Jump to content

PR-GOK

Usuários
  • Content Count

    3,118
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by PR-GOK

  1. A Latam, liberou a escala de Julho pro grupo de voo no dia 25 do Mês de Junho. Quando a escala saiu, não sei pros pilotos, mas das 165 turmas de comissários, só veio voo na escala até a turma 107. Da 108 em diante veio até o dia 10 SAV e do dia 11 em diante FR. Ou seja, 58 turmas sem voo. Pra que isso? Nesse momento com esse numero tão grande de tripulantes cientes que são excedentes, a empresa deduziu que o desespero faria esse grupo aprovar até mesmo a proposta mais esdrúxula possível. O tiro acabou saindo pela culatra, pois o grupo sequer considerou colocar em votação essa proposta. Hoje, após intermediação do TST, temos uma proposta que aos olhos da empresa está separada, mas que no final das contas estão juntas. Se aprovada a ACT, ela só se mantém se for votada e aprovada a alteração da remuneração permanente até o dia 31/08/20. Pela proposta, se chegar nesse ponto, e a proposta não for votada ou for rejeitada, a empresa antecipa o fim da validade da ACT pro dia 31/08/20, sendo possível a redução de força via CCT a partir do dia 01/09/20. E nesse caso, ainda sem o direito ao aviso prévio. E é mais ou menos assim que está no momento. Restam os esclarecimentos sobre a legalidade de alguns pontos, mas eu creio que essa que vá pra votação pra acabar com essa celeuma....
  2. Existe alguma certeza que vai existir um mês com 100%? Não. Sobre o aviso previo, nisso você está certo. Resta saber como o sindicato vai se posicionar com relação a legalidade disso...
  3. Pra quem está se afogando, jacaré é tronco. A proposta que a Latam mandou está cheia de pormenores, que por sí só prejudicam uma real avaliação por parte do grupo. Coisas como a clausula 17, parágrafo 3, que fala sobre o não pagamento do aviso prévio, ou mesmo a cláusula 8, que fala da multa por descumprimento da ACT por parte da empresa, e por aí vai. Sobre o part time, pelo menos pra comissários, que foi a parte que eu tive acesso, receber 45% do base + a variável pra ficar 21 dias do mês em casa, recebendo esse V.A de 700 reais SIM, é o jacaré que muitos colegas vão se agarrar nesse momento. E nada muito diferente do que aconteceu na G3 e na Azul, com algumas excessões... Lembramos que muitos deles, que acabaram de sair da Avianca sem receber as ultimas diárias, e todos os direitos, isso pode sim ser um respiro. Lembrando que a não aceitação da ACT encerra as negociações e a empresa já parte pra aplicação da CCT a partir daí. Entre receber 2 meses 45% do fixo + variaveis pra ficar em casa sem voar, eu realmente não acho um mau negócio. Agora, sobre as clausulas 16 e 17, é uma piada. Obvio que não vai passar. Enfim, sou um desses ex Avianca, graças a Deus fiz meu pé de meia e consigo sobreviver tranquilo sem o salário da aviação, mas sinto pelos meus colegas. Cada um com sua história, seus problemas. Não julgo ninguém...
  4. A pressa é da empresa. CCT vai vir de qualquer jeito. A diferença é que pelo menos até o dia 31/08 quem vai ser demitido tem um respiro. Espera pra ir pra CCT na hora de rejeitar a permanente...
  5. Saiu a proposta da Tã.... Mais ou menos assim... Vou resumir pros amiguinhos... Propôs uma ACT, que não contempla as mudanças permanentes. Mas, já combina que as negociações pra mudança de remuneração permanente deve se dar até o dia 31/08. Após, caso a proposta seja rejeitada pelo grupo, a ACT cai e a vigência, que antes iria até 12/21 se antecipa e acaba no dia 31/08/2020. Então, a empresa vai aplicar a CCT, ou seja, demitir geral... Eu, particularmente creio que essa proposta de ACT com a redução de part time, não é perfeita, mas também não é nada muito diferente do que Gol e Azul fizeram. A ACT eu votaria sim, até pra dar mais 2 meses de respiro aos tripulantes da linha de corte. Como a vigência da ACT está ligada a aprovação da cláusula permanente, quando chegar no momento de votar a permanente aí sim, eu votaria Não. Dessa maneira a ACT iria ser revogada e a empresa iria aplicar a CCT, com vigência pro dia 01/09. Dá no mesmo, demissão em massa, mas pelo menos, dá esse respiro aos colegas que vão ser desligados de um jeito ou de outro. Opnião pessoal mesmo...
  6. Ahhhhhh fala sério... Tem gente defendendo o Jerome? Sério mesmo??? Primeiro, é de se entender, todos entendem, que um CEO trabalha com numeros, e que ele precisa entregar resultado ao board da holding. Agora, é a inteligência de faze-lo. Partir pro enfrentamento, rotular seus tripulantes como jabuticabas, no pior termo pejorativo possível, propor mudanças permanentes que OBVIAMENTE não seriam aceitas, alteração de remuneração em um momento que o grupo está fragilizado, jogando aos 4 ventos em entrevistas em diversos meios de comiunicação que o problema é esse. Que um salario de um tripulante vai fazer a empresa ser menos competitiva... Ahhhh, vai a PQP!!!! Quer fazer isso, faça-o com inteligência. Faça usando as regras do jogo. Porque o papinho desse senhor é de quem descobriu as regras no meio do jogo. NÃO, as regras já estavam aí, e todos aceitaram jogar quando estavam enchendo o toba de dinheiro. Agora, de repente vira uma questão de sobrevivência no medio e longo prazo? Obrigado pelos meus amados tripulantes que em numero recorde pegaram a licença não remunerada dando fôlego à empresa pra passar por esse momento... 90 dias depois... Jabuticabas, improdutivos, comedores de vapza.... Falta de noção, falta de tato, falta de respeito não tem NENHUMA justificativa.... Quem vê pensa que o Kakinoff ou o Rodgerson não são pressionados pelos donos... Só o pobrezinho do Jerome....
  7. Esse foi o avião certo, feito na época errada.... Uma pena...
  8. Mais uma prova que, se quisesse, já teria entrado na ponte faz tempo... Agora, sai da rota pra POA e CWB, entregando essas 2 ligações importantes pra Gol e Tam. Mas concorrência nessas rotas não valem a pena né? Só Ponte precisa.... Te contar viu....
  9. Acabei de acessar, e ambos estão no ar... O que tbm não quer dizer muita coisa...
  10. Pergunta sem noção... Será que esses voos serão aptos ao uso do Cat2 de tripulantes?
  11. Sideral que sossegue com fretados, até pq o negócio está indo muito bem, continue na carga e se quiser fazer algo diferente, que vá pro ACMI caso essa possibilidade exista.... Entrar na ponte com 1, 2 horários com um avião com 54 lugares não faz o menor sentido...
  12. Aí da pra ver o poder do Lobby da Azul na aviação. Sendo o certo ou não, os caras mudam a regra do jogo, com o jogo em andamento, e prevendo essas "entrantes", ainda emplaca uma regra de desempate que vai totalmente a favor dela mesma... Resta ver se Gol e Tam vão assistir isso inertes...
  13. Ahhhhh Map.... Não entre no erro da Taba, Taf, Rico, Puma entre outras... Só vale a pena se a regra mudar e ela poder revender ou algo do tipo depois. Crescer em CGH sem bala na agulha é um tiro no pé...
  14. Também creio que possa ser isso. Somente na Azul eu ví um acionamento de slide da saída de emergência (em CWB). Eu ví pessoalmente 2 slides armados na Azul, e ambos no 320 (ambos ex Oxané) Existe um cálculo da quantidade de pax que podem ser levados levando se em conta a inoperância de saídas, tanto como de asa como principais. Não apenas isso. Mas os sinais de evacuação devem ser modificados pra evitar o uso da mesma. É um perrengue chatinho de se fazer....
  15. Realmente. Poderia entrar em CGH como todas sempre fizeram. Mas aparentemente, vão tentar mudar a regra do jogo com o jogo em andamento....
