Jump to content


Photo

Para reconquistar o corporativo, Latam irá reconfigurar frota doméstica


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
150 replies to this topic

#21 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,282 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 29 de June de 2018 - 21:06

Primeiro, eu duvido que a LTM vá fazer uma versão A320 (e 21) Neo pro Chile diferente do Brasil. Segundo, Business Regional específica pra voos no Mercosul, idem. Muito provavelmente vão adotar algo semelhante ao IAG/ LH Group.

 

Poltronas Recaro, 06 primeiras fileiras com 34", que poderão ser Conforto nos voos domésticos, e Premium com o assentos do meio bloqueado e serviço melhor, nos voos regionais.

E as 24 fileiras restantes com 28", encosto bloqueado, pra competir com as LCCs, JetSmart/Sky no Chile e G3 aqui, já que está optou por 186 em toda frota de 738/M8.

Claro que tem as saídas de emergência fora dos dois padrões.

 

 

Na LH são 06 Y+32" e 24Y 29", na verdade tem uns quebradinhos, e nem todas as fileiras são iguais, muito menos largura de assentos.

 

Officially the seat pitch in Business is 31.8 inches (81 cm).

 

The official seat pitch in Lufthansa’s A320neo Economy cabin is 29.1 inches (74 cm).

 

https://airwaysmag.com/traveler/lufthansa-first-airbus-a320neo-flight/

 

lufthansa-a320neo-seat-map.jpg

 

 

São 30 fileiras, não existem 13 e 17.

 

Pra aumentar o pitch das primeiras 6 fileiras tem que sair uma fileira antes da 10. Pra compensar atrás, vai entrar mais 1 fileira entre 14 e 30.  Eram 18 fileiras x 29.1" = 523.8 /19 = 27.6". Socorro!


Edited by TheJoker, 29 de June de 2018 - 21:09 .


#22 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,282 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 29 de June de 2018 - 21:15

Com certeza tem que deslocar as fileiras da emergência pra frente, 10, 11 e 12. E todas as LLCs latinoamericanas vão usar com 186 Y.


Edited by TheJoker, 29 de June de 2018 - 21:18 .


#23 leelatim

leelatim
  • Usuários
  • 9,580 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:25/01/1977

Posted 30 de June de 2018 - 15:26

Mas pelo que entendi não tem nada disso de executiva Latam Brasil, somente algumas fileiras com mais conforto,segundo Jerome , na reportagem acima...acredito que todos os toaletes irão para dentro das galleys, liberando a instalação de 2 fileiras a mais,para compensar a fileira que será retirada entre a porta principal e a saída nas janelas

#24 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 18,229 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 30 de June de 2018 - 18:08

Rapaz.. 28" na Economy é apertado. Deveria ter uma norma mínima para impedir isso. E se há a norma, precisa ser revista, por questões ergonômicas e até mesmo de segurança.

 

Não adianta tentar forçar a baixar o CASK dando joelhada no passageiro da frente...


  • MissedApproach likes this

#25 Mayday

Mayday
  • Usuários
  • 874 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São paulo/Brasil
  • Data de Nascimento:20/11/1992

Posted 30 de June de 2018 - 18:59

Apertado desse jeito só conheço a Spirit Airlines. Até a Easyjet trabalha com 29" (full Y, com 186 assentos)

#26 MR. STAR

MR. STAR
  • Usuários
  • 1,042 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília, DF, Brasil
  • Cidade/UF/País:Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Data de Nascimento:10/10/1966

Posted 30 de June de 2018 - 20:24

Esse efeito ioió é um saco!

 

Aumenta o número de assentos, diminui o número de assentos, aumenta o número de assentos...

 

- Gol era apertada, equipamentos Anac D e E; retirou assentos, virou Anac A e B, fez propaganda e conquistou o corporativo; aumentou número de assentos, virou Anac C e começa a perder parte do corporativo...

 

- Latam era mais corporativa com equipamentos confortáveis e executiva regional; vieram os chilenos e transformaram tudo em "lata de sardinha" (mas sardinha, pelo menos, vai deitada...) Anac C para baixo, perdendo o corporativo; agora quer recuperar... (não perder é mais importante e fácil que tentar recuperar...). 

 

Falando de Latam, duvido que mudem... Os chilenos são que nem barata com DDT... ficam rodopiando sem saber para onde ir... Falam muito, mas fazem pouco...

