que percebi que teria que tirar Tivoli da viagem por conta desse dia a menos, mas virou desculpa para colocar no roteiro para a 2ª viagem por lá).

 

Pouco tempo depois, chegam os e-mails de confirmação e mais tarde, assim que abriu o check-in on-line lá fui eu novamente assegurar os assentos na janela (a LX assim como as demais europeias cobra por reserva antecipada de assento, péssimo costume). Recomendo a todos que aguardem pela abertura do check-in online para evitar gastar dinheiro a toa, pois pelo que percebi a maioria dos assentos ainda não estava reservada.

 

Capítulo 2 – Agora vai

 

Chega então o grande dia [novamente rsrs], e com ele a sensação de que tudo iria correr bem, pois a greve em Roma não tinha causado uma grande repercussão (estava em contato com a dona do Hostel para me atualizar). Assim sendo, vamos a parte técnica do pássaro que iria nos carregar por 6 mil milhas:

 

Data: 08/03/2018

Vôo: LX 93

Aeronave: Airbus A340-313 (HB-JMA)

Início do embarque: 18:45

Fechamento das portas: 19:20

Terminal: 3

Portão de embarque: 320

Assento: 32A

Tempo total de vôo: 11h09min

 

As 14:30 chega o Uber que iria nos levar ao aeroporto, saindo dos confins da zona norte de SP, dirigido por um rapaz bem jovem, com sotaque carioca. Demonstrou um certo desconhecimento de como chegar à Cumbica, sendo necessário que eu interviesse algumas vezes para que ele não pegasse caminho errado.

 

Como de costume o trânsito na Marginal Tietê estava péssimo, mas como ainda tinha tempo de sobra, não fiquei tão apreensivo assim.

 

ouQEwgWl.jpg

 

Na Ayrton Senna novo susto, o motorista me pega a saída da USP-LESTE (!!!). Rapidamente avisei que estava errado e por sorte passava por nós um ônibus da Airport Bus Service, o qual apenas solicitei que seguisse. Na Hélio Schimdt também quase entrou erroneamente no T2, tentei arrancar uma confissão dele de que nunca havia estado em GRU mas não consegui. Por fim, às 15:45 chegamos na área de embarque do T3, o qual já me desculpo de cara por não ter tirado fotos.

 

Chegando no Check-in G, vazio por sinal como todos os outros guichês, rapidamente fui atendido, onde despachei a única mala que veria novamente só em FCO no dia seguinte, e obtive os cartões de embarque dos dois trechos (já havia feito o check-in online, mas não gosto de ficar com papel amassado na mão).

 

uVIXsWZl.jpg

 

Após uns minutos na área livre, fomos para o Raio-X e controle de passaportes, tudo vencido em menos de 5 minutos. Isso me espantou pois achava que veria mais gente naquele horário, pois há uma sequência grande de voos no fim de tarde/início de noite para CDG, FCO, LHR, AMS, FRA, MAD, JNB..Porém o movimento era fraco.

 

Como não comprei nada no Duty-Free fomos diretos para a área dos portões, que é imensa, diga-se de passagem, e comecei de imediato a spottear o viveiro lotado com a maior diversidade de pássaros possível:

 

a6cSWdWl.jpg

                                                            A330 da TAP - CS-TOK

 

jWu7N0Bl.jpg

                                                     B748 da Lufthansa - D-ABYK

 

bA0BGUgl.jpg

                                          Boeing da Qatar rumo a EZE

 

7VAm0e0l.jpg

                                        A380 chegando de DBX e pedindo licença

 

4HMWL3Il.jpg

                                                 Mais uma dele porque merece

 

3LBWY45l.jpg

                              Dreamliner da Air China carregando os pax rumo a BCN

 

 

Q0QTDVzl.jpg

A350 da Latam no back-track, com destino à JNB. Curioso que saiu quase no mesmo horario do voo da SAA (que por desleixo meu não fotografei), o que deu uma baita confusão para uma senhorinha oriental que por engano foi orientada para o portão da SAA quando na verdade era o da Latam. Ambos estavam em última chamada e com PAX faltando, espero que tenha dado certo para ela.

