Jump to content


Photo

US DoD oferece a MB via FMS,13 AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+””


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
4 replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,299 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 01 de June de 2018 - 02:04

Meus prezados
US DoD/Bell Helicópteros de Ataque AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+”/Análise: “US DoD oferece a MB via FMS, incluindo as modernizações dos aviônicos de bordo, 13 AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+””
NOTA DO PLANO BRASIL, por Gérsio Mutti: Plano Brasil (Parte 01)/ US DoD/Bell Helicópteros de Ataque AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+”/Análise: “US DoD oferece a MB via FMS, incluindo as modernizações dos aviônicos de bordo,  13 AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+””

No Plano de Obtenção de Capacidades Materiais do Plano Estratégico do Exército Brasileiro (EB) de 2016 a 2019 está previsto a criação de uma unidade de helicópteros de ataque.
Desde então vários modelos foram analisados e como já é de praxe no conjunto das FFAA, a Força Terrestre também é premida pelos sucessivos remanejamentos econômicos que a forçam a adiamentos da obtenção desses referidos meios de empregos bélicos.
Dentre os helicópteros analisados pelo EB o Bell Helicopter Textron AH-1W SuperCobra foi um deles e caso o EB viesse a se interessar pela aquisição, a princípio seria em número de 8 unidades.
No último “Encontro de Alto Nível entre Chefes Militares dos Exércitos do Brasil e dos EUA” (Bi-lateral Staff Talks Between the Brazilian and U.S. Army) ocorrido em 22/05/2018 no Fort Sam Houston, Texas, Exército Sul (South Army), com as presenças do anfitrião, Major-General Mark Stammer, Comandante e Estado Maior do Exército Sul dos EUA, e do convidado, General-de-Divisão William Georges Felippe Abrahão, também acompanhado do seu Estado Maior do Exército Brasileiro (EB), o Departamento de Defesa dos EUA (US Department of Defense (US DoD) ofereceu ao Exército Brasileiro 13 Bell Helicopters Textron AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+”,contemplando em mais 13 unidades, também da versão “PLUS+”, a Marinha do Brasil (MB)”, totalizando, portanto, 26 unidades.
Todos os 26 helicópteros de ataques, são de procedência do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos da América (US Marine Corps).
Dados de Projeto do Bell Helicopter Textron AH-1W SuperCobra ( https://pt.wikipedia...AH-1_SuperCobra ) / Fonte Wikipédia.
U.S.-Army-South.jpg
A versão “PLUS+” dos helicópteros de ataques AH-1W SuperCobra do US Marine Corps ofertadas a MB e também ao EB encontram-se atualmente estocados no AMARG ( The 309th Aerospace Maintenance and Regeneration Group – https://en.wikipedia...eneration_Group ) selados a vácuo, pois caso se faça necessário poderão retornar ao serviço ativo do US Marine Corps. Logo, conclui-se que são helicópteros que estão na Reserva Naval.
AMARG-helic%C3%B3pteros-AH-1W-Super-Cobr
Para que essa oferta pudesse se realizar a favor do Brasil, foi necessário pelas leis americanas que fosse aplicado a “Classificação EDA” (Excess Defense Articles) para que então viessem a ser ofertados ao Brasil.
Caso o Ministério da Defesa (MD) do Brasil os aceite, a aquisição de todos os 26 helicópteros será feita via FMS (Foreign Military Sales).
Antes de virem para o Brasil, todos os helicópteros serão colocados em perfeitas condições de voo incluindo as modernizações dos respectivos sistemas de aviônicos de bordo que serão realizadas na Cidade de San Antonio, Texas.
O transporte das aeronaves do território americano para o Brasil ficará sob a responsabilidade do Ministério da Defesa (MD).
No projeto desses helicópteros para atender o US Marine Corps, o turboshaft T700-GE401 da General Eletric (GE), recebeu uma “proteção extra contra corrosão marinha e foi adaptado para operar embarcado”.
Relação conexa entre aeronaves de asas rotativas: A Sikorsky Aircraft desenvolveu o Sikorsky S-70 no final dos anos 70 e a escolha do motor recaiu sobre o turboshaft T700-GE401 da General Eletric (GE), que vem a ser o mesmo do Bell AH-1 SuperCobra.   
Os Sikorsky S-70 são empregados pela MB na versão “B”. São as aeronaves SH-16 (Sikorsky S-70B) do Primeiro Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarinos (HS-1) da Força Aeronaval de São Pedro da Aldeia.
Dados de Projeto do Sikorsky S-70 ( https://pt.wikipedia...i/Sikorsky_S-70 ).
O Brasil poderá vir a operar os helicópteros de ataque Bell Helicopter Textron AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+” em número de 13 unidades no Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico” PHeM 140 com os seguintes diferenciais:
1) “Dois Turboshaft T700-GE401 da General Eletric (GE), que receberam proteções extras contra corrosões marinhas e foram adaptados para operarem embarcados” Roberto Caiafa (II);
O-turboshaft-T700-GE401-da-General-Eletr
2) “Sensor de detecção e marcação de alvos de visão noturna para os dois tripulantes usando avançada, combinação EO/IR (Electro-Optical/InfraRed) com FLIR (Forward Looking Infra-Red) do tipo NTSU (Night Targeting System to the U Configuration), avançadas Contramedidas Infravermelho (Decoys do tipo Flares e supressores de calor na exaustão dos motores) e Contramedidas Eletrônicas [Electronic Counter Measures  (ECM)]. Pode operar de dia ou à noite em qualquer condição climática” Roberto Caiafa (I);
NTSU.jpg
3) “Disponibilidade de armamentos mais capazes como Foguetes de 70 mm guiados a laser do tipo GATR-L (Guided Advanced Tactical Rocket – Laser), que poderão vir a ser empregados em um assalto anfíbio, pela sua precisão e letalidade” Roberto Caiafa (I); e
Foguetes-de-70-mm-guiados-a-laser-do-tip

