Jump to content

CaioPaulista

Usuários
  • Content Count

    648
  • Joined

  • Last visited

About CaioPaulista

  • Birthday 12/22/1996

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    São Paulo/SP/Brasil
  • Data de Nascimento
    22/12/1996

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo

Contact Methods

  • Website URL
    http://uz7spotting.com.br

Recent Profile Visitors

730 profile views
  1. Acho que um GRU-SFO com 3vps seria viável caso a economia continue reagindo (e realmente cresça a +2% a.a a partir de 2020)
  2. Interessantíssima a ampliação de EZE, um gateway muito contemporâneo pra Argentina!! Sonhando com o dia que farão algo do tipo em GRU, o T2 (principalmente) está decadente com uma estética brutalista dos tempos de ditadura militar. Não é nem um pouco agradável.
  3. Imagino a que ponto esse "rompimento" deve chegar. Espero que permaneçam ao menos os acordos de code-share. Nos EUA é aparentemente tranquilo pra Latam pois ela opera em aeroportos muito bem servidos pela Delta. No caso de MAD e LHR, por exemplo, imagino que a concorrência possa ser mais difícil com uma eventual perda de conectividade
  4. Posso queimar minha língua nessa, mas o AEROIn perdeu a credibilidade quando na época das eleições começou a fazer matérias de viés político, "acusando" sem provas o Brasil de financiar regimes como o da Guiné Equatorial após aquela apreensão de ouro em VCP, com CEIBA Airlines e tudo no meio. Às vezes confundem trabalho jornalístico com fofoca. Sigamos na Aeroflap 👍🏼
  5. A intenção da Sideral é boa, mas ela deve ser extremamente boa também a ponto de fidelizar os clientes que ela pretende fidelizar se ela quiser operar a ponte aérea (uma possível escassez de horários não ajuda)... Vale contar também que o marketing, extremamente relevante nessas cias. de carreira, é algo que ela pode não dominar o suficiente para arriscar nesse mercado. ...ou no final das contas isso vai virar um grande mercadão de slots, onde as nacionais pequenas vão garantir para as novas entrantes estrangeiras (ou Azul que diz estar pronta pra combate). Só acho que isso no final das contas também poderia servir para essas brasileiras darem um boost nas operações onde tem know-how (SID cargas e PTN no regional).
  6. O festival de çangue (em concorrência) vai começar já já com a entrada das novas cias. Esse movimento da Azul é para se proteger dos novos jogadores no curto/médio prazo, consolidando o produto na rota e para as atuais, que não largam o osso da mina de ouro (CGH).
  7. Pra mim, a Azul está longe de ser a mais cara. A GOL tem ocupado esse espaço na maioria das minhas buscas e LATAM... prefiro desconsiderar mesmo. Mas eu vejo que a ponte aérea é rentável pelos yields obtidos com compras de passagens em tarifa cheia, que se justificam por uma grande disponibilidade de horários ao longo do dia e principalmente nos mais estratégicos (inicio da manhã e da noite). Não vejo a Azul nessa posição no momento e, fazer ponte aérea em detrimento dos atuais voos é desmerecer esses mercados, que também devem gerar bons yields mantendo nos ejets. Eu acho que os slots deveriam ser distribuídos entre novos entrantes, com uma minoria para GLO e LATAM. Claramente já dominam o aeroporto.
  8. Eu imagino, como já foi dito, que os voos pra Europa a partir de GRU pela Latam são criados com o intuito de aproveitar não só O&D como principalmente cnx da Argentina, Chile etc. Só a Argentina está em uma crise horrível, e a economia do Brasil patinando em crescimento e sem sinal de plena recuperação, pelo menos pra 2019. É hora de ir com cautela.
  9. Nao sei se é off-topic opinar isso, mas será que vão deixar aberta essa área ou com alguma vidraça? Seria um impacto visual positivo nesse estilo brutalista do terminal
  10. O Ceará está entrando em outro patamar com esse nível de infraestrutura turística. Parabéns ao Estado
  11. Muito bacana acompanhar a rápida evolução que a abertura da aviação comercial tá fazendo ma Argentina. Aqui no Brasil aconteceu, por intermédio do governo na infraestrutra e nas operações, a passos muito mais lentos. Com a privatização dos aeroportos a nível regional e abertura para criação de novas cias. a gente vai poder ver coisas como a do aeroporto de EPA surgirem no interior de SP, MG, MT e RS.
  12. De fato, seria a São Paulo ideal, perfeitamente conectada, tudo lindo. Acontece que nem Nova York chega em tal nível de conectividade, só um milagre econômico ia trazer esse tanto de dinheiro e arrecadação pro país a ponto de se reformular todo o sistema de transporte aéreo e terrestre da cidade no lugar de uma lógica de otimização e melhoria dos sistemas já existentes. E discordo que puxadinho algum esteja sendo feito, puxadinho pra mim é o que a Infraero colocava nos aeroportos pra dar conta, sem dar conta, da demanda. Em breve saberemos com mais detalhes os próximos passos da GRU Airport, se feito da forma correta e racional, GRU ainda tem capacidade de absorver uns 70-80mi de pax nos próximos anos.
  13. Não adianta querer que CGH seja um aeroporto para púbico X ou Y ou rotas X ou Y se a demanda não se comportar desse jeito. A verdade é que há uma demanda de variados públicos em Congonhas, por estar em uma região de grande densidade, e ela não vai deixar de existir. Não vejo viabilidade econômica em esforços pra transferir isso para GRU, VCP ou um terceiro aeroporto, mesmo que no médio prazo. Em valor de mercado futuro, talvez seja sim muito mais interessante para a concessionária aplicar USD1 ou 2bi para construir a nova pista e ampliar os terminais dentro do pacote. Sou a favor dessa nova pista, se ela for uma garantia mais definitiva de segurança operacional atrelada ao atendimento da demanda. Até GRU tem espaço e de sobra pra desenvolvimento da infraestrutura, e as obras de mobilidade para os dois aeroportos que já atendem ou atenderão o público são o maior sinal de que o caminho deve ser esse mesmo.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade