Jump to content


Photo

Fumaça 2013 : A-29


This topic has been archived. This means that you cannot reply to this topic.
96 replies to this topic

#41 Ricardo Santos

Ricardo Santos
  • Usuários
  • 612 posts

Posted 30 de March de 2013 - 16:23

Vi uma aeronave voando agora às 16h. Parecia um A29 nas cores do EDA. É isso mesmo?

#42 marcelvinicius

marcelvinicius
  • Usuários
  • 3,517 posts

Posted 30 de March de 2013 - 21:47

para deixar saudade:



e promover ansiedade:



#43 Grumman F-14 Tomcat

Grumman F-14 Tomcat
  • Colaborador
  • 3,009 posts

Posted 31 de March de 2013 - 11:43

Revoada final em Brasília

Aeronaves Tucano fazem uma apresentação de despedida sobre o Lago Paranoá. Serão substituídas por outras mais modernas

ÉTORE MEDEIROS


Depois de quase três décadas cruzando os ares em manobras ousadas e surpreendentes, os aviões Tucanos entrarão hoje em ação pela última vez sob o comando dos hábeis pilotos da Esquadrilha da Fumaça. O céu de Brasília será o palco para a despedida das aeronaves, que voarão sobre o Lago Paranoá a partir das 16h. A população do Distrito Federal terá a oportunidade de conferir a apresentação de diversos pontos, mas o trecho entre o Pontão do Lago Sul e o Shopping Pier 21 será o mais indicado.

“O público pode esperar manobras de bastante efeito, principalmente as que envolvem o voo invertido, característica principal da Esquadrilha”, adianta o tenente-coronel aviador Marcelo Gobett Cardoso, comandante do grupo, no site oficial. Em 1999, a turma foi certificada pelo Guinness Book ao fazer o voo de dorso, ou invertido, de forma simultânea, com 10 Tucanos durante 30 segundos. Eles quebraram o próprio recorde em duas ocasiões: em 2002, nas comemorações dos 50 anos da Esquadrilha, a façanha foi realizada com 11 aeronaves e, em 2006, com 12.

Foram mais de 2 mil apresentações do grupo a bordo dos Tucanos (aeronaves T-27) em todo o Brasil e em 20 países. O último voo internacional deu-se em 24 de março, em Georgetown, capital da Guiana. Na última semana, a frota exibiu-se quatro vezes em cidades do Maranhão e do Pará.

Os Super Tucanos, que substituirão os Tucanos, são mais modernos e têm armamentos potentes. Tudo sem deixar a fumaça branca e a colorida de lado. Elas são obtidas a partir de óleo lubrificante. Ao ser injetado no escapamento direito das aeronaves, que está em alta temperatura, o óleo passa ao estado gasoso imediatamente.

Foi com esse recurso que os pilotos da Esquadrilha inscreveram nos céus, desde1953, formas e frases que emocionaram e arrancaram aplausos de multidões.

Além da despedida dos Tucanos, hoje pode ser a última chance de ver o grupo em 2013. Depois da demonstração no Planalto Central, eles deverão ficar até o fim do ano sem levantar voo, enquanto os pilotos treinarão as performances acrobáticas a bordo das novas aeronaves A-29, os Super Tucanos.

Na guerra

Os Tucanos (ou T-27), fabricados pela empresa brasileira Embraer, compõem as Forças Aéreas de 10 países das Américas do Sul e Central, da Europa e da Ásia. Os Super Tucanos (ou A-29), também fabricados pela Embraer, são mais potentes, velozes, contam com melhor sistema de navegação e armamentos mais pesados. A serviço da Força Aérea Colombiana, combateram guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), além de narcotraficantes. Recentemente, a Força Aérea dos Estados Unidos anunciou contrato com a Embraer, que, em parceria com a norte-americana Sierra Nevada, entregará 20 unidades do A-29 aos EUA. Os aviões devem entrar em operação a partir de 2014 em missões no Afeganistão.

Onde ver

Hoje, às 16h, última apresentação da Esquadrilha da Fumaça a bordo de sete aviões Tucano. Voos sobre o Lago Paranoá. Locais indicados para observação: Pontão do Lago Sul e Shopping Pier 21. Duração: uma hora.


Fonte: Correio Braziliense


---


Ooops ...

Proxima apresentacao somente em 2014 ?

Procede essa informacao ?

Imaginei que eles iriam manter os 27 e os 29,
apresentando-se com os 27 e treinando com os 29 ...

Quando estivessem craques no 29, aposentariam os 27 ...

Parece que me enganei ...

#44 Thiago

Thiago
  • Usuários
  • 5,902 posts

Posted 31 de March de 2013 - 17:08

Pois é Tucano...

Depois de tanto tempo, 30 anos mais precisamente, acabou.

Três décadas. Trinta anos. Saiu da prancheta como uma versão turboélice do T-25, mas, no meio do caminho, tornou-se um outro avião. Mas ainda assim, é irmão do T-25, pois ambos são filhos do mesmo pai. Conforme foi ganhando penas, conseguiram perceber que, já era um avião espetacular lá nos idos de 1982, 1983. Aos poucos, outros ovos de Tucano foram chocados no ninho de São José dos Campos, e tão logo ganhastes o nome militar de T-27, ainda não tiveste um nome.

Nome este que, mereceria delinear sua personalidade. Muitos nomes fáceis eram sugeridos. Falcão, Gavião, Águia, enfim: sugestões fáceis, mas que, em nenhuma delas tinha o casamento perfeito entre nome e criatura. Num concurso feito no ninho das águias, foi-lhe dado este nome. Nome este que, não foi dado por um aviador, por incrível que pareça, e sim por um intendente. Este cadete pensou no nome TUCANO, pássaro de origem brasileira.

Mas, TUCANO? Tucano?

Tucano é um pássaro mal balanceado, com um nariz desproporcional, asas mínimas, não é um "voador", e não é um pássaro caçador. Mas, tinha a sua imagem e semelhança, um avião de nariz grande, e com a sua brasilidade, ganhou exatamente a sua personalidade. Casou perfeitamente o nome, com o avião.

Logo que nasceu, procuraram lhe dar já um aspecto para o qual não fora projetado: Queriam que fosse um pássaro ágil, que fizesse coisas, que um pássaro normal não faz. Nossa esquadrilha havia sido desativada, e precisava o quanto antes, de um pássaro que pudesse lhe fazer ganhar os ares novamente. Juntou-se, a possibilidade de usar esse pássaro brasileiríssimo, com a reativação dessa esquadra , que há muito sempre fez brilhar os olhos de quem gostou muito de aviação. Só que, havia um detalhe: nossa esquadrilha, usava um mito, chamado de tê-meia. Substituir um mito, normalmente, só outro mito.

Mas, deu certo. Colocaram-lhe as cores vermelha e branco - as quais casaram muito bem - e lhe entregaram a 6 ases, que souberam extrair o máximo das suas pequenas asas, e seu enorme nariz.

Como pôde, um sucesso destes, com tão pouco tempo, ser absolutamente perfeito. O pássaro teve suas asas guiadas por grandes ases. Casamento perfeito. De novo!

Teve condição de , com suas diminutas asas, atravessar o oceano atlântico, e mostrar a outros povos, o que esse pequeno passarinho brasileiro, poderia mostrar, para águias européias e norte-americanas. Mostrou ao mundo, uma cambalhota, inventada por um desses ases, e que pouquíssimos aviões tinham condições de fazer. Cambalhota essa de nome complicado, quase indescritível. Ah, mas não importa... o fato é que fazia-a com maestria, aparentava descontrole, mas sempre após duas ou três cambalhotas - com sorte - acabava didaticamente com o nariz pro chão, apontado pro eixo de onde vinha.

O eixo do seu bico não gostava dessa cambalhota, afinal, um nariz grande desses, nunca sofrera tamanho esforço. Mas, você sempre fez, e nunca achou ruim.

Voou pela américa do norte, voou pelo caribe, pela europa, enfim, por muito muito chão desse mundão. Pelo seu país, aumentou mais ainda a quantidade de localidades que, seu antecessor, o mito, visitara em priscas eras.

Chegou ao ponto de superar a quantidade de demonstrações feitas pelo mito. Caminhava firmemente seguindo os passos do mito.

Mas, devagarzinho, começou a sentir o peso da idade. Disseram ao passarinho brasileiro que ele iria aguentar muitas e muitas cambalhotas. Mas, seus ossos não aguentaram. Numa apresentação, sua diminuta asa foi-se. Como sempre foi muito bem conduzido - e nesta oportunidade, não deixara de ser - mostrou ser capaz de voar até mesmo com uma asa só. Era demais. Demais em todos os sentidos. Já não tinha mais condições de aguentar com seus pequenos ossos alados, as cambalhotas, e o desenho de várias e várias manobras feitas, só por ele! Não aguentou mais. Era hora de repensar, o que fazer com este legítimo representante do país do inventor do avião.

Pouco tempo depois, optou-se por ter suas pequeninas asas reforçadas. E como se não bastasse, teve suas penas trocadas, com as cores brasileiras. Muita gente quis que o pequeno tucano, mantivesse as cores antigas. Nostalgia é algo que as pessoas se apegam, como forma de não se desapegar de bons momentos. Mas o passarinho ficou bonito, de asa reforçada, e com mais uns 10, 12 anos de vida a mais. Ganhou um raio em seu corpo, como o mito, e lentamente foi também tendo seu nome confundido com a palavra mito.

Sim, tornou-se um mito. Ao ajudar a completar os 60 anos do grupo de pássaros que o ajudou a se transofrmar numa figura mitológica, deu o seu quinhão, fez a sua parte. Muito, meu amigo, muito do que você fez , foi neste grupo de pássaros, conhecido como Esquadrilha da Fumaça, e cujos homens contribuiram - e muito - para a sua atual condição, de se assemelhar, ao seu antecessor.

Faltava pouco para se tornar mito, como o tal tê-meia. Agora, não falta mais. Teve sua aposentadoria combinada, e será substituído pelo seu irmão mais novo, mais forte, de semelhante fisionomia. Pássaro do bico grande, só que mais forte, e que carrega no DNA, toda a tradição que esse pequenino passarinho forjou por 30 anos.

Ainda irá voar mais um tempo, coisa duns anos aí, ensinando muitos cadetes a voar , dando-lhes chance de vida quando estas não mais existirem para outros aviões.
Mas sua graça, sua leveza combinada com seu pequenino tamanho, e sua agilidade aglutinada com sua aparente condição desengonçada, jamais serão igualadas.

Neste atual momento, pequeno passarinho bicudo, você voa pela última vez ao público, mostra pela última vez ao público o quão é ágil, altivo e destemido. Mostra que, ser brasileiro, foi uma qualidade, e que pra ser um grande pássaro, sua principal característica não reside propriamente no seu tamanho. Te vi na sua estréia, no longuínquo 08 de Dezembro de 1983, em que, quando com meus recém-completados 7 anos de idade, não tive noção do quão histórico era aquele momento, mas que lembro com absoluta nitidez daquela manhã absolutamente sem nuvens.Te conheci um pouco de perto, tendo a possibilidade de conduzi-lo por algumas horas. Não tive a intimidade dos grandes amantes, mas tive sim, a oportunidade de ter um contato fugaz, porém intenso com suas asas, seus comandos, sua alma. Por um capricho do destino, quase lhe vi em sua última apresentação. Por muito, muito pouquinho mesmo, poderia ter visto-lhe na primeira, e na última....

Destino, esse caprichoso arquiteto das coincidências....

Mas não tem problema. Lhe conheci, voei contigo, chamei de você, me emocionei e chorei como aquela criança de 1983, quando decolei contigo e outros 6 pássaros numa manhã daquele mesmo lugar, 28 anos depois....

Sei que eu lhe vejo, não em forma, mas em pensamento. Talvez seja melhor estar longe, não sei. A emoção seria muita...

Mas, meu caro passarinho, saiba que sua missão foi cumprida.

Com louvor.





Nos vemos por aí.



Thiago.

#45 Grumman F-14 Tomcat

Grumman F-14 Tomcat
  • Colaborador
  • 3,009 posts

Posted 31 de March de 2013 - 17:15

Cacilda, Thiago ...

Voce se superou ...

Parabens ... :rev:

#46 Brardok

Brardok
  • Usuários
  • 203 posts

Posted 31 de March de 2013 - 19:10

Fui lá me despedir do Tucano. Há mais ou menos 10 anos o T-27 despertou em mim o sonho de aviador que eu não sabia que existia. Aquela apresentação arrojada do EDA mudou a visão de uma criança acostumada a ver só os voos padrões do tupi do aeroclube. De um ruído que fazia parte do som ambiente, os roncos dos motores passaram a ser o ponto a ser olhado no céu, sempre que ouvidos.

Valeu, Tucano! E que seu sucessor possa causar nas pessoas o mesmo que você causou!

Posted Image

Rolou um photoshop nervoso na foto acima. Mas foi com boas intenções. Quem quiser ver a foto original tá aqui: http://i.imgur.com/UOIoWoE.jpg

Edited by Brardok, 31 de March de 2013 - 19:12 .


#47 american_eagle

american_eagle
  • Usuários
  • 198 posts

Posted 02 de April de 2013 - 00:51

Emocionante o texto do Tiago, soube colocar em palavras o que o coração sente. Parabéns! :joinha:

#48 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,099 posts

Posted 02 de April de 2013 - 16:37

Pois é Tucano...
Depois de tanto tempo, 30 anos mais precisamente, acabou.
(...)
Thiago.

Após vinte e dois dias sem internet ( entrei em crise de abstinência), haver brigado com a GVT e estar prestes a acessar a internet através da OI (estou caroneando a internet de uma neta, neste momento), deparo-me com teu excelente texto. Parabéns!

#49 Marco SBCT

Marco SBCT
  • Usuários
  • 2,327 posts

Posted 02 de April de 2013 - 21:58

Cmte. Thiago !
Belas palavras ao bravo Tucano !
Parabéns e gratos.

#50 Marcelo Conforto

Marcelo Conforto
  • Usuários
  • 1,028 posts

Posted 02 de April de 2013 - 23:19

Porr@, queria apertar o LIKE do texto do Thiago umas 27 vezes!

#51 Canguru

Canguru
  • Usuários
  • 64 posts

Posted 03 de April de 2013 - 09:24

Texto realmente fantástico do Thiago! Parabéns!

#52 RICARDO MOTTI

RICARDO MOTTI
  • Desligados
  • 1,385 posts

Posted 05 de April de 2013 - 11:21

Pô Thiago, se era para me fazer chorar, você conseguiu ...

De onde você, um homem nervos de aço como requer a sua profissão, tirou tamanha sensibilidade para escrever um texto tão poético ..???
Ah, já sei a resposta: do coração !!!

Meu grande abraço ...

#53 transvasp

transvasp
  • Usuários
  • 5,189 posts

Posted 05 de April de 2013 - 12:02

Valeu Thiago !!

#54 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,099 posts

Posted 06 de April de 2013 - 01:27

Meus prezados:

Esquadrilha da Fumaça inicia entrega das aeronaves T-27 Tucano ao PAMA-LS


Posted ImageCumprindo o programa de recebimento pelo Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA - LS), três aeronaves T-27 Tucano do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) já foram entregues nesta semana.
A seção de Material do EDA explica que, no total, doze aeronaves serão recebidas pelo Parque.
O aviador responsável por transportar o primeiro T-27 e, concomitantemente, trazer para o EDA mais uma aeronave A-29 Super Tucano, Tenente Thiago Romeiro Capuchinho, confirma a satisfação que sentiu na ocasião. “É com muita alegria que participo deste momento tão importante. Após 30 anos da história da Fumaça com esta aeronave, já fica a saudade. Agora estamos preparados para receber e implantar o novo vetor da Esquadrilha”.

Posted Image

Posted Image

Fotos: Cap Marcelo



#55 Canguru

Canguru
  • Usuários
  • 64 posts

Posted 08 de April de 2013 - 14:59

Gostaria de ver algum (ns) do (s) T-27 do EDA voltando aqui para a AFA, só que nas cores laranja e branca do 1º EIA. Não sei se essas células têm horas de voo suficientes para voltar a serem usadas na instrução, mas seria bacana!

Edited by Canguru, 08 de April de 2013 - 15:00 .


#56 dodomaha

dodomaha
  • Usuários
  • 1,295 posts

Posted 08 de April de 2013 - 15:30

Canguru,
Eles iam para a instrução com a pintura da Fumaça e tudo, para economizar. Mudaram de ideia e vão pro Parque para serem revisados e entrarem na rotação normal da dotação do 1º EIA. Isso se não mudar e deixarem eles pintados e guardados.
Em tempo: o Fumaça 12, um A29, pousou hoje no Galeão. Sinceramente?? Podem jogar as pedras, mas não gostei da bandeira estilizada.

#57 Canguru

Canguru
  • Usuários
  • 64 posts

Posted 08 de April de 2013 - 17:39

Valeu dodomaha!

Quanto à bandeira no estabilizador vertical, digamos que pode ser que leve algum tempo até nos acostumarmos...

#58 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,099 posts

Posted 11 de April de 2013 - 12:59

Meus prezados:

Embraer fecha contrato de R$ 16 milhões com a FAB


A Embraer Defesa e Segurança e a Força Aérea Brasileira (FAB) assinaram nesta quarta-feira um contrato de R$ 16 milhões para adequação e operacionalização de 12 aeronaves A-29 Super Tucano, do acervo do Comando da Aeronáutica na "Esquadrilha da Fumaça", informou a fabricante de aeronaves.

Conforme a companhia, o contrato inclui um pacote de serviços aeronáuticos de engenharia, projeto, pintura, modificação e reconfiguração, entre outros, que soma R$ 10,1 milhões e a opção para o fornecimento de equipamentos de apoio no solo e de serviços adicionais que somam R$ 5,9 milhões.
"O ingresso de uma aeronave moderna como o A-29 Super Tucano na operação da Esquadrilha da Fumaça contribuirá significativamente para que a FAB continue cumprindo sua missão de divulgação de seu profissionalismo e de despertar a vocação aeronáutica nos jovens brasileiros", disse o vice-presidente Sênior de Operações e COO da Embraer Defesa & Segurança Eduardo Bonini Santos Pinto, por meio de nota.

O Tenente-Brigadeiro do Ar, Helio Paes de Barros Júnior, comandante-geral de Apoio da FAB, declarou, também por meio de nota, que o ingresso do A-29 Super Tucano na Esquadrilha da Fumaça é motivo de orgulho para a FAB. "Representa uma oportunidade ímpar de divulgar um produto concebido em conjunto com a indústria aeronáutica brasileira pelo mundo e também a sua marca tecnológica", afirmou.
O contrato foi assinado nesta quarta-feira na LAAD Defence & Security, feira de negócios do setor de segurança e defesa que se realiza no Rio.
fonte: estadão.com.br via CECOMSAER 11 abr 2013

Edited by jambock, 11 de April de 2013 - 19:47 .


#59 Canguru

Canguru
  • Usuários
  • 64 posts

Posted 11 de April de 2013 - 17:43

Um representante da Embraer está aqui na AFA prestando consultoria e auxiliando nesse processo de transição do T-27 para o A-29.

#60 Titolivio

Titolivio
  • Usuários
  • 101 posts

Posted 22 de April de 2013 - 12:39

ESQUADRILHA DA FUMAÇA - Pilotos treinam em simuladores de voo do Super Tucano

Posted Image




A equipe de quinze pilotos do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) participa, durante a semana de 15 a 19/04, de atividades operacionais em simuladores de voo da aeronave A-29 Super Tucano. O treinamento é realizado em Bases Aéreas da Força Aérea Brasileira (FAB) que operam o avião, localizadas em Campo Grande (MS), Boa Vista (RR) e Porto Velho (RO).O Capitão Aviador Ubirajara Pereira Costa Júnior, responsável pela doutrina e instrução no EDA, explica que as atividades “têm como objetivo adaptar os novos pilotos aos procedimentos normais e de emergência na aeronave e simular exercícios e manobras que serão feitos na fase de Adaptação Diurna e Instrumento Avançado, a serem realizados em sede, na área de instrução da Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP)”.

Segundo o Capitão Costa, a fase de simulação é de grande importância para os pilotos. “As emergências simuladas ou treinadas elevam o nível de segurança na operação da aeronave que está sendo implantada no EDA. Tenho a plena certeza que todos agora estão aptos a começarem a nova fase, voando no novo avião”. Em uma próxima etapa, os pilotos darão início à fase de pré-solo, que consiste na parte prática nas aeronaves. A retomada das demonstrações com o novo avião do EDA, o A-29 Super Tucano, ainda não tem data definida.


Fonte: EDA, BABV e BACG

Posted Image


Posted Image

Posted Image


Posted Image

Posted Image



Posted Image