Jump to content


Photo

Hércules C/KC-130 argentinos precisam de mais novos motores


  • You cannot start a new topic
  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 jambock

jambock
  • Membro Honorário
  • 26,509 posts
  • Location:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests:aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia
  • Cidade/UF/País:Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento:13/10/1941

Posted 09 de August de 2019 - 01:06

Meus prezados
O AF C-130 da Argentina precisa de mais novos motores.

Hoje e cada vez mais, os C-130 e KC-130H da Força Aérea Argentina estão tendo contratempos operacionais. Falhas no motor não são incomuns, e fica cada vez mais difícil conseguir o financiamento necessário para armazenar adequadamente os C-130 argentinos que, sem dúvida, são a aeronave mais importante do país, fundamental para uma série de tarefas, incluindo paradrop, busca e salvamento, transporte e reabastecimento aéreo (somente KC-130).

Um importante programa de revisão e atualização foi implementado a partir de 2014  pela Fabrica Argentina de Aviones (FAdeA) em parceria com a L-3 para integrar a suíte Flight II + na aeronave argentina, e os dois KC-130 foram equipados com um Wescam Plataforma giroestabilizada MX-10 com sensores LLTV e IR / EO. Tal atualização patrocinada pela FMS foi paga recentemente e com um grande custo, pois as terras das forças armadas e propriedades foram leiloadas para obter o pagamento necessário também dos novos helicópteros Bell 412 EP, T-6C Texan II e sua conversão para o padrão C + .

Embora esta atualização traga nova vida ao Hercules argentino, a aeronave não está ficando mais jovem. As propostas de anos anteriores para adquirir aeronaves de segunda mão do excedente dos EUA não obtiveram o financiamento adequado a ser realizado.
Fontes anônimas da Força Aérea indicam que mesmo enquanto um esforço considerável é feito para reter e qualificar novas equipes (pelo menos 14 só para este ano) e consumíveis, um grande investimento é necessário não apenas para revisar os atuais motores Rolls Royce T56, mas para adquirir mais exermplares, que seja novo ou excedente dos EUA. Especialistas militares também expressaram suas preocupações sobre a necessidade de incorporar mais outro tipo de aeronave, também para parar de usar o C-130 em todos os tipos de propósitos apenas pelo fato de ser a única aeronave de transporte disponível. Tanto para o transporte tático estratégico quanto para o transporte comum.
A Força Aérea Argentina está interessada em buscar a recuperação de mais de suas aeronaves existentes aposentadas, além de incorporar uma aeronave de transporte estratégico. Na época, o Boeing 707 era considerado muito caro, mas isso não se relacionava com a aeronave em si, mas com a alocação de recursos que é comum nos últimos 30 a 40 anos. Opções para requerer C-130J e / ou KC-390 foram consideradas, mas uma decisão ainda não foi tomada.
Fonte: LATAMilitary 6 ago 2019
Trad./adapt. jambock