Jump to content

raverbashing

Usuários
  • Content Count

    2,814
  • Joined

  • Last visited

About raverbashing

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    Curitiba PR
  • Data de Nascimento
    01/05/1981

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    SBCT - KOTOL

Recent Profile Visitors

405 profile views
  1. Essa história de "seguir o que as companhias acham" tem seus limites. Se amanhã surgisse uma novo competidor no segmento, inclusive talvez o C919 seja isso aí, você acha que ninguém vai ver quanto custa e se interessar no projeto? As vezes a linha entre uma gambiarra e uma evolução de projeto é tênue. O que eu penso: se a modificação não onera significativamente o projeto em relação a um projeto novo (não pensando no custo total, mas só na nova parte) e se a modificação é confiável então não é gambiarra. Claro que o NEO pode ter seus problemas, toda aeronave tem, até as saídas da prancheta hoje (principalmente). Evoluir um projeto de um 787/777 é mais fácil do que de um projeto que tem 20+ anos a mais do que o 777 e muito mais modificações do que esses aí... Pode dar problema? Pode. A Asa dobrável do 777X é gambiarra? Acho que não, e espero que seja confiável. Já MCAS tentando resolver um problema de compensação ainda mais lendo só de um sensor, não tem como justificar não. Tem como fazer o MCAS confiável? Deve ser isso que a Boeing está tentando quebrar a cabeça, só que talvez só o MCAS não resolva o problema. Porque mexer na trim wheel pra resolver um problema de pitch é como querer puxar o freio de mão automaticamente porque o freio dianteiro não funciona como deveria.
  2. Bom, uma parte disso era da LAN, até porque Europa-SCL é longo. Mas a TAM pré-LATAM conectava via FRA, via LHR, via alguns outros aeroportos também Não acho que vão se movimentar muito longe da IAG não no entanto
  3. Pois é, mas está aí. No final não é mais barato. O projeto chegou no limite, e se no início achavam que era só corrigir o MCAS pelo jeito já viram que não é bem assim. Os MBAs e os operadores precisam entender isso, talvez agora que realmente está doendo no bolso entendam. Ainda acho que ele volta, mas o que a Boeing vai fazer com todas essas aeronaves fabricadas se não voltar?
  4. Minha família gostava de usar o serviço de agente de viagens Até que a agência "pisou na bola" e vendeu uma passagem com a pegadinha de "conexão" (que nem deveria existir, lógico) LCY-LHR Fora que reservando hotéis diretamente normalmente se tem um preço melhor (embora não possa parcelar daí, etc) Agência fazia muito sentido há uns 20 anos atrás, hoje, só pra quem tem pouca experiência em viagens ou agência voltada para empresas, por exemplo.
  5. Interessante um ICN-ANC ser (aparentemente) um overweight landing, acharia que já teria queimado combustível suficiente para isso.
  6. Eu acho que primeiro vão ter que fazer o Max voar de volta Os operadores atuais certamente devem estar bem feliz de participar dessas "conversas" enquanto o equip. deles está parado.
  7. E a Latam gastou quanto mesmo pra sair da SA e entrar na OW, incluindo migração de sistemas, etc? Talvez alianças não façam mesmo mais sentido hoje, com as grandes companhias como IAG, LH, Copa+UA, etc. Ou talvez seja apenas mais uma "chilenagem" mesmo
  8. Não estava sendo investigado NYC como ULH também? CDG acho que não CPT entraria como ULH? Também acho difícil SYD-GRU, no máximo umas 3vps
  9. Muito bom ver os Srs e Sras novamente Uma migração pra plataforma nova toma algum tempo e não é simples
  10. Isso tá me lembrando muito isso aqui http://avherald.com/h?article=43441ced/0000&opt=0
  11. Agora espero que MAP e Passaredo saibam usar bem os slots E por falar nisso o que aconteceu com quem pagou pelos slots no tal do leilão que teve?
  12. O melhor serviço de ponte/"superponte" é ter algum CC que acesse Sala Vip, ou pegar algum lanchinho nas redondezas do aero mesmo.
  13. :Brazil: Bandidos mais bem armados que a polícia e seguranças.
×
×
  • Create New...