Jump to content


Photo

Duvida em interpretação de carta FAA


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
6 replies to this topic

#1 Paulo Stavis

Paulo Stavis
  • Usuários
  • 121 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Curitiba, PR, Brasil
  • Data de Nascimento:29/02/1992

Posted 09 de October de 2018 - 19:12

Boa noite!

 

Estava observando algumas cartas da FAA e não consigo entender porque esta é considerada "para circular": https://skyvector.co...pdf/10305RA.PDF

Ela usa o altimetro de Arlington ou Everett mas não apresenta diferença entre a final e a pista. Achei que o motivo fosse a utilização de outro altimetro porém essa outra carta mostra que pode ser utilizado altimetro de outro aeroporto mas não precisa ser para circular: https://skyvector.co...df/06235R25.PDF

 

Se algum colega puder esclarecer o motivo, agradeço. Se é que tem motivo...



#2 BOEINGANDROLEX

BOEINGANDROLEX
  • Usuários
  • 2 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:SAO PAULO
  • Data de Nascimento:01/01/2000

Posted 09 de October de 2018 - 19:48

Não existe motivo especifico pra isso. São procedimentos diferentes, aeroportos diferentes.

#3 Paulo Stavis

Paulo Stavis
  • Usuários
  • 121 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Curitiba, PR, Brasil
  • Data de Nascimento:29/02/1992

Posted 09 de October de 2018 - 19:56

Não existe motivo especifico pra isso. São procedimentos diferentes, aeroportos diferentes.

Eu entendo que são procedimentos e aeroportos diferentes mas porque o primeiro teria minimos somente para circular se ele apresenta uma trajetoria final alinhada com a pista? Seria por conta de algum outro motivo?



#4 Pilotblue

Pilotblue
  • Usuários
  • 257 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Tubarao SC
  • Data de Nascimento:15/02/1990

Posted 09 de October de 2018 - 20:52

Após o faf precisa fazer curva
Creio ser essa a razão. Curva maior que não sei exatamente quantos graus, é considerada circling

SDU por exemplo, maioria dos procedimentos são circling

#5 B-777EK

B-777EK
  • Usuários
  • 108 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Dubai - UAE
  • Data de Nascimento:28/02/1981

Posted 11 de October de 2018 - 14:30

Boa noite!

 

Estava observando algumas cartas da FAA e não consigo entender porque esta é considerada "para circular": https://skyvector.co...pdf/10305RA.PDF

Ela usa o altimetro de Arlington ou Everett mas não apresenta diferença entre a final e a pista. Achei que o motivo fosse a utilização de outro altimetro porém essa outra carta mostra que pode ser utilizado altimetro de outro aeroporto mas não precisa ser para circular: https://skyvector.co...df/06235R25.PDF

 

Se algum colega puder esclarecer o motivo, agradeço. Se é que tem motivo...

Todo procedimento nos EUA que termina com uma letra do alfabeto é um procedimento Circling-only. Neste caso trata-se de um RNAV(GPS)-A.

Porque isso acontece? Podem ser por 3 motivos:

1 - O curso da final difere em mais de 30 graus com o curso da pista. (O que náo ocorre neste caso)

2 - A pista não está claramente definida. (Também não é este caso)

3 - Quando a razão de descida entre o FAF e a pista ultrapassa 400ft/NM. É este o caso desse procedimento. Como o campo esta praticamente no nivel do mar e a altitude no FAF, que está a 5NM da pista, é de 2.000ft. E dividindo 2.000ft : 5NM = 400ft/NM. Desta maneira, mesmo estando no limite mas por segurança, o procedimento vem apenas com os minimos de circular. O que, diga-se de passagem, não impede um pouso direto na pista 33.


Edited by B-777EK, 11 de October de 2018 - 14:30 .

  • adelfy, JThielen, Bonotto and 3 others like this

#6 Paulo Stavis

Paulo Stavis
  • Usuários
  • 121 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Curitiba, PR, Brasil
  • Data de Nascimento:29/02/1992

Posted 13 de October de 2018 - 08:50

Todo procedimento nos EUA que termina com uma letra do alfabeto é um procedimento Circling-only. Neste caso trata-se de um RNAV(GPS)-A.

Porque isso acontece? Podem ser por 3 motivos:

1 - O curso da final difere em mais de 30 graus com o curso da pista. (O que náo ocorre neste caso)

2 - A pista não está claramente definida. (Também não é este caso)

3 - Quando a razão de descida entre o FAF e a pista ultrapassa 400ft/NM. É este o caso desse procedimento. Como o campo esta praticamente no nivel do mar e a altitude no FAF, que está a 5NM da pista, é de 2.000ft. E dividindo 2.000ft : 5NM = 400ft/NM. Desta maneira, mesmo estando no limite mas por segurança, o procedimento vem apenas com os minimos de circular. O que, diga-se de passagem, não impede um pouso direto na pista 33.

 

Excelente, vou dar uma pesquisada melhor nesse assunto pois achei bastante interessante estas regras. Muito obrigado!



#7 Airborn1982

Airborn1982
  • Usuários
  • 1,174 posts
  • Gender:Male
  • Location:SAO
  • Cidade/UF/País:SAO
  • Data de Nascimento:09/11/1982

Posted 16 de April de 2019 - 16:15

Boa noite!

 

Estava observando algumas cartas da FAA e não consigo entender porque esta é considerada "para circular": https://skyvector.co...pdf/10305RA.PDF

Ela usa o altimetro de Arlington ou Everett mas não apresenta diferença entre a final e a pista. Achei que o motivo fosse a utilização de outro altimetro porém essa outra carta mostra que pode ser utilizado altimetro de outro aeroporto mas não precisa ser para circular: https://skyvector.co...df/06235R25.PDF

 

Se algum colega puder esclarecer o motivo, agradeço. Se é que tem motivo...

 

 Eu nao consegui entender ao certo qual eh a sua duvida. Existem 2 IAL de aeroportos diferentes. Ambas sao designadas para uma aproximacao direta, o proprio "template" da carta contempla isso, e ambas possuem "circling" Uma delas possui um "circling" ate a CAT B somente e a outra para a CAT C. A que possui limitacao para CAT B provavelmente eh devido a velocidade que a aeronave executaria e ficaria "fora" da zona de protecao aeroportuaria que nao pode ser em aproximadamente 5nm para circling , assim como obstaculos e outros fatores. Existe tambem a comunalidade de se usar o ajuste do aeroporto citado em ambas caso o do AD principal nao estivesse disponivel , isso eh feito fazendo se o add da corretiva citado na carta no cabecalho.

 

Abs