Jump to content

flightFernando

Usuários
  • Content Count

    567
  • Joined

  • Last visited

About flightFernando

  • Birthday 04/10/1963

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    base SAO
  • Data de Nascimento
    10/04/1968

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Sao Paulo

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Concordo 100%! Esses são os tempos de 2020, todos se fazendo de dissimulados, querendo reinventar o giro da roda, como se ninguém soubesse o verdadeiro DNA deles, de lambe botas. Como se voar wide nos fizesse "Mais ou menos" pilotos. 0 vontade de ler infantilidades como essa. Disse muito da personalidade dos mesmos.
  2. Com licença: só testes no "7", umas poucas 9 horas! Sem divulgar nada das manobras, técnicas empregadas de stall recovery, descida rápida, stabilizer motion, Manual reversion...tudo com o menor e com "melhor" handling dos 4, e porque não houve teste presencial no 8, 9 e 10, os mais pesados, com comportamento de wide? Aprenderam o geitinho Brasileiro de homologar aeronaves? Brincadeira...
  3. Esses executivos, a geração deles, já aposentou ou ficou pelo meio do caminho antes do 787 e 737 Max. O que está em jogo é a "Engenharia" cortando custos e economizando em palitos de dente, e os fornecedores de péssima qualidade, existem relatos e até documentário falando sobre.
  4. Não diria que perdeu, o nível do entrevistador é muito bom, soube conduzir bem a entrevista. Acrescentou veracidade o que muitos já desconfiavam, uma "equipe" amadora, nenhuma consistência, devaneios, falta de expertise, um sonho de uma noite de verão. Não sabem o que é os 100 dias de tristeza de uma empresa aérea, a dificuldade de negociar hedge, garantias, o Pib e a década que já começa perdida econômicamente, enfim, um descolamento do mundo real. Um rapaz jovem mais que não passa maturidade para o mercado ou investidores. Quem entrar nessa barca furada, meus pêsames. Ps: não foi mencionado, a compra da MAP, ainda que fraudulenta pelas regras de governança pela Gol, foi um bom ensinamento, um passa muleque na concorrência. Quem daria robustez para eles serem alimentadores de alguém, logo em BSB?
  5. Como é bom a memória ainda não ter apagado essa "mancha": A história e o tempo falam por Gleison Gambogi (testa de ferro da Puma Air 2.0) e a turminha da BRA 2.0. Na época não existia whatsapp nem esta imprensa tão ferrenha e investigativa como agora, descobririam muito das conexões com empreiteiras em Angola e o General Higino..
  6. Todos os outros ex United. Estavam bem mantidos. Não tinham sarcófago.
  7. Que por sinal, estavam uma bagaça. Sem dinheiro para reformar interior, com Primeira Classe gigantesca e fora da casinha, 22 assentos. Executiva com 70! Fazia México, Santiago, Buenos Aires, Manaus, Lisboa, Miami, Cancún. Eles e os 2 ex United VRE e VRF, estranhos no ninho pois todo ferramental, layout, tudo absolutamente diferente dos VRA e VRB.
  8. No grupo do velhas águias oceanair do Watsapp, disseram que é Brastemp com dedo do "El Pápi Efromovich" e Jorge Viana. E AFA que Rui Aquino tá na jogada!
  9. Boa! No "chão de fábrica" não tem amadores, isso é fato. Pelo menos uns 2 eu tenho aproximação da época de Oceanair. Vamos dar um voto de confiança. Pero no mucho.. Obs: se neguinho viesse dizendo que comprou uma 135 para virar 121 como a Piquiatuba ou Sete, que ja tem "tudo" na bandeja, aí sim. Só lembrando que uma abertura de uma 121 "0" kilômetro é pelo menos um ano, reehomologar e o faz me rir, cai para 6 meses. Puma Air e BRA 2.0 são a prova que dinheiro não é problema.