HUD.jpg
4) “Amplo HUD (Head-Up Display)” Roberto Caiafa (I).
Numa atualização futura os painéis analógicos poderão ser trocados por um sistema com telas MFD (MultiFunction Displays) que reunirão todas as informações de navegação.

Fonte: Gérsio Mutti para site Plano Brasil 1 JUN 2018



#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,299 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 01 de June de 2018 - 02:37

Meus prezados
US DoD/Bell Helicópteros de Ataque AH-1W SuperCobra na versão”PLUS+”/Análise: “Análise comparativa entre custos e desempenhos em diversos combates entre o Helicópteros de Ataque Cobra e o Apache sob a ótica de dois ex-combatentes Marines (Fuzileiros Navais) americanos”
image002.jpg
Em primeiro plano um heli Super Cobra “Z” Viper, o mais moderno do USMC

Plano Brasil (Parte 02)/ US DoD/Bell Helicópteros de Ataque AH-1W SuperCobra na versão”PLUS+”/Análise: “Análise comparativa entre custos e desempenhos em diversos combates entre o Helicópteros de Ataque Cobra e Apache sob a ótica de dois ex-Combatentes Marines americanos”
<http://tecnodefesa.com.br/o-super-cobra-quer-fumar-sobre-a-terra-e-sobre-o-mar/>   Nota complementar do Plano Brasil, por Gérsio Mutti: Plano Brasil (Parte 02)/ US DoD/Bell Helicópteros de Ataque AH-1W SuperCobra na versão”PLUS+”/Análise: “Análise comparativa entre custos e desempenhos em diversos combates entre o Helicópteros de Ataque Cobra e Apache sob a ótica de dois ex-Combatentes Marines (Fuzileiros Navais) americanos”
<https://pt.wikipedia.../wiki/Sikorsky> Para a Marinha do Brasil (MB) será de grande valia o emprego o AH-1W SuperCobra na versão “PLUS+” no Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico PHeM 140, bem como para emprego no Navio Doca Multipropósito Bahia NDM 40.
Os helicópteros de ataque do Porta-Helicópteros ex-HMS Ocean L 12 eram da especificação WAH-64 Apache [ <https://en.wikipedia...AgustaWestland> Westland built 67 WAH-64 Apaches under license from Boeing ( Wikipédia – https://en.wikipedia...ng_AH-64_Apache)> )]. Atualmente, os ingleses operavam no Porta-Helicópteros ex-HMS Ocean L 12 os helicópteros de ataque WAH-64 na versão “D” Apache.
<https://pt.wikipedia.../wiki/Polegada> Seguem 2 comentários comparativos entre custos e desempenhos em combate entre o Cobra e o Apache sob a ótica de dois ex-Combatentes Marines americanos.
Por William Sayers (*)
<https://pt.wikipedia...M-114_Hellfire> “Primeiro, o Cobra tem cerca de 85% da capacidade do Apache a um custo muito menor. O Apache é mais caro que um F-16 e tem muito menos versatilidade. O Cobra, que é relativamente barato, é uma opção mais realista para voar em um ambiente de defesa aérea de alta ameaça (e, como demonstrou amplamente o Corpo de Aviação do Exército na batalha de Karbala Gap, quase todos os ambientes ameaçam um helicóptero). No Vietnã, quando os Cobras foram abatidos, outro helicóptero poderia carregar o pássaro quebrado (o Cobra) e levá-lo de volta à base, onde seria rapidamente consertado e devolvido ao estado de combate.
Isso pode ser um pouco mais difícil com um Zulu mais pesado e sofisticado, mas com certeza você não está fazendo isso com um Apache.
<https://pt.wikipedia...M-114_Hellfire> Em segundo lugar, o Cobra é realmente muito mais versátil. Em 2004, fui a uma conferência onde um Coronel do Exército mostrou um vídeo de ataques de helicópteros contra tanques iraquianos do ano anterior. Por acaso, praticamente todo o vídeo veio de Marines Cobras. O motivo? Quase todos os tanques estavam escondidos sob a cobertura (pontes, viadutos, etc.) Os Apaches do Exército não podiam atacar esses alvos porque o míssil Hellfire – o único míssil que eles carregavam – pegava um perfil balístico para atacar seu alvo a partir do topo. O que era