 

Primeiro, eu duvido que a LTM vá fazer uma versão A320 (e 21) Neo pro Chile diferente do Brasil. Segundo, Business Regional específica pra voos no Mercosul, idem. Muito provavelmente vão adotar algo semelhante ao IAG/ LH Group.

 

Poltronas Recaro, 06 primeiras fileiras com 34", que poderão ser Conforto nos voos domésticos, e Premium com o assentos do meio bloqueado e serviço melhor, nos voos regionais.

E as 24 fileiras restantes com 28", encosto bloqueado, pra competir com as LCCs, JetSmart/Sky no Chile e G3 aqui, já que está optou por 186 em toda frota de 738/M8.

Claro que tem as saídas de emergência fora dos dois padrões.

 

 

Na LH são 06 Y+32" e 24Y 29", na verdade tem uns quebradinhos, e nem todas as fileiras são iguais, muito menos largura de assentos.

 

Officially the seat pitch in Business is 31.8 inches (81 cm).

 

The official seat pitch in Lufthansa’s A320neo Economy cabin is 29.1 inches (74 cm).

 

https://airwaysmag.com/traveler/lufthansa-first-airbus-a320neo-flight/

 

lufthansa-a320neo-seat-map.jpg

 

 

São 30 fileiras, não existem 13 e 17.

 

Pra aumentar o pitch das primeiras 6 fileiras tem que sair uma fileira antes da 10. Pra compensar atrás, vai entrar mais 1 fileira entre 14 e 30.  Eram 18 fileiras x 29.1" = 523.8 /19 = 27.6". Socorro!


Edited by MR. STAR, 30 de June de 2018 - 20:26 .

  • Landing and F-GSPN like this

#27 Ariomester

Ariomester
  • Usuários
  • 52 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Belo Horizonte/MG/Brasil
  • Data de Nascimento:01/01/1500

Posted 30 de June de 2018 - 20:47

A Latam tá tão queimada que até o passageiro que viaja a lazer tem preferido a concorrência, algo inimaginável nos últimos anos. Digo isso não só por mim, mas pelo que tenho ouvido de alguns amigos.

 

No começo desse mês mesmo fiz um CGH-SDU e fiquei com pena da empresa. Avião com aspecto de sujo, poltronas com o couro muito desgastado. Serviço de bordo só com água. E no banheiro, nem sabonete pra lavar as mãos tinha! A única coisa boa foi que queimei os últimos pontos que tinha no Multiplus...

 

 

Em março a gente fez GRU-CNF saindo (em tese) 21h, mas o A319 só saiu às 2214h porque fomos todos embarcados mas ficamos esperando o comandante da aeronave chegar. Pelo que disseram, o comandante que estava até aquela hora já tinha chegado no limite de horas de trabalho, foi embora e ficamos mais de uma hora esperando embarcados numa remota de GRU: com todos os comissários, o copiloto e mais um pessoal de solo trocando ideia no cockpit. Só quando o cmte substituto chegou que disseram que era ele que estava faltando. Isso não compromete a segurança do voo, mas certamente causa uma impressão grande de desorganização. Imprevistos acontecem, mas é também parte da gestão da empresa prever e minimizar os efeitos destes imprevistos.

 

O interior da aeronave estava como o colega disse: tudo muito desgastado, com aparência de velho e o serviço de bordo só água para quem pedisse. 


  • AndréCabral likes this

#28 thgsr08

thgsr08
  • Usuários
  • 517 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:BH/MG/BR
  • Data de Nascimento:18/02/1989

Posted 01 de July de 2018 - 07:27

Eu só acho engraçado que todo mundo reclama, dai anunciam mudanças, porém é tarde demais. Qualquer problema por mais simples que seja, vira motivo pra denegrir e desmerecer o trabalho de uma empresa e não falo só em serviços de transporte não, falo em qualquer área. 

O simples fato de querer mudar pra melhor já não seria algo a ser comemorado? Já não são raras as vezes em que ouvimos que "brasileiro tem produto melhorado pra atender melhor o cliente e blablabla..."? As vezes deixar o ceticismo de lado e aguardar as alterações pra depois opinar faz bem, mas não... as palavras de ordem são sempre negativas, principalmente quando se trata de produtos brasileiros, que pro próprio brasileiro, são os piores do mundo, quando na realidade não são.