 

EllSELxl.jpg

                                                       B737 da Gol e seu irmão atrás

 

RxQ00qLl.jpg

                                                Gostei desse livery diferenciado

 

NZHfqXKl.jpg

                                              B777 da Turkish proveniente de IST

 

E por fim, seguem fotos do majestoso A340-313 que iria tirar a minha “virgindade” em quadrimotores:

 

OngIXcnl.jpg

                                                     Descansando na remota

 

S4meQ2kl.jpg

                                                 Carregando o catering da noite

 

GyBwdVHl.jpg

                                                                No finger

 

 

 Pontualmente as 18:45 começou o embarque, respeitando as prioridades e programas de sempre, eu fiquei esperando até as últimas pessoas da econômica embarcarem, sinceramente não entendo muito o porquê da pressa de muita gente para entrar, como se fosse perder o lugar.

 

WQG8upbl.jpg

 

 

Ao entrar percebo o quão grande é a aeronave, do alto dos seus 15 anos de vida ainda demonstrava uma elegância, com as poltronas em tom pastel. Quanto ao pitch, achei bem justo para os meus 1,82 m de altura.

 

RamJxpgl.jpg

 

ZxIh5HQl.jpg

 

Portas fechadas pontualmente às 19:20, speech de boas-vindas em inglês, alemão e francês (acho que não tinham comissários que falassem português), back-track iniciado, seguimos por 12 minutos num taxi pelas pistas K,B e G (salvo engano) e adentramos a cabeceira da 09L às 19:32. Lá fora, uma chuva mansa molha a pista e as janelas. Sem delongas, o comandante despeja potência total nos 4 motores CFM56-5C4, para iniciar a longa corrida, típica de um A340:

 

https://youtu.be/t04lYSQZzCs

 

(Agora confesso que vou me arriscar a palpitar sobre o plano de voo, peguei umas aulas no Youtube e baixei umas cartas para tentar enriquecer o máximo possível esse FR)

 

Eu tinha esperanças antes de chegar no aeroporto de que a saída de GRU fosse pelas pistas 27, fazendo aquela curva fechada à esquerda na altura do Bosque Maia, que propicia uma vista linda da cidade de SP e Guarulhos (a carta SID que vi que mais se aproxima disso é a padrão ROMIB 2A). Isso também tem um cunho emocional, pois trabalhei um bom tempo no Tatuapé (2013-2014), e ficava observando os aviões da BA e AL (que saem mais cedo) rumando ao velho continente quando faziam essa saída, e imaginando quando eu estaria dentro de um deles. Porém já percebi que o vento não iria permitir, todos os voos rumo Europa que vi decolar (AL, AF, IB) pareciam cumprir o padrão GENKO, que consiste em seguir direto até São José dos Campos saindo pela 09L. Com o nosso não foi diferente. Pelo que apurei no Flightradar / FlightAware na sequencia atingimos o marcardor UBNEK rumando daí para o Galeão e finalmente deixando o continente acima de Cabo Frio, o que não é normal para os vôos da Swiss, que geralmente utilizam as aerovias que partem de Vitória. Provavelmente o motivo foi alguma condição meteorológica adversa, o tempo realmente estava chuvoso por esses lugares.

 

Lembro que o serviço de bordo demorou mais que o habitual para iniciar, cerca de 1 hora e meia a 2 horas após partirmos. Ficamos margeando o litoral brasileiro até a altura de Ilhéus, quando provavelmente tomamos a aerovia UL206 a 33.000 pés para deixar em definitivo o continente americano.

 

Capítulo 3 – In flight

 

Bom, com o tempo completamente encoberto lá fora, chega então a hora de testar o IFE do A340 e confesso que passei muito nervoso, pois era muito antigo, sem touchscreen e com um controle em péssimas condições. Lembro que foi uma luta até chegar no menu principal, tudo para descobrir que a única coisa que queria ver, o AirShow (que é show mesmo, mas só descobri na volta com o B777), não estava funcionando na minha tela. Isso frustrou um pouco minha experiência de voo, mas relevei por conta da idade do avião. A tela da minha mãe travou uma vez, e tive que pedir para reiniciar (coisa que esqueci de fazer na minha). Mas pelo que vi no dela, que depois funcionou direito, a seleção de filmes era moderna, porém sem opções em português.

 

A revista de bordo falava da Tessalônica, região bem interessante da Grécia que um dia hei de conhecer:

 

VcoOSnYl.jpg

 

O serviço de bordo iniciou com umas castanhas e um lenço de papel timbrado:

 

JY4ztANl.jpg

 

Logo após passaram oferecendo bebida, peguei uma água e a clássica 7UP:

 

6X78hGal.jpg

 

E a seguir veio o prato principal, com opções de pasta e frango com legumes, junto vinha um pedaço do sempre ótimo queijo Gruyere, salada, creme para café e um bolinho de sobremesa. Escolhi o frango, que estava bom. Detalhe, talheres de metal:

 

BQEf7lkl.jpg

 

Após o jantar passaram recolhendo as bandejas e fui ao banheiro. Somente então percebi o quão bom é o padrão de assentos da econômica deles, o 2-4-2, pois não tive que incomodar ninguém a não ser minha mãe para sair.

