Ir para conteúdo





Foto

Avião cai no litoral do Rio de Janeiro


  • Novo Tópico
  • Por favor, faça o login para responder
137 respostas neste tópico

#41 Bravo November

Bravo November
  • Usuários
  • 93 posts
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro/RJ/Brasil
  • Data de Nascimento:27/02/1988

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:01

A rigor, estes sinalizadores de emergência funcionam da mesma maneira que um mini NDB(Espero que voce saiba o que é um NDB).Existe um sérviço mundial oferecido via satélite Cospas-Sarsat,Glonass, que rastreia estes sinais e indicam sua posição geográfica para os serviços de busca e salvamento(SAR).Estes satélites geoestacionários tem cobertura praticamente em todo o globo, e tem uma boa precisão.Mas o Matrix estava com ELT?


Conheço NDB sim master, nem todos no forum são novatos. O motivo da pergunta foi que em um post antes do meu o Mike Sierra escreveu que foi possivel ouvir o ELT hoje. Então fiquei intrigado com a precisão e o porque das equipes SAR ainda não o terem encontrado. Mas obrigado pela explocação, valeu também pilotokal.


#42 Pellegrini

Pellegrini
  • Usuários
  • 651 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Kodiak
  • Data de Nascimento:06/04/1982

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:04

Master, hoje em dia todos Matrix e acho que a grande maioria dos aviões mesmo a pistão saem de fábrica com ELT 406Mhz, o que me deixa passado é o grande número de acidentes que vem ocorrendo, eu como um Piloto Privado que sonha em ter o próprio avião, coloquei definitivamente as barbas de molho... a avionica evoluiu demais, o Piper Matrix por exemplo, é Glass cockpit mas os acidentes estão ocorrendo praticamente toda a semana. Talvez a culpa seja de falta de respeito a aviação? Da Infraestrutura? Falta de treinamento adequado? Todas os anteriores? Fico chateado de verdade, espero que os ocupantes estejam bem em uma praia próxima...
  • Mastercaptain, chechia e N1992X curtiram isso

#43 pilotoKAL

pilotoKAL
  • Usuários
  • 1.499 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:sao paulo
  • Data de Nascimento:10/01/1963

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:05

Bonottao, um analogo e o segundo digital. a precisao do segundo e muito maior pois usa sinal de satelites ( o Master deu uma aula no post dele), o segundo alem da posicao manda a identificacao da aeronave junto com o sinal, lembrando que este dois modelos sao portateis..nao confundir com radio impacto..e sao usados inicialmente para ditching..
Quanto ao VRG 254, ele foi localizado sim( o sinal do ELT) por um L-188 da Varig que fazia buscas na area..porem o sinal foi desprezado na epoca pelos responsaveis pela busca..e logo na sequencia os sobreviventes chegaram na fazenda ...
  • Mastercaptain e Capitão Caverna curtiram isso

#44 Mastercaptain

Mastercaptain
  • Usuários
  • 8.890 posts
  • Gender:Male
  • Data de Nascimento:01/01/1959

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:10

Conheço NDB sim master, nem todos no forum são novatos. O motivo da pergunta foi que em um post antes do meu o Mike Sierra escreveu que foi possivel ouvir o ELT hoje. Então fiquei intrigado com a precisão e o porque das equipes SAR ainda não o terem encontrado. Mas obrigado pela explocação, valeu também pilotokal.

OK BN, é que ultimamente tenho pisado em ovos, com medo de ofender algum aeroentusiasta ainda não tão familiarizado com alguns termos técnicos, andam meio ofendidos ultimamente,por isto a pergunta.Olha, quanto ao colega Mike Sierra que ouviu um ELT, infelizmente são muito comuns sinais falsos, muitas vezes acionados dentro de hangares. Espero sinceramente que seja o do avião desaparecido, e a partir do SAR venha uma localização do mesmo.

Aproveitando o post. Bonnoto, os satélites tem cobertura global, mas se sua pergunta foi feita no sentido de saber o alcance horizontal, não sei responder, e acredito que existam varias marcas de varios fabricantes mais potentes ou menos potentes.

Estou torcendo muito para que achem logo este avião.
  • Bagrim, RCWSKY, Bonotto e 1 outro curtiram isso

#45 Mastercaptain

Mastercaptain
  • Usuários
  • 8.890 posts
  • Gender:Male
  • Data de Nascimento:01/01/1959

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:14

Master, hoje em dia todos Matrix e acho que a grande maioria dos aviões mesmo a pistão saem de fábrica com ELT 406Mhz, o que me deixa passado é o grande número de acidentes que vem ocorrendo, eu como um Piloto Privado que sonha em ter o próprio avião, coloquei definitivamente as barbas de molho... a avionica evoluiu demais, o Piper Matrix por exemplo, é Glass cockpit mas os acidentes estão ocorrendo praticamente toda a semana. Talvez a culpa seja de falta de respeito a aviação? Da Infraestrutura? Falta de treinamento adequado? Todas os anteriores? Fico chateado de verdade, espero que os ocupantes estejam bem em uma praia próxima...

Pellegrini, você tocou em um ponto que para mim é crucial.''Talvez a culpa seja de falta de respeito a aviação? Da Infraestrutura? Falta de treinamento adequado? Todas os anteriores?''

Mas sinceramente não acho que deveríamos discutir tão espinhoso tema neste tópico. Abs
  • Pellegrini, RCWSKY e Bonotto curtiram isso

#46 Bonotto

Bonotto
  • Moderador
  • 6.271 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:18/09/1965

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:14

Mias uma vez obrigado !

Esta do l-188 eu sabia, e também o que foi decidido na época pelo resgate que ninguém acreditava que o 254 pdesse estar tão longe
do range que se procurava, talvez por isto ignorado momentaneamente na época.

Abraços !
  • Mastercaptain e Sydy curtiram isso

#47 Mastercaptain

Mastercaptain
  • Usuários
  • 8.890 posts
  • Gender:Male
  • Data de Nascimento:01/01/1959

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:16

Bonottao, um analogo e o segundo digital. a precisao do segundo e muito maior pois usa sinal de satelites ( o Master deu uma aula no post dele), o segundo alem da posicao manda a identificacao da aeronave junto com o sinal, lembrando que este dois modelos sao portateis..nao confundir com radio impacto..e sao usados inicialmente para ditching..
Quanto ao VRG 254, ele foi localizado sim( o sinal do ELT) por um L-188 da Varig que fazia buscas na area..porem o sinal foi desprezado na epoca pelos responsaveis pela busca..e logo na sequencia os sobreviventes chegaram na fazenda ...

Muito bem lembrado KAL. As coordenadas da fonte do sinal eram tão absurdas, não tinha nada a ver com a rota Maraba -Belem que foram solenemente desprezadas.
  • RCWSKY, Bonotto e Renato Vicente curtiram isso

#48 Bonotto

Bonotto
  • Moderador
  • 6.271 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:18/09/1965

Postado 22 de agosto de 2012 - 22:33

Bem observado Pellegrini, quando comecei a voar tinha 40 anos, minha busca sempre foi o padrão estipulado pelo fabricante e operador, tive muitas dificuldades.

No inicio com o ab115 durante os pousos, sem pressa e com a incrivel paciencia de um instrutor impar fui "descascando o abacaxi" . Depois de me liberarem para voar sozinho fiz umas burrices, tipo decolar com muito vento, decolar com minimos, etc...
O tempo passou, meu instrutor foi voar na comercial, fui amadurecendo. Chegou em um ponto onde até para ir na r595 saindo de SBBI fazia o calculo
de combustivel, quanto tempo poderia voar em uma seletora, depois outra e alternativos dentro de meu alcance. Brifava tudo ! sozinho ou não !

Éra uma tentativa de ter sob controle tudo o que estivesse ao meu alcance, chegava a estudar o terreno que teria em frente com 500' com 1000' e com cada
altitude fazer o melhor pré estudado. Tive sorte de nada acontecer, mas muitas vezes estava voando e pensava e agora se o motor falhar ? o que fazer ? e em algumas vezes cortava a potencia e descobria que...em algums casos iria dar um crash feio....

Aviação é paixão, técnica, estudo e .....em alguns casos sorte...
  • Mastercaptain, monks, Pellegrini e 9 outros curtiram isso

#49 Bravo November

Bravo November
  • Usuários
  • 93 posts
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro/RJ/Brasil
  • Data de Nascimento:27/02/1988

Postado 22 de agosto de 2012 - 23:02

OK BN, é que ultimamente tenho pisado em ovos, com medo de ofender algum aeroentusiasta ainda não tão familiarizado com alguns termos técnicos, andam meio ofendidos ultimamente,por isto a pergunta.Olha, quanto ao colega Mike Sierra que ouviu um ELT, infelizmente são muito comuns sinais falsos, muitas vezes acionados dentro de hangares. Espero sinceramente que seja o do avião desaparecido, e a partir do SAR venha uma localização do mesmo.

Aproveitando o post. Bonnoto, os satélites tem cobertura global, mas se sua pergunta foi feita no sentido de saber o alcance horizontal, não sei responder, e acredito que existam varias marcas de varios fabricantes mais potentes ou menos potentes.

Estou torcendo muito para que achem logo este avião.


É Master embora poste muito pouco eu leio sempre o forum e tenho reparado um certo conflito de conhecimentos.
Mas valeu a info. Se voce souber e puder postar alguma fonte confiavel onde eu possa me interar mais pelo assunto ficaria muito grato. Abcs

#50 Paulopiloto

Paulopiloto
  • Usuários
  • 104 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:20/05/1981

Postado 23 de agosto de 2012 - 13:33

Pra quem espera uma boa notícia, 1 minuto parece ser uma eternidade!

#51 Mastercaptain

Mastercaptain
  • Usuários
  • 8.890 posts
  • Gender:Male
  • Data de Nascimento:01/01/1959

Postado 23 de agosto de 2012 - 13:57

As buscas pelo monomotor que desapareceu depois de decolar do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, entram pelo segundo dia nesta quinta-feira (23). Durante toda a madrugada, o navio-patrulha Gurupi, da Marinha, procurou no litoral do Rio pelo avião que sumiu com dois tripulantes. A Aeronáutica, que interrompeu o trabalho durante a noite, deve retomar as buscas nesta manhã, como informou o Bom Dia Rio.

A previsão é de que o navio continue o trabalho pelos próximos dois dias, até completar 72 horas. O prazo é considerado mínimo, faz parte de um procedimento padrão da Marinha, e pode ser estendido. As buscas estão sendo feitas da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, à região da cidade de Paraty, no Sul Fluminense.

O monomotor, modelo PA-46, prefixo PT-FM, pertencia à empresa exploradora Fernandes e Martins Catanduva Limitada e tinha duas pessoas a bordo. O avião saiu às 19h30 de terça-feira do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, com destino ao Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo.

O controle do tráfego aéreo de São Paulo não foi informado sobre o desaparecimento, o que para a Infraero pode ser um indício de que o avião não chegou a entrar no espaço aéreo paulista.
A Capitania dos Portos informou que quem estava na aeronave era o piloto e o proprietário do monomotor. Eles foram identificados como Fernando Rubinho Lopes e o empresário Francisco Fernandes.

Ainda segundo a Capitania dos Portos, que comanda as buscas, o trabalho em alto mar deve ser feito por três dias, porque não foi descartada a possibilidade de sobreviventes.
http://g1.globo.com/...egundo-dia.html
  • RCWSKY e Mateus Torres curtiram isso

#52 Mateus Torres

Mateus Torres
  • Usuários
  • 91 posts
  • Gender:Male
  • Location:Belo Horizonte / Pará de Minas / Sete Lagoas
  • Cidade/UF/País:Belo Horizonte
  • Data de Nascimento:23/01/1990

Postado 23 de agosto de 2012 - 14:18

Vamos rezando pelo Piloto Fernando Rubinho Lopes e pelo empresário Francisco Fernandes... Tenho certeza que irão encontrar eles, e eles estão bem. São Jorge, hoje é seu dia, nos ajude nessa empreitada, dê conforto a mais essas famílias e a nós colegas e amigos.

Editado por Mateus Torres, 23 de agosto de 2012 - 14:18 .

  • GILMACACO, Papai Asa e Sydy curtiram isso

#53 Mauro Silva

Mauro Silva
  • Membro Honorário
  • 1.617 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Interests:Me interesso pela VIDA !
  • Cidade/UF/País:São Paulo / S P / Brasil
  • Data de Nascimento:05/04/1961

Postado 23 de agosto de 2012 - 15:00

A Pior Emergência é aquela que acontece no Período Noturno !

Que angústia essa espera !

E como é difícil encontrar.

Só rezando mesmo !
  • Sydy e Mateus Torres curtiram isso

#54 Paulopiloto

Paulopiloto
  • Usuários
  • 104 posts
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:20/05/1981

Postado 23 de agosto de 2012 - 15:17


#55 Mastercaptain

Mastercaptain
  • Usuários
  • 8.890 posts
  • Gender:Male
  • Data de Nascimento:01/01/1959

Postado 23 de agosto de 2012 - 16:17

23/08/2012 15h53 - Atualizado em 23/08/2012 15h53

'Nenhum vestígio foi encontrado', diz irmão de piloto de avião desaparecido

'Estamos em contato com a Marinha, mas não há nada concreto', disse ele.
Monomotor desapareceu na noite de terça (21), com piloto e empresário.



O mestre de obras Bonifácio Cavalcanti Neto, irmão de Fernando Rubinho Lopes, piloto do avião monomotor que desapareceu depois de decolar do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite de terça-feira (21), afirmou que, até agora, “nenhum vestígio” da aeronave foi encontrado. “A gente está em contato direto com a Marinha, mas ainda não tem nada de concreto sobre o que ocorreu”, disse Neto.

As buscas pelo monomotor entram pelo segundo dia nesta quinta-feira (23). Durante toda a madrugada, o navio-patrulha Gurupi, da Marinha, procurou no litoral do Rio pelo avião. A Capitania dos Portos informou que, além do piloto, o empresário Francisco Fernandes, proprietário do monomotor, também estava a bordo. Ainda segundo a Capitania dos Portos, que comanda as buscas, o trabalho em alto-mar deve ser feito por três dias, porque não foi descartada a possibilidade de sobreviventes.

“São várias dúvidas que surgem, mas ainda não temos nenhuma informação sobre o avião”, explicou o mestre de obras, irmão do piloto. Ele contou que a família suspeita até de sequestro do avião. “Podem ter desviado a rota. A família pensa em tudo, e bate um pouco de desespero também. Mas vamos aguardar para ver”, disse Neto. Ele contou que está no Aeroporto de Jacarepaguá, acompanhando as buscas da Marinha.

Indício mostra que avião pode nem ter chegado a São Paulo
O monomotor, modelo PA-46, prefixo PT-FM, pertencia à empresa exploradora Fernandes e Martins Catanduva Limitada. O avião saiu às 19h30 de terça-feira do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, com destino ao Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo. O controle do tráfego aéreo de São Paulo não foi informado sobre o desaparecimento, o que para a Infraero pode ser um indício de que o avião não chegou a entrar no espaço aéreo paulista.

A previsão é de que o navio Gurupi continue o trabalho pelos próximos dois dias, até completar 72 horas. O prazo é considerado mínimo e faz parte de um procedimento padrão da Marinha, mas pode ser estendido. As buscas estão sendo feitas da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, à região da cidade de Paraty, no Sul Fluminense.

http://g1.globo.com/...saparecido.html
  • RCWSKY curtiu isso

#56 cmte Payão

cmte Payão
  • Usuários
  • 32 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo, SP
  • Cidade/UF/País:São Paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:13/04/1990

Postado 23 de agosto de 2012 - 17:53

23/08/2012 17h08- Atualizado em 23/08/2012 17h35

FAB encontra tampa de motor que pode ser de avião desaparecido

Peça estava a 3,7 km da costa da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.
Marinha segue com as buscas através do navio-patrulha Gurupi.





Do G1 RJ







A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que foi localizado, na tarde desta quinta-feira (23), um tampão do motor que pode ser do monomotor desaparecido na noite de terça-feira (21). A peça é de modelo igual ao do avião e estava a 3,7 km da costa da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.
De acordo com a FAB, as buscas serão intensificadas no local, para tentar encontrar outras peças e os ocupantes da aeronave.
A Marinha também segue com as buscas através do navio-patrulha Gurupi e equipe da Capitania dos Portos no Rio, Paraty, Itacuruçá e Angra dos Reis.
O monomotor desapareceu depois de decolar do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite de terça-feira (21). Estavam a bordo o piloto Fernando Rubinho Lopes e o empresário Francisco Fernandes, proprietário da aeronave.
Indício mostra que avião pode nem ter chegado a São Paulo
O monomotor, modelo PA-46, prefixo PT-FM, pertencia à empresa exploradora Fernandes e Martins Catanduva Limitada. O avião saiu às 19h30 de terça-feira do Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, com destino ao Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo. O controle do tráfego aéreo de São Paulo não foi informado sobre o desaparecimento, o que para a Infraero pode ser um indício de que o avião não chegou a entrar no espaço aéreo paulista.
A previsão é de que o navio Gurupi continue o trabalho pelos próximos dois dias, até completar 72 horas. O prazo é considerado mínimo e faz parte de um procedimento padrão da Marinha, mas pode ser estendido. As buscas estão sendo feitas da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, à região da cidade de Paraty, no Sul Fluminense.

http://g1.globo.com/...saparecido.html

#57 Wesley Minuano

Wesley Minuano
  • Usuários
  • 147 posts
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo / SP / Brasil
  • Data de Nascimento:19/08/1960

Postado 23 de agosto de 2012 - 19:20

Alguém sabe se o plano era VFR ou IFR ?
Temos o METAR SBJR/SBSC/SBSJ/ SBMT daquele dia para entender melhor as condições ?

Já fiz essa rota inúmeras vezes. Esse Matrix se não me engano era G1000. Provavelmente voava no piloto automático, que é como normalmente se voa nesse aviao.

Os corredores no RJ são sobre o mar nesse trecho e relativamente a baixa altura. Sobe-se a partir da Ilha Grande. Em fetal é exatamente sempre a mesma rota, tanto que varias veze cruza-se com outro trafego.

Conheço também o mar naquela região muito bem, quase todas as baias e quase todas as pedras, pois navego (no mar) por lá desde 1992.

Se a pane foi sobre o mar, algo já deveria ter sido encontrado, mancha de óleo, partes, etc. Mas lembrar que o esquilo do Ulysses caiu na jogatina e pedaços só foram içados por pescadores muitos anos depois.

Não sei como estava a condição de mar. Se estivesse com ressaca, o pouso no mar seria catastrófico, e como teria sido no começo da noite, ao amanhecer não haveria sinais certamente nem de óleo nem de pedaços. Simplesmente o mar engoliria.

Além disso, pouso de emergência no mar de noite é difícil, especialmente por ter pouca lua anteontem.

Por serem os corredores sobre o mar e a baixa altura, a chance de planar até a costa é remota.

Se a pane fosse sobre o mar, seria ainda perto de Santa Cruz. Daria para enviar um mayday. teriam conseguido avisar alguém.

Parece-me plausível que o acidente, se ocorreu, possa ter acontecido entre Ilha Grande e Ubatuba. Há um buraco negro de comunicação lá, dependendo da altitude e condições.

Se entre Paraty e Ubatuba, pior: é serra. E na Serra do Mar tem inúmeros aviões engolidos. Alguns ainda a serem encontrados. Há décadas.

A possibilidade de sequestro me parece fantasiosa.

O ELT do Matrix se não me engano é igual ao meu. Pode ser acionado no painel, sem que a aeronave esteja acidentada. No meu painel coloquei o botão bem ao alcance, se por exemplo estiver em pane caindo/planando, poderia acionar o ELT antes de cair. Carrego também um PLB a bordo, acionavel a qualquer momento - mas esse é o meu esquema pessoal. Não é necessariamente o que outra tripulação faria de procedimento.

O Matrix, com motor Lycoming, é um aviao bastante seguro. Os primeiros Malibu, com motor Continental, apresentaram muitos problemas.

E esse Matrix em especial, novo, se for G1000, especialmente se tiver SVT (e deveria ter) é muito bem equipado. Mesmo se tivesse painel Avidyne.

Mas pode ter ocorrido pane elétrica. Já vi G1000 ou Avidyne "apagar". Ainda assim, tem os instrumentos analógicos básicos, que permitiriam chegar a algum lugar, SJC por exemplo.

Se não me engano, a noite estava limpa, o que em tese daria para ir VFR para SJC.

Se for pane elétrica, isso explicaria eventual falta de comunicação. Até porque ali tem ponte aérea e 737 e Airbus voando o tempo todo no tubulao, logo acima. Normalmente monitora-se a freqüência do centro, e em tese daria para enviar algum mayday. Muito azar ninguém ouvir.

O que me estranha é o fato de um aviao tão novo, talvez até na garantia ainda, desaparecer.
E o que aumenta a angustia é que o tempo está passando e as chances diminuindo. Torço para que nada tenha acontecido, mas temo pelo pior.
  • PTN4769, Lebrão, monks e 5 outros curtiram isso

#58 Phillip Costa

Phillip Costa
  • Usuários
  • 36 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBSR
  • Cidade/UF/País:São José do Rio Preto/SP/Brasil
  • Data de Nascimento:14/10/1982

Postado 23 de agosto de 2012 - 19:28

O que me estranha é o fato de um aviao tão novo, talvez até na garantia ainda, desaparecer.
E o que aumenta a angustia é que o tempo está passando e as chances diminuindo. Torço para que nada tenha acontecido, mas temo pelo pior.


Realmente Wesley, muito estranho tudo isso! Todos nós torcemos para que os dois tripulantes sejam resgatados!

#59 Mauro Silva

Mauro Silva
  • Membro Honorário
  • 1.617 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo
  • Interests:Me interesso pela VIDA !
  • Cidade/UF/País:São Paulo / S P / Brasil
  • Data de Nascimento:05/04/1961

Postado 23 de agosto de 2012 - 20:42

Alguém sabe se o plano era VFR ou IFR ?
Temos o METAR SBJR/SBSC/SBSJ/ SBMT daquele dia para entender melhor as condições ?

Já fiz essa rota inúmeras vezes. Esse Matrix se não me engano era G1000. Provavelmente voava no piloto automático, que é como normalmente se voa nesse aviao.

Os corredores no RJ são sobre o mar nesse trecho e relativamente a baixa altura. Sobe-se a partir da Ilha Grande. Em fetal é exatamente sempre a mesma rota, tanto que varias veze cruza-se com outro trafego.

Conheço também o mar naquela região muito bem, quase todas as baias e quase todas as pedras, pois navego (no mar) por lá desde 1992.

Se a pane foi sobre o mar, algo já deveria ter sido encontrado, mancha de óleo, partes, etc. Mas lembrar que o esquilo do Ulysses caiu na jogatina e pedaços só foram içados por pescadores muitos anos depois.

Não sei como estava a condição de mar. Se estivesse com ressaca, o pouso no mar seria catastrófico, e como teria sido no começo da noite, ao amanhecer não haveria sinais certamente nem de óleo nem de pedaços. Simplesmente o mar engoliria.

Além disso, pouso de emergência no mar de noite é difícil, especialmente por ter pouca lua anteontem.

Por serem os corredores sobre o mar e a baixa altura, a chance de planar até a costa é remota.

Se a pane fosse sobre o mar, seria ainda perto de Santa Cruz. Daria para enviar um mayday. teriam conseguido avisar alguém.

Parece-me plausível que o acidente, se ocorreu, possa ter acontecido entre Ilha Grande e Ubatuba. Há um buraco negro de comunicação lá, dependendo da altitude e condições.

Se entre Paraty e Ubatuba, pior: é serra. E na Serra do Mar tem inúmeros aviões engolidos. Alguns ainda a serem encontrados. Há décadas.

A possibilidade de sequestro me parece fantasiosa.

O ELT do Matrix se não me engano é igual ao meu. Pode ser acionado no painel, sem que a aeronave esteja acidentada. No meu painel coloquei o botão bem ao alcance, se por exemplo estiver em pane caindo/planando, poderia acionar o ELT antes de cair. Carrego também um PLB a bordo, acionavel a qualquer momento - mas esse é o meu esquema pessoal. Não é necessariamente o que outra tripulação faria de procedimento.

O Matrix, com motor Lycoming, é um aviao bastante seguro. Os primeiros Malibu, com motor Continental, apresentaram muitos problemas.

E esse Matrix em especial, novo, se for G1000, especialmente se tiver SVT (e deveria ter) é muito bem equipado. Mesmo se tivesse painel Avidyne.

Mas pode ter ocorrido pane elétrica. Já vi G1000 ou Avidyne "apagar". Ainda assim, tem os instrumentos analógicos básicos, que permitiriam chegar a algum lugar, SJC por exemplo.

Se não me engano, a noite estava limpa, o que em tese daria para ir VFR para SJC.

Se for pane elétrica, isso explicaria eventual falta de comunicação. Até porque ali tem ponte aérea e 737 e Airbus voando o tempo todo no tubulao, logo acima. Normalmente monitora-se a freqüência do centro, e em tese daria para enviar algum mayday. Muito azar ninguém ouvir.

O que me estranha é o fato de um aviao tão novo, talvez até na garantia ainda, desaparecer.
E o que aumenta a angustia é que o tempo está passando e as chances diminuindo. Torço para que nada tenha acontecido, mas temo pelo pior.




Oi Wesley!

Todo Voo Noturno efetuado entre Aeródromos que não estejam na mesma TMA serão IFR ZULU ou YANKEE, ou seja, se o Piloto fez um Plano de Jacaré para São Paulo, pode ter decolado VFR Noturno mas teve que efetuar mudança de Regras a partir de um determinado Fixo para o IFR independente de Lua ou condição Meteorológica.

Sem querer corrigir, apenas melhor informar, o que grifei acima, o Acidente de Ulisses Guimarães ocorreu na Ponta da Joatinga Ok?

Nota 1000 seu Post, é isso mesmo que acontece na Região, só voei 20 anos por lá !

Abc

Mauro

#60 Wesley Minuano

Wesley Minuano
  • Usuários
  • 147 posts
  • Cidade/UF/País:Sao Paulo / SP / Brasil
  • Data de Nascimento:19/08/1960

Postado 23 de agosto de 2012 - 21:00




Oi Wesley!

Todo Voo Noturno efetuado entre Aeródromos que não estejam na mesma TMA serão IFR ZULU ou YANKEE, ou seja, se o Piloto fez um Plano de Jacaré para São Paulo, pode ter decolado VFR Noturno mas teve que efetuar mudança de Regras a partir de um determinado Fixo para o IFR independente de Lua ou condição Meteorológica.

Sem querer corrigir, apenas melhor informar, o que grifei acima, o Acidente de Ulisses Guimarães ocorreu na Ponta da Joatinga Ok?

Nota 1000 seu Post, é isso mesmo que acontece na Região, só voei 20 anos por lá !

Abc

Mauro



JOGATINA = JOATINGA
FETAL = GERAL

Coisas de se digitar no iPhone no meio do transito caótico de Sampa...

Agora, com relação ao plano, sim evidente que VFR noturno em rota entre TMAs diferentes vira IFR.
Precisa saber se de fato mudou de regra durante o voo. Não apenas "de dirteito".
Nem todo mundo faz isso, e é coimum cruzar com gente entre SP e RJ voando no nivel errado e fora das regras.
Ou decolando de ADs não controlados após o por do sol.
Eu mesmo quase dei de frente com um Seneca voando em nível errado (o Seneca), e sem sequer se comunicar com ninguém.
Nem mesmo XPDR ligado que pudesse eventualmente acionar o TCAS.

Não sei o que vc voa, mas se for pistão geral, vai saber do que estou falando e das maluquices que a galera apronta lá.
Especialmente os ultraleves avançados.

Não tinha lido o posto do cmte Payão.
Diz que uma peça foi encontrada a 3,7 km da Barra da Tijuca.
Poderia indicar uma pane e queda após a decolagem.
Mas por que teria acontecido isso com um Matrix 2011 ????





0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 0 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)