Voltando as aéreas, não acho que a G3 oferece um produto melhor pro corporativo não. Na verdade, acho que ela oferece o pior pra qualquer tipo de publico. Ela ganha é no beneficio e nos serviços diferenciados, mas nada surreal que qualquer outra não possa fazer. E o que acontece? O corportativo não pensa duas vezes e migra pro que melhor atende e pronto. Ninguém tá preocupado se é G3, LA, AD, O6 ou Norwergian.

No mais, reclamam das condições dos aviões, mas os usuários somos nós. Se está todo quebrado, soltando, aparecendo pedaço, com banco rasgado, com certeza não foi a empresa aérea que fez isso. "Ah, mas tem que tirar da frota e arrumar!" - porquê aeronave sobrando é "mato" e dinheiro também. Não tem jeito de investir grana em um produto TOP de altissima qualidade quando o passageiro que você carrega acha que "pagou, vira dono" e quebra e destroi tudo não. Eu não investiria. Um produto barato com vida útil de 5 anos é muito mais benéfico pra quem lida com esse tipo de público pras aéreas.

E quem sai perdendo? Quem sabe apreciar um bom produto/serviço, e a empresa que fica taxada como economica e porca.



#29 PT-WRT

PT-WRT
  • Usuários
  • 572 posts
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:24/01/1958

Posted 01 de July de 2018 - 14:29

Eu só acho engraçado que todo mundo reclama, dai anunciam mudanças, porém é tarde demais. Qualquer problema por mais simples que seja, vira motivo pra denegrir e desmerecer o trabalho de uma empresa e não falo só em serviços de transporte não, falo em qualquer área. 
O simples fato de querer mudar pra melhor já não seria algo a ser comemorado? Já não são raras as vezes em que ouvimos que "brasileiro tem produto melhorado pra atender melhor o cliente e blablabla..."? As vezes deixar o ceticismo de lado e aguardar as alterações pra depois opinar faz bem, mas não... as palavras de ordem são sempre negativas, principalmente quando se trata de produtos brasileiros, que pro próprio brasileiro, são os piores do mundo, quando na realidade não são.
Voltando as aéreas, não acho que a G3 oferece um produto melhor pro corporativo não. Na verdade, acho que ela oferece o pior pra qualquer tipo de publico. Ela ganha é no beneficio e nos serviços diferenciados, mas nada surreal que qualquer outra não possa fazer. E o que acontece? O corportativo não pensa duas vezes e migra pro que melhor atende e pronto. Ninguém tá preocupado se é G3, LA, AD, O6 ou Norwergian.
No mais, reclamam das condições dos aviões, mas os usuários somos nós. Se está todo quebrado, soltando, aparecendo pedaço, com banco rasgado, com certeza não foi a empresa aérea que fez isso. "Ah, mas tem que tirar da frota e arrumar!" - porquê aeronave sobrando é "mato" e dinheiro também. Não tem jeito de investir grana em um produto TOP de altissima qualidade quando o passageiro que você carrega acha que "pagou, vira dono" e quebra e destroi tudo não. Eu não investiria. Um produto barato com vida útil de 5 anos é muito mais benéfico pra quem lida com esse tipo de público pras aéreas.
E quem sai perdendo? Quem sabe apreciar um bom produto/serviço, e a empresa que fica taxada como economica e porca.


Seu comentário inverte a logica da coisa.... Como se a empresa pagasse os consumidores para voar e as mudancas nao fossem resultado da perda de demanda e sim de um Cortesia da empresa para os passageiros..
  • Carajato, PTN4769, SQ-GRU and 9 others like this

#30 Boeing_Rules

Boeing_Rules
  • Usuários
  • 630 posts
  • Gender:Male
  • Location:Dubai
  • Interests:Aviação Civil , Civil Aviation
  • Cidade/UF/País:Dubai
  • Data de Nascimento:09/08/1988

Posted 05 de July de 2018 - 02:58

Confirma Apex suite na C ???? Como já foi dito acima é um excelente produto e um dos melhores assentos Business atualmente , porém como o colega mencionou por aqui é tudo muito lento e até terminarem de retroflitar já vai ser um produto defasado ... incrível a inércia que a LTM tem no quesito hard product e soft product !!
Quanto a familia A320 eu acredito que precisa de uma completa atenção do grupo , os aviões estão literalmente caindo aos pedaços , da vergonha ver bins com fita tape , tomadas penduradas , assentos quebrados e por ai vai ... Precisa sim de uma Y+ nas primeiras fileiras que seja verdadeiramente um classe diferenciada , com divisão física de cabine seja por cortina ou anteparo , com assento e pitch diferenciado . Eu cheguei a fazer um projeto utilizando como base  Sogerma celeste da Stelia Aerospace(tentei postar a foto mas não consegui) que por não ter um sistema de reclino diferenciado aproveitaria mais aumentaria o ganho de espaço na cabine narrow e inclusive esses assentos podem ser adaptados para serem dispostos em 3 x 3 assim teríamos 100% dos assentos disponíveis para venda com um nível de conforto bem superior a famigerada business europeia com o assento do meio bloqueado .... 
Porém a minha ideia creio que não agradou muito ....



#31 thgsr08

thgsr08
  • Usuários
  • 517 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:BH/MG/BR
  • Data de Nascimento:18/02/1989

Posted 05 de July de 2018 - 09:43

Seu comentário inverte a logica da coisa.... Como se a empresa pagasse os consumidores para voar e as mudancas nao fossem resultado da perda de demanda e sim de um Cortesia da empresa para os passageiros..

 

Não. 

O gasto de um produto de primeira qualidade pra um tipo de usuário que não tem o minimo de educação pra utiliza-lo não vale a pena. E é por isso que vemos retrofit de 5 em 5 anos por um produto de qualidade inferior, pq o custo das reformas é "repassado" de alguma forma nos preços, e se fossem carissimos, o preço subiria consideravelmente.

Agora, não podemos confundir a qualidade do material do produto com o produto em si. O que ela oferece atualmente, realmente é muito aquém do que qualquer outra oferece em termos de conforto, isso DEVE mudar. Já o acabamento, os materiais utilizados e etc, acho dificil ser de primeira qualidade.

 

Falando em qualidade, alguem tem foto da situação dos assentos da C nos A332 da AD? Só como comparativo mesmo...


Edited by thgsr08, 05 de July de 2018 - 09:44 .


#32 SQ-GRU

SQ-GRU
  • Usuários
  • 2,473 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:27/07/1988

Posted 05 de July de 2018 - 11:49

 

Não. 

O gasto de um produto de primeira qualidade pra um tipo de usuário que não tem o minimo de educação pra utiliza-lo não vale a pena. E é por isso que vemos retrofit de 5 em 5 anos por um produto de qualidade inferior, pq o custo das reformas é "repassado" de alguma forma nos preços, e se fossem carissimos, o preço subiria consideravelmente.

Agora, não podemos confundir a qualidade do material do produto com o produto em si. O que ela oferece atualmente, realmente é muito aquém do que qualquer outra oferece em termos de conforto, isso DEVE mudar. Já o acabamento, os materiais utilizados e etc, acho dificil ser de primeira qualidade.

 

Falando em qualidade, alguem tem foto da situação dos assentos da C nos A332 da AD? Só como comparativo mesmo...

 

Mas esse é justamente o ponto.

 

A LTM perdeu espaço no corporativo por acreditar em premissas como a sua: investir não vale a pena, ninguém paga por mais espaço, não vou criar um embarque prioritário, não vou dar uma franquia de bagagem generosa para meus clientes fiéis, não compensa abrir sala vip, investir em um assento confortável e de aspecto visual bom é oneroso.

 

Se esse é o posicionamento da empresa, não vejo problema algum. Se existe foco e estratégia, acho válido ignorar parte do mercado e focar no seu nicho mais forte.

 

 

Agora falar que quer reconquistar o mercado corporativo sem inovar, investir e fazer mais do que a concorrência?! Me poupe.... o que ela diz que fará é ainda menos do que a concorrência já faz. Quem quer reconquistar o mercado tem que ir além, tem que ao menos copiar bem a concorrência.

 

 

Você diz que a G3 oferece o pior produto para o Corporativo. Por quê? É irônico o cara que fala que todo mundo só sabe criticar a empresa por querer mudar, mas ao mesmo tempo critica outra sem explanar o que está por trás disso. Eu desconheço um aspecto da LTM de hoje que seja mais direcionado ao público corporativo do que a concorrência....


  • A340-600, x-varigvinny, Boeing_Rules and 4 others like this

#33 trichesjr

trichesjr
  • Usuários
  • 7 posts
  • Cidade/UF/País:brasilia/df/brasil
  • Data de Nascimento:27/11/1978

Posted 05 de July de 2018 - 12:33

A gol inovou oferecendo poltronas com mais espaço para as pernas. Porém, ainda acho que há mercado para algo próximo a uma classe executiva para vôos curtos, com mais espaço para os ombros. A JAL oferece, em seus 737 configurados para vôos regionais, assentos com a configuração 3 x 2 nas primeiras fileiras o que, na minha opinião, seria mais que suficiente para os vôos operados no Brasil (na sua maioria entre 45 minutos e 2:30).

Com esta configuração nas primeiras fileiras, iria ser garantido espaço adicional para as pernas e ombros. Para cada fileira haveria a diminuição de apenas 1 assento (de 6 para 5). Porém, acredito que tal produto poderia ser ofertado com preço superior e acho que há publico para isso.

Para quem tiver curiosidade, aqui há um review sobre a classe J regional com esta configuração, com fotos: https://www.ausbt.co...-itm-nrt-review

 

Abçs

1500,1500-5581fc14240c409f98713011767f22

1500,1500-5581fc14240c409f98713011767f22


  • PaxPoa and Stabilizer Motion like this

#34 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,282 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 05 de July de 2018 - 12:57

A G3 encomendou em nov17 pra começar a receber em mai18, as novas poltronas Recaro, até que foi rápida a entrega.

 

https://www.recaro-a...s-aircraft.html

 

https://www.recaro-a...rom-recaro.html

 

A JJ só vai retrofitar em meados de 2019, então nem deve ter fechado a compra ainda. A J dos 77W provavelmente sim, pois leva mais tempo pra fabricar e entregar. Um ano passa rápido. 



#35 HudA3

HudA3
  • Usuários
  • 1,224 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:conxixina
  • Data de Nascimento:01/01/1900

Posted 05 de July de 2018 - 16:13

Desculpe, mas a gol não invocou em nada, ela apenas seguiu o que estava dando certo em outras empresas.

#36 thgsr08

thgsr08
  • Usuários
  • 517 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:BH/MG/BR
  • Data de Nascimento:18/02/1989

Posted 05 de July de 2018 - 16:47

 

Mas esse é justamente o ponto.

 

A LTM perdeu espaço no corporativo por acreditar em premissas como a sua: investir não vale a pena, ninguém paga por mais espaço, não vou criar um embarque prioritário, não vou dar uma franquia de bagagem generosa para meus clientes fiéis, não compensa abrir sala vip, investir em um assento confortável e de aspecto visual bom é oneroso.

 

Se esse é o posicionamento da empresa, não vejo problema algum. Se existe foco e estratégia, acho válido ignorar parte do mercado e focar no seu nicho mais forte.

 

 

Agora falar que quer reconquistar o mercado corporativo sem inovar, investir e fazer mais do que a concorrência?! Me poupe.... o que ela diz que fará é ainda menos do que a concorrência já faz. Quem quer reconquistar o mercado tem que ir além, tem que ao menos copiar bem a concorrência.

 

 

Você diz que a G3 oferece o pior produto para o Corporativo. Por quê? É irônico o cara que fala que todo mundo só sabe criticar a empresa por querer mudar, mas ao mesmo tempo critica outra sem explanar o que está por trás disso. Eu desconheço um aspecto da LTM de hoje que seja mais direcionado ao público corporativo do que a concorrência....

 

Você não está entendendo, estou falando do produto ASSENTO apenas, não estou falando do produto "beneficio" pra coorporativo, não citei serviço e muito menos  area vip e embarque prioritário. De onde saiu isso tudo? Não teve pluralidade na minha fala, foi um produto especifico e por citar qualidade de materiais e acabamento eu só poderia estar falando da aeronave, aspectos tangíveis do serviço. E sim, o produto que G3 oferece é passivel de critica por que ela já existe, é real. Mesmo assim é louvável ela oferecer um serviço que nenhuma outra ofereça, do jeito dela. Agora, criticar algo que nem existe, como pode? Eu só posso criticar ou elogiar algo que já tenha experimentado e por isso posso dizer que pra mim a G3 não oferece o melhor serviço pra nenhum tipo de publico, mas isso é uma opinião pessoal e nem estou aqui pra fazer ninguém tomar a minha opinião como regra. É baseado em experiências pessoais, que me levaram a tê-la como ultima escolha de compra. Mas sei também que existem pessoas que estão satisfeitissimas com o serviço oferecido por ela... 