 

Então chegou a hora de dormir, porém as turbulências características da ZCIT não me permitiram tal regalia, além do que o ângulo de reclinação da poltrona não era lá dos melhores. Resultado: o famoso red-eye aparecendo.

 

Amanhecemos já sobre solo Europeu:

 

fZtOQL0l.jpg

 

A cerca de uma hora do pouso, foi distribuído o café da manhã, bem simples, sendo constituído de pão, croissant, geléia, iogurte e suco:

 

508eul7l.jpg

 

Logo após, iniciamos os procedimentos de descida para ZRH, com uma guinada repentina para N-NW para seguir num 180º rumo a Zurique, onde pousamos suavemente às 10:26 horário local, com 3 minutos de antecedência, rapidamente chegando ao terminal E. Na saída, entregaram os famosos chocolates suíços, dos quais peguei uns 3.

 

EwxmM2ll.jpg

 

Em resumo, adorei a experiência, uma cia que trata bem o cliente, com um atendimento elogiável, na qual voarei de novo com certeza. Sobre a aeronave, sonho realizado, nem tenho muito o que dizer além disso.

 

Espero que tenham gostado da leitura, tentei escrever de um jeito leve e deixei as fotos menores para ficar legal ao olhar no celular (como é meu caso). A segunda perna da viagem posto semana que vem.


  • SimpleMan, Luciano Cunha, MissedApproach and 20 others like this

#2 gabrielmagacho

gabrielmagacho
  • Usuários
  • 37 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SBJF-SBZM
  • Data de Nascimento:04/05/2000

Posted 08 de April de 2018 - 20:35

Muito show! Valeu pelo FR, e espero ansiosamente a continuação :)

#3 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio/Niterói
  • Data de Nascimento:14/08/1979

Posted 08 de April de 2018 - 20:45

Belo FR Ricardo. Voei por mto tempo pela LX, pelo menos umas duas vezes por ano. Sempre gostei muito dos serviços, e acho o aeroporto de ZRH mto confortável para conexões.
Inclusive tenho um FR publicado aqui do primeiro vôo que fiz com eles.
Agora morando no Rio, tenho dado preferência para a BA.

#4 Luizinho

Luizinho
  • Usuários
  • 866 posts
  • Cidade/UF/País:Santiago, Chile
  • Data de Nascimento:01/06/1976

Posted 08 de April de 2018 - 23:01

muito show, parabéns e obrigado por dividir conosco um dia faço eso kkkkkkk



#5 caioams

caioams
  • Usuários
  • 102 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Manaus/Am/Brasil
  • Data de Nascimento:12/01/1994

Posted 08 de April de 2018 - 23:34

Wow!! Que show de FR. Tava sentindo falta de ler um desses por aqui. Aguardando pelos próximos..

PS: Se fosse eu, viajando sozinho, também teria aceitado ir pela Tap. hehe.. Abs



#6 rcavalcante

rcavalcante
  • Usuários
  • 85 posts
  • Gender:Male
  • Location:MAO
  • Cidade/UF/País:Manaus - AM
  • Data de Nascimento:02/12/1989

Posted 10 de April de 2018 - 09:59

Parabéns pela viagem e pelo FR, Ricardo.

 

Muito bom ter a oportunidade de ler relatos que nos fazem viajar juntos.

 

No aguardo da continuação. abs



#7 TR763

TR763
  • Usuários
  • 1,007 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:São Paulo SP Brasil
  • Data de Nascimento:28/12/1985

Posted 10 de April de 2018 - 15:34

Parabéns pelo FR!!
O serviço da Swiss é realmente ótimo!
Fiz GRU-ZRH-TXL com eles em novembro e comigo aconteceu o mesmo que com você: quando já estávamos voando a umas 3:30/4h, acordei com a sensação de estar num touro mecânico por causa da turbulência. kkkk
Apesar disso, foi um voo bastante confortável e no A340 também.
 
Obrigado por compartilhar.
Abraço.


#8 Geoshina

Geoshina
  • Usuários
  • 621 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SJP
  • Data de Nascimento:01/02/1984

Posted 10 de April de 2018 - 16:16

Excelente FR!!! É muito bom ler e sentir que a gente tá viajando junto!



#9 trevisan26

trevisan26
  • Usuários
  • 1,043 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre, RS Brasil
  • Data de Nascimento:26/08/1996

Posted 10 de April de 2018 - 19:01

Ótimo FR, parabéns. Por pouco não pegamos o mesmo voo, fiz o GRU-ZRH dia 03/Mar, voando pela primeira vez com a Swiss. Achei o aeroporto de Zurique é um espetáculo para conexões, além do bonus da trilha sonora dos trens entre os terminais  :lol:



#10 Stelios4K

Stelios4K
  • Usuários
  • 7,443 posts
  • Gender:Male
  • Location:SP
  • Cidade/UF/País:SP/SP
  • Data de Nascimento:25/03/1983

Posted 11 de April de 2018 - 12:44

Vou agora no final do mês voar LX de novo mas desta vez com o B777. Considerar que já voei com MD11 na época da Swissair, A340 com Swiss e agora no B777 já demonstra quantas vezes eu uso eles. 

 

 

O melhor de ZRH são as vacas fazendo barulho no trem entre o terminal satelite e o terminal principal hahaha.

 

 

Ps: Thessaloniki é bem legal, já fui duas vezes, uma quando ainda morava por la com a escola e outra em novembro passado. Com tempo bom, da pra ver o Monte Olympo no outro lado da baia que banha a cidade.



#11 MissedApproach

MissedApproach
  • Usuários
  • 647 posts
  • Gender:Male
  • Location:Goiânia
  • Cidade/UF/País:Goiânia
  • Data de Nascimento:22/05/1984

Posted 11 de April de 2018 - 23:18

Baita FR, muito agradável e espero que tenha o FR da volta.

Também aspirava voar no A340, o que realizei no da TAP em outubro passado, chacoalhou bem sobre o Atlântico também, e parece ser bem parecido com o da LX, apertado, entretenimento antigo e com defeitos... Enfim, como você disse: "sonho realizado"

Obrigado por compartilhar!

#12 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio/Niterói
  • Data de Nascimento:14/08/1979

Posted 12 de April de 2018 - 09:30

Baita FR, muito agradável e espero que tenha o FR da volta.

Também aspirava voar no A340, o que realizei no da TAP em outubro passado, chacoalhou bem sobre o Atlântico também, e parece ser bem parecido com o da LX, apertado, entretenimento antigo e com defeitos... Enfim, como você disse: "sonho realizado"

Obrigado por compartilhar!


Acabei de comentar isso no tópico dos 330neo da TAP. A vantagem dos 767/330/340 é que são apenas dois assentos na janela.

#13 MissedApproach

MissedApproach
  • Usuários
  • 647 posts
  • Gender:Male
  • Location:Goiânia
  • Cidade/UF/País:Goiânia
  • Data de Nascimento:22/05/1984

Posted 12 de April de 2018 - 22:24

Acabei de comentar isso no tópico dos 330neo da TAP. A vantagem dos 767/330/340 é que são apenas dois assentos na janela.


Baita vantagem, ainda mais em voos longos, faz toda diferença... Apesar de que para quem nunca conseguiu dormir em voos longos, só de C ou F que deve ser bom!

#14 rofalcao

rofalcao
  • Usuários
  • 27 posts
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:28/02/1985

Posted 14 de April de 2018 - 13:23

Uau!!! FR sensacional, com leitura leve, descontraída e muito completa. Já voei Swiss e, absolutamente, impecáveis no atendimento, não só a bordo mas em solo também. Recomendo!
No mais, aguardo ansiosamente o voo da volta. Obrigado por compartilhar sua experiência.
Grande abraço

#15 ricardo_br_aerofan

ricardo_br_aerofan
  • Usuários
  • 2 posts
  • Cidade/UF/País:são paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:14/03/1989

Posted 15 de April de 2018 - 00:39

Poxa, obrigado pela recepção calorosa, certamente valeu a pena todas as horas despendidas para escrever tudo aquilo.

 

Bom, continuando a saga, é hora de comentar sobre a segunda perna da viagem de ida, ou seja o trecho ZRH - FCO.

 

Não quero desapontá-los, mas percebi somente quando voltei que não tinha tirado tantas fotos assim nos demais trechos da viagem, por isso vou estudar aqui o que consigo fazer para apresentar o vôo de volta, que inicialmente não havia planejado escrever (muito porque eu sinto um aperto de falar e até ler sobre o retorno de lugares tão mágicos para a nossa terra amada)...mas darei o melhor de mim.

 

Capítulo 4 - 飛機上有個小孩...... (vão entender mais pra frente)

 

Data: 09/03/2018

Vôo: LX 1736

Aeronave: Airbus A320-214 (HB-IJD)

Início do embarque: 12:20 (Programado 12:05)

Fechamento das portas: 12:41 (Programado 12:30)

Terminal: B

Portão de embarque: 34

Assento: 28A

Tempo total de vôo: 1h06min

 

 

Realmente,Zurich Flughafen é um baita de um aeroporto, te dá uma sensação acolhedora tremenda, desde o Skytrain com os mugidos das vaquinhas suíças até o staff simpático. Sim, mesmo os oficiais de imigração que costumam ser carrancudos e secos lá tem feições bem mais gentis.

 

Porém democraticamente deixo aqui duas críticas a esse aeroporto: o wi-fi praticamente impossível de se acessar e a completa falta de bebedouros, não sei se por cultura local ou desleixo no projeto. Fato é que não estava afim de gastar CHF 7 em um gole de água dos bares próximos aos portões de espera, então preferi beber no avião (lembrem-se que sou mochileiro, qualquer centavo a menos é viagem a mais hahaha).

 

Bem, passando de forma [não tão] corrida pelo que se decorreu durante a minha conexão (para não perceberem que novamente esqueci de fotografar o aeroporto, erros de primeiro FR...) nós descemos do A343 e saímos do terminal satélite para o corpo principal do aeroporto.

 

Achei estranho o fato de haver pontos de controle de imigração distintos. Explico: eu sabia que teria que fazer a imigração lá em Zurique, por ser um país pertencente ao Espaço Schengen (faz-se a imigração no primeiro país em que aterrisa), e fui seguindo o fluxo normal de gente até chegar as cabines de entrevista. De cara percebi que havia chegado um vôo do oriente (que na hora pensei ser o LX189 vindo de Xangai, mas depois vi pelo flight aware que ele chegou só à tarde) pois estava cheio de asiáticos. E vi na hora que na Suíça o tratamento e preocupação com segurança acontece numa escala bem menor do que nos EUA. Isso porque vários dos "chineses" ficavam mexendo no celular e até tirando fotos dos postos de imigração, algo que em outros aeroportos renderia até uma prisão. Mas lá nenhum oficial sequer ligou pra isso.

 

Depois de ficar uns 20 minutos na fila o oficial (um senhorzinho bacana) me disse que eu estava no lugar errado (!!!). Ele explicou que ali era somente para as pessoas que iriam sair do aeroporto para a cidade, quem vai seguir em conexão faz a imigração em outro ponto, próximo aos terminais. Agradeci a informação e me dirigi junto de minha mãe de bate-pronto para o terminal B, subindo uma escada rolante e dando de cara com 2 cabines de entrevista sem fila alguma, ou seja, não deu nem tempo de respirar e fomos encarar o oficial, que também não era nada intimidador. Me espantei de novo por não pegarem nossas digitais nem tirar fotos, nem fazer um zilhão de perguntas, somente para onde eu iria e por quanto tempo, visto concedido e passagem liberada. Tô gostando cada vez mais dessa Suíça. :ohyes:

 

Como a conexão era curta, não deu pra ficar zanzando tanto assim pelo terminal B, mas percebi que é meio ruim pra spottear, se comparado ao T3 de GRU, e estava bem cheio naquele dia, com vários vôos indo para diversos cantos da Europa.

 

Passado um pouco do meio-dia e o portão 34 de onde sairia nosso voo com destino à FCO estava apinhado de gente, com o sotaque italiano e "mandarim" (me perdoem se por acaso não eram, mas preciso dar uma nacionalidade à esse povo para o bem do FR rsrsrs) ecoando forte no ar.

