Jump to content

jambock

Membro Honorário
  • Content Count

    26,683
  • Joined

  • Last visited

About jambock

  • Birthday 10/13/1941

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Porto Alegre/RS/Brasil
  • Data de Nascimento
    13/10/1941

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Porto Alegre/RS/Brasil
  • Interests
    aeronáutica, militar em geral, informática, fotografia

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Recent Profile Visitors

5,144 profile views
  1. Meus prezados Qual vantagem eu obteria se colocasse uma hélice de três (ou quatro) pás em um Cessna 172 Skyhawk?
  2. Meus prezados WORLD EXCLUSIVE Saudia B787-9 ULTIMATE COCKPIT MOVIE: Patrick discovers long hidden world [AirClips]
  3. Meus prezados Força Aérea Chilena C-130H Hércules com 38 pessoas a bordo desaparecidas a caminho da Antártica Um Lockheed C-130H Hércules do Grupo de Aviação Aérea Nº 10 da Fuerza Aérea do Chile está ausente perto da Antártida após o contato do radar ter sido perdido pelo ATC às 18:13 LT. Existem 38 POB. O avião de carga, identificado como um Hércules C130, partiu da cidade de Punta Arenas, no sul, às 16h55. hora local (1955 GMT). Os operadores perderam contato com a aeronave pouco mais de uma hora depois. “O C-130H, serial relatado como 990 (número da construção 4776, e ex-marinha americana KC-130R 160628 que foi fornecida ao Chile em julho de 1995), levou o pessoal a verificar uma linha de suprimento de combustível flutuante e outros equipamentos no Chile. base." O avião desapareceu do radar e uma operação de busca e salvamento foi lançada. A força aérea postou um mapa no Twitter mostrando a localização aproximada do avião antes de desaparecer. Fonte: Fighter Jets World 10 dez 2019 Trad./adapt. jambock A Força Aérea Brasileira está enviando um P-3 Orion e um C-295 SAR A Marinha do Brasil está enviando o Navio Polar (NPo) Almirante Maximiano (H-41)
  4. ´Meus prezados Uma aeronave C-130 Hercules, da Força Aérea do Chile, decolou da Base de Punta Arenas, com 38 pax dia 9/12 às 16:55 (hora local) rumo a base antártida, onde deveria chegar às 18:30, mas após uma hora de voo perdeu contato com o controle de voo. Fonte: GNEWS - Jornal da meia-noite 9 dez 2019
  5. Meus prezados Polícia Civil de Rondônia, DECO/MS e ANAC fazem operação naquele Estado Empresa e funcionários alvos da operação. A Polícia Civil de Rondônia, através da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas – DRACO, deu início ao cumprimento de mandados de busca e apreensão, na sede da empresa RIMA – Rio Madeira Táxi Aéreo, bem como na residência de funcionários da empresa, inaugurando a fase ostensiva da “Operação Mendaz”. A operação é conjunta com policiais civis da DECO/MS – Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado, de Mato Grosso do Sul, hoje referência em investigação e apuração de situações envolvendo segurança de voos, fraudes em procedimentos aeronáuticos e acidentes na aviação e ANAC, a Agência Nacional de Avião Civil. Até o começo da noite de ontem, estavam cumpridos mandados de busca e apreensão, com objetivo de encontrarem material para subsidiar a investigação de falsidade ideológica e outras fraudes nos diários de bordo das aeronaves da empresa – além, de outras irregularidades administrativas. A ação desta é resultado da investigação materializada em inquérito da DRACO, de 2017, que teve início a partir da apreensão de materiais que ocorreu no cumprimento das medidas cautelares exauridas na operação Pouso Forçado em abril do corrente ano. Ao analisar os documentos apreendidos os policiais civis encontraram fotocópias de páginas de diários de bordo, as quais, cotejadas com as páginas originais, indicavam adulterações nas horas de voo. De acordo com a polícia, a normativa que regula o preenchimento dos diários é taxativa quanto à imprescindibilidade das informações e dados referente aos voos e jornada de número de horas e ciclos para a manutenção e inspeção das aeronaves. As informações fidedignas sobre o lançamento de horas e ciclos no Diário de Bordo, mantêm a condição de navegabilidade das aeronaves, de forma que o retardo em suas manutenções faz com que fujam da inspeção no tempo devido e naveguem em condições não seguras. A investigação ainda busca identificar os responsáveis pela adulteração em livros de diários de bordo, bem como verificar outras possíveis falsidades e fraudes perpetradas pelos servidores e responsáveis da empresa. Com o material apreendido, a ANAC, na seara administrativa e a Polícia Judiciária, por meio dos peritos criminais – poderão confrontar as informações prestadas nos documentos apreendidos. Nome da operação O adjetivo MENDAZ em um de seus significados é mentiroso ou falso, o que remete às informações lançadas em livros Diários de Bordo apreendidos. Fonte: PC/RO-TudoRondônia via TMS 2 out 2019
  6. Meus prezados Ala 10 realiza cerimônia de encerramento do Programa de Especialização Operacional Durante a solenidade foram entregues os Distintivos Operacionais aos 82 formandos das diversas aviações Tenente Elias e Tenente-coronel Santana | Publicada em 06/12/2019 06:25 A Ala 10, localizada em Parnamirim, região metropolitana de Natal (RN), realizou, nesta quinta-feira (05), a cerimônia militar alusiva ao encerramento do Programa de Especialização Operacional (PESOP) 2019. A solenidade foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e contou com a presença do Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral; do Major-Brigadeiro José Maria Custódio de Mendonça; do Major-Brigadeiro Wilmar Terroso Freitas; do Major-Brigadeiro Antonio Guilherme Telles Ribeiro; do Subchefe de Avaliação e Doutrina do Comando de Preparo (COMPREP), Brigadeiro do Ar Sergio Barros de Oliveira; do Subchefe de Planejamento, Orçamento e Gestão Institucionais do COMPREP, Brigadeiro do Ar Adriano Beraldo Andrade; do Subdiretor de Contratos e Convênios da Diretoria de Economia e Finanças da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Edson Fernando da Costa Guimarães; do Brigadeiro Francisco Rosenélio de Carvalho; do Brigadeiro Cláudio Alves da Silva; do Brigadeiro Carlos Eduardo da Costa Almeida; de Comandantes, Chefes e Diretores de Organizações Militares; e do Graduado Master da Guarnição de Natal, Suboficial Bruno Eduardo de Araujo Vitor. "Esta cerimônia marca o início da carreira operacional desses novos pilotos da Força Aérea Brasileira. A partir de agora, eles atuarão nos diversos Esquadrões Aéreos, onde terão a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos e elevar suas qualificações profissionais. Assim, parabenizo a todos por mais esta conquista e desejo sucesso nessa nova fase que se inicia", destacou o Comandante da Aeronáutica. O Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Marcelo Fornasiari Rivero, destacou que, após a sua formação na AFA, os pilotos passam a adquirir mais competências, habilidades e conhecimentos técnicos para desempenhar as atividades de combate. "Mais uma vez a Ala 10 coloca sua vocação de combate, formando novos Oficiais para uma Força Aérea em franco crescimento e desenvolvimento de novos projetos", ressalta. Durante a cerimônia, ocorreu a entrega dos prêmios aos Instrutores e Estagiários Padrão 2019. O prêmio é um reconhecimento aos militares que se destacaram durante o curso. O Capitão Aviador Francisco Samir Araujo Boto, do Primeiro Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação, foi um dos agraciados como Instrutor Padrão 2019. "Receber essa honraria é uma emoção muito grande e traz a sensação de dever cumprido", declarou. Já o Tenente Diego Jonatan Bertolo foi um dos agraciados com o prêmio de Estagiário Padrão 2019. "Para mim, é muito bom ter recebido esse prêmio, principalmente pelo reconhecimento de todo esforço e por poder representar os meus amigos que estiveram comigo em todo o curso de especialização", ressaltou. Também foram entregues os Distintivos Operacionais aos 82 formandos nas Aviações de Asas Rotativas; Caça; Transporte; e IVR: Inteligência, Vigilância e Reconhecimento, que prestaram o Juramento do Piloto de Combate. Em seguida, a tropa desfilou em continência ao Comandante da Aeronáutica. PESOP O PESOP tem por objetivo a qualificação operacional do Estagiário para que ele exerça as funções administrativas e operacionais inerentes aos primeiros postos da carreira. O Programa é composto pelo Curso de Tática Aérea, ministrado pelo Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE); pelo Curso de Especialização Operacional; e pelo Estágio Funcional, realizados no âmbito dos Esquadrões Aéreos da Ala 10. A qualificação obtida com a conclusão do programa é o passo inicial na carreira do Oficial Aviador. Os novos pilotos seguem, agora, para as Unidades Aéreas operacionais do Comando de Preparo, em todo o país. Fonte: Defesanet via CECOMSAER 7 dez 2019
  7. Meus prezados Exército Brasileiro aprova compra de aviões C-23B Sherpa Confirmação libera a Aviação do Exército a iniciar a escolha e formação de futuros pilotos O Alto Comando do Exército Brasileiro (EB) aprovou nesta semana a aquisição de aeronaves de transporte Short C-23B Sherpa de estoques da Guarda Nacional dos EUA. Com a confirmação, a Aviação do Exército (AvEx) pode iniciar a escolha e formação dos futuros pilotos. As negociações para a compra dos aviões haviam sido iniciadas em 2017. O programa vai exigir um investimento aproximado de US$ 18 milhões para recolocar as aeronaves em condições de voo. O EB vai adquirir oito unidades do C-23B, dos quais seis terão capacidade operacionais e as outras duas servirão como fonte de reposição de peças. A entrega do primeiro avião é prevista para o primeiro semestre de 2021. Os Sherpa serão operados pelo 4º Batalhão de Aviação do Exército (4° BavEx), baseado em Manaus (AM). A chegada dos aviões também exigir a construção de um novo hangar na sede do 4° BavEx com capacidade para o manejo de cargas e embarque nos bimotores turbo-hélice. O objetivo do EB é utilizar seus próprios aviões no transporte logístico na região Amazônica e assim obter independência da Força Aérea Brasileira (FAB), que hoje faz esse trabalho. Sem grandes recursos, a Exército optou por comprar aviões usados, fabricados há mais de três décadas, porém, tendo à frente cerca de 15 anos de vida útil. As outras opções analisadas pelo país eram aviões novos como o Airbus C-212 (antigo CASA C-212), DHC-6 Twin Otter, Cessna Grand Caravan e o polonês PZL M-28. Já os Sherpa utilizados pelos americanos eram aviões de uso civil convertidos no final da década de 90 para a versão C-23B e que foram utilizados pela guarda nacional dos EUA até 2014, quando foram desmontados e estocados. A ideia dos americanos, inclusive, era repassar 15 unidades, mas o Exército Brasileiro preferiu ter menos aeronaves a fim de preparar toda uma infraestrutura aérea antes de pensar na expansão da sua atuação. Ainda não se sabe se os aviões precisarão de algum tipo de modernização ou adaptação para suas funções no Brasil. O interesse do Exército em voltar a ter seus próprios aviões é antigo e só não ocorreu antes porque a FAB detinha a exclusividade de operação de qualquer tipo de aeronave em ambiente terrestre até 1986. Foi quando o governo brasileiro decidiu permitir que o Exército pudesse operar helicópteros – a Marinha já havia obtido esse direito em 1965 e, mais tarde, em 1998, passou a ter seus aviões de asa fixa, o AF-1 Skyhawk, adquiridos para uso a bordo do porta-aviões São Paulo, hoje desativado. Ex-Bombardier O Sherpa é uma versão militar do avião de passageiros Short 360 criado pela fabricante Short Brothers da Irlanda do Norte em 1981. Foram produzidos pouco mais de 160 aeronaves até 1991 quando a fabricação foi encerrada. Ele pode transportar até 20 passageiros ou cerca de 4 toneladas de carga. Embora tenha uma capacidade de transporte de passageiros semelhante a do Embraer Bandeirante, o avião irlandês tem uma configuração mais adequada ao transporte militar, com asas altas e uma porta de carga traseira de grande área. Sua fuselagem retangular e mais volumosa também favorece essa atuação cargueira. Em 1989, a Short Brothers foi adquirida pela canadense Bombardier e neste ano a unidade foi vendida ao grupo norte-americano Spirit Aerosystems. Fonte: Thiago Vinholes para Airway via CECOMSAER 8 dez 2019
  8. Sentando a púa com o Brigadeiro Rui Moreira LIma Sentando a púa com o Brigadeiro Rui Moreira Lima – parte 2 Fonte: blog Sala de Guerra
  9. Meus prezados Defesas aéreas russas derrubam drones americanos sobre a Líbia: relatório militar dos EUA De acordo com o relatório da Reuters, as forças armadas dos EUA acreditam que as aeronaves desarmadas pilotadas remotamente (RPA) do Comando Africano dos EUA informaram que perderam uma unidade em Tripoli, na Líbia, em 21 de novembro que, na verdade, foi derrubado pelas defesas aéreas russas e está exigindo o retorno dos destroços da aeronave. O general de exército dos EUA, Stephen Townsend, que lidera o comando da África, disse acreditar que os operadores das defesas aéreas na época "não sabiam que era a aeronave pilotada remotamente pelos EUA quando atiraram nela". “Mas eles certamente sabem a quem pertence agora e estão se recusando a devolvê-lo. Eles dizem que não sabem onde está, mas eu não estou comprando ”, disse Townsend à Reuters em comunicado, sem dar detalhes. A avaliação dos EUA, que não foi divulgada anteriormente, conclui que os prestadores de serviços militares privados russos ou o chamado Exército Nacional da Líbia de Haftar estavam operando as defesas aéreas no momento em que o drone foi perdido em 21 de novembro, disse o porta-voz do Comando da África da Força Aérea Coronel Christopher Karns. Karns disse que os Estados Unidos acreditam que os operadores de defesa aérea dispararam contra a aeronave americana depois de "confundi-la com uma aeronave de oposição". Uma autoridade do governo do Acordo Nacional da Líbia (GNA), reconhecido internacionalmente, disse à Reuters que os mercenários russos pareciam ser responsáveis. As autoridades russas negam o uso de prestadores de serviços militares em qualquer teatro militar estrangeiro e dizem que quaisquer civis russos que possam estar lutando no exterior são voluntários. O LNA nega que tenha apoio estrangeiro. Tal ataque reforçaria o papel cada vez mais forte de Moscou na nação rica em energia, onde mercenários russos estão intervindo em nome do comandante oriental da Líbia Khalifa Haftar na guerra civil da Líbia. Fonte: Fighter Jets World 7 dez 2019
  10. Meus prezados Defesas aéreas russas derrubam drones americanos sobre a Líbia: relatório militar dos EUA De acordo com o relatório da Reuters, as forças armadas dos EUA acreditam que as aeronaves desarmadas pilotadas remotamente (RPA) do Comando Africano dos EUA informaram que perderam uma unidade em Tripoli, na Líbia, em 21 de novembro que, na verdade, foi derrubado pelas defesas aéreas russas e está exigindo o retorno dos destroços da aeronave. O general de exército dos EUA, Stephen Townsend, que lidera o comando da África, disse acreditar que os operadores das defesas aéreas na época "não sabiam que era a aeronave pilotada remotamente pelos EUA quando atiraram nela". “Mas eles certamente sabem a quem pertence agora e estão se recusando a devolvê-lo. Eles dizem que não sabem onde está, mas eu não estou comprando ”, disse Townsend à Reuters em comunicado, sem dar detalhes. A avaliação dos EUA, que não foi divulgada anteriormente, conclui que os prestadores de serviços militares privados russos ou o chamado Exército Nacional da Líbia de Haftar estavam operando as defesas aéreas no momento em que o drone foi perdido em 21 de novembro, disse o porta-voz do Comando da África da Força Aérea Coronel Christopher Karns. Karns disse que os Estados Unidos acreditam que os operadores de defesa aérea dispararam contra a aeronave americana depois de "confundi-la com uma aeronave de oposição". Uma autoridade do governo do Acordo Nacional da Líbia (GNA), reconhecido internacionalmente, disse à Reuters que os mercenários russos pareciam ser responsáveis. As autoridades russas negam o uso de prestadores de serviços militares em qualquer teatro militar estrangeiro e dizem que quaisquer civis russos que possam estar lutando no exterior são voluntários. O LNA nega que tenha apoio estrangeiro. Tal ataque reforçaria o papel cada vez mais forte de Moscou na nação rica em energia, onde mercenários russos estão intervindo em nome do comandante oriental da Líbia Khalifa Haftar na guerra civil da Líbia. Fonte: Fighter Jets World 7 dez 2019
  11. Meus prezados Live do Caiafa sobre o Sherpa
  12. Meus prezados Esta história de incentivo... O BNDES concedia vultosos empréstimos, a juros subsidiados, exigindo criação de empregos que, na realidade, limitavam-se a pífios números. Um colega falou sobre ICMS no combustível. Já viram o imposto sobre medicamentos?
  13. Meus prezados Torcedor voando QATAR GIG-DOH-GIG gastará, só em passagens, R$ 17.000,07 na econômica (a mais econômica), além da estadia e alimentação.
  14. Meus prezados JetSmart anuncia compra da Norwegian Argentina JetSmart opera aeronaves Airbus 320 A JetSmart Airlines acaba de anunciar a aquisição da Norwegian Air Argentina, subsidiária da Norwegian Air Shuttle. De acordo com o comunicado oficial, a "ultra low cost" chilena pertencente ao fundo de investimento Indigo Partners operará a rede de rotas companhia recém-adquirida a partir do Aeroporto Jorge Newbery, em Buenos Aires, enquanto seus voos serão mantidos em El Palomar, também na capital argentina. "Estamos muito entusiasmados com a oportunidade de combinar as operações da Norwegian Argentina com as da JetSmart. Nossa empresa tem um compromisso de longo prazo com a Argentina como mercado chave em nossa visão de nos tornarmos a companhia aérea ultra low cost líder na América do Sul. Com esta transação, continuaremos oferecendo viagens aéreas acessíveis aos nossos clientes, tanto a partir do Aeroparque como de El Palomar”, declarou o CEO da JetSmart, Estuardo Ortiz Aeronaves Boeing 737 da Norwegian serão substituídas “O modelo de negócios da JetSmart foi desenhado para garantir eficiência e segurança com baixos custos operacionais, o que nos permite oferecer passagens mais acessíveis aos passageiros. Não se trata apenas de tarifas baixas, mas sim de um modelo no qual o passageiro paga apenas pelo que quer usar e nada mais”, acrescentou Ortiz. FROTAS DE BOEING E AIRBUS Segundo o anúncio, os Boeing 737 da Norwegian Argentina continuarão operando por mais alguns meses, quando serão substituídos pelos Airbus A320 utilizados pela JetSmart. As passagens aéreas da subsidiária continuarão a ser comercializadas até 29 de março. A partir da data, as compras deverão ser realizadas pelo site da JetSmart. VOOS AO BRASIL A JetSmart voará ao Brasil ligando Santiago a Salvador, Foz do Iguaçu (PR) e São Paulo a partir do fim deste mês. Já a Norwegian Argentina, embora já tenha flertado com voos ao País, por ora só opera voos domésticos. Fonte: Marcel Buono para site PANROTAS 4 dez 2019
×
×
  • Create New...