Jump to content

AFLN

Usuários
  • Content Count

    363
  • Joined

  • Last visited

About AFLN

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Brazil
  • Data de Nascimento
    04/11/1900

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    CNF
  1. Abri. C550 esta na tabela X, de Multi Pilot. E operaçao Single Pilot é uma coisa, agora a aeronave ser homologada para tal, é outra. Esse item 4.1.1 é irrelevante pra questao.
  2. Teve seleção para piloto por lá semana passada. 2 copilotos da Tam e 2 Cmtes da Webjet.
  3. Depois do post com o incrível notícia vinda de um site de ilibada reputação, neste dia 1º de abril, onde uma foto tirada de um iphone que foi sabiamente introdozido em um certo orifício praticamente esclarece o mistério do desaparecimento, e com todos os argumentos que vieram a seguir, sou obrigado a ceder. Realmente, o 777 não caiu, está na base aérea e todos estão vivos e bem alimentados, além de limpos. O Elvis e o Senna também não morreram, o homem nunca pisou na lua e nunca sequer saiu da atmosfera da Terra, e vivemos na Matrix... E lá se vai a credibilidade de um forum que deveria ser especializado. Bom, depois que um iluminado reclamou que não deveriam ser postadas notícias em inglês, não duvido de mais nada mesmo. Enquanto isso no PPRuNe..... "igs942 Even if the exact position was known where the engines ran out of fuel, the aircraft could still have glided for over 100 miles in any direction. So pi times the radius squared gives a search area of 3.14 times 10000 = 31,400 square miles as a minimum. Because of the depth of water, a towed sonar array would be needed to pick up debris on the sea floor and the maximum speed would be in the region of 5 knots. Perhaps you could survey as much as 250 square miles a day with side scan sonar. It would still need 125 days just to totally cover this relatively small area. It could be many years before any wreckage is discovered on the sea bed." "Once upon a time, Gulf Air lost a Skyvan in the Gulf, not very far from Das Island, following a double engine failure. The pilot did a successful ditching, and was picked up, along with his only passenger, from the top of the aircraft by a helicopter which was in the area and heard his Mayday. The aircraft sank shortly afterwards. The helicopter pilot had obtained a very good fix on its location; plus/minus 100m, say? We wanted to recover the aircraft to find out exactly what had happened, especially the fuel cross-feed settings. The seabed was flat, sandy and quite shallow; about 30m is my recollection, but I can't remember. We hired an oil industry service vessel equipped by Decca and capable of finding almost anything made of metal on the seabed, down to a large wrench. We paid for 10 days searching by that expensive piece of kit, and they found nothing. After that time the magnesium in the engines would be trickling on to the sand, so we gave up. With that experience, I have to say that finding any part of MH370, let alone the FDR and CVR is unimaginably difficult by comparison with our search, with the position uncertainly, great depth and seabed topography. Any success will be the result of very, very intelligent guesswork, a lot of experience of the ocean, and a huge dose of luck."
  4. Você só pode estar de brncadeira. "Aonde está a dificuldade?" Sério? Procurar um avião de 60 metros de comprimento no mar, que não se tem certeza de onde caiu, numa área de uns 15 milhões de quilômetros quadrados, que cabem uns 2 paises do tamanho do Brasil, com uma profindidade média de 4.000 metros, com relevo irregular, cheio de valas, montanhas, fossas... É pouco pra você? Então adicione um local extremamente isolado, com condicões climáticas adversas. Lembra do AF447? Sabiam aonde a aeronave havia caido, encontraram destroços, mas a aeronave mesmo só foi encontrada anos depois, com a ajuda de subrarinos e tecnologia muito além de simples sonares. Você tem noção de quantas pessoas estão envolvisdas nas buscas, arriscando a vida todo o dia voando e navegando por mares e ares pouco amistosos? Acho que essas pessoas merecem no mínimo, respeito. Não são nem de perto os incompetentes que muitos acham. Excluo destas pessoas o governo malaio, este sim deixou a desejar, fazendo buscas por quase uma semana em local errado, mesmo tendo sido aletrado pela empresa de satélites. A aerovave pode estar na Coréia do Norte? Tá bom, chegou lá como? Voando não foi. Se você acha isso, não deve ter nem idéia de onde fica este país no mapa. Ou você acha que a aeronave iria sobrevoar China ou Coreia do Sul sem ser detectada? Não acharam destroços? Talvez nunca achem. Por essa teoria sua o 707 da Varig está voando ainda. Ou quem sabe está junto do 777, esperando 30 anos para ser explodida em um jogo da copa no Brasil. Pense bem, dia 19 de março agora caiu um B58 aqui no Brasil, e até agora não acharam nada, em uma area bem menor, em terra. Tem um Cirrus desaparecido também a vários dias. Existem além desses, muitos outros. E aí? Nào caíram também? Com todo o respeito, acho que sua ambição em fazer valer sua teoria está te deixando miope diante dos FATOS.
×
×
  • Create New...