impossível sob as circunstâncias. O Cobra, por outro lado, poderia carregar tanto o Hellfire, quanto o mais antigo TOW ATGM, que voa abaixo da linha de visão diretamente para o alvo. Novo helicóptero + novo míssil = falha. Helicóptero antigo + míssil antigo = sucesso. Quem é que gosta disso? Resumindo: o Cobra teve sucesso onde o Apache falhou porque era mais versátil, assumindo a condição de um vice-líder de aeronaves da Close Air Support e sendo apenas um matador de tanques de alta tecnologia de missão única.” (*) William Sayers, ex-Combatente, EUA, 27/02/2017 ( Quora – https://www.quora.co...obras-Viper-att ack-helicopters-instead-of-AH-64-Apaches ); e
Por Chris Terrazas (**)
<https://pt.wikipedia...M-114_Hellfire> “Custo, é simples assim. O Apache custa quase o dobro do Cobra: Bell AH-1Z Zulu vs Boeing AH-64 Apache. É o que o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA escolheu comprar, e é com isso que eles estão trabalhando. Pessoalmente, o Apache tem alguns aspectos melhores; o Apache está focado no rastreamento de radar enquanto o Cobra utiliza o FLIR (Forward Looking Infrared). Além disso, outro aspecto claro é que o Corpo de Fuzileiros Navais queria comprar um helicóptero que foi melhor projetado para navios e operações anfíbias. O Cobra, por acaso, pode dobrar as lâminas com facilidade e ser armazenado de forma mais compacta que o Apache (***). Além disso, a munição que o Cobra usa combina com outras aeronaves que a Marinha e o Corpo de Fuzileiros Navais usam em suas contrapartes de asa fixa. O Corpo de Fuzileiros Navais tem o orçamento mais baixo de todos os ramos militares, no entanto, isso não nos impede de fornecer resultados premium.” (**) Chris Terrazas, ex-Sargento do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, 27/02/2017 ( Quora – https://www.quora.co...hes#MoreAnswers ).
<https://pt.wikipedia...M-114_Hellfire> (***) O modelo destinado a MB vem a ser o Bell AH-1″W” Plus+ SuperCobra de duas lâminas. Propulsão: 2 motores turboshaft General Electric T700-GE-401C com potência de 1 690 hp (1.260 kW). O Cobra a que o ex-Sargento Terrazas se refere é o Bell AH-1″Z” Viper de 4 lâminas sendo 2 retráteis (vide foto abaixo). Propulsão: 2 motores turboshaft General Electric T700-GE-401C com potência de 1 800 hp (1.340 kW). Em ambas as versões os motores são os mesmos e as potências são equivalentes.
Fonte: Gérsio Mutti para site Plano Brasil 1 JUN 2018
Não obstante ser interessante esta comparação entre o Bell AH-1 “W” Super Cobra e o WAH-64  versão “D” Apache, apresento-lhes a versão mais moderna do Bell AH-1 “W” – o Bell AH-1 “Z” Viper para uma comparação.
http://forum.contato...zileiros-navais

O Helicóptero Bell AH-1W Plus+Super Cobra é quase um Helicóptero Bell AH-1Z Viper. Quase...


Edited by jambock, 01 de June de 2018 - 02:42 .


#3 T-6D

T-6D
  • Usuários
  • 2,454 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBLS
  • Cidade/UF/País:Lagoa Santa/MG/Brasil
  • Data de Nascimento:31/07/1970

Posted 01 de June de 2018 - 19:09

Caro Jambock , este topico está sendo debatido aqui :http://forum.contato...-1w-supercobra/



#4 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,299 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 01 de June de 2018 - 21:19

Caro Jambock , este topico está sendo debatido aqui :http://forum.contato...-1w-supercobra/

Prezado T-6D

Ocorre, smj, neste tópico estão as informações referente à Marinha do Brasil - Corpo de Fuzileiros Navais. No outro, as referentes ao Exército.



#5 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,299 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 03 de June de 2018 - 16:19

Meus prezados

Helicóptero de Ataque Bell AH-1W Super Cobra – Análise Técnica

Fonte: site Arte da Guerra