 

Por volta de 12:20 tem início o embarque com as prioridades respeitadas, seguida da econômica. Quem irá nos levar nessa última perna é o A320-214 de prefixo HB-IJD, jovem adulto de 22 anos:

 

U7bTpXQl.jpg

 

Fui dos últimos a entrar, e percebi que havia praticamente 100% de ocupação:

 

ai5ibh0l.jpg      

              Agora sim ia conseguir acompanhar o trajeto do voo pela Terra Nostra       

 

A configuração nesse Airbus é o já conhecido 3-3. O pitch achei mediano, suficiente para um vôo de apenas 1h:

 

RoBxtcll.jpg  

 

Portas fechadas, speech dado e começamos a lidar com o intenso tráfego de ZRH, e também com um inesperado pedacinho de gente de uns 5 anos mais ou menos que simplesmente não queria parar quieto no cinto de segurança. Não adiantava dar brinquedo, revista, até o chocolate suíço foi utilizado, o menino estava inconformado de estar amarrado. Um dos comissários, depois de muito se esforçar para amansar a fera, se irritou e falou em bom italiano à mãe "chinesa": "Ou controla ele, ou terão que sair". Houve uma réplica forte da mãe em "mandarim", não sei se com o comissário ou com o próprio filho, mas a criança se acalmou um pouco.

 

No final das contas, esse fato foi engraçado e serviu para distrair a todos da demora para alçarmos voo. Então precisamente as 12h54 CET deixamos Zurique (não filmado, para instigá-los a conferirem por conta própria a lindeza de tudo aquilo).

 

Tão logo estabilizamos, foi dado início o serviço de bordo, um sanduíche frio com queijo gruyère, refrigerantes e os chocolates.Tudo estava com um gosto ok.

 

Na hora de escolher os assentos desse voo, lembrei que do lado esquerdo conseguiria ver os Alpes, e não é que estava certo:

 

FDoVLXGl.jpg

 

sKdWQa5l.jpg

 

fR6Ca90l.jpg

 

 

 Nem adianta escrever nada sobre essa vista, não vou conseguir traduzir o quão espetacular é, só digo que vale por mil IFEs em tela OLED.

 

 

Capítulo 5 - Siamo in arrivo

 

O voo vai atravessando os Alpes suíços e Italianos, vale do pó, Toscana e Lázio, quando menos percebi já ouvia o aviso de atar cintos para os procedimentos de aproximação e pouso em Fiumicino.

 

O pouso foi filmado com o celular da minha mãe, preciso pegar o arquivo de lá e subir pro Youtube, coisa que ainda não fiz mas farei em breve.

 

Tocamos o solo italiano às 13h54 e após um táxi de 6 minutos, chegamos ao T3 italiano:

 

M1rFYQ5l.jpg

                                                                   Casa da Alitalia

 

kyRl9Ybl.jpg

 

Chegando ao finger designado, nos deparamos com esse belo espécime da Norwegian, homenageando o romancista espanhol Benito Perez Galdos:

 

1L7SZwvl.jpg

 

 

Por fim, desembarcamos sob um clima agradável de uns 12ºC (seriam poucos os dias sem chuva nessa viagem) e rumamos para buscar nossa mala, no caminho para as esteiras.

 

NMgHKcyl.jpg

A frase completa diz "Welcome to Rome", mas a pressa para vê-la com meus próprios olhos não me deixou tirar a foto direito.

 

Por fim, digo que de fato o provérbio é verdadeiro, quem tem boca vai a Roma sim, precisa é só tomar cuidado para não deixá-la cair no chão diante da imponência de monumentos milenares, como o Coliseu que corri para ver no mesmo dia:

 

cqIsZkOl.jpg

 

 E esse em azul sou eu, cansado, puído, sonolento, mas realizado.

 


  • TR763, MissedApproach, Renan SBBE and 5 others like this

#16 rbullara

rbullara
  • Usuários
  • 1,945 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio/Niterói
  • Data de Nascimento:14/08/1979

Posted 15 de April de 2018 - 15:44

Ricardo, há anos quero ir a Roma, mas ainda não tive oportunidade.
Agora em junho quero fazer algo pela Am. do Sul mesmo, por falta de tempo, mas quem sabe em outubro ou novembro.
Quem sabe ainda aproveito pra testar a Edelweiss aqui direto do Rio para ZRH. Estou louco pra testar, pois só ouvi elogios dela, e aproveito para passar uns dias em ZRH, pois tenho mtos amigos por lá.

#17 MissedApproach

MissedApproach
  • Usuários
  • 647 posts
  • Gender:Male
  • Location:Goiânia
  • Cidade/UF/País:Goiânia
  • Data de Nascimento:22/05/1984

Posted 15 de April de 2018 - 20:06

Mais um FR muito bom, obrigado por compartilhar!

#18 juliodias

juliodias
  • Usuários
  • 154 posts
  • Cidade/UF/País:sorocaba/sp/brasil
  • Data de Nascimento:30/05/1983

Posted 16 de April de 2018 - 15:55

Excelente FR. Parabéns!!





Also tagged with one or more of these keywords: swiss