Jump to content

trident

Usuários
  • Content Count

    238
  • Joined

  • Last visited

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    São José dos campos
  • Data de Nascimento
    02/01/1963

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo
  1. É da natureza humana, a lei de mercado, onda há liberdade, jamais será revogada. Ainda assim esse episódio entrará para a história não só da aviação como da humanidade. Os aeronautas da latam deram uma lição de hombridade e coragem. Se nós não nos dermos valor, quem dará? Muitos vão perecer, mas são heróis que impediram uma organização aproveitadora e que já vendeu sua credibilidade há muito tempo, a triunfar da maneira mais desprezível possível. Que caia toda a diretoria, que feche se for o caso, mas em alguns anos ainda existiremos como profissionais, e mesmo a despeito de não gostar dos líderes sindicais, tenho que concordar que quando a latam for só mais uma página negra na nossa história ainda existirão pilotos e comissários de verdade. Meus parabéns ao grupo e meu repúdio à postura desses gestores de M. Quotes a história se encarregue de colocá-los na lata de ligou que eles merecem.
  2. E não esqueçamos que se nada for aprovado ainda podem rolar cabeças de vários gestores incompetentes. Quero ver arrumar emprego depois dessa.
  3. Um dos ótimos trabalhos foi patrocinar a acintosa lista de antiguidade que a empresa implantou à revelia de qualquer princípio ético e moral. Jogo de cartas marcadas travestido de novo plano de carreira. Agora vamos ver esses golpistas fazerem bom proveito da nova carreira.
  4. Temos que deixar o romantismo infantil. As forças da natureza (digo mercado) se alinharam contra os trabalhadores. CEO, conselho administrativo, etc, são só os astros, não adianta ficar zangadinho, eles ficarão lá alinhados. Pedir renuncia de CEO é só uma demostração de despreparo e falta de maturidade de um líder sindical. A categoria tem que lutar com as armas que tem, com inteligência para sofrer as menores perdas possíveis. A empresa demonstra a canalhice e amadorismo que TODOS que estão e os que estiveram lá conhecem tão bem. Não ia ser diferente agora. Minha opinião: CCT, não tem acordo, demite quem precisar, mas não destrói a profissão para sempre. Se houvesse honestidade e princípios humanos seria possível negociar as perdas necessárias para que todos pudessem ficar, até voar de graça por alguma tempo valeria, mas nunca transformar a profissão em um biscate para o resto da vida.
  5. Quando o cara reclama da pouca produtividade baseado no fato de que se voa 70h podendo voar 90, ele passa um atestado de má fé e pouco apreço pela inteligência alheia. Voei lá por 21 anos e conheço bem a cultura. Nasceu taxi aéreo de fundo de quintal (com péssima cultura de segurança, vide o file de acidentes, depois melhorou) e nem com transfusão de sangue resolve. Pode vir Lan, QR, Delta, Star, nunca muda, é o DNA. Lá é o seguinte: quanto custa deixar o tripulante parado no solo durante uma jornada? zero?, então vamos privilegiar os trilhos dos aviões, que este sim custa caro nos calços e o tripulante que fique 11 horas trabalhando para voar 4. Ok, é uma opção administrativa, mas depois não vem com cara de santinho reclamar que o tripulante não produz.
  6. Essa guinada da Argentina vai ser a pá de cal. Nenhum país pode voltar a comer os mesmos erros 2, 3 vezes. Abre o olho Brasil.
  7. Imagina o franqueado, não dá para levar a sério.
  8. O que precisa crescer é MERCADO. Não adianta 15 empresas com o mesmo mercado, tem que crescer bastante para começar a viabilizar uma quarta empresa. Mesmo assim, com 70% do tráfego concentrado entre Brasília, Rio, BH e SP, aí é que não cabe mesmo mais uma grande. Mas serve de bravata para o governo e sonhar sonhar ainda é de graça.
  9. A melhor parte é pedir que a greve seja impedida. Todos os que ainda não foram mandados embora sem receber nada são obrigados a trabalhar sem receber nada para depois serem mandados embora sem receber nada. Como está ficando esse mundo... Já passou da hora parar essa M, pelo menos assim vai tudo mundo pro buraco, não só os empregados.
  10. História bem simples. O cara quebra aempresa, a Azul chega achando que vai levar a parte boa, tem precedente, e vejam como é pernicioso esse precedente. As concorrentes se movimentam para defender suas posições, e assim o fazendo inviabilizam, na prática, essa imoralidade de criar unidades produtivas cujos únicos ativos seriam os slots, concessões públicas. Ninguém quer comprar unidades produtivas, que por serem fictícias serão objetos de eternas contestações jurídicas. Agora que venha o dsfecho inexorável, natural em qualquer economia de mercado.
  11. Boa, querem liberdade e progresso para si e socialismo para os outros. Ignorância ou na fé?? Tentou faz, o Dano é o mesmo.
  12. Claro que concentra, se você tem uma legislação que inclui itens que vão agregar custo vai afugentar potenciais investidores/concorrentes, então concentrando mercado. Como é que se pode querer low cost com essa idéia de que é só repassar custo para os clientes? Mercado tem que ser livre, governo via agência controlando a SEGURANÇA das operações. Outros órgãos gerenciando a concorrência no mercado e cada empresa prestando o serviço da maneira que entender melhor para sua estratégia de negócios. Difícil entender isso??? Não precisa tentar, basta olhar para os países que deram certo, ou será que eles estão errados e nós certos, a exemplo da educação, saúde e segurança.
  13. Ele vai voar direto sim, além de ser mais veloz
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade