Jump to content


Photo

Avião-tanque brasileiro entra no combate a incêndios florestais no Equador


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
13 replies to this topic

#1 transvasp

transvasp
  • Usuários
  • 5,142 posts

Posted 21 de September de 2012 - 17:01


Avião-tanque brasileiro entra no combate a incêndios florestais no Equador




QUITO — Um avião-tanque brasileiro chegou nesta quinta-feira a Quito para ajudar as forças de emergência equatorianas em seus esforços para combater uma onda de incêndios florestais que destruíram cerca de 9.000 hectares de mata, informou a Força Aérea do Equador.


A aeronave C130 se junta a quatro helicópteros militares -dois colombianos e dois venezuelanos- que participam dos esforços para sufocar as chamas em oito províncias do país colocadas em alerta laranja na semana passada.


Em Quito, o cenário é mais complexo. Desde 1º de junho foram registrados cerca de 2.400 incêndios que arrasaram cerca de 2.300 hectares de florestas, segundo a Prefeitura da capital.


Isso representa um aumento de 200% em relação aos casos registrados em 2009, de acordo com o Corpo de Bombeiros de Quito.


As altas temperaturas (de até 28 graus centígrados) e os fortes ventos contribuíram para a propagação do fogo. As autoridades meteorológicas preveem chuvas a partir da próxima semana.




Fonte: http://www.google.co...aeb8d290d0d.a31


#2 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,506 posts

Posted 21 de September de 2012 - 18:59

No Brasil ele não entra né? :ranting_1:
Deixa pegar fogo em tudo

#3 Reineves

Reineves
  • Usuários
  • 669 posts

Posted 21 de September de 2012 - 21:34

No Brasil ele não entra né? :ranting_1:
Deixa pegar fogo em tudo



Missão ao exterior é mais "chique", dá mais ibope...

#4 Air Force One

Air Force One
  • Usuários
  • 3,550 posts

Posted 21 de September de 2012 - 23:44

EIta, não existe mais mal-estar entre Colombia e Venezuela?

#5 augustorocha

augustorocha
  • Usuários
  • 315 posts

Posted 22 de September de 2012 - 20:33

Interessante o BRA ajudando os outros

#6 Luciano Cunha

Luciano Cunha
  • Usuários
  • 405 posts

Posted 23 de September de 2012 - 09:06

Não querendo entrar no mérito de ajudar ou não o país vizinho, mas no Brasil os C130 tem participado sim do combate a incêndios florestais. Em Brasília mesmo eles participaram intensamente ano passado, quando o Corpo de Bombeiros ainda não estava utilizando suas aeronaves(Airtractor 802F).

#7 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,506 posts

Posted 23 de September de 2012 - 16:19

Não querendo entrar no mérito de ajudar ou não o país vizinho, mas no Brasil os C130 tem participado sim do combate a incêndios florestais. Em Brasília mesmo eles participaram intensamente ano passado, quando o Corpo de Bombeiros ainda não estava utilizando suas aeronaves(Airtractor 802F).


Curioso é que constantemente vemos florestas arderem nas queimadas e nada desses C130 entrarem em ação.

#8 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,791 posts

Posted 23 de September de 2012 - 22:12

Curioso é que constantemente vemos florestas arderem nas queimadas e nada desses C130 entrarem em ação.

Prezado José Castro: entrar em ação, eles entram, mas só após assinatura de convênios. Haja burocracia...
Foi o colega Marcelo Conforto, a quem rendo minhas homenagens, no tópico http://forum.contato...__1#entry145282 post 10, que apresentou um trabalho acadêmico, sugerindo a criação de um esquadrão aéreo de combate a incêndios, gerido pelo IBAMA e de pronto atendimento em todo o território nacional.

Edited by jambock, 23 de September de 2012 - 22:15 .


#9 José Castro

José Castro
  • Usuários
  • 1,506 posts

Posted 23 de September de 2012 - 22:41

Prezado José Castro: entrar em ação, eles entram, mas só após assinatura de convênios. Haja burocracia...
Foi o colega Marcelo Conforto, a quem rendo minhas homenagens, no tópico http://forum.contato...__1#entry145282 post 10, que apresentou um trabalho acadêmico, sugerindo a criação de um esquadrão aéreo de combate a incêndios, gerido pelo IBAMA e de pronto atendimento em todo o território nacional.


Eu, em tópico recente sobre os Air Tractor de BSB fiz uma citação ao Marcelo Conforto.
Lembro bem sim desse tópico.
Não sabia dessa de convênio.
Pelo visto, até ser liberado, ter o carimbo da Central de Zooneses, Vig Sanitária, IBAMA, e se duvidar dos militares, já era. Não precisa mais decolar, o fogo consumiu tudo.

#10 Reineves

Reineves
  • Usuários
  • 669 posts

Posted 24 de September de 2012 - 00:27

Quando eu voava na Patrulha, final da década de 80, muito se comentava sobre o avião canadense, o qual poderia inclusive ser usado na Patrulha. Mas se comentava também que o governo poderia adquirir os aviões, jogar a responsa pra FAB, transferir verbas da aviação militar e ainda usar o serviço politicamente. Difícil... :(

#11 Rafael Lopes

Rafael Lopes
  • Usuários
  • 276 posts

Posted 24 de September de 2012 - 11:04

Prezado José Castro: entrar em ação, eles entram, mas só após assinatura de convênios. Haja burocracia...
Foi o colega Marcelo Conforto, a quem rendo minhas homenagens, no tópico http://forum.contato...__1#entry145282 post 10, que apresentou um trabalho acadêmico, sugerindo a criação de um esquadrão aéreo de combate a incêndios, gerido pelo IBAMA e de pronto atendimento em todo o território nacional.


O Ibama já possui Helicópteros, qual a dificuldade de se adquirir aviões adaptados para combate a incêndios florestais, A lista de aeronaves é grande. Podendo inclusive incluir a versão civil dos Hércules utilizando-se do mesmo sistema que a FAB possui.

#12 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,791 posts

Posted 26 de September de 2012 - 17:14

Meus prezados:

OPERACIONAL - FAB apoia Equador no combate a incêndios

A Força Aérea Brasileira (FAB) apoiou, de 20 a 24 de setembro, o governo do Equador no combate a incêndios florestais que se alastravam por várias províncias do país. Uma aeronave Hércules C-130 chegou a Quito na quinta-feira (20) e realizou onze voos, utilizando mais de cem mil litros de mistura retardante para combater os incêndios, que chegaram a causar mortes no país.

O C-130 Hércules do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) da FAB conta com um sistema de contenção de fogo que pode lançar até 12 mil litros de água em uma área de 500 metros de extensão e 50 metros de largura.

“Essa foi a nossa primeira missão desse tipo no exterior. Voamos em uma região com geografia totalmente diferente da que estamos acostumados no Brasil. É um terreno muito montanhoso. Com certeza tivemos um ganho operacional muito grande para o esquadrão”, afirmou o Tenente-Coronel Marco Antonio Parreiras, comandante do 1º GTT.

Além do apoio da FAB, o trabalho de combate a incêndios envolveu diversas autoridades locais. “O Equador tem sido apoiado por governos irmãos, especialmente com o fornecimento de meios aéreos”, afirmou o chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas do Equador, General Leonardo Barreiro. “No futuro, pretendemos adquirir equipamentos iguais aos utilizados pela Força Aérea Brasileira”, completou.

O embaixador do Brasil no Equador, Fernando Simas Magalhães, disse que o Brasil está sempre à disposição para apoiar o país vizinho. Ele afirmou ainda que a cooperação brasileira envolverá um programa de treinamento de pessoal equatoriano para combater tais fenômenos.

Posted Image

[url=

[url=

[url=

Posted Image


Fonte: Agência Força Aérea 25/09/2012 - 18h38

#13 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 22,791 posts

Posted 03 de October de 2012 - 11:58

Meus prezados:
FAB e os incêndios no Equador
C-130 do 1º GTT usa o sistema MAFFS


Posted Image

Demonstração do Sistema MAFFS pelo 1ºGTT - foto: Força Aérea Brasileira



FAB ajuda combater incêndios florestais no Equador

Uma aeronave C-130 Hercules da Força Aérea Brasileira (FAB) pertencente ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1ºGTT) esteve entre os dias 20 e 24 de setembro no Equador ajudando a combater incêndios florestais que se alastravam por algumas províncias daquele país. Equipado com um Modular Airborne Fire Fighting System (MAFFS), o C-130 FAB 2453 chegou a Quito, capital do Equador, no dia 20 de setembro e realizou onze voos despejando sobre as áreas dominadas pelo fogo um volume total superior a 100 mil litros de mistura retardante para debelar os focos de incêndio.
Fornecido por uma empresa estadunidense, o MAFFS é um equipamento de combate a incêndios integrado por módulos adaptáveis ao C-130 sem à necessidade de modificações na aeronave. O MAFFS é capaz de despejar até 12 mil litros de água misturada com líquidos retardantes de uma única vez sobre uma área de 500 metros de comprimento e 50 metros de largura.

Posted Image

A missão de ajuda ao Equador para combater incêndios que assolaram algumas regiões daquele país é a primeira realizada pelo 1ºGTT fora do Brasil-foto Agência Força Aérea



Segundo o tenente coronel aviador Marco Antonio Parreiras, comandante do 1º GTT, a missão que acaba de ser cumprida foi à primeira desse tipo no exterior. Parreras salienta que os voos do C-130 do 1º GTT foram realizados sobre um terreno de geografia consideravelmente distinta daquela encontrada no Brasil, o qual é predominantemente montanhoso. O comandante da unidade avalia que a missão acrescentou um valioso aprendizado operacional para o esquadrão.
fonte: Por Ivan Plavetz para Tecnologia e Defesa, 28 set 2012

Edited by jambock, 03 de October de 2012 - 12:02 .


#14 Caravelle

Caravelle
  • Usuários
  • 3,975 posts

Posted 03 de October de 2012 - 15:54

EIta, não existe mais mal-estar entre Colombia e Venezuela?


O problema era entre o Uribe e o Chávez.