Jump to content


Photo

Embraer busca clientes para o Super Tucano na Europa


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
1 reply to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,912 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 09 de June de 2018 - 14:06

Meus prezados

Em sequencia a  http://forum.contato...a-primeira-vez/

Embraer busca clientes para o Super Tucano na Europa

A Embraer está em busca de seu primeiro cliente na Europa para o turbo-hélice de ataque leve A-29 Super Tucano (EMB-314), revelou um executivo da empresa nesta semana ao site Jane’s 360.

Falando durante uma conferência de assuntos militares em Londres (SMi Close Air Support), Simon Johns, vice-presidente de vendas da Embraer na Europa e Norte da África, disse que o Super Tucano pode ser oferecido na Europa com armamentos fabricados no continente como uma alternativa de baixo custo para aviões a jato e helicópteros de ataque.

A Embraer sugeriu a Ucrânia como uma das nações que poderiam adquirir o Super Tucano, já que é um país que carece de financiamento para a compra de novas aeronaves de combate e encontraria do modelo brasileiro uma opção acessível e com um considerável poder de combate.

Para tornar o Super Tucano mais atrativo na Europa, a Embraer está oferecendo alguns aprimoramentos à aeronave. Como citou Johns, as mudanças “incluem a integração de munições antitanque, como o míssil Hellfire da Lockheed Martin, que já está no roteiro da aeronave, bem como foguetes guiados a laser”.

“Há cenários em que o Super Tucano, operando em um campo de batalha com um sistema de defesa aérea benigno ou semi-degradado no lado oposto, poderia realizar a missão de destruir tanques que foi largamente deixada para helicópteros de ataque até agora.”

Para cumprir esse tipo de missão, o Super Tucano agora possui um receptor de aviso de radar (que avisa quando o avião é detectado por um radar) e sistema de alerta de aproximação de missões desenvolvido para um ambiente de maior ameaça no teatro europeu.

Além do Brasil, o Super Tucano é empregado atualmente pelas forças aéreas de outros 12 países nas Américas, África, Ásia e Oriente Médio.

Fonte: Thiago Vinholes para portal AIRWAY via CECOMSAER 9 JUN 2018


Edited by jambock, 11 de June de 2018 - 14:17 .


#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,912 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 10 de June de 2018 - 16:41

Meus prezados
Embraer lança o A-29 Super Tucano na Europa
OA-X-Super-Tucano-A-29-4-e1502391133278-
Embraer A-29 Super Tucano

O Jane’s informa que a Embraer quer garantir seu primeiro cliente europeu para o turboélice de ataque leve EMB-314/A-29 Super Tucano, segundo um funcionário da empresa em 7 de junho.
Falando na conferência SMi Close Air Support (CAS) em Londres, o vice-presidente de vendas da Embraer na Europa e Norte da África, Simon Johns, disse que o Super Tucano poderia ser equipado armas aéreas europeias com uma alternativa de baixo custo para jatos e helicópteros em suas missões.
A Embraer também apontou para nações como a Ucrânia, que carecem de financiamento para uma nova aeronave de combate, e que considerariam o Super Tucano uma opção acessível que acrescentaria considerável poder de combate. Além disso, a capacidade do Super Tucano de operar próximo à linha de frente torna-o ágil e flexível o suficiente para responder aos eventos em tempo hábil.
Como parte desse impulso para a Europa, a Embraer está oferecendo alguns aprimoramentos à aeronave padrão. Como Johns observou, as mudanças “incluem a integração de munições antitanque dedicadas, como o míssil Hellfire da Lockheed Martin (AGM-114), que já está no roteiro da aeronave, bem como foguetes guiados a laser.
“Há cenários em que o Super Tucano, operando em um campo de batalha com um sistema de defesa aérea benigno ou semi-degradado no lado oposto, poderia realizar a missão de destruir tanques, missão largamente deixada para helicópteros armados até agora.”
Em função de estar equipado para realizar essas missões, o Super Tucano agora tem um receptor de alerta radar (RWR) e sistema de alerta de aproximação de mísseis (MAWS) em desenvolvimento para um ambiente de maior ameaça no teatro europeu.
A-29-external-stores.jpg
Cargas externas do A-29 (clique na imagem para ampliar)

A-29-Cockpit.jpg
Cockpit do A-29
Fonte: site Poder Aéreo 8 JUN 2018