Jump to content


Photo

Avião da BASM teria caído em Santa Catarina


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
41 replies to this topic

#41 Shock Wave

Shock Wave
  • Desligados
  • 567 posts

Posted 23 de May de 2013 - 11:49

infelizmente num país onde a superioridade militar é deixada de lado por medo de os militares tomem o poder novamente, tem q ficar fazendo treinamento a baixa altura com acft que voa 800km por hora no meio de vales.. desta vez foi em fiação, mas poderia ser em alguma outra acft.

mas se é oque temos para hoje. fazer oque. triste q tenha acontecido com um irmão de profissão.


Não entendi o que o C tem a ver com as Cs.

Se tivéssemos o maior orçamento militar do mundo, o piloto não estaria fazendo treinamento a baixa altura no meio de vales?

Qual seria a diferença?

Eu acho que tem muita Hellmann's na tua bagagem.

#42 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,078 posts

Posted 24 de May de 2013 - 10:03

Meus prezados:

Força Aérea segue investigação sobre acidente com avião em SC

Caso foi em Zortéa, no Oeste, em dezembro de 2012; piloto morreu. Informações sobre acidente serão usados para aumentar segurança.

A Força Aérea Brasileira segue com as investigações sobre o acidente com um caça ocorrido em Santa Catarina em dezembro de 2012. A aeronáutica pretende usar o caso para aumentar a segurança nas operações.

O acidente aconteceu na divisa entre o estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em Zortéa, no dia seis de dezembro de 2012. O piloto e capitão André Ricardo Halmenschlager tinha 33 anos e trabalhava há oito na Base Aérea de Santa Maria. O avião se chocou contra uma linha de transmissão que liga a usina hidrelétrica de Machadinho à subestação de Campos Novos, no Oeste de Santa Catarina. Segundo o gerente da usina, Elinton Chiaradia, a aeronave bateu na rede de alta tensão da usina de Machadinho e caiu na água. O piloto ejetou, porém morreu no local.

O comando da Força Aérea Brasileira informou, por meio da assessoria de imprensa, que as investigações do acidente com caça A1 estão sendo conduzidas pelo Centro de Investigações e Prevenção de acidentes aeronáticos, organização ligada ao Comando da Aeronáutica.

De acordo com o comando, a investigação ainda não foi concluída. Por se tratar de uma aeronave militar e ser de interesse da segurança pública, as investigações e o relatório final são reservados, Por enquanto, a FAB garante que o caso será usado para aumentar a segurança nas operações.
fonte: G1 via CECOMSAER 24 maio 2013

Edited by jambock, 24 de May de 2013 - 10:04 .