Jump to content


Photo

LABACE 2018: notícias


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
2 replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 25,032 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 11 de August de 2018 - 11:43

Meus prezados

Labace 2018 começa na próxima terça-feira com 47 aeronaves expostas em Congonhas

Começa na próxima terça-feira, 14 de agosto, a 15ª edição da Labace (Latin American Business Aviation Conference & Exhibition). Ao longo de três dias, o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo vai sediar o maior evento de aviação da América Latina.

Serão 47 aeronaves expostas, incluindo jatos que variam de US$ 2 a US$ 60 milhões.

Mais de 90 empresas participam da feira que tem expectativa de comercializar algo em torno de US$ 280 milhões em negócios iniciados e fechados durante o evento e ao longo dos próximos meses.

O Brasil é dono da segunda maior frota do mundo da aviação geral (tudo que não envolve os voos comerciais). São 15.406 aeronaves (dados de maio de 2018), divididas em jatos (756), turboélices (1.278), helicópteros (2.083) e aeronaves convencionais (11.204).

Um crescimento de 0,3% em relação a 2016 na frota total, de 3,7% só nos turboélices, 1,7% na frota de jatos. Aeronaves convencionais registraram queda e o número de helicópteros se manteve praticamente estável.

Em 2010, eram 12.310 aeronaves e nos anos seguintes a taxa de crescimento da frota de aviação geral chegou a 7% ao ano, antes da crise na economia brasileira.

Um dos destaques da Labace este ano é o número de empresas que, de olho no potencial do mercado brasileiro, decidiram participar pela primeira vez da feira. São 20 empresas, quase 20% do total de expositores. Outras 51 empresas ainda não estão expondo, mas virão como convidadas-especiais para analisar a eventual participação em 2019 e 2020.

“Os russos e os chineses já estão conosco, o mundo inteiro está de olho no potencial do mercado brasileiro porque nada muda o perfil do país de dimensões continentais e dependente da aviação geral, uma vez que aviação comercial atinge apenas pouco mais de 100 dos mais de 5.500 municípios”, disse Flavio Pires, CEO da Abag (Associação Brasileira de Aviação Geral), organizadora da Labace.

De acordo com Leonardo Fiuza, presidente do Conselho da Abag, o crescimento da aviação geral foi puxado pelo agronegócio. “O Nordeste e o Centro-Oeste foram as únicas regiões que registraram aumento da frota, mas outro sinal que nos deixa otimistas é que as operações (pousos e decolagens) aumentaram 13% de 2016 para 2017, em um claro sinal de que as pessoas voltaram a voar para fazer negócios”, explicou. Os dados levam em conta os movimentos de pousos e decolagem nos 33 principais aeroportos.

Entre os grandes nomes da indústria que estão presentes na Labace estão Embraer, Helibras, Bombardier, Dassault, Cirrus, Garmin, Beechcraft, Bell Helicopter, Líder Aviação, TAM Aviação Executiva, Boeing Business Jets, Honeywell, Gulfstream, Pilatus e várias outras.

Novidades da feira

Uma das novidades é a mudança do local de entrada. O que antes era na Avenida Washington Luiz, agora será na Rua Tamoios, 361, endereço já conhecido pelo staff da feira. Com isso, há um melhor aproveitamento das áreas adjacentes ao antigo hangar, tornando a feira mais funcional e com melhor circulação para os visitantes e também para os expositores.

A Labace também promete nesta edição uma programação mais variada e robusta no segmento de conferências, com espaços para debater os temas que mais preocupam e desafiam a aviação de negócios no Brasil e no mundo.

São simpósios, seminários e palestras técnicas que acontecem ao longo dos três dias. Alguns dos destaques são o Simpósio Internacional de Transporte Aeromédico, o debate em torno da pirataria na aviação com a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil e a reunião com a SAC – Secretaria de Aviação Civil que vai tratar do que o Brasil quer para a aviação geral nos próximos 20 anos .

Todas as palestras são gratuitas e a programação completa está em https://labace.com.br/programacao/ .

Ao longo de 15 anos, a Labace recebeu nada menos que 145 mil visitantes, 1.830 expositores e 650 aeronaves. A Labace 2018 acontece na terça-feira, dia 14, das 12h às 20h, na quarta- feira das 12h às 20h e quinta-feira, das 12h às 19h. Mais informações www.labace.com.br.

Fonte: AEROFLAP via CECOMSAER 11 ago 2018



#2 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 25,032 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 14 de August de 2018 - 11:20

Meus prezados
Embraer Phenom 100EV, Phenom 300E e Legacy 650E na Labace
Phenom-100EV-25-1-1024x683.jpg
Phenom 100EV-25

 

São Paulo- SP, 13 de agosto de 2018 – A Embraer expõe pela primeira vez as aeronaves Phenom 100EV, Phenom 300E e Legacy 650E com interior completo na Labace, maior feira de aviação executiva da América Latina que acontece no aeroporto de Congonhas em São Paulo entre os dias entre 14 e 16 de agosto.
As aeronaves contam com as mais recentes inovações de tecnologia e design e estarão em exposição estática ao lado dos Legacy 450 e Legacy 500, que compõem uma nova geração de jatos executivos da indústria, com modernos controles de voo eletrônicos, alta conectividade e amplo espaço interno sem precedentes para aeronaves médias.
“A Embraer mantém contínuo investimento na sua linha de jatos executivos, trazendo inovações e as mais modernas tecnologias em todos os segmentos que atuamos. Com isso temos contribuído significativamente com a renovação da frota de jatos executivos do país nos últimos anos, o que se traduz em ganhos significativos de produtividade, segurança e tempo, tão necessários aos nossos clientes”, disse Gustavo Teixeira, Diretor de Vendas da Embraer Aviação Executiva, para a América Latina. “A imbatível combinação de tecnologia e design, alinhada aos baixos custos operacionais e de manutenção fazem das famílias Phenom e Legacy as mais desejadas do mercado, e a escolha ideal para empresários, serviços de táxi-aéro e empresas de propriedade compartilhada que buscam aeronaves de alto desempenho e baixos custos operacionais necessários para aumento de produtividade.”
A Embraer é líder em pesquisas especializadas de satisfação do cliente e também uma das mais inovadoras na área de serviços. Com a maior estrutura de suporte instalada no Brasil, a empresa oferece oficinas próprias e autorizadas e representantes técnicos pelo país, além de uma central de atendimento e engenharia na sede da companhia em São José dos Campos, no interior de São Paulo.
Um centro de treinamento de pilotos com simuladores está localizado em Guarulhos e um centro totalmente dedicado para atendimento aeroportuário, serviços, revisão e manutenção no aeroporto de Sorocaba reúne uma ampla gama de soluções para proprietários de modelos de aeronaves de todas as marcas.
Cockpit-do-Phenom100EV-1024x512.jpg
Cockpit do Phenom100EV

Sobre o Phenom 100 EV
O Phenom 100 EV tem motores Pratt & Whitney Canada PW617F1-E, com 1.730 libras de empuxo, chegando a 405 nós em velocidade de cruzeiro e até 15% mais empuxo em aeroportos elevados e com altas temperaturas, o que equivale a mais alcance e menor tempo de subida. A aeronave tem alcance de 1.178 milhas náuticas (2,182 km) com quatro passageiros e reservas NBAA IFR.
A cabine de comando permite operação com um só piloto, com alerta situacional elevado pela interface homem-máquina da aviônica Prodigy Touch, baseada no Garmin G3000, com painéis maiores e de alta resolução, telas divisíveis e novo radar meteorológico.
O Phenom 100 EV é a evolução da aeronave mais espaçosa de sua classe, com melhorias no interior, tais como novo perfil do corredor para aumentar o espaço e tomadas reposicionadas com carregador USB. A aeronave apresenta onze opções de design do interior, luz natural abundante de amplas janelas, inclusive no lavabo privativo, um recurso tipicamente visto somente em aeronaves maiores, assim como no caso do compartimento de bebidas, a escada integrada e o maior compartimento de bagagem de sua classe.
Phenom_300E_1819_2100x1400_300_RGB-1024x
Phenom 300E

Sobre o Phenom 300E
O Phenom 300E tem desempenho entre os melhores jatos da categoria light, com velocidade máxima de cruzeiro de 453 nós (839 km/h) e um alcance de 3.650 quilômetros (1,971 milhas náuticas) com seis ocupantes nas condições NBAA IFR. Com a melhor razão de subida e desempenho de pista da sua classe, o Phenom 300E tem custos de operação e de manutenção menor do que seus concorrentes. A aeronave voa a uma altitude de 45 mil pés (13.716 metros), propulsionada por dois motores Pratt & Whitney Canada PW535E, com 3.360 libras de empuxo cada.
O Phenom 300E oferece uma cabine espaçosa com o DNA de design da Embraer e o maior bagageiro de sua categoria. As maiores janelas de sua classe proporcionam luz natural abundante na cabine e no toalete. O conforto dos assentos, com capacidade de reclínio e amplo movimento é acentuado pela melhor pressurização de cabine entre os jatos leves (altitude máxima de 6.600 pés). O Phenom 300E oferece zonas de temperatura distintas para pilotos e passageiros, uma ampla galley, opções de comunicação de voz e de dados e um sistema de entretenimento.
A cabine de comando permite operação por um só piloto e oferece a opção avançada Prodigy Touch Flight Deck. Os recursos tipicamente encontrados em categorias superiores são ponto único de reabastecimento, manutenção externa do toalete e uma elegante escada.
Legacy-500-foto-Embraer.jpg
Legacy 500

Sobre o Legacy 500
A aeronave trouxe um conceito extremamente inovador para a categoria de jatos médios (midsize), sendo o único jato entre seus pares a ter controle de voo completamente digital fly-by-wire, tecnologia de ponta usada até então somente em modelos de aeronaves com mais que o dobro do seu preço ou caças militares. O alcance de 5.788 km permite que o Legacy 500 cubra todo o território brasileiro e a América do Sul, a partir de São Paulo, ou voos para os EUA ou Europa com uma única parada para reabastecimento. É capaz de operar em pistas extremamente curtas, como a do aeroporto de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Apresenta um revolucionário design de interior, refinado, moderno, funcional e silencioso, integrado a uma ampla cabine de piso plano com 1,83m da altura por 2,08m de largura. O Legacy 500 é capaz de transportar de oito a doze passageiros, dependendo da configuração interna escolhida.
Embraer-Legacy-450.jpg
Legacy 450

Sobre o Legacy 450
A aeronave compartilha de todos os atributos tecnológicos, de espaço, design e desempenho do Legacy 500. Com alcance de 5.371 km, pode voar para Bogotá, a partir de São Paulo, ou chegar até os Estados Unidos com uma única parada para reabastecimento. Pode levar até 9 passageiros e atinge altitude de 45 mil pés. Recentemente, o jato estabeleceu um recorde de velocidade em um voo entre a Califórnia e Havaí, de acordo com a NAA, associação aeronáutica dos Estados Unidos.  O voo de volta para San Francisco durou 4 horas e 27 minutos e teve velocidade máxima de 987 km/h.
Legacy_650E_04-e1527602571667-1024x622.j
Legacy 650E

Sobre o Legacy 650E
Jato executivo clássico da categoria “large”. Chegou ao mercado em 2010 com uma autonomia de voo de 7.222 km e aviônica avançada.  Com três áreas de cabine distintas, o Legacy 650 possui a maior cabine, cozinha e lavabo em sua classe. O compartimento de bagagem líder da categoria é totalmente acessível durante o voo. O sistema de gerenciamento da cabine é altamente intuitivo e eleva a experiência durante o voo. A excelente conectividade, alta definição e Apple TV integrada criam a melhor experiência possível para até 14 passageiros a bordo. A nova versão “E” do Legacy 650 traz atualizações tecnológicas e de automação, mantendo o reconhecido excepcional custo operacional. A nova garantia de 10 anos ou 10 mil horas de voo é sem precedentes na indústria.
Legacy500_450_Cockpit-44-throttle-cool_2
Cabine do Legacy 450/500

Sobre a Embraer Aviação Executiva
A Embraer é uma das maiores fabricantes de jatos executivos do mundo, tendo entrado neste segmento de mercado a partir de 2000, com o lançamento do jato Legacy. A Embraer Aviação Executiva foi constituída em 2005. Seu portfólio, um dos mais amplos da indústria, é formado pelos jatos Phenom100EV, Phenom 300E, Legacy 450, Legacy 500, Legacy 650E e Lineage 1000E. A frota da Embraer Aviação Executiva excede a marca de 1.200 jatos, que estão em operação em mais de 70 países. Os clientes são apoiados por uma rede global de 70 centros de serviços entre próprios e autorizados, complementados por um Contact Center 24/7. Para maiores informações visite www.EmbraerExecutiveJets.com
Phenom_300_Cabin-1024x773.jpg
Cabine do Phenom 300

Sobre a Embraer
Empresa global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer suporte e serviços de pós-venda.
Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.
A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.
Fonte: Embraer via site Poder Aéreo 13 ago 2018



#3 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 25,032 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 21 de August de 2018 - 11:52

Meus prezados
Em sequencia a http://forum.contato...tiva/?hl=labace
Labace encerra com participação de mais de dez mil visitantes
default.jpg
 
O evento contou com a participação de 51 empresas do ramo
A Labace, um dos quatro eventos mundiais parceiros da NBAA, terminou na última quinta-feira (16), recebendo um total de mais de dez mil visitantes. Organizada pela Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag) feira foi palco de negociações para compra de aeronaves, como a Helibras, que confirmou a venda de quatro aeronaves.

Um dos grandes destaques foi a programação de palestras e seminários. O público se revezava em um palco arena, que comportava até quatro eventos simultâneos, incluindo temas como capacitação profissional, táxi aéreo pirata, transporte aeromédico e o futuro da aviação geral brasileira,

“A Labace 2018 representa um marco no item capacitação profissional, porque a Abag está definitivamente retomando o papel institucional de fomentador do debate a respeito da aviação geral e da formação dos profissionais”, afirma o CEO da Abag, Flavio Pires.

Outra novidade desta edição foi seu novo formato, principalmente por conta da entrada da MCI, especializada em congressos e feiras. A ação contou com um estilo mais compacto e percurso circular, facilitando a locomoção de visitantes entre os estandes.

Ao todo, 51 empresas estiveram presentes, entre elas Embraer, Helibras, Bombardier, Dessault, Cirrus, Garmin e outras.
Fonte: Felipe Lima para site PANROTAS 20 ago 2018