Jump to content


Photo

Macau

Macau

  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
5 replies to this topic

#1 Jopeg

Jopeg
  • Usuários
  • 739 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:LISboa
  • Data de Nascimento:09/07/1972

Posted 10 de November de 2012 - 08:19

Macau


Uma vez no Oriente, e a caminho de Hong Kong, era obrigatório conhecer o local com a maior presença portuguesa da zona … Macau.

Chegamos a Macau vindos de Singapura, num agradável voo da Tiger Airways ( http://www.tigerairways.com/sg/en ), com um custo de aproximadamente 100€ por pessoa. O aeroporto de Macau foi construído na ilha da Taipa em terrenos “conquistados” ao mar.

O avião da Tiger já em Macau.
Posted Image

O aeroporto de Macau (foto de Jeffwell – Airliners.net)
Posted Image

Uma vez chegados ao terminal dei de caras com várias informações em Português. Sim, a nossa língua ainda é uma das línguas oficiais do território. Mas o uso do português falado é muito limitado, pois são muito poucas as pessoas que o falam. Em termos de escrita/informações/avisos ai há muita coisa em Português.

Controlo de passaporte feito, fomos até ao posto de turismo e perguntei se falavam em português, me disseram que apenas chinês e inglês. Mas mesmo assim consegui trazer o que desejava, um mapa do território.

Para o trajeto entre o aeroporto e o hotel, uma vez que tínhamos pesadas malas, decidimos ir de táxi. O pior momento em Macau … Havia uns jovens que estabeleciam a ligação entre os turistas e os taxistas, pois estes últimos não falam inglês. O primeiro taxista era "supeeeer stressado" … falava depressa, gesticulava por tudo que era lado e discutia em chinês, obviamente não quisemos ir com ele. Escolhemos um outro táxi. O percurso até ao hotel durou uns 10m, quando chegamos ao hotel, havia um outro hospede que queria um táxi, o nosso taxista quis apanhar aquele cliente, e quase que nos expulsou do carro. Mas uma coisa só vista !!!. Ainda por cima, não deu o troco todo e ficou com 20 Patacas, cerca de 2€. A partir daquele episódio rocambolesco decidimos que táxi só se fosse mais de 10km e não houvesse mais nenhum transporte. Mau demais …

O hotel escolhido foi o Hotel Taipa da rede Best Western ( http://book.bestwest...pertyCode=78616 ) Um hotel com um bom quarto mas com um café da manhã fraco. Pagamos 81.35€ por uma noite. Uma vez que já tinha caído a noite, foi só deixar a mala no hotel e apanhar um autocarro até ao centro de Macau. Escolhemos o Bus n.º 11, que fazia o percurso entre a ilha da Taipa e a Península de Macau. Uma vez chegados ao centro de Macau, foi caminhar à descoberta da cidade e ficar admirado com os neons dos muitos casinos.

O primeiro edifício em que reparamos foi na sede do banco BNU, com o seu antigo símbolo. Engraçado esta memoria de Portugal tão distante do nosso país. Os passeios são feitos em típica calçada portuguesa.

A sede do BNU
Posted Image

Uma placa de rua (foto tirada no dia seguinte)
Posted Image

Ao fim da Avenida Almeida Ribeiro tínhamos o Largo do Senado, o mais emblemático largo de Macau, Aqui é mesmo o centro de Macau e podemos ver edifícios de estilo português como a Santa Casa de Misericórdia e o Edifício do Leal Senado. Esta zona é considerada património da humanidade pela UNESCO.

Santa Casa da Misericórdia à noite
Posted Image

Um simples candeeiro
Posted Image

A caminhada prosseguiu até as Ruínas de S. Paulo, outra das imagens de Macau. Pelo meio ofereceram-me uma amostra daquilo que baptizei de “carne cristalizada”. Achei mau demais e não comprei …

Ruínas de S. Paulo
Posted Image

Uma carne prensada, cristalizada ou qualquer coisa assim ... o exotismo do Oriente
Posted Image

Tiradas umas fotos nas ruínas, estava na hora de regressar... Fizemos o percurso inverso, paramos para jantar e visitamos umas lojas.

Um pouco mais abaixo, junto ao mar, os muitos casinos fazem de Macau a "Las Vegas do Oriente". Este já é o local no mundo onde se movimenta mais dinheiro em jogo. Os casinos para atrair os visitantes apostam em luzes e mais luzes, o que dá um aspeto muito animado e bonito à zona. Junto aos casinos há também algumas lojas de penhores. O jogo aqui atinge grandes proporções e os perdedores, num acto de desespero, acabam por penhorar relógios e jóias. É impressionante a quantidade de relógios de luxo e jóias presentes nestas lojas.

Os neons
Posted Image

Um casino
Posted Image

O maior dos casinos, o Grand Lisboa
Posted Image

Uma das muitas lojas de penhores
Posted Image

A famosa curva do Hotel Lisboa no circuito automóvel da Guia. As corridas realizaram-se no fim de semana anterior
Posted Image

O dia que começou em Singapura estava agora a acabar. Fomos de autocarro até ao hotel … no dia seguinte haveria mais Macau.

-- Dia 2 --



Café da manhã tomado estava na hora de descobrir Macau com a luz do dia. Apanhamos um outro ônibus para o mesmo lugar, como escolhemos um percurso diferente sempre pudemos ver um pouco mais de território. Depois do ônibus, e já a pé, fizemos o percurso do dia anterior.

O edifício do Leal Senado
Posted Image

Uma igreja
Posted Image

Descobrimos uns portugueses Pasteis de Nata/Belém. Infelizmente o gosto fica a milhas dos nossos, a mesma distância que separa Portugal de Macau.
Posted Image

Também achei piada a este estabelecimento de venda de Chá. Um produto muito apreciado na Ásia
Posted Image

Um marco dos correios também escrito em português
Posted Image

Uma noiva numas galerias junto as ruínas de São Paulo. Local de excelência para fotos dos casamentos locais
Posted Image

As famosas ruínas de S. Paulo, “o postal de Macau”
Posted Image

Depois das ruínas, e já sozinho, subi a Fortaleza do Monte onde se situa o Museu de Macau ( http://www.macaumuseum.gov.mo/ ). Aqui num plano elevado temos uma boa vista sobre a cidade. É pena é não ser uma cidade particularmente bonita.

Uma Macau menos turística. Apesar de ter alguns edifícios de interesse, não é uma cidade bonita
Posted Image

Um canhão na fortaleza
Posted Image

Depois desci e caminhei até à Gruta de Camões. Situada num jardim, este espaço faz uma homenagem a Luís de Camões, um dos maiores portugueses de todos os tempos, e que viveu em Macau. Diz a lenda que foi neste local que o poeta se inspirou para escrever “Os Lusíadas”

A homenagem ao poeta Camões
Posted Image

Depois fui almoçar e descobrir um pouco mais da cidade. A parte mais junto ao mar.

O Palácio do Governador
Posted Image

Os (muitos) casinos
Posted Image

Posted Image

O Grand Lisboa
Posted Image

O americano Sands
Posted Image

Mais um casino que queria trazer um pouco de todo o mundo a Macau, mas as construções acabam por ter um aspeto de “plástico”
Posted Image

A homenagem à Deusa A-Má
Posted Image

Depois do passeio pela zona sul do território e de ter visto tantos casinos, decidi entrar num. Não gastei nada pois não tenho, nem de longe, o vício do jogo.

Ao final da tarde regressei à ilha da Taipa pela ponte do Governador Nobre de Carvalho, uma das três pontes que liga a península de Macau às duas ilhas, e fui ao hotel buscar a mala. Estava na hora de sair do território que foi português até 20 de Dezembro de 1999. Apanhamos um barco rumo a Hong Kong, o próximo destino desta viagem por terras da Ásia.


Mais informações

Macau
http://pt.wikipedia.org/wiki/Macau

O turismo de Macau
http://www.macautourism.gov.mo/pt/

O governo local
http://www.gov.mo/eg.../area.jsp?id=21

O aeroporto
http://www.macau-air...om/pt/index.php


Conclusão:

Macau acabou por valer a pena !. Para quem está no Oriente, particularmente na vizinha Hong Kong, e gosta de turismo de cidade não deve perder Macau. Um ou dois dias são suficientes para ver o território.

Não é que seja o sítio mais interessante/belo do mundo, mas há ali algo que “nos diz muito”. Passo a passo, vamos descobrindo sinais da nossa presença e da nossa cultura … é um pouco de Portugal no exótico Oriente !.



Um abraço português,

Jopeg
  • FabioGIG, Beto Jampa, GILMACACO and 8 others like this

#2 santana737200

santana737200
  • Usuários
  • 94 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:fortaleza/ceará/brasil
  • Data de Nascimento:07/07/1979

Posted 10 de November de 2012 - 09:16

Show de bola!

#3 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 17,004 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 10 de November de 2012 - 12:37

Incrível como Macau mantém a cultura ocidental entrelaçada com a oriental. Belos edifícios portugueses, a típica calçada em mosaico português.

Pena que os cassinos são feios que doem.

#4 raverbashing

raverbashing
  • Usuários
  • 2,501 posts
  • Gender:Male
  • Location:SBCT - KOTOL
  • Cidade/UF/País:Curitiba PR
  • Data de Nascimento:01/05/1981

Posted 10 de November de 2012 - 13:06

Muito legal as fotos! Agora que mistura, Português com Chinês!

#5 Blue Flyer

Blue Flyer
  • Usuários
  • 562 posts
  • Gender:Male
  • Cidade/UF/País:Campinas/SP
  • Data de Nascimento:17/08/1980

Posted 10 de November de 2012 - 22:17

Macau é espetacular. Estive lá e tenho muita vontade de voltar. O mais estranho foi dizer bom dia ao oficial de imigração e ele responder: Bom dia! kk Lá eu peguei um mapa, mas quando vi, os nomes das lojas, restaurantes todos em chinês... :( mas nao joguei fora, pq apesar de estar tudo em chines, os endereços são em português!

Quer voltar com certeza à Macau e Hong Kong!!

Muito legais suas fotos! Me fez recordar!

Um abraço!!

#6 Thiagovskie

Thiagovskie

    Fokker F100 MASTER Flight Engineer

  • Usuários
  • 2,365 posts
  • Gender:Male
  • Location:BSB/SBBR
  • Cidade/UF/País:Brasilia-DF, Brazil
  • Data de Nascimento:03/06/1983

Posted 14 de November de 2012 - 14:56

Excelente relato Jopeg,

Tenho vontade de um dia visitar HK e Macau, o mais interessante é sentir esse aspecto "familiar" em uma terra tão distante. Inclusive nós brasileiros, também sentiríamos assim, pela grande influência na nossa arquitetura colonial.

Abraços!