Jump to content

Bruno Holtz

Usuários
  • Content Count

    1,277
  • Joined

  • Last visited

About Bruno Holtz

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Salvador/Ba/Brasil
  • Data de Nascimento
    02/03/1973

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil

Recent Profile Visitors

557 profile views
  1. Realmente o depoimento do colega de fórum mostra como deve estar o clima na Latam. Fico triste com isso. Na época da JH, todos sabiamos o que iria acontecer (absorção dos ativos pela Varig, e pe na bunda para a maioria dos funcionários), mas o clima em momento algum esteve sombrio como deu para perceber pelo escrito. O grupo de voo claramente esta incomodado. Imagino que o pessoal de solo e o administrativo devam estar na mesma vibe. Agora é torcer por dias melhores, mas como o B737-8HX bem pontuou, não se está vendo uma movimentação da Latam no doméstico para voltar a marcar território. A concorrência atual e possivelmente futura, agradece. Assim vai ficar mesmo difícil.
  2. Quando vejo essas notícias vindas da África, so lembro do que um amigo contou quando ele foi trabalhar em uma ONG voltada para qualificação profissional no continente. Isso foi por volta de 2009 (ficou lá até 2011). A base era Luanda, mas eles atuavam também em outros paises além de Angola. O batismo de fogo com a African Operations, foi em uma viagem a uma cidade menor (não lembro se em Angola ou em outro pais), mas tinha um pequeno aeroporto e pista de asfalto. Foram em um voo fretado, um turbohelice de asa alta que ele não sabia o modelo (creio ser alguma versão de Antonov, capaz de ser o 26). Ida foi ok, más o choque foi na volta alguns dias depois, quando na chegada das vans ao terminal, viu a "delicadeza" da segurança, que afastava do terminal todas as pessoas que não tivessem motivos para estar por ali com golpes de vara. Um varejão que não fazia distinção de homem, mulher ou criança. Desciam a lenha em todos que se aproximavam. Mas o surreal veio na partida. Embarcaram no avião, que ligou os motores e quando estava começando a se movimentar, ele,viu um cara que invadiu o aeroporto, e correu para o avião. O cidadão simplesmente se agarrou ao trem de pouso e ficou pendurado ali, se equilibrando. O mais louco foi que simplesmente durante o táxi, não pararam. Todos reclamavam com a comissária, e a criatura fazia cara de paisagem, dizia que osmpilotos ja haviam sido informados. Apenas na cabeceira da pista pararam, e o cara ali pendurado, até que chega um jipe com 3 seguranças que retiram o pobre sujeito na base de muita porrada. Depois ele ficou sabendo que se eles param ali no terminal, outros poderiam tentar invadir o avião, e assim acontecer um acidente com as hélices. Me confessou com o qje presenciou nas cidades pequenas por la, que acreditava que a preocupação maior da tripulação seria causar um dano nas pás que propriamente nas pessoas...
  3. Podem falar o que quiser, mas otimistas os caras estão. Não estou muito crente desta data (ou mesmo do surgimento da empresa com aviões voando), mas o tempo nos mostrará. Espero, como muitos aqui, estar errado, e que vejamos ainda em 2021, um A320 amarelo nos céus.
  4. O mais surreal é o tanto de gente que esta embarcando nesse "projeto" de companhia aérea, comendo toda a pilha que está sendo divulgada. Se um grupo sério como os controladores da Jet Smart sequer dão qualquer perspectiva de entrar no mercado brasileiro (creio que qualquer possibilidade só para depois de 2021), imagina se uma empresa como essa vai virar realidade, mesmo para o ano que vem. Enquanto isso, só nos resta acompanhar o "marketing" que vem sendo feito, e ver os doidos que acreditarão.
  5. Não duvide. Um amigo engenheiro trabalhou por uma ano em meio na Índia. Pelo que contou, nunca se deparou com mão de obra tão displicente. Os índices de acidentes de trabalho na obra eram surreais, tudo por conta da teimosia local em não obedecer os criterios de segurança. Sem contar com outras situações do dia a dia que ele vivia por lá que beiravam o inacreditável. Ele ja tinha trabalhado em dois outros paises africanos (um com cerca foi Moçambique), e falou que preferiu mil vezes la que na Índia no que diz respeito a mão de obra. Se os vizinhos tiverem a mesma pegada, não será nenhuma surpresa esquecerem de baixar o trem de pouso, e ignorar qualquer alarme.
  6. Acho que se confirmando essa "proeza", creio que será a primeira vez que um avião comercial arremate após tocar a pista sem tem de pouso. Alguém saberia de outras situações semelhantes a essa?
  7. Situação completamente distinta da de agora. Se houver (e creio que vai) alguma intervenção pública no setor aéreo por agora, mais que justifica se. No caso citado, não havia a menor razão. A empresa fechou por incompetência da gestão,simples assim.
  8. Triste mesmo. Infelizmente virão outras em breve. Candidatas ao fechamento não faltam, ainda mais com o "efeito corona" que está neste momento dando uma chacoalhada na economia mundial.
  9. Fumaram uma da boa para dizer que vão operar o A380. Ainda que tenham dito que é marketing, fica feio depois, se começar a operar, e aparecer um 737-300
  10. O concorde voava de Paris ao Rio. Via Dakar, pois não tinha autonomia para fazer direto. Não saberia dizer o tempo de voo de cada perna.
  11. Nao será A220. Será ah! São 22:20. Vamos deixar a Abaeté quieta com seus Caravan voando para Morro. Para quem tiver bala na agulha, será melhor que o catamarã, ou ferry+atracadouro em Valença.
  12. Típico dele. Na época, quando trabalhava na JH, e se introduziu o banheiro exclusivo para mulheres, era só elogios para o pioneirismo da empresa. Publicidade farta na revista. Quando o caldo azedou na RG, e as empresas filiadas tiveram de cortar na carne (e o pessoal da Pioneira quase nada de sacrifício, mas isso é outro papo), a publicidade acabou, e ai foi madeirada seguida na empresa por umas três ou quatro edições. Até desfazer do pioneirismo do banheiro feminino rolou. Hoje é bem verdade que a linha editorial esta bem mais light quanto à isso, temos de admitir. Mas também é fato que o mercado editorial e os costumes ligados a informacão estão muito diferentes daquele período.
  13. Ou seja, será mesmo uma Sistemática. Apenas cogitei a possibilidade de dinheiro de terceiros para se valer da certificação, e quem sabe, crescer. Mas ficando na mão dos atuais donos, ficará no Caravan ad eterno.
  14. Esta com cheiro de dinheiro novo por trás desta certificação. Quem???
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade