Jump to content


Photo

Novo terminal do Aeroporto de Macapá começa a operar em dezembro


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
22 replies to this topic

#21 Silva

Silva
  • Usuários
  • 1,064 posts
  • Gender:Male
  • Location:Rio Branco -Ac
  • Cidade/UF/País:Rio Branco/Acre/Brasil
  • Data de Nascimento:18/01/1973

Posted 08 de July de 2018 - 11:44

Muito bom também que esse terminal de Macapá terá pontes de embarque. Numa região extremamente quente e chuvosa como a nossa, fingers não são luxo. O terminal de Rio Branco passou (ainda passa!) por uma reforma grande, ampliou-se o piso superior para instalar área administrativa da INFRAERO, mas não foi instalada pontes de embarque.


 



#22 Landing

Landing
  • Usuários
  • 11,696 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:br
  • Data de Nascimento:06/06/1966

Posted 08 de July de 2018 - 16:12

O terminal de Rio Branco passou (ainda passa!) por uma reforma grande, ampliou-se o piso superior para instalar área administrativa da INFRAERO, mas não foi instalada pontes de embarque.

retratos de uma estatal que investe em servidores e não em clientes!



#23 Beto Holder

Beto Holder
  • Usuários
  • 1,018 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo - SP
  • Cidade/UF/País:Recife/PE
  • Data de Nascimento:18/11/1972

Posted 08 de July de 2018 - 19:12

Bem, a história não é bem essa ai... se fosse pela Infraero esse aeroporto iria demorar muito mais pra sair. A verdade é que não esta sendo dado mérito ao verdadeiro responsável por isso ter andado, o administrador judicial da falência da Construtora Beter:

 

EU

 

Se eu não tivesse costurado um acordo, mesmo com a Infraero sendo contra, a obra ainda estaria parada e teria de haver uma nova licitação, que levaria o término da obra pra pelo menos mais uns 3, 4 anos. Ela queria o cancelamento da licitação e abertura de uma nova por conta da falência da Beter, controladora da WVG, e eu bati o pé e falei que a participação da WVG poderia ser transferida pra uma outra Construtora que tivesse o acervo técnico suficiente para tocar a obra. Caso seguisse a Infraero, haveriam prejuízos tanto pra coletividade, quanto pra massa falida e para a própria Infraero. Um dia farão jus ao trabalho que tive para costurar isso ai, esse acordo, que levou a venda da participação para a Dan Hebert, ao prosseguimento imediato da obra e a entrada de valores na massa para pagamento dos seus credores.

 

Abraço


  • Sílvio Melo Junior likes this