Jump to content

Kal_Center

Padrinho 1º grau
  • Content Count

    2,344
  • Joined

  • Last visited

About Kal_Center

Previous Fields

  • Cidade/UF/País
    BRA/UY
  • Data de Nascimento
    17/03/1982

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    BRA/UY

Recent Profile Visitors

917 profile views
  1. Seria uma luz para nós órfãos da Avelanca? Alguém mais soube de algo? Esperança para clientes do Programa Amigo via status match 16 DE OUTUBRO DE 2019 BY BEATRIZ Jesus, Maria e José! Os clientes do finado programa Amigo podem ter um fio de esperança. Quando tudo parecia perdido, apareceu uma luz no fim do túnel. E essa luz me foi enviada pelo Gabriel Gasparetto que compareceu ao MegaDO da Star Alliance (fiz um post super bacana sobre isso com fotos e tudo mais; clique aqui para acessar). OBS. O título do post foi alterado devido a sugestões dos leitores. Eu sequer pensei em mencionar os pontos, pois não me passou pela cabeça que algum programa assumiria esse passivo em troca de uma fidelização futura e incerta. De qualquer modo, entendo perfeitamente os argumentos dos leitores. Peço desculpas se fiz brotar falsas esperanças. Quem sabe, com os apelos aqui no post, algum programa não tem misericórdia de nós! A Notícia Bom, vamos lá. Respirem fundo. Uma das atrações do MegaDO foi justamente uma palestra com o Jeffrey Goh, que é ninguém mais, ninguém menos que o CEO da Star Alliance. Segundo o Gabriel, Mr Goh expressou profunda frustração de, pela terceira vez, não ter nenhuma companhia aérea brasileira na Star Alliance. Ao longo dos anos, a Star Alliance se despediu da Varig, da TAM e da Avianca Brasil. Parênteses: realmente, um país de dimensões continentais não ter uma única companhia aérea membro de uma das três maiores alianças aéreas do mundo foge da minha compreensão. Mas continuando … O Gabriel, em uma ótima presença de espírito, foi conversar pessoalmente com o Jeffrey Goh, que soltou a seguinte bomba: alguns programas da Star Alliance estão negociando com a aliança um status match para os órfãos do Amigo, da Avianca Brasil. O Senhor, a Senhora, quem quer que seja, de todas as religiões e dos ateus seja louvado! O Jeffrey Goh acredita que, tão logo quanto possível, isso será oferecido aos antigos membros elite do finado programa Amigo. As Ressalvas Vamos digerir a informação com calma antes de abrir a garrafa de champagne, mas confesso que mal me contive quando li o email do Gabriel. Em primeiro lugar, não há nada certo. Até que conversas sejam formalizadas e contratos sejam assinados, temos apenas intenções. E intenções podem não se materializar. Uma questão importante será a seguinte: como o programa que oferecerá o status match terá condições de aferir a categoria do cliente – em outras palavras, como faremos prova de nosso status? Acredito que muita gente não tenha mais o cartão físico ou digital do Amigo e não sei como se daria o acesso ao banco de dados do programa. Existe o StarNet, que é o sistema único da Star Alliance. O Amigo fazia parte dele, tanto que foi um dos primeiros programas a permitir a emissão online com os parceiros. Pode ser que o StarNet tenha um backup desse banco de dados, mas não sei os termos contratuais do uso das informações de cada parceira, especialmente no caso de liquidação da empresa. Uma outra questão é se será dado um status match ou teremos um status challenge. Hoje em dia o status match é um instrumento praticamente em extinção, com as empresas preferindo que os clientes voem alguns trechos, ou milhas, ou gastem um determinado valor antes de conceder o status. Qual empresa estaria interessada? Entretanto, o ponto central dessa conversa toda é: qual é o programa ou quais os programas que estariam interessados nos clientes Amigo? O TAP Miles&GO está com um marketing super agressivo no Brasil, com a clara intenção de ser o segundo programa da preferência dos Brasileiros. Digo segundo porque, como não há conectividade com a Star Alliance dentro do Brasil, a preferência natural dos brasileiros seria aderir ao LATAM Pass, Smiles ou TudoAzul. Por outro lado, o avanço da Delta com a LATAM, e das supostas conversas da American com a GOL, deixam a United sem nenhuma influência no mercado brasileiro. Entretanto, depois das recentes notícias das alterações no MileagePlus que o tornaram praticamente inviável, é provável que a United entenda que conceder status match nessas circunstâncias seria apenas dar benefícios provisórios sem fidelizar (ou ganhar dinheiro) ninguém. Uma outra possibilidade é o Lifemiles. Como a Avianca Holdings tinha laços profundos com a Avianca Brasil e está passando por sérias dificuldades financeiras, conceder um status match ou challenge poderia ser uma oportunidade de fidelizar o cliente brasileiro e aumentar a ocupação dos voos gerando receita. Além dessas, temos a Copa Airlines, a Lufthansa/SWISS, a Turkish e a Ethiopian que voam para o Brasil e, supostamente, poderiam ter interesse. Todas podem estar no jogo, com menos chances para a Ethiopian e a Turkish, a meu ver. Até por que elas só atendem a Guarulhos, enquanto que a Copa está presente em diversas cidades e a Lufthansa também voa a partir do Rio de Janeiro. Fonte: https://www.milhasedestinos.com.br/esperanca-para-clientes-do-programa-amigo/
  2. Acho que só a GOL tem serviço diferenciado de Ponte. Vamos ver se a Azul vai inventar algo.
  3. Vai adorar. Embora minha xodó seja a Ethiopian, a classe econômica atual da QR é muito agradável. Só o apoio de cabeça já vale o ingresso, dá pra dormir de boa. Antigamente ARN era operado de A319, que aliás, cabe meu elogio, a frota narrow da QR é igualmente confortável e bonita.
  4. Tbm me rebaixaram. Esqueça o status, se a gente conseguir ser "encaixado" em algum outro programa, vamos levantar as mãos pro céu. Vou morrer com 30K na mão na pior das hipóteses, fazer o que...
  5. Alferreira, Endosso o que os demais colegas falaram. Depende muito da base. Já voei com eles em bases extremamente pentelhas, como Lamezia Terme, e outras que nem "tchu" por resto, como foi o caso em Amsterdam. Vai sempre se norteando pelas infos do site, que realmente mudam as regras conforme a fase da lua. É o preço da coisa rsrsrs. E nem só a Ryanair é assim, a Easyjet, minha LCLF favorita na Europa, já me mandou despachar (ou vestir) um CASACO em Funchal pq eu já tinha uma mochila pequena de mão kkkkk, lá eles são bem chatos e grossos.
  6. Coincidência ou não, além dessa do Amigo, a GOL tbm renovou por mais um ano meu Ouro e nem cheguei perto dos mínimos pra se manter. Virou moda ou era tudo 1º de abril???
  7. Pois é, vi meu extrato agora, era pra eu "perder" o status ontem, vi que realmente o meu tbm renovou para 2020. Bom, não vou jogar ponto nenhum lá, mas vou continuar usando os benefícios Gold até o apagar das luzes.
  8. Viajo e emito sempre os seguros da April. Já precisei usar, tanto comigo qto com passageiros meus, e sempre funcionou. Tenho de cartão, mas não tenho * de viajar só com ele, já ouvi coisas tenebrosas sobre.
  9. Legal, não sabia. Mas mesmo não sendo Schengen, a vistoria era aleatória, não havia qq controle migratório, posto de imigração, aduana, etc, tanto pra entrar qto pra sair, porteiras abertas. Só me pararam pq fui na fila pra abastecer (mais barato ali q na França).
  10. Não só na França. Me pegaram na aleatória na estação de trem de Praga vindo de Berlim uma vez, pediram tudo que é coisa. De carro, cruzando da França pra Andorra, também pente fino. Tá bem comum. Não vamos longe, desembarquei do Ethiopian em GRU mês passado, já no finger tinham uns PF fazendo pente fino antes da imigração.
  11. Esses transfers de cartão são terríveis, o Smiles oferecia um tempo atrás, por 2x me esqueceram. Economia de guerra: pega o busão até a estação São Judas, depois segue até a Luz e pega o trem direto pra Guarulhos. Ou, baldeia na Sé, desce no Tatuapé e pega o mesmo trem ou o ônibus. Não dá 20 reais por pessoa. Ou, com bagagem muito mais cômodo, vai de Uber/99/Cabify, vai sair uns 80/100 reais dependendo do horário. O busão Airport Service sai o mesmo preço, só que demora mais.
  12. Tá voando já. Voei em dezembro e o avião que fez a rota (A7-BBG) já era equipado com a QSuites. Muito bonita por sinal.
  13. O check-in fica aberto pra EZE apenas, paxs que seguem IST não podem despachar antes. Já tentei fazer isso e tomei na tarraqueta...
  14. Depois que eu quebrei o pau com a finada Tam em 2012 e quebrei um cartão Fidelidade Vermelho (na época era o topo) na frente do funcionário, me libertei tbm e virei "free agent". Hoje pontuo em mais de 16 programas diferentes, cada voo eu analiso em qual deles eu ganho mais. Nem que seja pra trocar por colher de plástico os pontos depois, não deixo de pontuar (ou ganhar status por perna voada) em voo nenhum. Ai tem um truque nisso tudo, o tal do "status match". As vezes alguns programas nivelam o seu status com base no programa concorrente, sou Star Gold a anos com base nisso ai, foi um presentão, era Smiles Ouro e me "upgradearam" na concorrente. Fora isso, tem bancos que dão cartões Master Black quase free (bancos cooperativos) que dão sala vip e tals, tudo sem salvação rsrs. E o inFidelidade, pra mim morreu a anos, não sinto falta. Meus voos LA jogo no AAdvantage que nunca expiram.
  15. FR pra gente desse NZ ai Stelios
×
×
  • Create New...

Important Information