#37 trichesjr

trichesjr
  • Usuários
  • 7 posts
  • Cidade/UF/País:brasilia/df/brasil
  • Data de Nascimento:27/11/1978

Posted 05 de July de 2018 - 18:08

Desculpe, mas a gol não invocou em nada, ela apenas seguiu o que estava dando certo em outras empresas.

Realmente ela não inovou em relação a outras empresas, apenas em relação ao seu produto original. Mas o resultado, ao meu ver, foi satisfatório.



#38 SQ-GRU

SQ-GRU
  • Usuários
  • 2,473 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:27/07/1988

Posted 05 de July de 2018 - 18:15

 

 Eu só posso criticar ou elogiar algo que já tenha experimentado e por isso posso dizer que pra mim a G3 não oferece o melhor serviço pra nenhum tipo de publico, mas isso é uma opinião pessoal e nem estou aqui pra fazer ninguém tomar a minha opinião como regra. É baseado em experiências pessoais, que me levaram a tê-la como ultima escolha de compra. Mas sei também que existem pessoas que estão satisfeitissimas com o serviço oferecido por ela... 

 

 

Eu só acho engraçado que todo mundo reclama, dai anunciam mudanças, porém é tarde demais. Qualquer problema por mais simples que seja, vira motivo pra denegrir e desmerecer o trabalho de uma empresa e não falo só em serviços de transporte não, falo em qualquer área. 

O simples fato de querer mudar pra melhor já não seria algo a ser comemorado? Já não são raras as vezes em que ouvimos que "brasileiro tem produto melhorado pra atender melhor o cliente e blablabla..."? As vezes deixar o ceticismo de lado e aguardar as alterações pra depois opinar faz bem, mas não... as palavras de ordem são sempre negativas, principalmente quando se trata de produtos brasileiros, que pro próprio brasileiro, são os piores do mundo, quando na realidade não são.

 

 

Então só você pode compartilhar o seu descontentamento com os serviços e estratégias de uma empresa aérea? Nós temos que sentar e esperar a companhia aérea dizer "Pronto! Agora eu ofereço um serviço top!" antes de poder falar algo? Entendi......



#39 SQ-GRU

SQ-GRU
  • Usuários
  • 2,473 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:27/07/1988

Posted 05 de July de 2018 - 18:19

Desculpe, mas a gol não invocou em nada, ela apenas seguiu o que estava dando certo em outras empresas.

 

Mas nem um Santinho ela invocou?? rsrs

 

 

Me fala uma empresa aérea brasileira que tem wi-fi a bordo, sala vip, remarcação e utilização de crédito de vôos no aplicativo, check in com reconhecimento facial, bagageiros exclusivos?

 

 

Porque se a resposta for "Ahhh, mas fora do Brasil já tinha!", então ninguém nunca fez nada por aqui. Todo mundo copiando a KLM desde sempre.....


  • A340-600, x-varigvinny, GILMARM and 2 others like this

#40 thgsr08

thgsr08
  • Usuários
  • 517 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:BH/MG/BR
  • Data de Nascimento:18/02/1989

Posted 05 de July de 2018 - 21:05

 

 

 

Então só você pode compartilhar o seu descontentamento com os serviços e estratégias de uma empresa aérea? Nós temos que sentar e esperar a companhia aérea dizer "Pronto! Agora eu ofereço um serviço top!" antes de poder falar algo? Entendi......

 

Não, muito pelo contrário, todo mundo pode opinar, DESDE QUE JÁ TENHA EXPERIMENTADO O SERVIÇO e nesse caso, dizer que é tarde demais, que vai ser ruim, que tá queimada, que não vai se equiparar a cia X, Y ou Z não tem mérito. Não to entendendo sua dificuldade em entender uma opinião que seja diferente da sua.

 

Pelo que foi noticiado, não da pra prever nada. Perdeu clientes no corporativo? Perdeu. Tá em tempo de recuperar? Sempre tá. Tem instrumentos necessários pra isso? Vários. Vai recuperar? Vai funcionar? Vai dar certo? Só o tempo vai responder. Só não vejo necessidade de ficar bancando a "Mãe Dinah" e prever fracasso no negócio.


  • A350XWB likes this