Jump to content


Photo

China deve liderar mercados aéreos domésticos até 2028


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
5 replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,509 posts
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 11 de July de 2019 - 17:12

Meus prezados

China deve liderar mercados aéreos domésticos até 2028
 
País mais populoso do mundo, a China segue a passos largos para ser a maior economia do planeta durante a próxima década, e a aviação deve surfar na mesma onda. De acordo com relatório divulgado pela Boeing, que projeta o mercado aéreo pelos próximos 20 anos, os chineses terão o maior share global de voos domésticos até 2028, superando os Estados Unidos e a Europa.

Segundo os estudos da fabricante norte-americana, em 2008, a China tinha uma taxa RPK (receita por passageiro por quilômetro) de 236,5 bilhões. Dois anos depois, tal número passou para 335,4 bilhões, enquanto em 2018 chegou a 800,7 bilhões. Seguindo a tendência, por volta de 2028, o RPK chinês, que é um indicativo de demanda aérea, superará 1,7 trilhão.
default.png

China Southern Airlines é a maior companhia aérea chinesa

 

Em termos de volume, espera-se que a China transporte 1,8 bilhão de pessoas entre aeroportos domésticos até 2037, praticamente triplicando os valores registrados 20 anos antes. A título de comparação, em 2004, todos os viajantes do mundo somaram 1,8 bilhão de pessoas.

Ainda de acordo com a Boeing, o Turismo outbound da China deverá crescer de maneira semelhante ao longo do período. Espera-se que o aumento anual fique entre 4% e 6%, principalmente em relação a mercados na América do Norte, Europa e Oceania.

Para acompanhar a forte curva de crescimento, o país tem investido tanto em infraestrutura aeroportuária como no desenvolvimento de aeronaves nacionais. Até 2023, pelo menos oito aeroportos devem ser concluídos, considerando cidades como Dalian, Chengdu e Xiamen. Outras nove pistas de pouso devem ser inauguradas até 2030 em aeroportos já existentes como os de Xangai e Shenzhen.

default.jpg
Comac 919 está previsto para iniciar operações em 2021

A Airbus, que também vê com atenção o crescimento da aviação chinesa, estima que, até 2037, o país acrescente mais de sete mil aeronaves a sua frota interna, majoritariamente com modelos de corredor único. Para atender tal demanda, o governo chinês tem apostado em uma fabricante própria, a Comac. A empresa estatal está desenvolvendo aeronaves de 150 a 190 lugares, de 250 a 290 lugares e de 390 a 400 lugares a serem testadas ao longo da próxima década.
Fonte: Marcel Buono para PANROTAS 8 jul 2019



#2 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 20,385 posts
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 11 de July de 2019 - 19:38

Impressionante como o mercado chinês explodiu nos últimos 10 anos. Achavam que o T3 seguraria bem as pontas de PEK, ligações de cidades second-tier e até mesmo third-tier com os EUA e Europa pareciam distantes, claro com subsídios. Hoje já se discute um terceiro aeroporto para Shanghai, em Nantong.



#3 Bonotto

Bonotto
  • Moderador
  • 8,467 posts
  • Location:Curitiba
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:18/09/1965

Posted 11 de July de 2019 - 23:39

Eles precisarão vencer a desconfiança de produtos não confiáveis, o tempo dirá.

Voar internamente na China é uma coisa, voar o globo é outra.



#4 qwert

qwert
  • Usuários
  • 864 posts
  • Cidade/UF/País:Brasil
  • Data de Nascimento:01/09/1979

Posted 13 de July de 2019 - 13:40

China está a poucos passos de se tornar o mercado líder na aviação, que dará as cartas e que estabelecerá toda a dinâmica e ordenamento do setor.
Enquanto o ocidente fica perdido em seus conceitos de liberdade de mercado e acumula fracassos com suas experiências, China consegue cada vez mais ventos a favor para alcançar a liderança de que é digna de ter.

#5 A345_Leadership

A345_Leadership
  • Moderador
  • 20,385 posts
  • Cidade/UF/País:Skunk Works
  • Data de Nascimento:14/05/1986

Posted 13 de July de 2019 - 19:02

Eles precisarão vencer a desconfiança de produtos não confiáveis, o tempo dirá.

Voar internamente na China é uma coisa, voar o globo é outra.

Bonotto, eu acho que alguns produtos chineses ja podemos dizer que sao confiaveis. Penso que na proxima decada eles terao uma reputacao semelhante aos dos coreanos e japoneses. A Coreia do Sul eh um exemplo disso.

 

Ironicamente, o governo chines nao estava preocupado se as aeronaves sao confiaveis, para eles importante eh dominar o modo de fazer, mas sim com canetas, pois eles nao conseguem ter know-how para fazer canetas tao boas quanto os suicos, alemaes e japoneses!



#6 Bonotto

Bonotto
  • Moderador
  • 8,467 posts
  • Location:Curitiba
  • Cidade/UF/País:Curitiba
  • Data de Nascimento:18/09/1965

Posted 14 de July de 2019 - 08:38

Bonotto, eu acho que alguns produtos chineses ja podemos dizer que sao confiaveis. Penso que na proxima decada eles terao uma reputacao semelhante aos dos coreanos e japoneses. A Coreia do Sul eh um exemplo disso.

 

Ironicamente, o governo chines nao estava preocupado se as aeronaves sao confiaveis, para eles importante eh dominar o modo de fazer, mas sim com canetas, pois eles nao conseguem ter know-how para fazer canetas tao boas quanto os suicos, alemaes e japoneses!

Não sei, a Coreia do Sul e o Japão focaram em provar que tinham qualidade e não quantidade.

Mas só o tempo dirá mesmo.