  10. Sem dúvidas! Concordo 100%, mais de onde vão tirar capital pra os 100 dias de tristeza? A Itapemirim não tem informações nem crédito no mercado, qual fundo ou investidores vai bancar a brincadeira? Tem um grupo como o Bozano na fundação da Azul ou Breda na Gol para dar lastro e capital no mercado? Enfim, muito lari-lari e pouca obra. Vamos dar tempo, ao trampo kkk
  11. Concordo. No pior momento da economia Brasileira e mundial, encarnam aquele mântra: vamos aproveitar a "oportunidade". Só lembrando que o PIB vai patinar pelo menos 5.5%, tarifas altas e mercado alto Yeld desaparecido. A liberação do capital não surtiu efeito em 3 anos, inclusive antes da pandemia. Só mesmo pra LASCAR com o trabalhador e com o mercado já prostituído pela Azul, pois nunca houve tantas CHT e Aeroviários com experiência no mercado inundado com o fim da Avianca e as demissões. Vamos fazer uma futurologia rápida: demanda baixa, muito avião barato no mercado(baixo custo de capital), muita mão de obra qualificada precisando trabalhar a qualquer salário, acreditem. Vai ser um momento semelhante (em termos) como a Gol em 2001. Qual a perspectiva de expansão se a aviação só volta em 2023? Diferentemente de 2001, onde está o grande capital para investir em um setor que demanda recursos e baixas margens? Eles contam com a "quebra" da Latam? O mercado suporta 4 competindo no mesmo feijão com arroz? Muitas perguntas, poucas respostas no mundo real. Se for para 21 com retomada beirando 2 dígitos, meus parabéns. Mais não tenho ilusão de quando tive vinte e poucos anos. Tomara que dê certo.
  12. Via Telegram ITAPEMIRIM **Obs adicionada por mim, pois são conhecidos colegas de aerovias, em especial John Long. Os outros, não conheço pessoalmente. CEO Ita Holding: Rodrigo Vilaça Tripulacao Comercial: Luiza Lage / Mirela(**foi Avianca) Manutencao: Alberto Correnti Operacoes: John Long Jr (**foi Varig) SGSO: Casarini (**foi Vasp) Piloto Chefe: Goes Monteiro Insp MNT: Alisson Treinamento: Milton Parnes Estão sediados temporariamente na sede de uma das empresas do grupo: TTrans Aeronaves: LOI assinada PCA -> Marcelo Guimarães Medina (ativos aeronauticos, ex GOL) também envolvido Buscando aeronaves com manutencao em dia. Confirmado A320 - 10 aeronaves em 2021 Será... Cadê masterplan, protocolo de estudo de viabilidade, investidores...COA. Esperemos, de preferência sentados. span widget
  13. O mais gritante e impressionante: Dinheiro e influência não são barreiras para a Lava Jato. Comparativamente, claro que com todas as diferenças circunstanciais, é comparável a prisão do Canhêdo pela relevância, ascenção e queda. Agora esperar pela alienação dos "bens" para pagamento das dívidas trabalhistas, ainda que a Oceanair não esteja citada no inquérito. Quem sabe.. Meus parabéns a todos os envolvidos, esses são os bons frutos da Lava Jato e Sérgio Moro. Justiça tarda, mais não falha!
  14. https://www.brasil247.com/brasil/donos-da-avianca-sao-presos-pela-lava-jato?amp https://www.google.com/amp/s/g1.globo.com/google/amp/pr/parana/noticia/2020/08/19/pf-cumpre-mandados-em-nova-fase-da-lava-jato-que-investiga-contrato-da-transpetro.ghtml Justiça sendo feita!
  15. Para lavagem de dinheiro, caixa 2, corrupção passiva, aviação sempre foi um bom negócio. Uma época, antes desses super computadores que cruzam dados e o Coaf, a alegação era que a Receita não chegava pois a aviação sempre movimentava grandes somas em dólares, mascarando a malha fina. Hoje isso caiu por terra, vide o escritório dos Eua que encontrou erros nos balanços da Gol e a suspeita da KPMG ter saido da auditoria, sob essas alegações. Lembremos das tantas cargueiras como BETA, gente do nype do Gérman e os propósitos dos Estaleiros, Sérgio Cabral e afins. Hoje com toda essa tecnologia e o atual Big Brother chamado whatsapp, TACA robusto não se sustenta por muito tempo, pelas próprias circunstâncias do mundo e do setor.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade