Jump to content


Photo

Three foreign airlines in Brazil talks over domestic ops


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
37 replies to this topic

#1 FCRO

FCRO
  • Usuários
  • 1,138 posts
  • Cidade/UF/País:jacarei/sp/brasil
  • Data de Nascimento:11/06/1987

Posted 14 de June de 2019 - 01:17

13.06.2019 - 15:07 UTC
Three more foreign airlines are in talks with the Brazilian government to launch domestic operations, Brazils infrastructure minister Tarcisio Gomes de Freitas has said at a press conference without naming them.

These companies are publicly traded, there are competition issues between them. We cannot announce them yet, he said, according to Reuters.

The first foreign carrier to be granted preliminary authorisation to set up a domestic subsidiary in the lucrative Brazilian market was Spains Air Europa (UX, Palma de Mallorca), which is expected to start domestic flights in late 2019, Gomes de Freitas said.

Air Europa applied to operate flights within Brazil on May 24, two days after the Senate vote. It currently has three routes to Brazil from Madrid Barajas, to São Paulo Guarulhos (seven weekly frequencies), Recife, and Salvador (three each), according to ch-aviation capacities.

Following the Senate's decision on May 22 to allow non-Brazilian carriers to set up wholly-owned subsidiaries in the country, Minister of Tourism Marcelo Álvaro Antônio commented in a televised Q&A Whatsapp session that the government's overall aim was to have between five and eight "large airlines" servicing the domestic market.

The liberalisation of Latin Americas biggest air market is taking place after years of debate but still needs to be signed into law by President Jair Bolsonaro. The market is dominated by three airline groups controlling 92% of flights, GOL Linhas Aéreas Inteligentes, LATAM Airlines Group, and Azul Linhas Aéreas Brasileiras, according to the Brazilian civil aviation authority (Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC).

The fate of Avianca Brasil, the country's fourth-biggest airline, is expected to be decided at a hearing in a São Paulo State Court on June 17. ANAC forced the heavily indebted carrier to suspend flight operations in late May.




Alguém teria mais info sobre isso??

#2 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,899 posts
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 14 de June de 2019 - 21:51

Aguardem as cenas dos próximos capitulos... 

Facil imaginar uma delas.


  • Red Angry Bird likes this

#3 Millan

Millan
  • Usuários
  • 237 posts
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:17/04/1970

Posted 14 de June de 2019 - 22:00

13.06.2019 - 15:07 UTC
... We cannot announce them yet, he said, according to Reuters...


Huahauaha pano preto!
  • Red Angry Bird likes this

#4 qwert

qwert
  • Usuários
  • 864 posts
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:01/09/1979

Posted 14 de June de 2019 - 22:11

Além das mais óbvias estarem interessadas, acho que COPA, com sua Wingo, poderia também ter interesse aqui.

#5 Red Angry Bird

Red Angry Bird
  • Moderador
  • 6,863 posts
  • Location:SP
  • Cidade/UF/País:Brasil.
  • Data de Nascimento:01/02/1984

Posted 14 de June de 2019 - 22:48

Aguardem as cenas dos próximos capitulos... 
Facil imaginar uma delas.

 
Chute calculado: IAG (British Airways, Iberia, Aer Lingus entre outras). Considerando "publicly traded, competition issues between them".

#6 51Tucano

51Tucano
  • Usuários
  • 2,538 posts
  • Cidade/UF/País:SP/SP/BR
  • Data de Nascimento:07/07/1979

Posted 14 de June de 2019 - 23:30

Apostaria as duas moedas de 25 centavos que achei na rua esse ano que uma das interessadas seria a VIVA que já tem empresas na Colômbia e Peru.

Outra, que seria legal mas não vai ser, poderia ser a Virgin que tem empresas em vários países e logo abrirá vôo pra cá.
  • Kal_Center likes this

#7 Hoepers

Hoepers
  • Usuários
  • 1,735 posts
  • Location:Boston
  • Cidade/UF/País:🇺🇸
  • Data de Nascimento:10/11/1990

Posted 15 de June de 2019 - 04:24

Apostaria as duas moedas de 25 centavos que achei na rua esse ano que uma das interessadas seria a VIVA que já tem empresas na Colômbia e Peru.

Outra, que seria legal mas não vai ser, poderia ser a Virgin que tem empresas em vários países e logo abrirá vôo pra cá.


Sei não, até aqui nos EUA a Virgin foi vendida para Alaska.

#8 Paranaense

Paranaense
  • Usuários
  • 209 posts
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:28/10/1964

Posted 15 de June de 2019 - 07:53

Eu adoraria que viessem Ryanair e Easyjet, but...dream a litle dream...



#9 Kal_Center

Kal_Center
  • Usuários
  • 2,246 posts
  • Location:SSTH
  • Cidade/UF/País:Cisplatina - Uruguay
  • Data de Nascimento:17/03/1982

Posted 15 de June de 2019 - 09:56

Jetsmart e SKY tbm são possibilidades



#10 HammerHead

HammerHead
  • Usuários
  • 536 posts
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:12/11/1906

Posted 15 de June de 2019 - 10:02

Aguardem as cenas dos próximos capitulos... 
Facil imaginar uma delas.


Fácil imaginar uma cena boa ou ruim?

#11 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 20,385 posts
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 15 de June de 2019 - 10:39

Indigo Partners (Viva, Jetsmart, Wizz...), Família Ryan (Ryanair, Flybondi...) e não ficaria surpreso de ver a Amaszonas ou seus sócios espanhóis aportando aqui,



#12 qwert

qwert
  • Usuários
  • 864 posts
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:01/09/1979

Posted 15 de June de 2019 - 10:55

Indigo Partners (Viva, Jetsmart, Wizz...), Família Ryan (Ryanair, Flybondi...) e não ficaria surpreso de ver a Amaszonas ou seus sócios espanhóis aportando aqui,


Ficaria lindo! 'Amaszonas Brasil', não haveria marca melhor para um novo player!
  • flightFernando, danielcsilverio and thgsr08 like this

#13 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,899 posts
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 15 de June de 2019 - 10:59

 
Chute calculado: IAG (British Airways, Iberia, Aer Lingus entre outras). Considerando "publicly traded, competition issues between them".

 

Pode ser.

 

Penso assim... 

 

1) Quem tem criado empresas onde é possivel criar ?  Norwegians....

2) Quem tem $$$ sobrando e pode enxergar vantagem competitiva (leasing mais barato, know how com aeronave) ? Easyjet, Ryanair, Copa, Southwest, Virgin, IAG, Delta...

3) Ficou mais barato colocar US$ 200 mm em um negócio novo com 10 aeronaves do que pensar em comprar um pedaço de uma cia com R$ 4 bi de PL Negativo (afirmação) 

4) Uma cia estrangeira pode conseguir leasing 20 a 30% mais barato e fugir do problema do leasing vs Divida em Outra Moeda (afirmação) 

5) Com tripulantes e time operacional disponivel no mercado e com 14% de desemprego, uma cia Americana por exemplo pode matar dois coelhos de uma vez só...: 

      a) Montar uma subsidiária no Brasil com custo bem interessante

      b) Depois de um ano poder "exportar" mão de obra para os EUA com vistos facilmente obtidos, mercado onde está dificil encontrar recursos humanos

 

E o caixa é sempre rei.... uma empresa nova com backup forte de uma matriz robusta... duvido que Gol, Latam e Azul tentem a estrategia usual de dumping mascarado. Tem gente ai com MUITA bala pra gastar.

 

A Gol que se segure pois sua situação financeira pode aos poucos ser atacada se esse movimento se exacerbar/acelerar e tivermos 3, 4, 5 cias entrando cada uma com 8-10 aeronaves operacionais


  • danielcsilverio likes this

#14 Dinämica da Operação

Dinämica da Operação
  • Usuários
  • 1,255 posts
  • Location:Sampa/Rio
  • Interests:Navios.
  • Cidade/UF/País:RIO/SAMPA
  • Data de Nascimento:30/05/1980

Posted 15 de June de 2019 - 11:17

Low cost vindo com o que, 10 aviões? O que a Latam, GOL e Azul estão colocando no mercado até o final do ano é 3x isso. Uma ULCC vir para cara é para perder dinheiro...

#15 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,899 posts
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 15 de June de 2019 - 11:28

Fácil imaginar uma cena boa ou ruim?

 

Eu diria que é boa para o passageiro, e pode ser boa para algumas cidades - vejo chances de ter um player focando em outras cidades que não São Paulo.

Ruim para a Gol. Agora ela passa a ser das 3 cias a quem tem maior probabilidade de ter problemas. 



#16 LipeGIG

LipeGIG

    Staff Contato Radar

  • Administrador
  • 22,899 posts
  • Location:Nova York
  • Cidade/UF/País:Rio de Janeiro
  • Data de Nascimento:30/06/1972

Posted 15 de June de 2019 - 11:32

Low cost vindo com o que, 10 aviões? O que a Latam, GOL e Azul estão colocando no mercado até o final do ano é 3x isso. Uma ULCC vir para cara é para perder dinheiro...

 

Dinâmica, pense que:

 

Se voce tem PL negativo tem um custo 8% maior

Se voce usa Caixa de Terceiros tem um custo 10% maior

Se voce é uma cia Brasileira arrendando aeronave paga 20-30% mais

Se você tem operação em todo lado e em alguns pontos 1 ou 2 voos por dia, pode ter um custo administrativo um pouco mais alto

 

Então se entra uma ULCC praticando os preços de hoje do mercado Brasileiro, mais enxuta, e com um custo operacional 20% menor, tende a ter a margem positiva de 5 a 10% 

 

O problema não é pra quem entra... é pra quem está sob o risco de não ter margem hoje em dia, tem PL negativo e já opera 100-200 aeronaves com custos mais altos. 

Como vão se defender ? Se baixarem 10% a tarifa vão perder mais dinheiro!


  • Kal_Center likes this

#17 GILMARM

GILMARM
  • Usuários
  • 874 posts
  • Cidade/UF/País:SP/BRASIL
  • Data de Nascimento:06/09/1992

Posted 15 de June de 2019 - 11:43

A Delta poderia entrar com a compra total ou acima dos 51% da Gol, mesmo esta última tendo dívida. Com a aquisição da Gol, certamente o jogo muda, com valor de leasing menor e entre outras vantagens, com possibilidade de envio de tripulação e aeronaves se a demanda diminuir no doméstico brasileiro.

 

O produto e tarifas da Gol está muito bom atualmente. 



#18 BLUE - SBKP -

BLUE - SBKP -
  • Usuários
  • 1,399 posts
  • Cidade/UF/País:Campinas
  • Data de Nascimento:13/01/1985

Posted 15 de June de 2019 - 11:54

 

Dinâmica, pense que:

 

Se voce tem PL negativo tem um custo 8% maior

Se voce usa Caixa de Terceiros tem um custo 10% maior

Se voce é uma cia Brasileira arrendando aeronave paga 20-30% mais

Se você tem operação em todo lado e em alguns pontos 1 ou 2 voos por dia, pode ter um custo administrativo um pouco mais alto

 

Então se entra uma ULCC praticando os preços de hoje do mercado Brasileiro, mais enxuta, e com um custo operacional 20% menor, tende a ter a margem positiva de 5 a 10% 

 

O problema não é pra quem entra... é pra quem está sob o risco de não ter margem hoje em dia, tem PL negativo e já opera 100-200 aeronaves com custos mais altos. 

Como vão se defender ? Se baixarem 10% a tarifa vão perder mais dinheiro!

 

 

Retirando o arrendamento todos os demais citados nao e custo operacional mas sim custo de capital, que todas as empresas tem um pouco mais um pouco menos % de participacao de capital estrangeiro.

 

Deve-se levar em consideracao, muito bem mencionado pelo forista acima, a questao da escala e custo de implantacao que e bem maior numa novata. E a questao de Mercado.

 

Mas e bom ter + 1 ou 2 concorrentes. Fora isto e d+. 

60% do custo e em dolar e o mesmo a R$ 4  mostra o tamanho do desafio de se sonhar, e brincar de praticar tafiras muitos mais baixas do que se esta praticando e ainda dar retorno do Investimento no setor.

 

O grande problema de Custo no Brasil e Estrutural. Impostos, produtividade, ( aeronauta/piloto americano voa cerca de 1000H/ ano brasileiro 800H ??? e ainda fazem mais restricoes vide o problema do 767 da LA) falta de estrutura, custo de combustivel, um dos poucos que tributam combustivel, e nao apenas a questao de tributar mas o grau desta  tributacao ser elevadissimo, falta de estabilidade do dolar, etc etc esta foi uma das razoes que levou a RG e que padece ate a presente como uma sompra no setor.


Edited by BLUE - SBKP -, 15 de June de 2019 - 11:56 .

  • Mayday and Dinämica da Operação like this

#19 Mayday

Mayday
  • Usuários
  • 1,037 posts
  • Location:São Paulo
  • Cidade/UF/País:São paulo/Brasil
  • Data de Nascimento:20/11/1992

Posted 15 de June de 2019 - 12:20

Apostaria as duas moedas de 25 centavos que achei na rua esse ano que uma das interessadas seria a VIVA que já tem empresas na Colômbia e Peru.

Outra, que seria legal mas não vai ser, poderia ser a Virgin que tem empresas em vários países e logo abrirá vôo pra cá.


Uma coisa interessante é que VIVA está de olho na Venezuela. Assim que o Maduro cair, eles pretendem entrar no mercado doméstico. Não é o assunto do tópico, mas acho interessante a LATAM também se preparar e transferir os investimentos que irão fazer na Colômbia para a Venezuela futuramente.

#20 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 20,385 posts
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 15 de June de 2019 - 12:40

Espero que não seja uma nova Argentina. Várias entrantes para um mercado que não se concretizou...

 

Low cost vindo com o que, 10 aviões? O que a Latam, GOL e Azul estão colocando no mercado até o final do ano é 3x isso. Uma ULCC vir para cara é para perder dinheiro...

Mas a Gol começou assim também, 5 aviões contra 100 da Varig e a Tam que trazia 1 ou 2 aviões por mês.

 

Mais importante é que tenha um business plan de longo prazo sério e factível.


  • Bonotto likes this