Jump to content


Photo

A saga do Super Tucano na concorrência da USAF

Embraer EUA

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
351 replies to this topic

#341 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 10 de October de 2016 - 17:45

Meus prezados

Afghanistan to get a further four Super Tucanos
The Afghan Air Force (AAF) is to receive four more Embraer-Sierra Nevada Corporation (SNC) A-29 Super Tucano light attack aircraft to add to the 20 already under contract, the US Air Force (USAF) disclosed on 7 October.
A sources sought notification for the four additional aircraft was posted on the Federal Business Opportunities (FedBizOpps) website by the Air Force Life Cycle Management Center (AFLCMC)/Development & Integration (WWB).
The additional aircraft will be delivered to the AAF within 18 to 20 months of a contract signature. The sources sought notification calls for interested parties to respond by 27 October 2016. While other manufacturers may bid, it is more than likely that SNC will again manufacture the aircraft in partnership with Embraer Defense & Security.
Powered by a single 1,600 SHP Pratt & Whitney PT6A-68/3 turboprop engine, the Super Tucano carries two 12.7 mm machine guns (200 rounds each) in the wings, and can be configured with additional underwing weaponry such as 20 mm cannon pods, additional 12.7 mm machine guns, rockets pods, precision-guided munitions, and/or 'dumb' bombs of up to 1,500 kg. It has a seven-hour endurance, and can operate from semi-prepared air fields.
The AAF is currently in the process of receiving into service the 20 A-29s already under contract, and the service has been using the type in action to augment the machine gun and rocket-equipped Mi-17 'Hip', MD Helicopters MD 530F Cayuse Warrior, and Mil Mi-35 helicopters in the ground attack and fire-support roles.
Fonte: Gareth Jennings, London - IHS Jane's Defence Weekly via Talharim para Forum Defesa Brasil 10 OUT 2016



#342 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 19 de March de 2017 - 02:12

Meus prezados

Afghan A-29 Super Tucanos & MD 530F Attack Helicopters in Action - Close Air Support

 

 

Obs.: A aeronave que aparece no início do vídeo não pertence à Força Aérea Afegã.


Edited by jambock, 19 de March de 2017 - 02:20 .


#343 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 22 de March de 2017 - 23:17

Meus prezados

Afeganistão recebe lote com mais 4 A-29 Super Tucano da Embraer

A Força Aérea Afegã recebeu mais quatro A-29 Super Tucano construídos pela Embraer-Sierra Nevada Corporation, nos Estados Unidos. As aeronaves chegaram ao Aeroporto Internacional de Cabul na última segunda-feira, 20 de março, onde passarão por uma breve reconfiguração para prepará-los para as operações de combate (com montagem de armas, entre outros procedimentos).

Com a nova entrega, agora já são 12 dos 20 aviões contratados que já estão no Afeganistão. Uma aeronave foi perdida durante um treinamento militar dos pilotos da força afegã nos Estados Unidos no início do mês. Ainda não se sabe se ela será substituída. As outras sete continuam na base aérea na Geórgia, EUA, onde são usadas como plataformas de treinamento dos pilotos afegãos. Outras quatro aeronaves também foram solicitadas.

O Super Tucano

O Super Tucano é projetado para portar um conjunto típico de armas de um caça – sejam elas convencionais ou inteligentes. O seu conjunto de armamentos é inteiramente integrado ao seu sistema de aviônicos e consiste das armas e dos sensores mais avançados. A aeronave está equipada com duas metralhadoras .50 (cada uma com 200 tiros) nas asas. Cinco pontos duros subalares e ventrais permitem portar até 1.500 kg de armas na maioria das configurações.

Fonte: Site Indústria de Defesa & Segurança via CECOMSAER 22 MAR 2017



#344 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 22 de March de 2017 - 23:48

Meus prezados
Mais A-29s chegam a Cabul para a temporada de combate
A-29-no-Afeganist%C3%A3o-2-768x502.jpg
Mais quatro A-29 Super Tucanos chegaram a Cabul no dia 20 de março de 2017 – Foto: U.S. Air Force

 

