Jump to content


Photo

SKY dobrará voos no Rio de Janeiro e retorna para Floripa


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
4 replies to this topic

#1 VictorHugoBrando

VictorHugoBrando
  • Usuários
  • 658 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:17/09/1989

Posted 10 de July de 2019 - 20:17

Os voos começam para Floripa a partir de 5 de novembro e as passagens aéreas já podem ser compradas através do site. Os valores variam a partir de US$ 51 (R$192) mais taxas de embarque (Tarifa Zero). Inicialmente serão dois voos por semana, mas em dezembro passarão a seis por semana. 

Devido à alta demanda de turistas chilenos interessados em viajar para o Rio de Janeiro durante o verão, a SKY também vai dobrar o número de frequências nos meses de alta temporada, janeiro e fevereiro de 2020, quando serão 12 voos semanais. Atualmente, são seis voos por semana entre o Rio de Janeiro e Santiago. 

“O que nos motiva todos os dias é poder não só transportar passageiros, mas proporcionar  experiências, sonhos e projetos, colocando o céu ao alcance de todos. A nova rota para Salvador, além da reativação e reforço de Florianópolis e Rio de Janeiro, vai nessa direção, oferecendo destinos atraentes e cada vez mais acessíveis para as férias de verão, resumiu Serrat. 

Além das três cidades acima, a SKY opera regularmente para São Paulo – Guarulhos.

Do outro lado, segundo os números divulgados pelo Servicio Nacional de Turismo (Sernatur), o Chile também está entre os destinos favoritos dos brasileiros. Em 2018, cerca de 600 mil turistas brasileiros estiveram no Chile, representando um crescimento de 8,1% em relação ao ano anterior.

 

https://www.aeroin.n...a-para-floripa/



#2 rogger

rogger
  • Usuários
  • 1,571 posts
  • Gender:Male
  • Location:GIG
  • Interests:AVIAÇAO GERAL E COMERCIAL E AEROPORTOS
  • Cidade/UF/País:barra mansa-RJ BrASIL
  • Data de Nascimento:27/03/1973

Posted 10 de July de 2019 - 21:01

Acho uma decisão acertada em virtude da forte demanda Chile-Rio de  Janeiro.torço para um futuro próximo a SKY passar a operar

dois diários regulares para o Rio de Janeiro e bater de frente com a Latam e a Gol que parou nas 4 frequencias para o GIG apesar

de bons LF no GIG-SCL. 



#3 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,844 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 11 de July de 2019 - 00:09

Acho uma decisão acertada em virtude da forte demanda Chile-Rio de  Janeiro.torço para um futuro próximo a SKY passar a operar

dois diários regulares para o Rio de Janeiro e bater de frente com a Latam e a Gol que parou nas 4 frequencias para o GIG apesar

de bons LF no GIG-SCL. 

 

A Latam ... penso que limita a rota para forçar a venda de conexões e a própria Gol não expande o serviço para o GIG sei lá por que razão - mercado existe e é bem grande. 

 

Que legal ver a Sky crescendo ! 



#4 TheJoker

TheJoker
  • Usuários
  • 8,702 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:06/01/1986

Posted 11 de July de 2019 - 07:27

ANAC jan e fev19 SCL-GIG (ida+volta)

 

LA    54.482 pagos       88,5%

JJ     31.901                 84,9%

H2    16.885                 90,8%

G3     9.394                  80,9%

 

Contas de padaria, ora pois!

Se pra operar um voo 738 com 186 assentos custa 100, o 320 com 174 105 (+5%) e o 32A com 186 assentos 90.3 (-14% 320)   

 

LA 105 / 154 pax = 0.68

JJ  105 / 148        = 0.71

H2  90.3 / 168      = 0.54  a H2 pode cobrar até 19% menos do que a G3 ou -24% JJ

G3  100 / 150       = 0.67


Edited by TheJoker, 11 de July de 2019 - 07:28 .


#5 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 20,210 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 11 de July de 2019 - 11:43

É bom ver movimentações fora do eixo RJ-SP. Para as menores a melhor forma de enfrentar a LATAM na rota é apostar em outras bases (FLN, CWB, CNF, BSB, SSA...) nem que seja com poucos semanais.