  16. Vai ser uma guerra de lobbys.... Vamos ver qual grita mais alto... Gol e Tam ou Azul?
  17. Eu não julgo a ação dos outros, eeeeu, não faria isso de maneira alguma, até por ter outra fonte de renda, mas sei que nem todos tem essa opção. Tem gente que tentou se recolocar nas 3 remanescentes mas não conseguiu, se expatriar não é opção... nesse caso, entre um sub-emprego e acreditar em promessas, isso pode ser uma opção tentadora.... Agora, esse pessoal aí que saiu da Tã pra voltar pra oxané, eles devem ter a certeza de alguma coisa, pq pelamor....
  18. Bom ver Gol e Tam saindo do marasmo e respondendo a altura... Só lí verdades...
  19. A pergunta... serão 14 aviões pra aumento ou pra renovação de frota? Até pq a Latam tem muitos A320 bem antigos na frota....
  20. Funcionários que foram demitidos na base, não puderam entregar os uniformes. Na homologação na Pantaleão, os ex-funcionários nem podem entrar nas dependências da empresa. Na recepção, entregam a carteira de trabalho, e um funcionário trás de novo, devidamente assinada. O setor de uniformes está fechado, o pessoal está indo com a mala e voltando com ela... ahhhh valores de homologação, férias, 13 salário, diárias, salarios... Nem sinal, e nem previsão... Agora, mesmo com o acordo de manutenção de passe até o dia 15/06 pelos canais normais, os tripulantes da Avianca perderam o acesso aos sites de emissão do passe livre, no balcão do aeroporto ninguém tem feito o passe, até pelo fato da informação não ter chego aos funcionários de terra. Resultado. Pessoal indo pra SP por conta pra homologar. Vem se apaixonar....
  21. Quem quiser ver, provavelmente, as ultimas decolagens da Avianca Brasil, está programado pra amanhã, saindo de CGH pra SJK os A319 AVD e AVB, previsto pela manhã. Depois disso, creio q nenhum voo mais da AVB decole...
  22. Esse avião pode até não ser o ideal no quesito conforto, mas vai ser uma máquina de fazer dinheiro... Só de reduzir os custos de um A332 pra um A321... A propósito, voei recentemente no CS-TJI, um 321Neo da Tap. As poltronas na economica são sofríveis. Apertadas ao extremo, sem reclínio e o braço da poltrona com a metade do tamanho das que vemos no Brasil. Colocando o braço nela, metade do cotovelo fica suspenso no ar. Depois de 15 minutos de voo, dói tudo. Até os 733 da finada Webjet eram mais confortáveis. Espero que a configuração da economica desse modelo seja mais confortável...
  23. Concordo com você. Não podemos esquecer que Tam e Gol não nasceram com esses slots. A Gol entrou em CGH com força quando comprou a Vrg, e a Tam está por ali desde os anos 70, e depois comprou a Pantanal, aumentando a participação. Não posso dizer que concordo com isso, mas esse é o jogo e o Neelman sabia exatamente qual era quando começou no jogo... Ao fazer esse movimento nas redes, com certeza ganha apelo público, mas as forças tem de ser focadas em outro lugar... Redistribuir em 3 partes iguais os slots da ponte da Avianca não resolve pra Azul, pois mantem a mesma distância pras grandes. Mas também não seria justo repassar todos os slots só pra 1 empresa. Ao meu ver, se quer tanto assim, que deixe o leilão acontecer e pague por isso. Quer moleza, toma sopa de minhoca...
  24. Lamento pelo colega, realmente é uma situação complicada... Mas, que isso sirva pra todos os tripulantes. Aviação não é uma fonte de dinheiro eterna e sem limites. Pessoal tem uma mania de comprar Iphone16Xplus, carro do ano, baladas caras todo o dia, uma vida de luxo e requinte. Nada contra fazer isso, mas é preciso enxergar que um dia tudo acaba. As vezes, o que se gasta em 1 noite no pirata em FOR já pagaria algumas aulas privadas de inglês, ou já seria metade de uma parcela da casa própria. Quando a Varig parou, pessoas foram morar na rua por não terem pensado mais a frente. As pessoas insistem em não aprender com a história da aviação. Espero do fundo do coração que esse colega se recoloque o mais rápido possível, mas que comece a pensar em um backup pra nao ficar dependendo dessas coisas no futuro...
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade