Jump to content

Jet 737

Usuários
  • Content Count

    279
  • Joined

  • Last visited

About Jet 737

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    São Paulo - SP / Brasil
  • Data de Nascimento
    00/00/0000

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Na empresa que trabalho, só é permitido efetuar a troca de assento para o + conforto, se o cliente for diamante. Não é permitido, por exemplo, um pax da 22A, após finalizar embarque, ocupar a 17F, mesmo que esta esteja vaga, pois de acordo com a cia, não é justo com quem pagou antes a mais por esse espaço. Se for assim, ninguém paga e quando encerrar o embarque, todo mundo sai correndo pra ver quem senta primeiro 🤣 A empresa cobra muito isso da tripulação. Inclusive, acomodação das bagagens nos compartimentos de 1 a 5 que são exclusivos dos clientes que adquiriram os assentos conforto.
  2. Exato! Ja esta, inclusive, sem os trens de pouso. Está bem em frente ao Hangar. Cena triste.
  3. Ontem embarquei no O66025 (SDU/CGH) no PR-AVB. Voo atrasou bastante e alternamos GRU. O que me surpreendeu foi a tripulação comercial: sorriso no rosto, gentileza. Nem aparentavam estar passando pelo que estão passando. Serviço de bordo: sanduíche quente e água.
  4. Um parente iria fazer CGH/FLN na segunda feira passada. A Avianca entrou em contato cancelando o voo e transferindo para quarta feira 17/04 e foi cancelado tbm. Ele tentou remarcar não deu. Tentou efetuar acomodação em outra cia e não deu. Pediu reembolso e informaram a ele que não seria possível e que ele teria que ativar a empresa judicialmente. Vai ter que entrar na justiça.
  5. Completando: as vezes, por mudanças de equipamento (do menor para o maior), é necessário efetuar a contagem de acordo com o descrito na loadmessage (distribuição de pax por cabine) para efeitos de peso e balanceamento da aeronave.
  6. Na empresa que trabalho, a contagem a bordo já não se faz mais necessária.
  7. No 737-800, as portas traseiras (2L e 2R), em uma amerrissagem, não podem ser abertas. As saídas principais são as sobre as asas. E por último, as portas da dianteira (1L e 1R).
  8. Era bem isso que eu ia escrever. Total violação das normas de segurança.
  9. Na verdade, não eh permitido o despacho de bagagem que contenha bateria de lítio. Caso seja em grande quantidade, tem de ser despachada como carga perigosa.
  10. Passageiro já tem direitos demais e a tripulação sempre se ferra. Ta na hora de usar os deveres!!! Super apoio esse novo sistema.
  11. Investigação aponta que falha técnica do Boeing 737 causou queda na Etiópia Uma falha no software do sistema de controle de voo do Boeing 737 MAX 8 causou a queda do avião da Ethiopian Airlines no mês passado, na Etiópia, matando 157 pessoas. É o que apontam as investigações preliminares do acidente divulgadas hoje pelo governo etíope. "Uma falha "repetida" no software de controle automático de voo da aeronave fez com que o procedimento de parada fosse ativado, o que causou a queda da aeronave", revelou hoje, na capital Adis Abeba, a ministra dos Transportes da Etiópia, Dagmawit Moges. O piloto fez várias tentativas para retomar o controle da aeronave, mas não alcançou seu objetivo, pois não parava de ativar uma função que colocava o avião "para baixo". Em uma coletiva de imprensa, a ministra etíope explicou que tanto o piloto quanto toda a tripulação receberam o treinamento apropriado e seguiram todos os procedimentos detalhados no manual de operação da Boeing. Portanto, o governo etíope, com base nas principais conclusões da investigação preliminar que será divulgada no próximo mês, conforme determina as normas internacionais, recomendou que a empresa norte-americana verificasse seu software e o restante das tecnologias instaladas nesse tipo de aeronave. Além disso, pediu para que as autoridades da segurança aérea que revisem cuidadosamente a tecnologia das aeronaves Boeing 737 Max 8, que estão paradas em todo o mundo como consequência da tragédia, antes que voltem a operar novamente. Estas são as primeiras conclusões divulgadas após a investigação das caixas-pretas do avião, que está sendo realizada na França. Uma investigação do jornal americano The Wall Street Journal já havia revelado ontem que os pilotos do avião da Ethiopian Airlines seguiram os passos de emergência estabelecidos pela fabricante aeronáutica para recuperar o controle do avião, mas não tiveram sucesso. O avião caiu em 10 de março, seis minutos depois de decolar de Etiópia, Adis Abeba, matando todos que estavam a bordo. A aeronave foi incluída na frota da Ethiopian Airlines em novembro do ano passado. O modelo 737 MAX 8 foi lançado em 2016. Trata-se da versão mais recente da família 737, a aeronave de passageiros mais vendida no mundo. *Com agência Efe https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2019/04/04/investigacao-aponta-que-falha-tecnica-do-boeing-737-causou-queda-na-etiopia.htm
  12. Os compartimentos de bagagem Sky Interior dos 738 são diferentes dos compartimentos de bagagem Sky Interior dos Max 8. No Max 8 são maiores. As bagagens podem ser acomodadas da mesma forma que esta sendo mostrada na reportagem acima.
×
×
  • Create New...

Important Information