Jump to content

Bruno Holtz

Usuários
  • Content Count

    1,264
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Bruno Holtz

  1. Fumaram uma da boa para dizer que vão operar o A380. Ainda que tenham dito que é marketing, fica feio depois, se começar a operar, e aparecer um 737-300
  2. O concorde voava de Paris ao Rio. Via Dakar, pois não tinha autonomia para fazer direto. Não saberia dizer o tempo de voo de cada perna.
  3. Nao será A220. Será ah! São 22:20. Vamos deixar a Abaeté quieta com seus Caravan voando para Morro. Para quem tiver bala na agulha, será melhor que o catamarã, ou ferry+atracadouro em Valença.
  4. Típico dele. Na época, quando trabalhava na JH, e se introduziu o banheiro exclusivo para mulheres, era só elogios para o pioneirismo da empresa. Publicidade farta na revista. Quando o caldo azedou na RG, e as empresas filiadas tiveram de cortar na carne (e o pessoal da Pioneira quase nada de sacrifício, mas isso é outro papo), a publicidade acabou, e ai foi madeirada seguida na empresa por umas três ou quatro edições. Até desfazer do pioneirismo do banheiro feminino rolou. Hoje é bem verdade que a linha editorial esta bem mais light quanto à isso, temos de admitir. Mas também é fato que o mercado editorial e os costumes ligados a informacão estão muito diferentes daquele período.
  5. Ou seja, será mesmo uma Sistemática. Apenas cogitei a possibilidade de dinheiro de terceiros para se valer da certificação, e quem sabe, crescer. Mas ficando na mão dos atuais donos, ficará no Caravan ad eterno.
  6. Esta com cheiro de dinheiro novo por trás desta certificação. Quem???
  7. Esses Dash "adoram" dar problemas com o trem de pouso. Teve um ano que dois Q400 tiveram problemas com recolhimento no pouso. Um foi da SAS. O outro não lembro.
  8. RPG nunca teria precisão para acertar um avião onde ele se encontrava. Acho que é ainda cedo para se saber de algo em definitivo, embora a tese do avião ter sido abatido (por quem e com que armamento seria uma outra longa história) seja bem plausível.
  9. Seria a Low Coast o litoral holandês? Abaixo do nível do mar, tendo que fazer diques...
  10. Pois é... Não fica óbvio para quem tem o mínimo de senso crítico, que tem muito mais coisa que uma mera uma birra por parte da agência, que está com novo diretor, e este ficou ofendido pois a FAA foi citada pela Boeing como tendo alguma responsabilidade pelos acidentes? Acho também que estas justificativas dadas no vídeo simplificam sobremaneira as coisas. Me lembrou da fase áurea de nosso ex presidente molusco, que achava que poderia solucionar o problema árabe - israelense com uma boa conversa no churrasco de fim de semana. A complexidade da situação está muito além do que nós aqui de fora possamos compreender.
  11. Saiu mais um vídeo sobre a interrupção da produção do MAX. E pela mensage que tentou passar, o avião está groundeado por mera "birra" da FAA...surreal. Como se a agência não fosse séria, e não liberam a navegabilidade do avião por mero capricho do novo diretor presidente. A credibilidade está despencando.
  12. Tive a mesma convicção de que eles teriam um excelente produto se tivessem implantado o BOB. Gostei muito do Wifi abordo, e da alegria e profissionalismo dos tripulantes. Agora com a venda para a Jet Smart, vamos ver como as coisas ficam. Um fato é notavel não em relação à empresa em si, mas quanto ao mercado argentino: tinha muita constelação para pouca estrela.
  13. Pra que seguir carta de arremetida se vc pode mandar um 360 estando a uns 200 ft AGL, se ninguém vai encher o saco? África Operations...
  14. A possivel saída da Norwegian do mercado argentino será mesmo uma pena. Mas diante do quadro econômico que estão enfrentando (a empresa e a Argentina) junto com as perspectivas do que está por vir, é compreensível este movimento Em Julho voei com eles para Bariloche, e gostei muito (estou devendo o FR, mas não deve demorar).
  15. Creio que de Agosto para cá foi o primeiro problema Antes da reforma era recorrente sim. Não precisava nem chover. Em tese, não deveria ter ocorrido, pois pelo que se sabe, a reforma no balizamento foi grande. Mas como hoje realmente a chuva foi atípica (70% a mais em um dia que o previsto para todo o mês), pode ser que de fato seja a causa.
  16. Hoje caiu um dilúvio por aqui. Já estava montando minha arca e separando um casal de cada... Provável que a pane no balizamento tenha ligação com isso. Não deveria ter, pois a reforma da pista ja foi dada como entregue. Lembro que durante a reforma um engenheiro faleceu em decorrência de choque elétrico neste mesmo balizamento que hoje voltou a falhar.
  17. Obrigado pelos esclarecimentos, Bonotto. Operação dentro dos conformes no que tange a apenas um piloto.
  18. Uma outra dúvida. O avião é homologado para num só piloto? Se não for, vai ser outra dor de cabeça explicar como se deu esta operação.
  19. Muita perícia e uma boa dose de sorte não ter acontecido nada de mais grave neste pouso forçado. O som do motor falhando é algo assustador.
  20. Me lembrei daquele 727 colombiano que também chegou a decolar depois de varar a pista, mas sofreu danos e caiu posteriormente. Já se soube exatamente o que houve? Excesso de peso para a dimensão da pista, carga desbalanceada? O que levou ao acidente?
  21. Não tenha dúvidas Longreach, que poucos aqui tem a dimensão do que é viver em condição de miséria no interiorzao do continente africano. Esse amigo nos contava situações inimagináveis, que eram rotina na vida sofrida daquelas pessoas. O episódio do sujeito se agarrar a perna do trem de pouso só mostra o desespero de alguém que quer fugir de uma situação que não deve estar nada boa. Acho que o mais chocante foi o avião ter continuado o táxi depois do cidadão ter se agarrado a perna do trem, e da forma barbara como foi arrancado do local que estava. E também nao ter havido nenhum comentário sobre o ocorrido, como se aquilo fosse normal. Então é normal surgir a expressão África Operations para justificar determinadas situações que ocorrem por lá.
  22. Isso lembrou um caso ocorrido com um amigo quando trabalhou em um ONG em Angola. Como ele é psicólogo, trabalhava com qualificação de pessoal em diversas pequenas cidades Angola adentro. Com aval da ONU, diga-se de passagem que fornecia na maioria das vezes o deslocamento. Em uma dessas missões (como isso foi em 2005, não lembro a cidade) estavam para voltar a Luanda do após uma semana. Ao chegarem no aeroporto, ja deu para sentir a recepção pelos seguranças do pequeno terminal que afastavam os "curiosos" que não tinham bilhete a chicotadas. Eles entraram e rapidamente embarcaram no avião da ONU (que pela discrição dele deveria ser um An24). Quando começaram a taxiar, ele viu um sujeito correr e pongar no trem de pouso. O piloto simplesmente continuouno taxi até a cabeceira da pista, a despeito dos protestos dos passageiros. Ali esperou, e alguns minutos depois chega um jipe com três seguranças que moem o sujeito na porrada até ele soltar do trem de pouso. Ai arrastaram o pobre ao jipe e debaixo de uma sova, levaram embora. O avião simplesmente depois do fato decolou e nenhum palavra veio da tripulação ou da comissária, como se aquilo fosse algo "normal".
×
×
  • Create New...

Important Information