Jump to content


Photo

Jetblue anuncia compra de 60 Airbus A220

JetBlue Airbus A220

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
63 replies to this topic

#41 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,666 posts
  • Gender:Male
  • Location:PR
  • Cidade/UF/País:PI
  • Data de Nascimento:29/03/1980

Posted 11 de July de 2018 - 20:31

Não existe Airbus + Bombardier. Assim como não vai existir Boeing + Embraer.
A Airbus terá duas novas aeronaves em seu catálogo: o A-220-100 e o A-220-300. A Bombardier continuará com seus CRJs e os jatos executivos.
A Boeing terá mais três aviões em seu catálogo: o 7x7-175 (se é que ela dará continuidade a esse modelo), o 7x7-190 e o 7x7-195. A Embraer ficará com os jatos executivos e a linha militar. 
A Bombardier e a Embraer que se virem com o que lhes vai restar.

Discordo aí, na questão do CS houve a venda do projeto e a Airbus assumiu daqui pra frente.
Na Embraer a linha E Jet será feita pela JV entre as duas. Não houve venda do projeto nem a Embraer ficará apenas com a linha executiva e militar.

Comparar o progresso entre projeto CS e EJ é complicado. O primeiro era deficitário e de futuro incerto, o segundo já maduro e com nova geração de sucesso promissor já saindo do forno.
Isso até a Airbus dar o xeque mate é bagunçar todo o tabuleiro do comércio aeronáutico global.

Vamos aguardar as cenas do próximo capítulo por que agora será briga de cachorro grande. Pequinês não entra no embate com pit bull.

Edited by José Castro, 11 de July de 2018 - 20:32 .


#42 leelatim

leelatim
  • Usuários
  • 9,812 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:25/01/1977

Posted 11 de July de 2018 - 20:44

Então a Embraer que se cuide... David Neeleman tem uma clara preferência pela Airbus e já até encomendou A220s para sua nova empresa nos EUA. 
 
Se com a Boeing as encomendas dos E2 começarem a  subir também, talvez não faça diferença os 33 E2 encomendados pela Azul virarem 33 A220. Mas a Airbus teria que dar uma ajuda nos custos de homologação desse modelo aqui no Brasil.


Oficialmente não vendeu ainda para sua nova cia aérea nos EUA, mesmo porque ela ainda nem existe de concreto, mas é fato que ele já aventou que irá comprar provavelmente os novos A220, mas a Jetblue, cliente lançadora dos 190s nos EUA desistir dos Embraer é um duro golpe e que ganha enorme visibilidade para a Airbus, óbvio que a Airbys terá um grande poder de barganha, afinal ligou 1 dólar canadense por um projeto de 3 bilhões de dólares que estava prestes a falir e agora ganhará alento

#43 Cassio.Fernandes

Cassio.Fernandes
  • Usuários
  • 3,640 posts
  • Gender:Male
  • Location:Campinas-SBKP
  • Cidade/UF/País:Campinas-sp
  • Data de Nascimento:10/09/1988

Posted 11 de July de 2018 - 21:02

Discordo aí, na questão do CS houve a venda do projeto e a Airbus assumiu daqui pra frente.
Na Embraer a linha E Jet será feita pela JV entre as duas. Não houve venda do projeto nem a Embraer ficará apenas com a linha executiva e militar.

Comparar o progresso entre projeto CS e EJ é complicado. O primeiro era deficitário e de futuro incerto, o segundo já maduro e com nova geração de sucesso promissor já saindo do forno.
Isso até a Airbus dar o xeque mate é bagunçar todo o tabuleiro do comércio aeronáutico global.

Vamos aguardar as cenas do próximo capítulo por que agora será briga de cachorro grande. Pequinês não entra no embate com pit bull.

Exato!

São dois acordos totalmente diferentes. 

Mais os pseudos patriotas que ate então não ligavam pra companhia estão fazendo um escarcéu por causa de sindicatos e falas de políticos. 



#44 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,666 posts
  • Gender:Male
  • Location:PR
  • Cidade/UF/País:PI
  • Data de Nascimento:29/03/1980

Posted 11 de July de 2018 - 21:11

Cássio, estão confundindo alho com bugalho e criando um furdunço misturado a viés político burro e desprovido de total argumentação técnica e econômica na operação envolvida.

#45 FCRO

FCRO
  • Usuários
  • 638 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:jacarei/sp/brasil
  • Data de Nascimento:11/06/1987

Posted 11 de July de 2018 - 21:14

Discordo aí, na questão do CS houve a venda do projeto e a Airbus assumiu daqui pra frente.
Na Embraer a linha E Jet será feita pela JV entre as duas. Não houve venda do projeto nem a Embraer ficará apenas com a linha executiva e militar.

Comparar o progresso entre projeto CS e EJ é complicado. O primeiro era deficitário e de futuro incerto, o segundo já maduro e com nova geração de sucesso promissor já saindo do forno.
Isso até a Airbus dar o xeque mate é bagunçar todo o tabuleiro do comércio aeronáutico global.

Vamos aguardar as cenas do próximo capítulo por que agora será briga de cachorro grande. Pequinês não entra no embate com pit bull.


Discordo da questão do sucesso promissor
As vendas do ejet 2 está beeeem devagar

A carteira de pedido do ejet geracao 1 ja era bem maior nessa fase do projeto

Hoje o ejet2 tem 100 pedidos da skywestpela versao 175,porém esse modelo esbarra no scope clauses do eua, de resto empresas de leasing que costumam encomendar qualquer coisa no início mas depois podem pular fora, 30 para a azul, 20 para tianjin e 3 para a wideroe

#46 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,753 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 11 de July de 2018 - 21:27

ANALYSIS: Why JetBlue chose the A220

 

11 JULY, 2018

 

Economics, network range and fleet plan flexibility. Those factors sealed the deal for JetBlue Airways in choosing the Airbus A220-300 after an "incredibly close" battle with the Embraer 195-E2, moving the airline towards becoming an all-Airbus operator.

 

"The E195-E2 is a fabulous next generation aircraft," JetBlue chief financial officer Steve Priest says on a call to discuss the airline's fleet changes. "It was incredibly close from an economic standpoint when we look at the two platforms. Both of them as next generation aircraft really drive a step change from existing technology."

The New York-based airline, however, went with the A220 after being convinced of its economics and fit for JetBlue's network strategy. An offer by Airbus to allow JetBlue to substitute certain A220-300 options with the smaller A220-100 sweetened the deal.

 

Embraer did not respond to requests for comment.

 

Despite announcing the order for 60 A220-300s - with an additional 60 options - hours after Airbus officially rebranded the Bombardier CSeries the A220, JetBlue says the Airbus takeover was a secondary factor in its decision.

"That wasn't the key driver behind the decision," says Priest, even though he acknowledges that the A220 order gave the airline to opportunity to amend its Airbus orderbook. It has converted all 25 A320neos in its backlog to A321neos, while shifting the delivery dates of some of those aircraft. Two A321neos will now deliver in 2020 instead of 2021, and seven deliveries scheduled for delivery in 2021-22 have been pushed out to 2024.

"These changes will allow us to further upgauge our fleet in a margin-accretive way," says Priest.

 

 

Fleet plan (A220 deliveries):  https://www.flightgl...px?itemid=74206

 

 

JetBlue estimates that the A220 will lower operating costs by 29% on a per seat basis, comprising a 40% reduction in fuel costs and 22% decline in non-fuel expenses, when compared with its existing Embraer E190 fleet. On a per aircraft basis, the A220 is expected to drive incremental profit of $4-$5 million.

When the airline's transition to the A220 is complete by 2025, systemwide unit cost would benefit by a decline of 5.3% and non-fuel unit cost by over 4.5%, says Priest. Earnings per share will also improve by about 65 cents on JetBlue's current share count.

From a network perspective, the A220 will allow the airline to cover a wider mission and optimise some of its E190 flying. About a quarter of JetBlue's E190 network today could be flown more optimally with larger aircraft, says executive vice-president for commercial and planning Marty St George, citing routes like Boston to Austin.

The A220 will also enable JetBlue to add more transcontinental flying and red-eye flights. "All our focus cities are coastal, so transcontinental flying is important," says St George. "The A220 can fly with a wider mix of markets with a CASM that is very competitive."

 

JetBlue's E190 network today  (imagem):   https://www.flightgl...px?itemid=74204

 

END OF AN E190 ERA

JetBlue's plan to exit the E190 by 2025 will mark the end of a 20-year run of the aircraft at the carrier, which was the E190's launch customer and operator with an order for 100 E190s announced in 2003. The E190 entered service with JetBlue in November 2005.

But since then, the airline has taken delivery of only 60 E190s, deciding in 2013 to optimise the fleet at that level. Another 24 E190 orders are sitting on JetBlue's orderbook following a deferral in 2013, with an additional 38 options, Flight Fleets Analyzer shows.

The future of the E190 fleet came into question when the airline announced a major fleet review in March 2017, targeted at cost concerns over the E190 fleet.

Priest says today that the E190 was purchased "at a different time for JetBlue" - when the carrier was just about three years old - with different missions in mind.

While the airline's E190 fleet is relatively young, it would require "significant upgrades into the next decade to be economically viable for us through to its full useful life," says Priest. JetBlue's 60 E190s have an average age of just under 10 years, Flight Fleets Analyzer shows.

The E190 accounts for about a 11% share of JetBlue's total capacity, but contributes 20% of the airline's operating expenses, it says. "We needed an efficient, smaller-gauge aircraft than the 162-seat A320 that would support high-frequency, short-mission and also longer-mission transcontinental flying," says Priest.

JetBlue will begin phasing out the first of its 30 owned E190s in 2020, while leases on the 30 remaining E190s will expire beginning in 2023. The airline estimates a one-time cost of $90-$110 million and a transition cost of $5-$15 million this year related to the fleet changes. It forecasts it will shoulder up to another $185 million in transition costs from 2019 through 2025.

The fleet change is expected to have a headwind of about 25 basis points on the airline's unit cost excluding fuel compound annual growth rate from 2017 to 2020.

JetBlue is in the process of evaluating any impairment costs from exiting the E190, and expects to share more details later this month during its second quarter earnings call. Priest says the carrier has made no decision on how it will dispose of its owned E190s.

 

A220 OPTIONS

JetBlue has not decided on the seat configuration of its A220s, but president Joanna Geraghty says the airline will have the opportunity to "redefine the interior" beyond what had been advertised by Bombardier and Airbus around the seating capacity of the aircraft.

Even though the airline did not factor its Mint premium product into its fleet analysis, Geraghty indicates JetBlue is not closed off to the idea of having Mint on a A220. "It doesn't mean we won't consider it," she adds.

All of JetBlue's A220 deliveries will come from a planned assembly line in Mobile, Alabama, where the airline is already taking delivery of A320 family aircraft. Priest expresses confidence in the planned facility's ability to deliver the aircraft on time. Airbus has committed to deliver A220s from Mobile in 2020 - right when JetBlue expects to take its first.

"We have a good amount of faith in Airbus," says Priest. "There is no reason to think there would be a delay."

While the airline has resolved the future of its smaller-gauge fleet, it continues to mull the need for a longer-range jet that will allow it to begin transatlantic flying to Europe. JetBlue will retain rolling options to switch its A321neo deliveries to the A321LR, as it continues to weigh the accretive revenue from any potential European service, says St George.

 

 

https://www.flightgl...he-a220-450121/

 


#47 FCRO

FCRO
  • Usuários
  • 638 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:jacarei/sp/brasil
  • Data de Nascimento:11/06/1987

Posted 11 de July de 2018 - 21:29

Esses 24 ejet que a JetBlue não pegou
Estão pagos?

#48 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 5,753 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 11 de July de 2018 - 21:34

Esses 24 ejet que a JetBlue não pegou
Estão pagos?

Claro que não. Só começa a pagar pelo avião (PDP) se tiver confirmação de data entrega, fabricação. Ela postergou entrega.


Edited by TheJoker, 11 de July de 2018 - 21:37 .


#49 leelatim

leelatim
  • Usuários
  • 9,812 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo
  • Data de Nascimento:25/01/1977

Posted 12 de July de 2018 - 12:33

Claro que não. Só começa a pagar pelo avião (PDP) se tiver confirmação de data entrega, fabricação. Ela postergou entrega.


Ela postergou e agora não vai mais querer, certamente pagará multa pelos cancelamentos

#50 Yoshioff

Yoshioff
  • Usuários
  • 5,009 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:São Paulo
  • Data de Nascimento:06/10/1989

Posted 13 de July de 2018 - 07:07

Esses avioes da bombardier sao verdadeiras espaçonaves

 

Os C-Series podem até ser, mas os CRJ e Dash são um verdadeiro sofrimento com aqueles assentos estreitos.



#51 tupolev154M

tupolev154M
  • Desligados
  • 49 posts
  • Cidade/UF/País:luanda/angola
  • Data de Nascimento:05/09/1987

Posted 13 de July de 2018 - 08:26

 
Os C-Series podem até ser, mas os CRJ e Dash são um verdadeiro sofrimento com aqueles assentos estreitos.


Sim...assim como os da familia do erj 145 e o emb-120...nao tenho boas recordações com eles

#52 Juan Garcia

Juan Garcia
  • Usuários
  • 689 posts
  • Gender:Male
  • Location:Cuiabá-MT
  • Cidade/UF/País:Cuiaba-Mato Grosso-Brasil
  • Data de Nascimento:12/12/1972

Posted 13 de July de 2018 - 08:56

Falando em ERJ. Sobrou algum ex Rio Sul ou Nordeste ou Passaredo em território nacional?

#53 sergiotucano

sergiotucano
  • Usuários
  • 1,900 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Lorena/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:01/10/1985

Posted 13 de July de 2018 - 10:19

Agora sim, pela primeira vez a Embraer terá concorrente dos E-Jets. Principalmente no marketing, já que o nome pesa muito.

 

A Airbus foi esperta, Embraer estava num marasmo achando que com os E-2 a coisa iria fluir naturamente como nos E-1 e agora bateu o desespero. 
Foi obrigada a fazer um acordo não muito bem planejado para enfrentar a nova concorrente que ganhou um ótimo contrato com a JetBlue.



#54 Pliskin

Pliskin
  • Usuários
  • 81 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:cone de silencio

Posted 13 de July de 2018 - 11:31

Pelo suposto preço de barganha que o A-220 parece está sendo comercializado, dá para o DN pagar a multa pela rescisão do contrato de compra dos E-2 com a EMBRAER e ficar com uma frota de A-220.

O preço é público ou é especulação sua? 

 

Porque é de conhecimento na industria que qualquer pedido significativo é feito com descontos significativos. Em alguns casos, principalmente Boeing e Airbus, são descontos próximos a 50% do preço "de tabela".


  • riclima likes this

#55 Diniz Júnior

Diniz Júnior
  • Usuários
  • 1,370 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:05/06/0000

Posted 13 de July de 2018 - 11:50

Falando em ERJ. Sobrou algum ex Rio Sul ou Nordeste ou Passaredo em território nacional?

Acredito que 8 ex RSL estejam na FAB e 1 com a Polícia Federal (PR-DPF).



#56 Bonotto

Bonotto
  • Moderador
  • 8,057 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:18/09/1965

Posted 13 de July de 2018 - 12:08

Agora sim, pela primeira vez a Embraer terá concorrente dos E-Jets. Principalmente no marketing, já que o nome pesa muito.

 

A Airbus foi esperta, Embraer estava num marasmo achando que com os E-2 a coisa iria fluir naturamente como nos E-1 e agora bateu o desespero. 
Foi obrigada a fazer um acordo não muito bem planejado para enfrentar a nova concorrente que ganhou um ótimo contrato com a JetBlue.

 

giphy.gif

 

:dente:

 

Mas as tratativas Boeing/Embraer não são anteriores a esta fusão ?



#57 riclima

riclima
  • Usuários
  • 939 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Fortaleza/Ceará/Brasil
  • Data de Nascimento:29/01/1941

Posted 13 de July de 2018 - 12:39

O preço é público ou é especulação sua? 

 

Porque é de conhecimento na industria que qualquer pedido significativo é feito com descontos significativos. Em alguns casos, principalmente Boeing e Airbus, são descontos próximos a 50% do preço "de tabela".

 
A Boeing divulgou que a Delta comprou os CSseries por 20 milhões de dólares. Ao que eu saiba, até o momento não houve um desmentido por parte da Bombardier. Porque então outra companhia aérea iria comprar a mesma aeronave por um valor maior do que isso? Pelos belos olhos da Airbus?


#58 sergiotucano

sergiotucano
  • Usuários
  • 1,900 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Lorena/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:01/10/1985

Posted 13 de July de 2018 - 13:00

 

giphy.gif

 

:dente:

 

Mas as tratativas Boeing/Embraer não são anteriores a esta fusão ?

 

Creio que não, mas se for, com certeza a fusão ajudou a decisão final.



#59 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 18,559 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 13 de July de 2018 - 16:50

Deixando de lado do ponto de vista da tecnologia, retenção de empregos qualificados, exportações de divisas etc., para a Boeing e Airbus estas compras saíram baratas.

 

Ambas têm dois modelos que penam para vender (A319NEO e B737 MAX 7), pois os dois produtos concorrentes (C-Series e E2) são bons e, por que não, melhores para os mercados que os das duas majors.

 

Com a escala ganha, o que é o C-Series e a EMB diante da Airbus e Boeing, podem barganhar melhor: leve o A200 enquanto o A320 NEO não chega. "Sai" o BNDES e entra o Eximbank (desde que a produção seja nos States).



#60 Mayday

Mayday
  • Usuários
  • 889 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São paulo/Brasil
  • Data de Nascimento:20/11/1992

Posted 13 de July de 2018 - 22:26


O preço é público ou é especulação sua? 

 

Porque é de conhecimento na industria que qualquer pedido significativo é feito com descontos significativos. Em alguns casos, principalmente Boeing e Airbus, são descontos próximos a 50% do preço "de tabela".

 
A Boeing divulgou que a Delta comprou os CSseries por 20 milhões de dólares. Ao que eu saiba, até o momento não houve um desmentido por parte da Bombardier. Porque então outra companhia aérea iria comprar a mesma aeronave por um valor maior do que isso? Pelos belos olhos da Airbus?


Botando mais lenha na fogueira, parece que esse foi o descontinho para a jetBlue: https://thepointsguy...-on-a220-order/
  • A345_Leadership and sergiotucano like this





Also tagged with one or more of these keywords: JetBlue, Airbus, A220