KABUL, Afeganistão (AFNS) – Quatro aviões de ataque leve A-29 Super Tucano chegaram ao serviço na Ala Aérea de Cabul, no Afeganistão, em 20 de março de 2017, onde serão utilizados pela Força Aérea Afegã (AAF) para ataques aéreos, interdição aérea, escolta e reconhecimento armado.
As últimas aeronaves, que viajaram da Moody Air Force Base, Geórgia, elevam o inventário de A-29 da AAF de oito para 12 aeronaves no país.
Existem ainda sete A-29 atribuídos à Moody AFB, onde são usados para treinar pilotos.
“Os quatro aviões adicionais nos permitirão aumentar o número de missões que podemos apoiar em todo o país”, disse um piloto de A-29 da AAF que não pode ser identificado por razões de segurança. “Mais alvos podem ser atacados – mais tropas terrestres podem ser apoiadas.”
O piloto de A-29 da AAF disse que às vezes uma nação precisa de suas forças armadas para pressionar o inimigo, a fim de desenvolver a paz e a estabilidade.
“O AAF desempenha um papel importante nisso”, disse ele. “Estamos ajudando o processo de paz. Quando um A-29 é sobrevoando, ele dá motivação para as tropas terrestres, e o inimigo percebe que eles podem ser atingidos em qualquer lugar e vai sentir a pressão para chegar à mesa de paz. É assim que vamos trazer paz e estabilidade ao Afeganistão”.
O general-brigadeiro David Hicks, comandante do Train, Advise, Assist Command-Air e da 438th Air Expeditionary Wing, disse que os A-29 eram um “game changer” na temporada de combate de 2016 e ele tem grandes expectativas para os aviões e as tripulações em 2017.

Train-Advise-Assist-Command-Air-advisors
Piloto da USAF é cumprimentado após a chegada a Cabul com mais um A-29 Super Tucano para o Afeganistão

 

“Os pilotos da AAF estão continuamente ganhando proficiência no A-29”, disse Hicks. “Eles são capazes de fornecer ataque aéreo em qualquer lugar do país. No passado, o Exército Nacional Afegão dependia da coalizão para apoio aéreo. Agora, são seus próprios conterrâneos sobrevoando as missões.”
Hicks disse que os A-29 adicionais dão à AAF mais opções para avançar o poder aéreo em todo o país.
O tenente-coronel Johnnie Green, comandante do 438th Air Expeditionary Advisory Squadron commander, disse que os pilotos de A-29 da AAF e dos EUA têm um vínculo único.
“Temos desenvolvido uma relação estreita com os pilotos afegãos de A-29 ao longo de vários anos, não apenas no treinamento, mas também no desenvolvimento de seu próprio esquadrão de caça e os aconselhamos enquanto realizam operações”, disse Green. “O treinamento nos Estados Unidos nos permite a liberdade e a flexibilidade para controlar o ambiente e instruir para objetivos específicos, e o padrão que eles mantém traduz diretamente para o que eles fazem em combate”.
Green disse que os pilotos de A-29 da AAF estão se saindo muito bem, e demonstraram uma excelente tomada de decisão.
“A experiência que eles ganharam em um ano desde o início das operações de combate é fenomenal, e eles estão comunicando essas experiências uns com os outros”, disse Green. “Isso é muito importante quando os novos pilotos A-29 voltam do treinamento e começam a voar operações de combate por conta própria.”
Os mais novos A-29 vão sofrer uma breve reconfiguração, e depois estarão prontos para as operações na temporada de combate de 2017.
Fonte: USAF via site Poder Aéreo 22 MAR 2017



#345 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 23 de March de 2017 - 11:09

Meus prezados

235.jpg



#346 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 29 de July de 2017 - 02:56

Meus prezados

ST's entrando em ação para valer no Afeganistão.

Meet Afghanistan's Top Guns
A new generation of Afghan fighter pilots are starting to fly missions against the Taliban.

Fonte: http://www.bbc.com/n...20170728-afghan  via site Aeroforum 7 JUL 2017



#347 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 26 de October de 2017 - 14:33

Meus prezados

Afghanistan to receive six more Super Tucanos

Afghanistan is to receive a further six Sierra Nevada Corporation (SNC)–Embraer A-29 Super
Tucano light-attack turboprops under a deal announced on 25 October.
The Afghan Air Force is to get a further six Super Tucanos to add to the 20 already received. (438th Air Expeditionary Wing)The Afghan Air Force is to get a further six Super Tucanos to add to the 20 already received. (438th Air Expeditionary Wing)
The aircraft will add to the 20 already received by the Afghan Air Force (AAF). Of these, 12 have so far been delivered to Afghanistan, with deliveries having been expedited ahead of the 2017 "fighting season". The remaining seven (one was lost in a US-based training accident and is yet to be replaced) are located at Moody Air Force Base (AFB) in Georgia for use as training platforms ahead of their eventual relocation to Kabul.
While no delivery date has been disclosed for the new aircraft, SNC said that production at its Jacksonville plant in Florida will begin "immediately" . The addition of six more aircraft means that a further nine pilots and 20 maintainers will need to be trained to bolster the 30 pilots and 90 maintainers already going through the pipeline, with instruction by the 81st Fighter Squadron at Moody AFB being extended from 31 December 2018 through to 31 December 2020.
News of the deal of six more Super Tucanos for Afghanistan comes just days after Embraer disclosed that it had a deal to an undisclosed customer that was also for six aircraft. In the wake of this latest announcement, Embraer confirmed to Jane"s that this is not the same deal. To date, the Embraer EMB-314/SNC-Embraer A-29 Super Tucano has been selected by 13 air forces worldwide and flown over 320,000 flight hours, of which 40,000 have been combat hours.
Fonte: Gareth Jennings - IHS Jane’s Defence Weekly via CECOMSAER  26 OUT 2017



#348 riclima

riclima
  • Usuários
  • 774 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Fortaleza/Ceará/Brasil
  • Data de Nascimento:29/01/1941

Posted 26 de October de 2017 - 23:14

Esses seis A-29 referem-se ao fornecimento de seis unidades para cliente não identificado, anunciado recentemente pela EMBRAER?:



#349 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 27 de October de 2017 - 02:18

Esses seis A-29 referem-se ao fornecimento de seis unidades para cliente não identificado, anunciado recentemente pela EMBRAER?:

Prezado riclima

"News of the deal of six more Super Tucanos for Afghanistan comes just days after Embraer disclosed that it had a deal to an undisclosed customer that was also for six aircraft. In the wake of this latest announcement, Embraer confirmed to Jane"s that this is not the same deal"

Traduzindo...

Notícias sobre o negócio de mais seis Super Tucanos para o Afeganistão chega justamente após dias que a Embraer revelou um negócio com um cliente não revelado, também envolvendo seis aeronaves na semana deste último anúncio, Embraer confirmou a Jane's não se tratar do mesmo negócio.  



#350 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 28 de March de 2018 - 10:20

Meus prezados
A-29 Super Tucano do Afeganistão empregam bombas guiadas a laser pela primeira vez

A-29-Super-Tucano.jpg
A-29 Super Tucano

 

CABUL, Afeganistão (27 de março de 2018) – Em 22 de março, a Força Aérea Afegã (AAF) encarregou o esquadrão de A-29 de destruir um complexo do Taleban em Farah. Os pilotos de ataque do Afeganistão estavam equipados com bombas guiadas e não guiadas e optaram por empregar a bomba guiada a laser GBU-58 para evitar danos colaterais.
O lançamento resultou em um ataque direto ao longo da rota de uma grande operação de limpeza do Exército Nacional Afegão (ANA), marcando a primeira vez que a AAF lançou uma bomba guiada a laser em combate. A AAF usou a tecnologia guiada a laser devido à proximidade do alvo a civis. O sucesso vem apenas três meses após o treinamento da AAF para empregar uma bomba guiada a laser. O pessoal de armas da AAF e os chefes de equipes carregaram, armaram e lançaram a aeronave com o mínimo de assessoramento.
“As peças-chave que você está vendo é que a própria Força Aérea Afegã, uma das organizações mais letais que eles possuem, e uma que pretendemos triplicar de tamanho até 2023, está conduzindo significativamente mais operações aéreas em apoio direto às ANDSF (Afghan National Security Forces) no campo de batalha, com de mais 500 missões neste ano do que no ano anterior ”, disse o Brigadeiro da Força Aérea dos EUA, general Lance Bunch, diretor de operações futuras, Resolute Support, em uma coletiva de imprensa em dezembro de 2017.
Bunch também notou que as forças afegãs conduziram suas operações de combate até 2017 com o menor nível de apoio das forças da coalizão nos 16 anos de guerra, mas ainda assim tiveram alguns dos maiores sucessos que já obtidos. Esta bomba guiada a laser é apenas mais um capítulo na história de sucesso da AAF. “Os pilotos afegãos aprenderam seu ofício durante o combate e nossos consultores expandiram suas habilidades em uma abordagem deliberada passo a passo, aumentando a capacidade da Força Aérea Afegã e este recente ataque de bomba guiada a laser é um exemplo do sucesso da AAF e do TAAC (Train Advise Assist Command)”, disse o Brigadeiro-General Phillip A. Stewart, Assessor de Treinamento, comandante do Assist Command-Air. “Os pilotos afegãos fazem seu trabalho muito bem e podem fazê-lo em qualquer parte do país.” Os pilotos da AAF que conduziram a operação eram do destacamento de A-29 de Kandahar da Kabul Air Wing.
A-29-do-Afeganist%C3%A3o-1024x570.jpg

 

A-29-do-Afeganist%C3%A3o-3-1024x653.jpg

 

A-29-do-Afeganist%C3%A3o-2-1024x595.jpg
A AAF também ajudou o ANA (Afghan National Army) a destruir equipamentos que o Taleban havia roubado. A AAF ganhou a capacidade de realizar ataques aéreos há pouco mais de dois anos; primeiro com o helicóptero de ataque MD-530 em agosto de 2015, seguido pelo A-29 Super Tucano em abril de 2016. Hoje, o AAF voa cerca de 100 saídas por dia e cerca de 10 por cento são ataques.
A capacidade de realizar ataques guiados a laser faz parte do plano da missão Resolute Support de desenvolver uma AAF profissional, capaz e sustentável, dando ao país uma vantagem letal sobre o inimigo. Enquanto a AAF tem a capacidade de empregar munições guiadas a laser em combate, elas nem sempre usam essa tecnologia.
O AAF é capaz de atingir com sucesso um alvo sem orientação a laser dentro de um círculo de dez metros. “A maioria dos alvos inimigos no Afeganistão pode ser engajada efetivamente pela Força Aérea Afegã usando armas não precisas”, disse o brigadeiro-general Phillip A. Stewart, que treina, aconselha e auxilia o comandante da Command-Air. “A AAF demonstrou repetidas vezes que seus pilotos, usando o A-29 e as habilidades que eles aprenderam com nossos conselheiros e aperfeiçoaram através da experiência de combate, podem lançar armas de não precisão a 10 metros de seus alvos.
Existem certos alvos que exigem bombas guiadas a laser e a AAF mostrou que pode realizar essa tarefa agora também. ”Espera-se que a rápida aceleração e treinamento da AAF continuem nos próximos seis anos. Atualmente, são cerca de 8.000 membros capazes, com 129 aeronaves no total. Isso crescerá para uma força de 11.000 militares; a frota deve triplicar de tamanho como parte do roteiro do presidente Ghani.
Fonte: OTAN / Colaborou: Just in Case via site Poder Aéreo 27 MAR 2018



#351 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 02 de May de 2018 - 14:50

Meus prezados
Mais dois Super Tucanos para a AAF

The Afghan Air Force (AAF) has received a further two Sierra Nevada Corporation (SNC)–Embraer A-29 Super Tucano light-attack turboprops to add to the 20 already delivered.

The new aircraft were delivered to Moody Air Force Base (AFB) in Georgia where they joined the seven that are being used by the 81st Fighter Squadron to train AAF pilots and maintainers ahead of redeployment back to Kabul. These latest aircraft are the first two of a batch of six additional Super Tucanos that was announced in October 2017.

Announced on 1 May, the arrival of the latest aircraft brings to 19 the total now fielded by the AAF (one of the 20 delivered was lost in a US-based training accident and is yet to be replaced). Of these, 12 are currently in-country providing air support to Afghan ground forces.

Powered by a single 1,600 SHP Pratt & Whitney PT6A-68/3 turboprop engine, the Super Tucano carries two 12.7 mm machine guns (200 rounds each) in the wings, and can be configured with additional underwing weaponry such as 20 mm cannon pods, additional 12.7 mm machine guns, rocket pods, precision-guided munitions, and/or ‘dumb’ bombs of up to 1,500 kg.
Fonte: http://www.janes.com...icle/79736/afgh ... -shipment via Forum Defesa Brasil 2 MAI 2018



#352 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 23,680 posts
  • Gender:Male
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 08 de May de 2018 - 20:42

Meus prezados
Afeganistão quer mais aeronaves A-29 Super Tucano
https://www.cavok.co...9-super-tucano/
"Essas aeronaves fizeram um bom trabalho. Nós queremos que os EUA aumentem o número de aviões A-29 e também dêm às forças afegãs aeronaves mais modernas para realizar operações muito melhores."
Obs.: creio que só os A-10 para realizarem operações muito melhores que as executadas pelos A-29.


Edited by jambock, 08 de May de 2018 - 22:14 .






Also tagged with one or more of these keywords: Embraer, EUA