Jump to content

ErickCF

Usuários
  • Posts

    540
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by ErickCF

  1. Amigo não, é para parente mesmo, risos. Isabel dos Santos like it.
  2. E nem seria, afinal, nem a própria TAP é rentável, quem dirá um MRO "enxuto" do outro lado do Atlântico. Diferentemente da ABRA; frotas combinadas de +300 aviões. Reduziria a dependência (tanto da GOL como da Avianca) pela COOPESA e Mexicana MRO. E ainda poderia aproveitar a demanda agora existente na América Latina, que é outro fator importante. E não menos importante, o timing da coisa. De lá (compra da VEM pela TAP) para cá a aviação caminhou a passos largos, principalmente aqui na região. Transporte aéreo começou a se popularizar com força em meados da década passada (~2013, 2014) na América Latina (vide Argentina, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia e México), frota comercial da região mais que dobrou nesse período. E claro, houveram mudanças (ainda que tímida) nas legislações, dando maior "abertura" ao setor. Acredito que o problema da TAP M&E foi "não acompanhar" como deveria esse avanço na região. Acho que sempre preferiram manter as operações meio que... Tímidas, enxutas, afinal, a considerar pela situação da TAP ($$$), nem dava para fazer muita coisa mesmo. Acredito que se a ABRA souber trabalhar, o negócio poderá ser lucrativo para o grupo.
  3. Não. O que a Câmara Municipal fez foi aprovar um projeto que invade completamente uma competência privativa da esfera federal: Criar uma taxa específica para sobrevoo, levando em consideração fatores como "peso total da aeronave, a ser aferido no momento anterior à decolagem, o que inclui o peso do combustível, da carga, dos passageiros e da bagagem, além do peso da estrutura". Isso é matéria de direito aeronáutico, Câmara Municipal não tem competência nenhuma sobre isso. Isso é tão absurdo que seguindo a lógica, autorizaria qualquer município sobrevoado instituir cobrança da mesma taxa, afinal, o avião está sobrevoando seu território (risos). Só queria ver como seria isso na prática, iam colocar postos fiscais com pedágio nos céus e fiscais da prefeitura nos pátios dos aeroportos? É diferente da Lei Cidade Limpa, que não invadiu a competência privativa de outra esfera de poder. E tampouco versou especificamente sobre matéria de direito aeronáutico. Ela apenas proibia (verbo no passado porque snme o Dória derrubou) que fossem feitas propagandas/uso de outdoors ambulantes em espaços públicos (genérico). E o avião caia nela por tabela.
  4. Aqui na cidade derrubamos a taxa de lixo. Justamente porque o prefeito queria embutir a cobrança (mensal) na conta de água. E para não onerar ainda mais o cidadão nós propusemos que a cobrança fosse incluída no IPTU com um valor irrisório de R$1, afinal, o município sempre custeou a coleta de resíduos sem precisar cobrar especificamente (e aparte) por isso. E tampouco haveria crime de responsabilidade, afinal, o município não estaria abrindo mão de uma arrecadação (pré-existente), porque aqui ela nunca existiu. Infelizmente o que acontece é que os próprios cidadãos elegem cada peça para representá-los (principalmente nas câmaras municipais) que não tá no script. Tem parlamentar que não sabe diferenciar uma indicação de um projeto de lei. Que vota nas proposituras sem nem saber do que se trata. Tem daqueles que não sabe nem ler. Aqui numa cidade vizinha elegeram um presidente da Câmara que não sabia ler, foi tomar posse com um ponto eletrônico no ouvido e foi o maior auê. Dá pra esperar muito desse povo? Num dá.
  5. A medida é inconstitucional (e vai cair) por dois motivos: 1. Embora a Câmara Municipal tenha prerrogativa para criar e/ou aprovar tributos municipais, esqueceram que o aeroporto é território federal (área da União); E por mais que alguns defensores da medida digam que a taxa não é sobre o aeroporto, mas sim sobre os céus da cidade (pior)... 2. A criação de uma taxa específica para o setor aéreo como nesse caso é matéria de direito aeronáutico e portanto, de competência privativa da esfera federal (Senado/Câmara dos Deputados).
  6. +4 A330-300P2F anunciados ontem também, receberá até 2024.
  7. Teve uma época (pouco antes da fusão ser completada) que os chilenos e principalmente os peruanos chamavam os irmãos Cueto de projetos de Hitler andino em referência a Downfall, pela forma que eles tratavam os funcionários (semelhante aos gritos do Hitler no führerbunker) Tem até vários memes nesse sentido no YT e Twitter
  8. Tata já está negociando com a Singapore Airlines a fusão da Vistara com a Air India (ambas full service). Mas a decisão só seria tomada em definitivo no final do próximo ano. E utilizando a Air India fez uma proposta no final do mês passado aos indonésios para adquirir a participação de 16.3% que eles detém na Air Asia India. A intenção é pegar a participação dos indonésios, juntar com a que eles já detém (83.7%) e vender todos os papéis da Air Asia India à Air India Limited, para fusionar as operações com a Air India Express. No final, se tudo ocorrer conforme o planejado pelos indianos, irão desaparecer a Vistara e a Air Asia India. https://indianexpress.com/article/business/aviation/vistara-could-merge-with-air-india-decision-likely-by-end-of-2023-7919104/ https://timesofindia.indiatimes.com/business/india-business/air-india-to-buy-airasia-india-as-tatas-kick-off-4-airline-consolidation/articleshow/91135912.cms
  9. Ferrer será o novo CEO da GOL a partir de 1° de junho. Kakinoff passa para o conselho de administração.
  10. [OFF TOPIC] Falando de regionais e Caravan, a ASTA (mato-grossense) "morreu" mesmo? Nunca mais vi nada ao respeito, nem sobre fretamentos. Lembrando que a divisão de táxi aéreo foi adquirida pela finada ITA para usar o COA.
  11. A Avianca Brasil usava o nome da Avianca através de um acordo comercial que foi feito lá em 2007, já que os irmãos metralhas (donos dela) eram acionistas majoritários da Avianca (e depois da Avianca Holdings) e por consequência, mandavam e desmandavam no conselho de administração. Agora mais nada. Efromovich havia feito um empréstimo de 450 milhões de dólares com a United para supostamente fazer injeção de capital na Avianca e deu como garantia os papeis (ações) que ele detinha na Avianca Holdings, que tinham poder de voto. O contrato previa que, em caso de desvalorização das ações da aérea (o que representava um risco de calote no pagamento do empréstimo), a United teria poder de voto usando os papéis. Quando começou a crise da Avianca Brasil (e da Avianca Holdings em seguida) e as ações despencaram, a salvadorenha Kingsland (acionista minoritária, que era dona do Grupo TACA) convocou uma reunião extraordinária e a United foi lá e pá, invocou a cláusula contratual do empréstimo e usou o poder de voto para destituir Efromovich e os asseclas dele do conselho de administração da holding, nomeando Roberto Kriete (dono da Kingsland e desavença pessoal de Efromovich) para exercer o poder de voto por eles. Jogada de mestre que Efromovich chamou de golpe intencionalmente orquestrado pelo Kriete e pela United (ele recorre disso até hoje nos tribunais). E os salvadorenhos obviamente devem ter usando a máxima de: A terra plana não gira, ela capota (afinal, Efromovich havia dado um tapetão neles antes).
  12. Diretor-Chefe da SENEAM renunciou ao cargo. https://www.elfinanciero.com.mx/nacional/2022/05/08/renuncia-victor-hernandez-a-la-direccion-del-seneam-en-medio-de-incidentes-aereos/
  13. Qualquer hora uma tragédia vai acontecer no espaço aéreo do Valle de México. Controladores e sindicatos estão há meses reclamando da falta de pessoal, de longas e exaustivas jornadas de trabalho e da situação caótica que o redesenho do espaço aéreo do Valle de México causou, somado isso a falta do fornecimento de capacitação para o pessoal se adequar ao novo desenho (sim, eles não treinaram os controladores). E os erros de controladores (causados pela fadiga) não se limitam a região metropolitana de MEX. Em CUN também cresceu o número de relatos de incidentes de incursão de pista, com autorizações de pousos e decolagens nas pistas equivocadas/ocupadas. É a 4T a todo vapor!
  14. Penso eu que estão todos felizes. Os empresários que venderam a empresa, felizes porque conseguiram repassá-la adiante, encheram o bolso com a venda e zero prejuízo (que poderiam tomar se a empresa não fosse vendida, falisse e herdassem a dívida estratosférica que ela tinha/tem, como corria o risco). E o governo mais ainda, já que o fracasso da Amaszonas é o "triunfo" da BoA. Antes da pandemia a Amaszonas detinha uma participação bem considerável do mercado doméstico, especialmente nas "rotas de ouro". E vira e mexe tinha treta com os sindicalistas estatistas acusando-a de "prejudicar a BoA". Ganhou os empresários, ganha a estatal com o monopólio em alguns destinos, principalmente Uyuni. Quem perde são os empregados da privada (estes coitados, infelizmente, sempre tem que arcar com os custos de serem latino-americanos).
  15. Estive na Bolívia mês passado, passei por seis aeroportos. Só vi duas aeronaves deles ativas (em movimento) e desconfio que mais dois poderiam estar também (pelas posições onde estavam). Mas bora pelo começo... CRJ200 & Dash Q200 Todos inativos. Primeiro CRJ200 avistado está estacionado num pátio afastado depois da torre de controle de VVI sem motores, com a fuselagem muito suja (cheia de sujeira preta) e com muito mato na parte de trás. E em CBB estão os demais seis CRJs (vários também sem motores e bem surrados visualmente) acompanhados pelos dois Q200 (mais surrados ainda). E190 Inativo poderia estar o CP-3171 (não pude confirmar a matrícula, mas acredito que seja ele por por causa de um sticker comemorativo na parte traseira da fuselagem). Estava dividindo o mesmo pátio que o CRJ200 em VVI, mas com os motores cobertos. Ainda em VVI tinha mais um E190 no pátio em frente ao TPS (motores descobertos) e o outro, matrícula CP-3145, acoplado num finger, logo sendo rebocado, taxiando e decolando. Três vistos até agora. Em LPB o quarto E190 avistado estava acoplado num finger, mas não vi a matrícula porque quando pousei era noite. E dois dias depois saindo de madrugada lá estava ele no mesmo lugar. Achei estranho, mas talvez tenha operado a mesma rota nos dois dias e pernoitado lá. E o quinto E190 avistado foi o CP-3142 taxiando após o pouso em SRE (bem sujinho, diga-se de passagem). O sexto E190 deles seria o CP-3130, justamente o que está em SOD. Mas pelo que consta foi retirado da frota/devolvido (ou será que não pagaram pela manutenção e lá mesmo ele ficou? Eis a questão).
  16. O mais bizarro disso tudo é que o CEO (Maurício) está no post do AeroIn no Facebook discutindo com pessoas que fizeram comentários que ele considerou ser "contra" a empresa. E a página oficial da Amaszonas também, comentando em português e rebatendo os comentários. Dizendo que o povo tá torcendo contra Meu Deus...
  17. Exato, não há mais onde bater. E a dolarização é brutal. Supermercados, lojas, restaurantes e afins (comércio em geral) fazem a precificação dos produtos e serviços... Em dólar. Afinal, o valor do Bolivar é irrisório e totalmente instável, e graças a hiperinflação teriam que carregar centenas de notas para adquirir um simples produto. Eles também usam aplicativos financeiros e bancos estrangeiros para fazer transações virtuais, afinal, nem sempre há dinheiro físico disponível (principalmente para passar troco). O youtuber mexicano Alex Tiendas fez uma excelente mini-série ano passado sobre a Venezuela, contando um pouco da realidade local atualmente. Recomendo. https://youtu.be/7pp6N5FO-ko
  18. Cabe destacar que apesar de ainda estar mergulhada numa fortíssima crise social e política, a situação econômica da Venezuela se estabilizou. Em grande parte graças a dolarização da economia que ocorreu não de forma planejada pelo governo, mas basicamente imposta pelo mercado paralelo e pelas remessas mandadas por cidadãos venezuelanos que imigraram para outros países, a exemplo da Espanha, Portugal (que tem uma grande comunidade de venezuelanos) e Estados Unidos. Como a maioria desses imigrantes saíram do país antes de 2019, a maioria já conseguiu minimamente se estabilizar lá fora e agora estão retornando ao país para fazer turismo e/ou visitar amigos e familiares (deixando mais dólares no país), o que está reaquecendo a demanda de voos de/e para CCS. E com a sinalização de uma possível reaproximação diplomática com os Estados Unidos e União Europeia e o afrouxamento de sanções, já há movimento de outras aéreas que estariam se preparando para voltar, como é o caso da Aerolíneas Argentinas, Avianca (que já começou a usar o espaço aéreo novamente), American Airlines (que já demostrou interesse na rota MIA-CCS), a Air France (que já teria confirmado ao governo venezuelano que retornará em breve) e Iberia. A TAP retomou os voos comerciais de passageiros LIS-CCS há mais ou menos duas semanas com o A330neo, voando duas vezes por semana (terças e sábados). https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2022/05/04/e-hora-de-voltar-o-caminho-do-retorno-a-venezuela.htm https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/05/05/venezuela-aposta-em-desdolarizacao-da-economia.ghtml https://www.bbc.com/portuguese/internacional-59955784 https://www.bbc.com/portuguese/internacional-56677393
  19. El presidente del Instituto Nacional de Aeronáutica Civil (INAC), Juan Teixeira, se reunió por videoconferencia, con representantes de la aerolínea brasileña GOL, para abordar distintos temas de interés, así lo informó la autoridad venezolana en Twitter. De acuerdo a la información divulgada por las redes sociales del INAC, Teixeira «mostró toda la disposición de la institución aeronáutica venezolana de desarrollar planes estratégicos para llevar a feliz término la relación aerocomercial con la aerolínea brasileña«. De igual forma, Teixeira explicó que es el momento de reformular estrategias y ampliar nuevos horizontes Por su parte, el representante de la aerolínea Voe Gol, Rodolfo Ruiz, recordó que la aerolínea prestaba un servicio desde Sao Paulo y Río de Janeiro hacia Aruba y Curazao con escala en la ciudad de Caracas. De igual forma, El presidente Ejecutivo de la Asociación de Líneas Aéreas de Venezuela (ALAV), Humberto Figuera, informó el pasado martes que las líneas aéreas de origen europeo Iberia y Air France han mostrado interés en regresar pero aún no cuentan con los equipos disponibles para iniciar sus operaciones en suelo venezolano. https://orbitaenlanoticia.com/2022/05/04/inac-y-la-aerolinea-brasilena-voe-gol-estiman-establecer-relacion-comercial/
  20. Ihhh, sei não. Esse sobrenome Baufaker me remete a uma família do ramo da construção civil de Brasília. Foram alvos da Operação Xeque-Mate (2007), que investigava tráfico de influência e corrupção no governo Lula (2007). E mais recentemente a Operação Sacerdote da PCDF, por envolvimento em grilagem de terra.
  21. Fundo árabe, fundo de quintal, fundo de lá de onde seja... Eis a questão: De onde eles (Nella) estão tirando dinheiro? Porque pelo que se sabe, honraram os pagamentos pendentes da Amaszonas com o governo boliviano e com os tripulantes. Ainda tem a aventura na Venezuela com a Albatros (que em breve deve começar a voar) e na Argentina querendo comprar a Andes. Dinheiro inegavelmente eles tem; e tão tirando de algum lugar. Eis a questão: De onde?
  22. Ano passado passando cedinho por Guarulhos, no Terminal 2. Segundo portão de embarque à direita, não lembro bem o número, acho que é 229, que é bem isoladinho (lojas de ambos os lados). Movimento bem fraco (era umas 6:30 da manhã). Tinha um Airbus acoplado (se não me falha a memória era da LATAM). O portão estava aberto e não tinha um pé de pessoa lá (nem funcionário, nem segurança). Tanto a porta externa (para o saguão) quanto a interna (do corredor para a ponte) estavam abertas. E digo isso porque eu até parei, olhei bem e pensei: Putz, num é possível. E lembrei de um político em POA que um tempo desses entrou e saiu de um avião da GOL sem ser notado porque o portão estava aberto do mesmo jeito.
  23. Justiça de São Paulo determinou o afastamento do Piva da frente do Grupo Itapemirim, determinou apreensão do passaporte e impôs uso de tornozeleira eletrônica; devendo se apresentar à justiça de 30 em 30 dias. https://blogs.oglobo.globo.com/capital/post/justica-afasta-sidnei-da-gestao-da-itapemirim-e-impoe-tornozeleira-eletronica.html https://www.terra.com.br/economia/sidnei-piva-e-afastado-do-comando-da-itapemirim-pela-justica-e-tera-de-usar-tornozeleira-eletronica,6ecfe46b525347c92ca47ebb53436cc8agfko4py.html
  24. Mais uma, agora a argentina Andes Líneas Aéreas. Nesse ritmo já já teremos a ITA by Nella https://www.aviacionline.com/2022/02/vuelve-andes-lineas-aereas-nella-airlines-group-manifiesta-interes/
  25. É o que todos se perguntam. Abaixo segue três artigos que denunciam o modus operandi da "Aeromugre" (como é popularmente chamada na Colômbia). Tem de tudo, falsificação de documentos de pilotos, falsificação de manifestos de carga, falsificação de registros de manutenção, decolagens com sobrepeso, gente desqualificada em postos que exigem gente qualificada ao máximo para capacitar as tripulações, terrorismo laboral e por aí vai. O chefe de treinamento da empresa foi REPROVADO no ground do Boeing 737 e mesmo assim segue voando e TREINANDO pilotos para o equipamento. A Aerocivil foi questionada, tem conhecimento disso tudo e...? https://www.transponder1200.com/aerosucre-de-colombia-un-desastre-en-progreso-parte-1/ https://www.transponder1200.com/aerosucre-de-colombia-un-desastre-en-progreso-parte-2/ https://www.transponder1200.com/aerosucre-de-colombia-un-desastre-en-progreso-parte-3/
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade