Jump to content


Photo

Ghibli: 6.000 horas no Kuwait


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,509 posts
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 08 de August de 2019 - 20:26

Meus prezados
Ghibli: 6.000 horas no Kuwait
Na semana entre 11 e 15 de março de 2019 as aeronaves AMX do “Black Cats” Task Group, integrante do Contingente do Comando Aéreo Nacional Italiano (Italian National Contingent Command Air – ITNCC Air), implantado na Base Aérea Al Jaber, Kuwait, operando como parte da missão internacional Inherent Resolve contra o Estado Islâmico (Daesh), chegaram a 6.000 horas de voo.
Implantado em 14 de junho de 2016, a unidade contando com quatro AMX Ghibli,  cumpriu inúmeras missões de reconhecimento e designação, equipadas com o pod  Rafael RecceLite na chamada Operação “Prima Parthica” pela Aeronautica Militare Italiana (AMI).
Ao todo mais de 17.000 pontos de interesse da coalizão foram apontados pelos Ghibli.
Os AMX atuaram ao lado de outros vetores da AMI, como os KC-767 e MQ-9 e de outros vetores da coalizão .
Após voarem 6 mil horas no Kuwait, no dia 26 de março os quatro AMX Ghibli da AMI, marcando a primeira operação destes caças sediados fora do território italiano, foram substituídos  por quatro Eurofighters Typhoon F-2000ª, que assumiram missões de reconhecimento e vigilância aérea.
Fonte: revista Força Aérea jun 2019
Estranho, as aeronaves, tanto as AMX como as Typhoon, só realizaram missões de reconhecimento, designação  e vigilância aérea. Afinal, quais foram as aeronaves que atacaram e bombardearam o Daesh?