Jump to content


Photo

Avião com 500 kg de pasta base de cocaína é apreendido em Goiás


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
2 replies to this topic

#1 MRN

MRN
  • Usuários
  • 591 posts
  • Gender:Male
  • Location:Guarulhos
  • Interests:Força Aérea, Segurança de voo, FAA
  • Cidade/UF/País:Guarulhos/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:24/03/1973

Posted 16 de May de 2019 - 12:07

http://fab.mil.br/no...ase de cocaína

 

Pela matrícula, tem o nome/CPF do operador/proprietário no site da ANAC, e fazendo uma busca no google, aparece o cidadão relacionado a partido político, numa prestação de contas ao TSE. Tá virando moda isso?

 

http://www.tse.jus.b...67-anexo-15.pdf



#2 Leo Lima

Leo Lima
  • Usuários
  • 144 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio Preto/SP
  • Data de Nascimento:20/03/1975

Posted 17 de May de 2019 - 17:35

Deve ser porque estão fechando a sangria, mas a "ocupação profissional" continua a mesma, só mudou o ramo de atividade...



#3 riclima

riclima
  • Usuários
  • 1,177 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Fortaleza/Ceará/Brasil
  • Data de Nascimento:29/01/1941

Posted 18 de May de 2019 - 07:38

Operação De Apreensão De Avião Com Droga Resulta Em Três Mortos No Estado De Goiás
16/05/2019No Comments511 ViewsAcidentes/Incidentes, Brasil - Notícias, Brasil – Acidentes/Incidentes, Curtas - Notícias, NotíciasRedacção 2
Morreram três pessoas na sequência de uma operação de apreensão de um avião que fazia um voo clandestino para transporte de cocaína no Estado de Goiás, no centro oeste do Brasil, confirmaram nesta quinta-feira, dia 16 de maio, as autoridades policiais.

Segundo as notícias confirmadas por fontes oficiais o avião tinha pousado numa pista clandestina em Quirinópolis, uma zona rural de Goiás, onde os supostos traficantes aguardavam uma carga de cerca de meia tonelada de droga oriunda da Bolívia. Ao deparar-se com forças policiais na zona o piloto não parou e voltou a descolar, e já no ar, caças da Força Aérea Brasileira obrigaram-no a aterrar na localidade de Rio Verde.

Segundo as entidades que coordenaram a operação, o piloto e o co-piloto foram detidos, e a aeronave apreendida, assim como a carga de pasta de cocaína, num total de 464 quilogramas, que os pilotos tinham deixado sobre a pista em Quirinópolis, tendo sido desembarcada com o avião em rodagem. Na pista clandestina, efetivos da Polícia Militar e supostos traficantes envolveram-se num tiroteio tendo morrido três homens do grupo que aguardava a encomenda.

Ainda relacionado com droga a Polícia Federal do Brasil informou nesta quinta-feira que foram detidos nos últimos dias, em diversas ações, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na cidade de São Paulo, 10 passageiros que pretendiam sair para o estrangeiro com um total de 50 quilogramas de droga nas suas bagagens. A maior apreensão foi de duas mulheres que levavam 23 kgs de cocaína num voo para Lisboa, mas tendo como destino final uma cidade suíça.

O avião envolvido no transporte de droga da Bolívia para Goiás é um ligeiro bimotor Beechcraft 95-E55 Baron, matrícula PT-JLE, que a polícia supõe ser propriedade de um cidadão brasileiro que reside na Bolívia, e que desde há algum tempo estava a ser apontado como líder de uma rede de tráfego de droga. A Força Aérea Brasileira já tinha detetado o avião a voar entre o Brasil e a Bolívia sem plano de voo aprovado.

www.newsavia.com