Jump to content

Delta Wing

Usuários
  • Content Count

    488
  • Joined

  • Last visited

About Delta Wing

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    SP Brasil
  • Data de Nascimento
    00/00/0000

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo
  1. Como cantava Alceu Valença: Lá vem chegando o Verão. Pena que na executiva ele não 'derrame seus azuis'. Todo ano são as mesmas histórias, muito tristes!
  2. Sem fogo, pela foto acima. Avião transferido há menos de quatro meses, segundo o RAB. Proprietário e esposa vitimados eram ambos médicos, segundo o G1. Crash site próximo ao aeroporto, segundo comentário no facebook. Voo decolou de Brasília e o destino final seria Varginha, pelo artigo acima. Dá pra ir imaginando...
  3. What a hell!?! Para além da consternação e do inevitável embrulho no estômago que esse tipo de notícia provoca, é impossível não ficar conjecturando (baseado em quase nada - somente os pouquísimos dados do ads/fr24) como um 737 desceria com essa razão absurda. Muito difícil imaginar. Essa investigação vai ser aguardada com toda a ansiedade do mundo.
  4. Alguém que saiba analisar esse container de dados (e que goste disso) poderia nos dizer afinal:esse prejuizo todo se deve às operações financeiras ou às operações das empresas? Elas tiveram lucro operacional?
  5. No Brasil boa parte dos patrões na executiva são retardados. Na faixa de valores de aquisição de um KingAir C90, ou abaixo, a maioria dos proprietários nunca na vida escutou uma única opinião de funcionário nenhum para tomar qualquer decisão. Pra essa gente é uma ofensa pessoal a tentativa de um funcionário tomar a iniciativa de sugerir, informar, orientar ou impor alguma limitação às suas ações e desejos, por mais absurdos que sejam. Pra essa raça, "impregado tem qui obedecê i calá a boca". Mesmo quando o patrão parece ser polido, educado, instruído, a atitude rombuda e ignorante na maioria das vezes é a mesma. Enquanto o cara está lidando com a peãozada da empresa dele as coisas podem até funcionar, ou pelo menos ninguém morre com as cagadas que o cara obriga os empregados a fazer. Já quando o peão é o piloto do avião... Qual é o perfil de piloto que consegue ser contratado e se manter trabalhando pra um patrão assim? O piloto competente, responsável, técnico, sabe que as opiniões, conveniências e ordens do patrão são fatores exógenos à operação, que não podem interferir nas decisões operacionais sem degradar o gerenciamento de riscos pelo piloto em comando. Nas condições operacionais da executiva esse gerenciamento exige muita concentração, experiência, maturidade, airmanship do piloto. Por isso os bons pilotos não permitem que o patrão mande na operação, e impõem, com todo o jeito e polidez, limites à interferência do patrão. Isso inevitavelmente gera conflitos devido à personalidade e à cultura ignorante, arrogante e prepotente do patrão. O resultado dessa situação é que muito rápido o piloto se vê diante da difícil decisão entre: 1) exigir e impor ao patrão, com toda a educação e polidez do mundo, a observação de procedimentos muito básicos de segurança como executar a manutenção tempestivamente e corretamente - sem rompantes de raiva do patrão ao ser informado de custos absolutamente previsíveis de manutenção desde antes da aquisição do avião; lidar adequadamente com limites de carregameto, autonomia, pista, meteorologia, etc; executar o treinamento recorrente pago pelo patrão como determina a legislação; ser provido pelo patrão com meios de pagamento eficientes para custear táxi, alimentação, estadia, combustível nas localidades de escala, o que é essencial para que o piloto possa gerenciar adequadamente a própria fadiga e não voe cansado, com fome, fraco; ou 2) transigir na observância dos procedimentos e condições acima, e de muitos outros, em nome do bom relacionamento com o patrão. Os bons pilotos adotam a primeira decisão, os ruins e péssimos, a segunda. Advinha qual dos dois perfis acaba sendo contratado e/ou se mantendo no emprego. Bingo! Chega a ser inacreditável como milionários e bilhardários colocam a própria vida e a vida da própria família nas mãos de pilotos visivelmente ruins ou péssimos. Nas últimas duas décadas não houve um único ano em que não tenha ocorrido pelo menos um acidente (e na maioria dos anos foram bem mais do que um) com fatalidade(s), em que o relatório final apontou como principal fator contribuinte algum fator humando relacionado ao treinamento, atitude e condições ambientais do piloto. Ou seja, todo ano morre gente porque um ibecil milionário colocou um piloto ruim ou péssimo pra operar um avião que custou pelo menos dois milhões de reais. Todo ano morre gente pelos mesmos erros e todo ano muita gente continua repetindo exatamente esses erros. Aí você pensa: seriam esses caras retardados? Dá pra pensar que sim, não é? Então, pouco importa se o C90 é tipo ou classe. O problema não é o treinamento que a ANAC exige ou não para habilitar um piloto a operar esse modelo de avião. O problema é o perfil que os proprietarios exigem do piloto a ser contratado para operar esse avião. Problema, aliás, insolúvel, já que nem mesmo a morte de outros proprietários em acidentes anuais é capaz de sensibilizar os proprietários ainda vivos. PS: Em tempo, não estou afirmando que o acidente que deu origem a este tópico tenha ocorrido devido às situações que descrevi acima. Qualquer conclusão sobre este acidente só poderá ser seriamente considerada depois de publicado o relatório final de investigação pelo CENIPA. As considerações que faço acima se referem a inúmeros acidentes que já tiveram o seu processo de investigação concluído pelo CENIPA.
  6. Não é só por aqui que esse tipo de coisa acontece. A diferença é a capacidade do artefato disparado. Será que lá também vão colocar o tal míssil na praça da cidade onde ele caiu, como monumento a um evento excepcional que quebrou a rotina enfadonha da cidadezinha?
  7. Nesse vídeo tem a entrevista de um dos passageiros. A reportagem dá mais algumas informações, mostra imagens bem detalhadas de como ficou a célula após o acidente. Fala um pouco sobre o acidente do Aeroméxico, também.
  8. Pois é, FOQA, toda fatalidade é tristíssima, mas essas ocorridas em voos de instrução são muito piores, de cortar o coração mesmo. O vídeo do link abaixo está no facebook e é atribuído a esse acidente. Não sei verificar a autenticidade. https://www.facebook.com/renanalmeida.silva.9/videos/646710555527817/?autoplay_reason=user_settings&video_container_type=1&video_creator_product_type=2&app_id=350685531728&live_video_guests=0
×
×
  • Create New...