Jump to content

PR-GOK

Usuários
  • Content Count

    3,123
  • Joined

  • Last visited

About PR-GOK

  • Birthday 04/15/1983

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Maringá
  • Data de Nascimento
    15/04/1983

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil
  • Interests
    Aviação, Coritiba, comida... e Dormir :D

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Recent Profile Visitors

2,794 profile views
  1. Eu já, aliás, ouvi estando dentro da empresa, cumprindo programação com pessoas envolvidas. Aliás, isso não é novidade, na época de Avianca, o SSA-BOG só era feito pelo pessoal da base SP, o que acabava trazendo um ar de superioridade de alguns, que iam de extra pra SSA, iam pra hotel, transporte e afins pra no dia seguinte fazer o BOG, sendo que SSA era uma base, que voava o mesmo equipamento. Isso só mudou pro final da operação. Não é por xilique, como no caso acima, mas por burrice, que tbm faz parte de muitos que estão na operação. Em se tratando de ser humano, tem de tudo.... Infelizmente...
  2. Como um ex-oxané, e um corona-demitido da Latam, com certeza iria preferir que continuasse a pingar do que a secar. Tem gente que está na "mierda" desde a quebra da Avianca, e nem conseguiu se recuperar que já veio a porrada do Covid. Um CEO de uma empresa aéra laranjada certa vez deu um exemplo muito legal de como funciona um ser humano no mercado de trabalho. É o tripé do profissional. Um é o pé finaceiro - ganhar bem Um é o pé pessoal - Ter vida familiar Um é o pé profissional - ter oportunidades na carreira Se qualquer um desses, o tripé não funciona. Se pagar bem e dar oportunidades de crescimento o profissional uma hora vai desanimar por não ter qualidade de vida Se dar qualidade de vida e oportunidades de crecimento, mas não pagar o suficiente, uma hora o profissional desanima. Se dar um salario top com qualidade de vida, sem crescimento profissional, uma hora o profissional desanima. O desafio é conseguir equilibrar o tripé... Isso Jeromes, eframovichs e afins estão longe de saber...
  3. Isso não é nenhuma surpresa. Aliás, vou mais longe e digo que esse comportamento está intrínseco a muuuuuitos tripulantes da Tam. A gestão da empresa conhece bem o grupo que tem nas mãos, e sabe que é só jogar a gasolina que vai partir do grupo a chama pra colocar fogo em tudo. Explico. Tem um caso famoso de uma comissária, que foi acionada pra fazer um MIA do narrow. O problema é que, esse voo só é feito de uma determinada turma pra cima. Se o limite é alguém da 105, com 12 anos de empresa, e um cms da 107 com 11 anos for fazer esse voo, simplismente não dá. Essa cmra snme, de uma turma 135 ou algo assim, foi acionada pra ir de extra pra MIA, e de lá retornar tripulando via BEL. Quando souberam que uma cmra que não era do grupo foi acionada, fizeram um movimento tão grande, que a empresa acionou outra (do grupo) pra ir pra MIA assumir o voo. A cmra da 135 acabou indo e voltando de extra. Pq dessa historinha, que é bem conhecida? Pq o proprio grupo, até mesmo do narrow tem essa cultura, lá no íntimo, que um cms antigo é melhor do que um novo. Mas esse mesmo cms reclama que voa a 12 anos na empresa e não tem oportunidade de voar um wide, reclama que a empresa mantém um grupo fixo. E nessa votação eu ví isso de camarote. Na votação da ACT, eu ví quem votava SIM sendo ridicularizado, virando meme, bolão em grupos de base pra ver qual porcentagem o não ganharia. Pessoal chamando quem tinha uma opnião diferente de novinho deslumbrado... Na votação, que era basicamente, permite ou não o sindicato de manter QUALQUER negociação permanente, o grupo de novo, sentou o dedo no NÃO. O que o povo com essa mentalidade que eu descrevi acima achava, era que com 2 NÃO seguidos, a empresa iria desistir, e os remanescentes iriam continuar voando sem part time, recebendo full. Esse novo movimento da empresa assustou esses mesmos, que faziam chacota, meme contra quem queria ao menos ouvir a negociação pra decidir depois, com as informações na mão se valia a pena concordar ou não. Agora um levante que eu conheço e sei de nomes, está nesse movimento, fazendo exatamente o que a empresa queria. Em resumo, o grupo de voo da Latam BR tem pessoas incríveis, mas também tem a escória da aviação nacional. É como o falam do brasileiro, merecem o governo que tem, muitos, mas muitos mesmo, muitos merecem a chefia que tem...
  4. Pois na live do sindicato o número de tripulantes pedindo a reabertura da negociação foi grande. A propósito, como eu comentei lá atrás, nas lives do sindicato antes da 1 votação, o chat era poluído de cct, cct, cct, as perguntas sumiam no meio do cct, cct, cct, tanto que o pessoal da live pedia pro pessoal ir mais devagar nos cct, cct, cct... O que o grupo decidiu na ultima assembléia foi não permitir que o sindicato negocie qualquer redução permanente. Em resumo, o grupo decidiu tirar o sindicato da mesa, negando por antecipação qualquer proposta permanente. Até em um mundo paralelo, onde a empresa proporia aumentar em 500% o salário de todos, o grupo já negaria por antecipação. Hoje vemos pessoas que outrora, defendiam a profissão, contra o sucateamento, pedirem a abertura das negociações. O que muita gente não queria, era abrir mão de uma porcentagem do salário em um part time. Não tinha nada haver com defender nada. Maaaaas, como é fácil defender a profissão sem o seu na reta, agora o povo tem recuado. Quero ver se vão manter a mesma postura que mantinham quando existiam 2700 tripulantes atrás na fila... PS, TAM? Alguém esperava algo diferente?
  5. Olhem o que eu recebi no whats: Será que tem alguma verdade nisso? NÃO É BLEFE Ontem foi homologado a abertura da empresa LATAM EXPRESS. Sabem o que isso significa?!? TODOS, absolutamente TODOS, registrados no CNPJ TAM serão DEMITIDOS dentro de um período. E a NOVA empresa (outro CNPJ) contratará com o novo modelo de remuneração mediante a processo seletivo. A empresa possui caixa para mandar todos embora? A resposta é sim meus caros, pois para ajudar existe uma brecha na lei brasileira que em alguns casos as empresas podem pagar a rescisão para seus ex-funcionários em 10 (eu disse dez) ANOS!!! E não duvidem que eles possam demitir por equipamento, visto que a empresa não está para zombaria. A NOVA PROPOSTA oferece uma redução PERMANENTE de 15% para pilotos e 12% para comissários calculados em cima do valor da variável (quilometragem). Com cláusulas quase aprovadas, como por exemplo, estabilidade de 24 meses (não haverá demissões) e prioridade de contratação dos 2.700 tripulantes demitidos passando por processo seletivo. Não será mais votado a mudança para hora. Assim também como não existirá mais proposta se essa não for aceita pelo grupo. Já demonstramos que não somos burros e neste instante precisamos mostrar ainda mais sabedoria que iremos ceder em uma proposta justa para a situação atual. Pois bem colegas, agora são TODOS ou NINGUÉM. Qual nossa resposta para NOVA negociação da LATAM???
  6. A Latam, liberou a escala de Julho pro grupo de voo no dia 25 do Mês de Junho. Quando a escala saiu, não sei pros pilotos, mas das 165 turmas de comissários, só veio voo na escala até a turma 107. Da 108 em diante veio até o dia 10 SAV e do dia 11 em diante FR. Ou seja, 58 turmas sem voo. Pra que isso? Nesse momento com esse numero tão grande de tripulantes cientes que são excedentes, a empresa deduziu que o desespero faria esse grupo aprovar até mesmo a proposta mais esdrúxula possível. O tiro acabou saindo pela culatra, pois o grupo sequer considerou colocar em votação essa proposta. Hoje, após intermediação do TST, temos uma proposta que aos olhos da empresa está separada, mas que no final das contas estão juntas. Se aprovada a ACT, ela só se mantém se for votada e aprovada a alteração da remuneração permanente até o dia 31/08/20. Pela proposta, se chegar nesse ponto, e a proposta não for votada ou for rejeitada, a empresa antecipa o fim da validade da ACT pro dia 31/08/20, sendo possível a redução de força via CCT a partir do dia 01/09/20. E nesse caso, ainda sem o direito ao aviso prévio. E é mais ou menos assim que está no momento. Restam os esclarecimentos sobre a legalidade de alguns pontos, mas eu creio que essa que vá pra votação pra acabar com essa celeuma....
  7. Existe alguma certeza que vai existir um mês com 100%? Não. Sobre o aviso previo, nisso você está certo. Resta saber como o sindicato vai se posicionar com relação a legalidade disso...
  8. Pra quem está se afogando, jacaré é tronco. A proposta que a Latam mandou está cheia de pormenores, que por sí só prejudicam uma real avaliação por parte do grupo. Coisas como a clausula 17, parágrafo 3, que fala sobre o não pagamento do aviso prévio, ou mesmo a cláusula 8, que fala da multa por descumprimento da ACT por parte da empresa, e por aí vai. Sobre o part time, pelo menos pra comissários, que foi a parte que eu tive acesso, receber 45% do base + a variável pra ficar 21 dias do mês em casa, recebendo esse V.A de 700 reais SIM, é o jacaré que muitos colegas vão se agarrar nesse momento. E nada muito diferente do que aconteceu na G3 e na Azul, com algumas excessões... Lembramos que muitos deles, que acabaram de sair da Avianca sem receber as ultimas diárias, e todos os direitos, isso pode sim ser um respiro. Lembrando que a não aceitação da ACT encerra as negociações e a empresa já parte pra aplicação da CCT a partir daí. Entre receber 2 meses 45% do fixo + variaveis pra ficar em casa sem voar, eu realmente não acho um mau negócio. Agora, sobre as clausulas 16 e 17, é uma piada. Obvio que não vai passar. Enfim, sou um desses ex Avianca, graças a Deus fiz meu pé de meia e consigo sobreviver tranquilo sem o salário da aviação, mas sinto pelos meus colegas. Cada um com sua história, seus problemas. Não julgo ninguém...
  9. A pressa é da empresa. CCT vai vir de qualquer jeito. A diferença é que pelo menos até o dia 31/08 quem vai ser demitido tem um respiro. Espera pra ir pra CCT na hora de rejeitar a permanente...
  10. Saiu a proposta da Tã.... Mais ou menos assim... Vou resumir pros amiguinhos... Propôs uma ACT, que não contempla as mudanças permanentes. Mas, já combina que as negociações pra mudança de remuneração permanente deve se dar até o dia 31/08. Após, caso a proposta seja rejeitada pelo grupo, a ACT cai e a vigência, que antes iria até 12/21 se antecipa e acaba no dia 31/08/2020. Então, a empresa vai aplicar a CCT, ou seja, demitir geral... Eu, particularmente creio que essa proposta de ACT com a redução de part time, não é perfeita, mas também não é nada muito diferente do que Gol e Azul fizeram. A ACT eu votaria sim, até pra dar mais 2 meses de respiro aos tripulantes da linha de corte. Como a vigência da ACT está ligada a aprovação da cláusula permanente, quando chegar no momento de votar a permanente aí sim, eu votaria Não. Dessa maneira a ACT iria ser revogada e a empresa iria aplicar a CCT, com vigência pro dia 01/09. Dá no mesmo, demissão em massa, mas pelo menos, dá esse respiro aos colegas que vão ser desligados de um jeito ou de outro. Opnião pessoal mesmo...
  11. Ahhhhhh fala sério... Tem gente defendendo o Jerome? Sério mesmo??? Primeiro, é de se entender, todos entendem, que um CEO trabalha com numeros, e que ele precisa entregar resultado ao board da holding. Agora, é a inteligência de faze-lo. Partir pro enfrentamento, rotular seus tripulantes como jabuticabas, no pior termo pejorativo possível, propor mudanças permanentes que OBVIAMENTE não seriam aceitas, alteração de remuneração em um momento que o grupo está fragilizado, jogando aos 4 ventos em entrevistas em diversos meios de comiunicação que o problema é esse. Que um salario de um tripulante vai fazer a empresa ser menos competitiva... Ahhhh, vai a PQP!!!! Quer fazer isso, faça-o com inteligência. Faça usando as regras do jogo. Porque o papinho desse senhor é de quem descobriu as regras no meio do jogo. NÃO, as regras já estavam aí, e todos aceitaram jogar quando estavam enchendo o toba de dinheiro. Agora, de repente vira uma questão de sobrevivência no medio e longo prazo? Obrigado pelos meus amados tripulantes que em numero recorde pegaram a licença não remunerada dando fôlego à empresa pra passar por esse momento... 90 dias depois... Jabuticabas, improdutivos, comedores de vapza.... Falta de noção, falta de tato, falta de respeito não tem NENHUMA justificativa.... Quem vê pensa que o Kakinoff ou o Rodgerson não são pressionados pelos donos... Só o pobrezinho do Jerome....
  12. Esse foi o avião certo, feito na época errada.... Uma pena...
  13. Mais uma prova que, se quisesse, já teria entrado na ponte faz tempo... Agora, sai da rota pra POA e CWB, entregando essas 2 ligações importantes pra Gol e Tam. Mas concorrência nessas rotas não valem a pena né? Só Ponte precisa.... Te contar viu....
  14. Acabei de acessar, e ambos estão no ar... O que tbm não quer dizer muita coisa...
  15. Pergunta sem noção... Será que esses voos serão aptos ao uso do Cat2 de tripulantes?
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade