Jump to content


Photo

Airshow China 2018: China e Rússia revelam jato wide-body para rivalizar com Boeing e Airbus

CR929

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 24,852 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 08 de November de 2018 - 11:53

Meus prezados
Airshow China 2018: China e Rússia revelam jato wide-body para rivalizar com Boeing e Airbus

CR929-mock-up-1024x683.jpg
A China e a Rússia divulgaram nesta semana um grande “mock up” de um jato de fuselagem larga (wide-body) que os parceiros esperam que um dia rivalize com aeronaves similares da Boeing e da Airbus.
A China Aircraft International Aircraft International Corp (CRAIC) está exibindo uma maquete em escala real do cockpit e parte da cabine de passageiros de seu CR929 no evento Airshow China em Zhuhai, China, marcando a primeira exibição pública da peça de exibição estática.
A joint venture, que consiste da Commercial Aircraft Corp da China (Comac) e United Aircraft Corp da Rússia, está agora no processo de seleção dos principais fornecedores de sistemas e equipamentos.
Ela espera que o trabalho seja concluído até o final do próximo ano, à medida que a aeronave avance em direção a uma meta de entrada em serviço na segunda metade da próxima década.
Embora alguns observadores da indústria tenham duvidado dessa linha do tempo, quando o CR929 entrar no mercado, ele competirá com o 787 Dreamliner da Boeing e com o A350 da Airbus.
Ambos os jatos representam trabalho para a Spirit AeroSystems Inc, que constrói a fuselagem dianteira completa do 787 em Wichita e a seção de fuselagem central do A350 em sua fábrica em Kinston, Carolina do Norte.
O jato sino-russo está sendo projetado para transportar 280 passageiros em um layout básico de três classes do modelo CR929-600. Os planos futuros definem que uma família completa de aeronaves inclua um modelo maior e menor.
Espera-se que a fuselagem da nova aeronave seja construída pela China, enquanto as asas serão construídas pela Rússia.
De acordo com uma reportagem da Reuters, a empresa disse nesta semana que buscaria propostas de fornecedores de todo o mundo.
No entanto, um funcionário da empresa se recusou a comentar sobre se os problemas comerciais atuais com os EUA afetariam essas seleções de fornecedores.
CR929-mock-up-2-1024x503.jpg

CR929.jpg
CR929
Fonte: Wichita Business Journal via site Poder Aéreo 7 nov 2018